Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Fonoaudiologia  Voltar

Fonoaudiologia

A comunicação é essencial na vida do ser humano, pois é o instrumento fundamental do aprendizado e a base das relações pessoais ou profissionais.

O curso de Fonoaudiologia forma profissionais generalistas, com domínio dos instrumentos e métodos técnico-científicos que lhes permitem atuar nas diferentes áreas da comunicação oral e escrita, voz e audição, em atividades preventivas, de aprimoramento e reabilitação. O corpo docente utiliza equipamentos modernos para as aulas teóricas e práticas e supervisiona os estágios, que colocam os alunos em contato com a realidade de seu campo profissional. O curso dispõe de clínica especializada com equipamentos destinados à avaliação auditiva (salas com tratamento acústico, audiômetros, imitanciômetros, entre outros), salas de terapia com espelho de observação, laboratório de voz, computadores e softwares específicos para terapia fonoaudiológica.

O perfil do egresso do curso de Fonoaudiologia caracteriza- se pelo domínio dos instrumentos e métodos específicos para prevenção, avaliação, diagnóstico, orientação, terapia e aperfeiçoamento dos aspectos fonoaudiológicos envolvidos na função auditiva, periférica e central, na função vestibular, na linguagem oral e escrita, na articulação da fala, na voz, na fluência, no sistema miofuncional orofacial e cervical e na deglutição. Caracteriza-se, também, pela consciência da necessidade de constante atualização profissional, capacidade de trabalhar em equipe, interesse pela investigação científica, consciência ética da profissão e responsabilidade social.

O currículo do curso é formado por disciplinas básicas que têm por objetivo desenvolver a compreensão do processo da linguagem humana (Anatomia, Fisiologia, Física Acústica, Linguística), disciplinas específicas da fonoaudiologia (Audiologia, Linguagem Oral e Escrita, Voz, Motricidade Oral, Otoneurologia), disciplinas que desenvolvem a capacidade de trabalhar em equipe (Otorrinolaringologia, Odontologia, Neurologia, Psicologia) e os estágios supervisionados realizados nos quatro últimos semestres do curso.

O mercado de trabalho é promissor devido à variedade de campos abrangidos pela fonoaudiologia. O trabalho fonoaudiológico nos hospitais e maternidades é de extrema importância, devido ao seu papel na diminuição do tempo de recuperação de pacientes acometidos de dificuldades de deglutição, queimaduras, distúrbios neurológicos, entre outros. A fonoaudiologia também ganhou espaço nas empresas de telemarketing e emissoras de rádio e televisão, desenvolvendo programas de aperfeiçoamento da comunicação ocupacional. O fonoaudiólogo também atua em unidades básicas de saúde, ambulatórios de especialidades, consultórios, clínicas, homecare, asilos, creches e berçários, escolas regulares e especiais, instituições de ensino superior, empresas de aparelhos auditivos e serviços de saúde ocupacional.

O que é fonoaudiologia?

Fonoaudiologia é uma ciência que tem por objetivo o estudo e pesquisa dos métodos e técnicas de prevenção e terapia, realizadas na comunicação oral (fala – linguagem) e escrita, voz e audição.

Quem é o fonoaudiólogo?

O fonoaudiólogo é um profissional de formação superior e graduação plena, dentro da área biomédica; é o terapeuta que trata as patologias da comunicação humana.

O fonoaudiólogo é um profissional da área da saúde que atua em promoção, diagnóstico, orientação e tratamento da comunicação oral e escrita, voz, audição e funções de mastigação, deglutição e respiração. Atende desde o recém-nascido até a terceira idade.

Ele pode atuar em diferentes setores dentro do mercado de trabalho:

Clínicas multi e interdisciplinares
Escolas
Empresas
Hospitais
Teatro
Consultórios particulares

A Fonoaudiologia

A fonoaudiologia por ser uma profissão nova, vem procurando, com sucesso um maior direcionamento dentro do mercado de trabalho. A especialização e a pesquisa científica tem sido o trampolim para o reconhecimento da importância desta profissão que, associada à diversas outras áreas pensam na união de idéias e experiências como uma nova perspectiva de trabalho dentro da saúde, em especial à saúde do trabalhador.

As mudanças abruptas pelas quais passamos diariamente influem, com toda certeza, na atuação de diversos profissionais que estão na área ocupacional. O médico do trabalho, está frente a novas doenças relacionadas ao mesmo, o engenheiro, consequentemente deverá estar atento aos riscos de novas máquinas e substâncias, bem como o fonoaudiólogo,deverá ter maior conhecimento dos agentes nocivos à saúde auditiva e auxiliar os demais componentes da área médica das empresas, em especial no que se refere a execução responsável do exame audiométrico, sua análise onde levantamos o indicador para o Engenheiro de segurança procurar a causa e a informação quanto à utilização de Equipamento de Proteção Individual – o protetor auricular . a eficácia deste e de muitos outros fatores na fonoaudiologia depende do direcionamento e do reconhecimento do problema em uma determinada empresa.

Enfatizamos, então a necessidade da inter-relação entre profissionais, trabalhadores, empresários para a transformação do ambiente de trabalho em um lugar de trocas valiosas, onde aprender, ensinar, produzir, agir, ou seja, conhecer seja realmente feito com reflexão e vontade.

Historia da Fonoaudiologia

Data da década de 30 a idealização da profissão de Fonoaudiólogo, oriunda da preocupação da medicina e da educação com a profilaxia e a correção de erros de linguagem apresentados pelos escolares.

Na década de 60, deu-se início ao ensino da Fonoaudiologia no Brasil, com a criação dos cursos da Universidade de São Paulo (1961), vinculado à Clínica de Otorrinolaringologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina, e da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1962), ligado ao Instituto de Psicologia. Ambos estavam voltados à graduação de tecnólogos em Fonoaudiologia, sendo que o primeiro currículo mínimo, fixando as disciplinas e a carga horária destes cursos, foi regulamentado pela Resolução n° 54/76, do Conselho Federal de Educação.

Nos anos 70, tiveram início os movimentos pelo reconhecimento dos cursos e da profissão. Foram criados, então, os cursos em nível de bacharelado, e o curso da Universidade de São Paulo foi o primeiro a ter seu funcionamento autorizado, em 1977. Sancionada em 09 de Dezembro de 1981, pelo então presidente João Figueiredo, a Lei n° 6965, que regulamentou a profissão de Fonoaudiólogo, veio ao encontro dos sonhos de uma categoria profissional, que ansiava ser reconhecida. Além de determinar a competência do Fonoaudiólogo, com a Lei, foram criados os Conselhos Federal e Regionais de Fonoaudiologia, tendo como principal finalidade a fiscalização do exercício profissional.

As atividades do Conselho Federal de Fonoaudiologia tiveram início em 1983. Em 15/09/84, pela Resolução CFFa n° 010/84, foi aprovado o primeiro Código de Ética da profissão, que elencava os direitos, deveres e responsabilidades do Fonoaudiólogo, inerentes às diversas relações estabelecidas em função de sua atividade profissional. O crescimento da profissão, a ampliação do mercado de trabalho do Fonoaudiólogo e uma maior conscientização da categora têm levado os Conselhos de Fonoaudiologia à revisão de toda a sua Legislação. O primeiro fruto deste esforço conjunto foi a elaboração de um Código de Ética novo. Aprovados em 17/12/95. O próximo passo será a revisão da Lei n° 6965, que está commpletando 15 anos.

Através de suas comissões de educação, desenvolvendo um trabalho que envolve a participação indispendável dos 31 cursos de Fonoaudiologia do Brasil, os Conselhos pretendem, também, reformular o currículo mínimo da Fonoaudiologia, e submetê-lo à apreciação do MEC, como forma de garantir ao profissional uma formação condizente com a realidade atual.

Juramento do Fonoaudiólogo

"Neste momento, ao assumir a profissão de Fonoaudiólogo, obrigo-me solenemente a dedicar meu trabalho à Humanidade, utilizando o domínio desta ciência em todas as suas formas de expressão, prevenindo, orientando e tratando todos aqueles que o necessitem. Respeitarei os segredos que me forem confidenciados. Manteirei, por todos os meios ao meu alcance, a honra de minha profissão.

Não permitirei que considerações de ordem religiosa, de nacionalidade, de raça, de ordem política ou de padrões sociais se interponham entre o meu dever e o meu semelhante e não usarei meus conhecimentos contra as leis humanas.

Faço tais promessas solenemente, livremente sob minha palavra de honra."

Adaptação da Declaração de Genebra (1948)

O curso

O currículo inclui disciplinas de diversas áreas do conhecimento. Das ciências biológicas e da saúde, o aluno estuda anatomia, fisiologia, genética e patologias. Das ciências sociais e humanas, os futuros fonoaudiólogos vêem psicologia, pedagogia e ética. Boa parte da formação, no entanto, é voltada para os conteúdos específicos da profissão, como audição, linguagem oral e escrita, fala e prevenção, avaliação, diagnóstico e tratamento dos distúrbios da comunicação. Há, ainda, aulas de física acústica e metodologia da pesquisa. No final da graduação é preciso fazer um estágio, bem como apresentar uma monografia.

Aptidões Desejáveis

É preciso sensibilidade, capacidade de interpretação e análise, atenção concentrada e perseverança.

Especializações possíveis

Fonoaudiologia Educacional, Fonoaudiologia Estética e Fonoaudiologia Terapêutica.

Grade Básica do Curso de Fonoaudiologia

Psicologia
Fisiologia do Aparelho Respiratório
Anatomia
Pedagogia
Psicologia Básica
Anatomia
Fundamentos de Biologia
Ciência do Comportamento
Bioquímica
Biofísica Linguística

Fonoaudiologia: Aspectos Favoráveis

Uma coisa interessante sobre fonoaudiologia que muita gente não sabe e é uma otima oportunidade de trabalho para os bons fonoaudiólogos é o entretenimento. Sempre que um dublador vai ser escolhido para um filme um fonoaudiólogo é consultado, pois para que o resultado da dublagem fique bom, o dublador tem que ter uma voz correspondente ao tipo físico do ator original que vai aparecer nas imagens.

Fonoaudiologia: Aspectos Desfavoráveis

O aspecto desfavorável da fonoaudiologia é que em hospitais, ao contrário das outras especialidades médicas que são necessárias em grande quantidade, as vagas de fonoaudiologia são mais restritas.

A Profissão

A Fonoaudiologia estuda a linguagem, a audição, suas perturbações e tratamento com a utilização de técnicas e métodos específicos. O Fonoaudiólogo é o terapeuta que previne e diagnostica distúrbios de linguagem e audição , aplicando métodos e técnicas de tratamento e reabilitação.

Identifica problemas como: surdez, mudez, gagueira e de dicção. Atua também na área de saúde do trabalhador, visando à prevenção, identificação e correção dos distúrbios funcionais de audição ou fala.

Campo de Atuação

Audiologia: Realiza testes que visam a obtenção do diagnóstico de distúrbios de audição em recém-nascidos, crianças e adultos. Pode indicar e adaptar aparelhos para a surdez, sempre seguindo a orientação do otorrinolaringologista. Atua ainda na elaboração de programas preventivos de redução de barulho nas fábricas.

Fonoaudiologia Clínica: Pesquisa, diagnostica e previne distúrbios de comunicação oral e escrita; atuando no atendimento a pacientes com problemas de gagueira, voz, alterações de fala ou que apresentam dificuldades no aprendizado da linguagem.

Fonoaudiologia Educacional: Estudo do desenvolvimento da linguagem oral e escrita das crianças; implantação de programas de prevenção de distúrbios da fala; orientação a professores sobre métodos de ensino a deficientes e uso da voz em sala de aula.

Fonoaudiologia Estética: Treinamento da expressão vocal de atores, locutores, apresentadores e políticos.

Mercado de trabalho

Nas áreas da saúde (consultórios, clínicas, ambulatórios, hospitais, maternidades, asilos, home care), educação (orientação a pais e professores, triagem de alunos e prestação de consultoria a equipes pedagógicas), meios de comunicação e artes (aperfeiçoamento dos padrões da fala, voz e expressão nas diferentes modalidades de comunicação), justiça (realização de perícias técnicas e assessoria em casos de ações cíveis e criminosas relacionadas à fonoaudiologia.), empresarial (desenvolvimento de projetos de comunicação oral e escrita nas instituições), estética (desenvolvimento dos padrões da voz, da fala e da face) e ocupacional (prevenção e conservação da audição em ambientes insalubres, minimizando os riscos ambientais à saúde).

Regulamentação

Lei 6965 de 09/12/1981. Necessita do registro no Conselho Regional de Fonoaudiologia (CRFa) para exercer a profissão.

Duração média: 04 anos, com estágio supervisionado obrigatório.

Fonoaudiologia - Profissão

A fonoaudiologia se ocupa da pesquisa acerca dos processos de comunicação. O fonoaudiólogo trabalha na diagnose, prevenção e reabilitação da voz, da audição e da motricidade oral. Esse terapeuta cuida tanto dos processos de fala, quanto dos de leitura e escrita.

É bastante comum que os fonoaudiólogos trabalhem em associação com outros profissionais, como terapeutas, psicólogos, fisioterapeutas, otorrinolaringologistas e pedagogos. Em parceria com dentistas e ortodentistas auxilia na prevenção e no tratamento de problemas como oclusão, vícios de mastigação e de deglutição.

Também fica sob a responsabilidade desse profissional a preparação de profissionais que usam a voz como instrumento de trabalho, como cantores, atores e locutores. Nas escolas, faz o acompanhamento de crianças com dificuldades de aprendizagem, como a dislexia, ou problemas da fala, como a gagueira.

Tipos de Curso

Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos.

A grade curricular é ampla, envolvendo disciplinas das áreas médicas, biológicas e humanas como: alterações da motricidade oral, anatomia, neuroanatomia, aparelho de ampliação sonora individual, aquisição e desenvolvimento da linguagem, audiologia educacional, avaliação audiológica, avaliação dos distúrbios voz, biologia, ciências sociais, comunicação e expressão, distúrbio leitura/escrita, distúrbios da fluência, distúrbios da linguagem oral/proc, auditivo central, distúrbios vocais, fisiologia, fundamentos física acústica e biofísica, linguística e fonética, patologia. o estágio é obrigatório.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho para os fonoaudiólogos é estável. A maior expectativa gira em torno da possibilidade da especialidade se tornar obrigatória em todo o serviço público de saúde, o que aumentaria as possibilidades de contratação.

De qualquer forma o mercado é bastante robusto. Dados da organização mundial de saúde dão conta que cerca de 10 a 15% da população mundial tem dislexia, problema que causa transtorno de aprendizagem na área da leitura, escrita e soletração. É o distúrbio de maior incidência nas salas de aula. Todas essas pessoas precisam do acompanhamento de uma equipe transdisciplinar que inclui o fonoaudiólogo.

O forte crescimento das empresas de telemarketing no país também fez aumentar o mercado de trabalho. O fonoaudiólogo auxilia os operadores no aprendizado das fraseologias específicas e também fazem o acompanhamento para prevenção de lesões de fala e audição, realizando, por exemplo, exames regulares de audiometria.

Ofertas de Emprego

O fonoaudiólogo encontra trabalho em todas as regiões do país, principalmente nas cidades de médio e grande porte. Ele pode clinicar em consultórios particulares, atendendo pessoas com dificuldade de fala ou então orientando profissionais que utilizam a voz. Pode também trabalhar em clinicas multidisciplinares que cuidam do restabelecimento de pessoas acidentadas.

O ramo de telemarketing concentra suas empresas nas grandes capitais, especialmente em São Paulo e Rio de Janeiro. Já as escolas que contratam esses profissionais para auxiliar no acompanhamento das crianças com problemas de aprendizagem são da rede privada e estão espalhadas nas grandes cidades do país.

Hospitais por todo o país também contratam o fonoaudiólogo para fazer os testes de audiometria neonatal, detectando precocemente problemas de audição nos recém nascidos. Esses profissionais também auxiliam na terapia de bebês com dificuldades para sugar o seio materno.

Fonte: fmu.br/www.cce.ufsc.br/www.fonojp.hpgvip.com.br/www.cursocerto.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal