Breaking News
Home / História Geral / Papa Pio X

Papa Pio X

Papa Pio X – (1835 – 1914)

PUBLICIDADE

Giuseppe Melchior Sarto, são Pio X papa

Papa católico (1903-1914) nascido em Riese, Treviso, região da Itália então pertencente ao império austríaco, cuja atuação foi caracterizada por atitudes conservadoras e intransigentes. O segundo de doze filhos, nasceu em uma família modesta, cujo o pai era funcionário pública e a mãe, costureira, depois de ingressar no Seminário de Pádua, foi consagrado padre em 18 de setembro (1858), em Castelfranco Veneto.

Foi nomeado Capelão de Tombolo, diocese de Treviso (1858) e, em seguida, foi pároco de Salzano, em Veneza (1867-1875), quando foi nomeado cônego da Catedral de Treviso, chanceler episcopal e diretor espiritual do Seminário, até ser nomeado bispo de Mântua (1884) pelo papa Leão XIII.

O mesmo Leão XIII nomeou-o Cardeal e Patriarca de Veneza (1893), como sucessor do cardeal Domenico Agostini, contudo, só pôde realizar o ingresso solene na cidade em 24 de novembro do ano seguinte, pois só então recebeu o exequatur do Governo italiano, que desfrutava de um direito de juspatronato sobre o Patriarcado veneziano.

Em Veneza ganhou muito prestígio no clero católico e entre os civis e, assim, foi eleito papa (1903). Indiferente às reformas sociais em curso, desenvolveu um papado extremamente conservador, concentrando sua atenção nos problemas apostólicos em defesa do catolicismo romano.

Com a encíclica O firme propósito permitiu que os católicos italianos participassem das eleições políticas. Dedicou-se particularmente à vida interna da Igreja para preservar a integridade da doutrina católica, ameaçada pelas novas correntes radicais no campo filosófico, teológico e bíblico, de inspiração modernista, e adotou rigorosas medidas contra eclesiásticos e leigos suspeitos de aderir a essa tendência.

Reprimiu diretamente o modernismo com a encíclica Pascendi Dominici gregis (1907), não aceitou os democratas-cristãos e rejeitou a separação entre a igreja e o estado. Deu início à reforma e à reorganização da Cúria romana (1908) e excomungou (1909) o sacerdote R. Murri, animador do movimento da Democracia Cristã, e dissolveu (1910) o grupo francês do Sillon, liderado por Marc Sangnier.

Incentivou a administração do sacramento da eucaristia, condenou a emancipação política e intelectual dos fiéis, e reformou a liturgia e a música sacra. Tornou-se um dos precursores da Ação Católica, organização de jovens trabalhadores católicos voltada para a participação dos leigos no apostolado da hierarquia eclesiástica.

Promoveu reformas litúrgicas e, também, desenvolveu a adaptação e a sistematização da lei canônica que resultou na publicação póstuma de um novo código, o Codex iuris canonici (1918), em Roma. Em seu pontificado realizaram-se inovações relativas à administração dos sacramentos e à liturgia como decretos sobre a Eucaristia, reforma do canto gregoriano e do Breviário.

Em resumo, um ato importante de seu pontificado foi a condenação dos erros e dos desvios, resumidos no termo modernismo, com a encíclica Pascendi dominici gregis (1907), porém sua principal obra foi o encaminhamento para uma nova codificação de todo o direito eclesiástico. Papa de número 258, foi substituído por Benedito XV (1914-1922). Beatificado (1951), foi canonizado (1954) pelo papa Pio XII e é festejado em 21 de agosto.

Fonte: www.dec.ufcg.edu.br

Veja também

anticomunismo

Anticomunismo

PUBLICIDADE O anticomunismo é oposição ao comunismo. O anticomunismo organizado desenvolveu-se após a Revolução de …

Populismo

Populismo

PUBLICIDADE Definição O Populismo são idéias políticas e atividades destinadas a receber o apoio das pessoas comuns, …

Populista

Populista

PUBLICIDADE Definição Populista, em geral, é uma ideologia ou movimento político que mobiliza a população …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.