Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Fotografia  Voltar

Fotografia

Sobre a profissão

Fotografar é captar a luz das diversas coisas do mundo, imprimindo sua imagem para a posteridade. O fotógrafo utiliza diversos tipos de lentes, películas, câmeras, papéis especiais e plataformas digitais para gravar uma representação visual da realidade que o cerca.

É do universo de conhecimento desse profissional os estudos acerca da luz e da sombra das composições, os projetos de iluminação e enquadramento de cenas, a revelação química, a ampliação de fotos e a manipulação digital de imagens.

Os fotógrafos podem ter orientações profissionais distintas como fotojornalismo, quando trabalha com o registro de imagens que representem um fato jornalístico ou então sirvam como um documento comprobatório de uma ocorrência. Pode trabalhar na perícia técnica criminal, fotografando cenas de crime ou então auxiliando na identificação de pessoas em fotos ou vídeos.

Esse profissional também pode se especializar em fotografia de moda ou ainda fotografia científica, que requer técnicas apuradas para fotografar eventos como uma reação química ou então a divisão celular. Ele também está apto para acompanhar eventos esportivos ou sociais.

O fotógrafo, além disso, trabalha para as agências publicitárias, fotografando produtos e campanhas. E, como não, pode trabalhar com a fotografia artística, criando coleções fotográficas que sejam uma representação de sua existência e do mundo que o cerca.

Fotografia

Tipos de Curso

a) Nível Superior

Bacharelado

Duração média de 4 anos. O currículo básico do curso oferece disciplinas da área de humanas como história da arte, sociologia e filosofia. Também são ministradas aulas técnicas como fotografia, materiais fotográficos, informática aplicada, captura digital, cultura da imagem, iluminação de estúdio e natural, elementos constitutivos da imagem, a luz como expressão, câmera técnica, luz composta, edição fotográfica, fotografia editorial, fotografia documental, fotografia publicitária, crítica e curadoria, poéticas fotográficas.

b) Nível Superior

Tecnológico

Duração média de 2 anos. O currículo básico inclui disciplinas de história da arte, história da fotografia, teoria da comunicação, filosofia da imagem, forma e composição. As disciplinas práticas formam o aluno para as mais diversas áreas como publicidade, moda, estúdio, arquitetura, documental. Boa parte do curso se desenvolve em laboratórios.

c) Nível Médio

Curso Técnico

Duração média de 2 anos. O Técnico em Fotografia pode atuar como fotógrafo ou como um especialista em tratamento de imagens, em empresas como agências, estúdios, editoras, jornais, laboratórios fotográficos digitais.

d) Cursos Livres

Não conferem diploma, apenas certificado de conclusão de curso. Diversos cursos podem complementar a formação dos profissionais ou então preparar o aluno para atuação em alguns mercados específicos como o de ensaios pessoais, fotojornalismo, produção para fotografia publicitária, fotografia de arquitetura, fotografia de casamento.

Mercado de Trabalho

O mercado de trabalho é bastante concorrido, um bom portifólio e especializações ajudam o profissional a encontrar trabalho. Na maioria das vezes o fotógrafo trabalha como profissional freelancer, prestando serviços para agências publicitárias, em eventos ou trabalhando com a manipulação de imagens digitais.

As empresas que contratam o profissional são as editoras de revistas semanais e jornais que, por precisarem de um grande volume de trabalho, mantém fotógrafos em seus quadros funcionais.

O mercado de fotografias publicitárias é o que melhor remunera, já a fotografia de eventos como casamentos, festas, simpósios e congressos, é um dos mais movimentados. Em época de campanhas políticas também há uma grande movimentação de trabalhos para o fotógrafo, que faz a documentação da campanha.
Ofertas de Emprego

Existe trabalho por todo o território nacional, principalmente para a cobertura de eventos e fotografias pessoais para documentação. Os trabalhos em agências publicitárias se concentram nas regiões Sul e Sudeste, que reúnem as maiores agências e a maior movimentação de empresas anunciantes.

Institutos culturais também contratam esse profissional para a curadoria de mostras de fotografia ou então de festivais e concursos de fotografia. Nesse caso as melhores ofertas surgem nas capitais, especialmente Rio de Janeiro, São Paulo, Salvador, Curitiba e Porto Alegre.

O trabalho com a perícia criminal também oferece oportunidades em várias regiões do país, o profissional deve prestar concurso para ser admitido. A restauração de documentos e fotografias históricas também pode empregar esses profissionais.

Fonte: www.cursocerto.com.br

Fotografia

Perfil do profissional

O fotógrafo reproduz imagens de eventos, pessoas, locais, produtos, paisagens, objetos e outros temas, em branco e preto ou coloridas, utilizando câmeras fotográficas e diversos acessórios.

O profissional lida com revelação e retoque de negativos de filmes, pode tirar, ampliar e retocar cópias, e também criar efeitos gráficos em imagens obtidas por processos digitais e reproduzi-las sobre papel ou outro suporte.

Mercado de trabalho

Fotografia

Estúdios fotográficos; empresas jornalísticas, cinematográficas e de TV; laboratórios especializados; comércio de equipamentos fotográficos; centros de pesquisas e escritórios de decoração, moda e arquitetura.

Fonte: www.estacio.br

Fotografia

"Profissional responsável pela arte de reproduzir imagens"

O que é ser fotógrafo?

Fotógrafos são profissionais que se expressam através de registros de imagens com o auxílio de uma câmera. Pode ser um rosto, uma paisagem, uma construção, uma cena, um flagrante. Podem ser especializados em jornalismo, moda, arte, produtos e fotografia científica.

Quais as características necessárias para ser um fotógrafo?

É essencial ter sensibilidade. Deve ter interesse em cultura geral já que o fotógrafo é a testemunha que conta estória através da imagem. Também precisa ter senso crítico, curiosidade e estar em constante atualização.

Características desejáveis

Agilidade

Boa visão

Capacidade de organização

Criatividade

Interesse pelas artes

Ousadia

Sensibilidade artística

Senso estético

Qual a formação necessária para ser um fotógrafo?

Não há exigência de escolaridade para fotógrafos, sendo assim uma profissão de livre-formação. Porém, muitas escolas oferecem cursos Fotografia, que pode ajudar o profissional a aperfeiçoar suas técnicas e conhecimento. Repórteres fotográficos são registrados no conselho da categoria como jornalistas. É indispensável que o fotógrafo saiba usar bem todos os tipos de câmeras, lentes e filtros, escolher o filme mais adequado para cada tipo de trabalho e conheça os processos de revelação e cópia. Com o avanço da informática, é recomendável saber usar câmeras digitais.

Principais atividades de um fotógrafo

Além de fotografar de acordo com as necessidades e especificações dos clientes e chefes e apresentar o resultado, os profissionais de fotografia podem exercer as seguintes atividades:

Reunir-se com o cliente para conhecer o serviço, o objetivo, receber orientação e discutir o orçamento

Apresentar os contatos (fotos reveladas no tamanho do filme) para a seleção das que serão ampliadas

Fazer cópias ampliadas das fotos escolhidas

Estudar ângulos, iluminação, cenário

Anotar nomes para identificação dos personagens

Registrar flagrantes

Documentar situações para investigações policiais e ações judiciais

Identificar locais e pessoas em fotos escolhidas

Fotografar maquetes, ambientes e edifícios.

Há profissionais especializados em moda para jornais, revistas ou anúncios; em objetos de arte para catálogos e em fotografia científica para ilustrar relatórios de pesquisa e publicações especializadas. Outros dedicam-se à fotografia como meio de expressão artística, expondo seus trabalhos ou produzindo livros de fotos. A experiência profissional permite ainda ao fotógrafo dar aulas ou vender equipamentos. Todos os fotógrafos dedicam parte de seu tempo à organização de arquivos de seus trabalhos.

Áreas de atuação e especialidades

Esse profissional pode atuar em diversas áreas como:

Eventos

Registra eventos, festas, comemorações

Publicidade

Trabalha ainda em estúdios fotografando modelos e produtos para moda ou campanhas publicitárias

Gerenciamento e curadoria

Promove exposições em galerias ou museus. Administra arquivos de fotos

Área pericial

Documentar situações para investigações policiais e ações judiciais

Arquitetura de interiores

Fotografar maquetes, ambientes e edifícios

Banco de dados

Administrar arquivos de fotografias em museus e instituições

Estúdio

Fotografar produtos e modelos

Fotojornalismo

Cobre reportagens jornalísticas, edita fotos para jornais e revistas

Restauração e conservação

Pesquisar e desenvolver técnicas para recuperar e conservar fotografias, cromos e filmes fotográficos

Paparazzo

Fotografo independente que vai atrás de celebridades tentando flagrá-las, de preferência em situações indiscretas. E depois oferece o material à revistas e jornais.

Mercado de trabalho

O mercado de trabalho para fotógrafos é muito competitivo e concentra-se no setor privado. Porém, com a valorização cada vez maior da comunicação visual, profissões que lidam com imagens tendem a ganhar mais espaço, sobretudo nas áreas de publicidade, produção editorial (livros e revistas) e internet (imagens para sites e portais). Uma área ainda pouco explorada é o de preservação e restauração de acervos fotográficos. Fora das capitais, o mercado costuma se limitar à fotografia de eventos sociais.

Curiosidades

A máquina fotográfica básica

Os físicos do século XVI estudaram um dispositivo chamado "câmara escura" que, evoluído, resultou nas atuais câmaras fotográficas.

A câmara escura, princípio de todas as máquinas fotográficas.

Eles verificaram que uma caixa totalmente fechada, possuindo apenas um orifício em um dos lados, tinha propriedades de reproduzir as imagens dos objetos que estivessem colocados na frente do orifício, de modo que esta imagem aparecia na parede oposta à entrada da câmara e invertida.

Ao observarmos a imagem formada, notamos que ela não se apresenta nítida. Para reprodução perfeita da imagem na câmara escura, teríamos de usar um furo muito pequeno ou lentes que basicamente operam por refração.

Fonte: www.brasilprofissoes.com.br

Fotografia

Descrição

O Curso Superior é recente. Os profissionais sempre foram autodidatas e fizeram cursos técnicos. É preciso dominar a técnica de fotografar e conhecer os recursos técnicos dos equipamentos para tirar proveito deles da melhor maneira possível.

Currículo Básico

História da Arte, História da Fotografia, Estética, Materiais Fotográficos, mas muitas disciplinas práticas.

Fotografia

Aptidões Desejáveis

É essencial ter sensibilidade. Deve ter interesse em cultura geral já que o fotógrafo é a testemunha que conta estória através da imagem. Também precisa ter senso crítico, curiosidade e estar em constante atualização.

Especializações possíveis

Fotojornalismo, Fotografia Artística, Documentarista (imagens de comemorações) e Perícia.

Campos de Atuação

O Fotógrafo pode trabalhar desde meios de comunicação até em estúdio para fotos documentais ou artísticas, ou gerenciar arquivo de fotos, ou ainda, fazer fotos de perícia técnica e restauração.

Fonte: www.guiadasprofissoes.com.br

Fotografia

Tecnólogo

Esse tecnólogo atua em

Jornais

Revistas

Estúdios fotográficos

Emissoras de TV

Cinema

Agências de publicidade e de notícias

Captando e reproduzindo imagens de pessoas, paisagens e objetos ou de acontecimentos políticos, culturais ou históricos.

Para exercer a profissão é necessário dominar técnicas de iluminação, enquadramento e composição de cena.

Cabe a ele também ajustar uma foto ao contexto do momento.

Fotografia

O mercado de trabalho

O mercado para o tecnólogo em fotografia está em expansão.

Ele encontra trabalho em

Jornais

Revistas

Sites

Assessorias de imprensa

Agências de publicidade

Sobretudo nos grandes centros como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF).

Esses setores necessitam de profissionais qualificados e com conhecimentos de produção, pós-produção e tratamento de imagens, além de edição e direção de fotografia.

Outro mercado aberto é a cobertura de eventos, principalmente desfiles de moda e acontecimentos sociais e corporativos.

Geralmente, ele atua como autônomo, cobrando por "saída" ou por serviço.

No entanto, algumas agências de publicidade e editoras de livros, jornais e revistas, mantêm esses profissionais nos quadros fixos de colaboradores.

O curso

Disciplinas como ética, história da arte, história da fotografia no Brasil, teoria da comunicação, forma e composição e filosofia da imagem formam a base teórica do curso.

Entre as específicas estão fotografia publicitária, digital, de eventos, direção fotográfica e fotojornalismo.

Na prática, você aprende as técnicas para retratar vários tipos de cena.

Há aulas em laboratórios de revelação.

Duração média

Dois anos.

Fonte: guiadoestudante.abril.com.br

Fotografia

O PROFISSIONAL

A fotografia é a linguagem pela qual o profissional registra, informa e se comunica por meio das imagens captadas da realidade, reveladas e tratadas mediante processos químicos ou digitais.

Esse estudante deve ser capaz de desenvolver o olhar, a sensibilidade e a criatividade para captar a melhor informação visual para a principal finalidade a qual sua fotografia se destina. Deve ter bom conhecimento técnico, estético e de criação.

Fotografia

O MERCADO DE TRABALHO

Jornais, revistas, empresas de publicidade e trabalho autônomo.

O CURSO

Duração: 3 anos

Estágio: obrigatório

Currículo

Computação gráfica, criatividade, construção da imagem, comunicação visual, direito autoral, história da fotografia, foto e arte, foto digital, câmeras de grande formato, laboratório p/b, iluminação.

Fonte: educaterra.terra.com.br

Fotografia

Tecnólogo

Esse tecnólogo atua em

Jornais

Revistas

Estúdios fotográficos

Emissoras de TV

Cinema

Agências de publicidade e de notícias

Captando e reproduzindo imagens de pessoas, paisagens e objetos ou de acontecimentos políticos, culturais ou históricos.

Para exercer a profissão é necessário dominar técnicas de iluminação, enquadramento e composição de cena.

Cabe a ele também ajustar uma foto ao contexto do momento.

O mercado de trabalho

O mercado para o tecnólogo em fotografia está em expansão.

Ele encontra trabalho em

Jornais

Revistas

Sites

Assessorias de imprensa

Agências de publicidade

Sobretudo nos grandes centros como São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ), Porto Alegre (RS), Curitiba (PR), Belo Horizonte (MG) e Brasília (DF).

Esses setores necessitam de profissionais qualificados e com conhecimentos de produção, pós-produção e tratamento de imagens, além de edição e direção de fotografia.

Outro mercado aberto é a cobertura de eventos, principalmente desfiles de moda e acontecimentos sociais e corporativos.

Geralmente, ele atua como autônomo, cobrando por "saída" ou por serviço.

No entanto, algumas agências de publicidade e editoras de livros, jornais e revistas, mantêm esses profissionais nos quadros fixos de colaboradores.

O curso

Disciplinas como ética, história da arte, história da fotografia no Brasil, teoria da comunicação, forma e composição e filosofia da imagem formam a base teórica do curso.

Entre as específicas estão fotografia publicitária, digital, de eventos, direção fotográfica e fotojornalismo.

Na prática, você aprende as técnicas para retratar vários tipos de cena.

Há aulas em laboratórios de revelação.

Duração média

Dois anos.

Fonte: guiadoestudante.abril.com.br

Fotografia

Mais do que uma câmera na mão e o domínio de conhecimentos técnicos, o fotógrafo precisa ter interesse em observar o mundo. Com sensibilidade e olhar aguçado, não deixará escapar flagrantes que contêm histórias, registrem acontecimentos ou, apenas, capturem momentos de rara beleza – porque a fotografia é também uma forma de expressão artística.

“Um bom profissional deve ter sólida formação humanística e conhecimentos sobre aspectos estéticos, históricos e culturais da fotografia”, afirma Nilde Carvalho, coordenadora do curso de bacharelado em Fotografia do Senac, em São Paulo. Tem sido assim desde 1826, quando o francês Joseph Niepce fez a primeira imagem fotográfica, preservada até hoje: uma paisagem vista da janela de sua casa de campo na cidade de Gras, na França.

Autodidatas, na maioria das vezes, os fotógrafos dessas áreas se aprimoram com a prática. Até 1999, os interessados em aprender ou se aperfeiçoar em fotografia só contavam com cursos profissionalizantes. Neste ano, foi criado o primeiro curso brasileiro de nível superior, nas Faculdades Senac, em São Paulo.

Fotografia

As oportunidades de trabalho, escassas na última metade da década dos 90, começam a crescer, especialmente no campo da digitalização de fotos para transmissão de imagens pela internet e na criação de home pages.

A competitividade é grande nos campos de fotojornalismo (reportagem fotográfica e edição para jornais, revistas, assessorias de imprensa) e fotopublicidade (moda, anúncios, produtoras de cinema), que não requerem formação acadêmica para a obtenção de registro profissional no Ministério do Trabalho.

Também mostram-se promissoras áreas que exigem alto grau de especialização. É o caso da fotografia pericial, que documenta, por exemplo, cenas de um crime para processos judiciais; ou ainda fotografias científicas e de arquitetura. Profissionais dessas áreas devem dominar técnicas de preservação, indispensáveis para o trabalho em museus, galerias, exposições, acervos, institutos de pesquisa, ateliês de restauração e arquivos de fotos.

Se abrir seu próprio estúdio, poderá realizar todo tipo de trabalho, desde a documentação de eventos (festas e comemorações institucionais e familiares) até a confecção de books de modelos e fotos para a imprensa ou para publicidade.

O fotógrafo iniciante precisa batalhar arduamente para conseguir uma vaga em empresas jornalísticas, que contratam pouco em relação às agências de publicidade, as grandes empregadoras. O salário médio inicial pode variar de R$ 800 a R$ 2 mil. Em geral, os primeiros passos na carreira acontecem na condição de free-lancer, profissional autônomo que recebe por trabalho realizado.

Duração média do curso

Quatro anos

A profissão

O fotógrafo domina o uso de máquinas, lentes e filmes e conhece a fundo as técnicas de revelação, ampliação e tratamento de imagens. Com base em conhecimentos de iluminação e enquadramento, ele procura captar da melhor maneira possível pessoas, paisagens, objetos, momentos e fatos históricos, políticos, econômicos, esportivos e sociais. Com a câmera, ele registra tanto imagens de edifícios e obras de arte quanto de comportamentos humanos. Em estúdio, fotografa produtos para reportagens, outdoors e anúncios para publicação em revistas, jornais e sites na internet.

O avanço tecnológico tem mudado o dia-a-dia da profissão. Os antigos aparelhos de fotografia estão sendo substituídos pelas novas câmeras digitais, que dispensam filmes, softwares de edição e novos suportes para armazenamento e transporte de imagens, como CD-ROMs.

Características que ajudam na profissão

Criatividade, imaginação, senso estético, senso de oportunidade, persistência, curiosidade, facilidade de trabalhar em equipe.

Fonte: www1.uol.com.br

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal