Breaking News
Home / História Geral / Papa Estêvão VIII

Papa Estêvão VIII

PUBLICIDADE

Papa Estêvão VIII ( ? – 931)

Papa Igreja Cristã Romana (929-931) nascido em Roma, escolhido em 3 de janeiro (929) como sucessor de Leão VI (928), graças às intrigas dos condes de Túscolo, enquanto em Roma governava Marócia, marquesa de Túscia. Marócia tinha colocado no trono papal um de seus sobrinhos, e embora eleito canonicamente, Leão VI (928) era um simples leigo, que foi expulso como intruso pelo povo romano sete meses depois e morreu subitamente, possivelmente envenenado pela própria Marócia. Essa poderosa mulher era uma política romana, corrupta, cortesã de alta classe e mãe dos papas Sérgio III e João XI, conhecida universalmente por sua libertinagem e seus crimes, manchada por uma longa série de adultérios e uniões incestuosas, recebeu dos príncipes italianos, como preço de sua devassidão, a propriedade do Castelo de Santângelo e o governo da cidade de Roma com o título de Senatrix e Patricia romana. O novo papa, substituto de Leão VI, governou por dois anos e favoreceu os mosteiros de S. Vicente, em Volturno, e aos dois conventos na Gália. Seu pontificado também coincidiu com o crescimento desproporcional da fortuna de Marócia, agora esposa de Hugo, rei da Itália. Sua morte repentina, em Roma (931), também deixou suspeitas de enveneamento promovido pela libertina política. O papa de número 125 foi sucedido por João XI (931-935), um filho da senatriz com o marquês Alberico de Túsculum, e com aproximadamente 20 anos de idade e que também se revelaria extremamente irresponsável no cargo..

Fonte: www.dec.ufcg.edu.br

Veja também

Populista

Populista

PUBLICIDADE Definição Populista, em geral, é uma ideologia ou movimento político que mobiliza a população …

Corrida Espacial

Corrida Espacial

PUBLICIDADE Definição A corrida espacial da Guerra Fria (1957 – 1975) foi uma competição na exploração do …

Caso Watergate

Caso Watergate

PUBLICIDADE Watergate Watergate pode ser a história mais famosa na história americana de jornalismo investigativo. Isso …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.