Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Chá de Bebê  Voltar

Chá de Bebê

 

O organizador tem que atentar para os seguintes itens: criar um convite com a data e o endereço onde está a lista de presentes para que o convidado faça a escolha conforme sua vontade e suas condições financeiras.

Não se recomenda determinar no convite qual o presente que o convidado deverá escolher. A lista de convidados deverá ser feita pela mãe junto com o organizador.

É preciso entrar em contato com os convidados para combinar um prato de doce ou salgado para cada um levar. As bebidas são responsabilidade da anfitriã, mas esta também poderá oferecer os doces e salgados se assim quiser. Caso já se tenha conhecimento do sexo e do nome do bebê, isto pode ajudar na decoração do chá de bebê.

Também se pode deixar um berço para receber os presentes e criar o ambiente do chá de bebê. Para que a festa seja bem alegre, pode-se organizar algumas brincadeiras entre os convidados. A mamãe pode tentar adivinhar o presente que cada convidado trouxe. Se errar submete-se a alguns caprichos dos convidados.

Durante a festa pode-se passar um livro de registros para os convidados deixarem mensagens de boa sorte para a mamãe e o bebê. Também se pode amarrar uma fitinha no braço de cada convidado estabelecendo uma ou mais palavras proibidas, como bebê ou o nome do bebê. Durante a festa, quem falar a palavra proibida, entrega a fitinha para outra pessoa. Quem tiver mais fitinhas, poderá ganhar um brinde.

Também podem ser inventadas outras brincadeiras. Na lista de presentes devem constar itens complementares para o enxoval. O organizador tem que verificar junto com a mamãe quais os itens que estão faltando.

Não se recomenda incluir presentes caros na lista. Por isso o chá de bebê deve ocorrer por volta do sétimo mês de gestação, quando os itens mais caros já estarão providenciados.

Assim, a lista vai apenas completar o enxoval com presentes como banheira de plástico, camisetas, lenços umedecidos, manta de linha e lã, calças de malha com e sem pé, cortador de unha ou tesoura, edredom, fraldas descartáveis e de tecido, gorro de lã, lençol para berço, meias, protetor de berço, travesseiro, termômetro, toalha de banho com e sem capuz.

A lista deve conter itens realmente necessários. Assim o enxoval não vai render objetos que não terão utilidade. Se o enxoval estiver quase completo, peça fraldas descartáveis em tamanhos variados. Elas nunca são demais. Os convidados precisam receber os convites com tempo suficiente para providenciar os presentes calmamente.

O período da tarde é o mais adequado para realizar o chá. Assim, alguns salgados e um bolo serão satisfatórios. É interessante usar um salão de festa como local do chá, para que a mamãe não tenha que se preocupar com a limpeza no final da festa. Ou ainda, pode-se determinar uma comissão de limpeza entre os amigos se a festa for realizada na casa da mamãe ou de um dos amigos.

Há um detalhe importante: para evitar que a mamãe se canse, a festa não deve demorar mais que duas horas e meia. Com essas dicas você pode dar o ponta pé inicial no seu chá de bebê, mas sem abrir mão do seu toque pessoal. Boa diversão! O organizador tem que atentar para os seguintes itens: criar um convite com a data e o endereço onde está a lista de presentes para que o convidado faça a escolha conforme sua vontade e suas condições financeiras.

Não se recomenda determinar no convite qual o presente que o convidado deverá escolher. A lista de convidados deverá ser feita pela mãe junto com o organizador. É preciso entrar em contato com os convidados para combinar um prato de doce ou salgado para cada um levar. As bebidas são responsabilidade da anfitriã, mas esta também poderá oferecer os doces e salgados se assim quiser.

Caso já se tenha conhecimento do sexo e do nome do bebê, isto pode ajudar na decoração do chá de bebê. Também se pode deixar um berço para receber os presentes e criar o ambiente do chá de bebê. Para que a festa seja bem alegre, pode-se organizar algumas brincadeiras entre os convidados.

A mamãe pode tentar adivinhar o presente que cada convidado trouxe. Se errar submete-se a alguns caprichos dos convidados. Durante a festa pode-se passar um livro de registros para os convidados deixarem mensagens de boa sorte para a mamãe e o bebê.

Também se pode amarrar uma fitinha no braço de cada convidado estabelecendo uma ou mais palavras proibidas, como bebê ou o nome do bebê. Durante a festa, quem falar a palavra proibida, entrega a fitinha para outra pessoa. Quem tiver mais fitinhas, poderá ganhar um brinde. Também podem ser inventadas outras brincadeiras. Na lista de presentes devem constar itens complementares para o enxoval.

O organizador tem que verificar junto com a mamãe quais os itens que estão faltando. Não se recomenda incluir presentes caros na lista.

Por isso o chá de bebê deve ocorrer por volta do sétimo mês de gestação, quando os itens mais caros já estarão providenciados. Assim, a lista vai apenas completar o enxoval com presentes como banheira de plástico, camisetas, lenços umedecidos, manta de linha e lã, calças de malha com e sem pé, cortador de unha ou tesoura, edredom, fraldas descartáveis e de tecido, gorro de lã, lençol para berço, meias, protetor de berço, travesseiro, termômetro, toalha de banho com e sem capuz.

A lista deve conter itens realmente necessários. Assim o enxoval não vai render objetos que não terão utilidade. Se o enxoval estiver quase completo, peça fraldas descartáveis em tamanhos variados.

Elas nunca são demais. Os convidados precisam receber os convites com tempo suficiente para providenciar os presentes calmamente. O período da tarde é o mais adequado para realizar o chá. Assim, alguns salgados e um bolo serão satisfatórios.

É interessante usar um salão de festa como local do chá, para que a mamãe não tenha que se preocupar com a limpeza no final da festa. Ou ainda, pode-se determinar uma comissão de limpeza entre os amigos se a festa for realizada na casa da mamãe ou de um dos amigos.

Há um detalhe importante: para evitar que a mamãe se canse, a festa não deve demorar mais que duas horas e meia. Com essas dicas você pode dar o ponta pé inicial no seu chá de bebê, mas sem abrir mão do seu toque pessoal. Boa diversão!

Costumes

Em alguns países, o chá de bebê é uma maneira de celebrar o nascimento pendente ou recente de uma criança apresentando presentes para a mãe em uma festa, enquanto outras culturas comemoram a transformação de uma mulher em uma mãe.

Presentes

Convidados trazem pequenos presentes para a mãe. Presentes típicos relacionados aos bebês incluem fraldas, cobertores, garrafas de bebê, roupas e brinquedos. É comum para abrir os presentes durante a festa.
Geralmente como decoração é uado o bolo de fraldas.

História

O chá de bebê é relativamente novo, mas as celebrações e rituais associados à gravidez e parto são antigos.

Egito antigo: Os antigos egípcios não faziam chás de bebê como os conhecemos hoje, eles faziam rituais associados com o nascimento e gravidez.
Grécia Antiga: Os gregos antigos comemoravam a gravidez após o nascimento da criança.
Idade Média: Parto foi associada não só com grande perigo físico, mas perigo espiritual também.
Renascimento: O parto foi um acontecimento quase místico.
Era Vitoriana: é o antecessor à festa do bebê moderno. Uma mulher vitoriana iria manter a gravidez em segredo o maior tempo possível e não iria aparecer em público devido a definições culturais de comportamento adequado.
Era Moderna: O chá de bebê moderno começou depois da Segunda Guerra Mundial durante a era baby boom e evoluiu com a ideologia do consumidor de 1950 e 1960. Em outras palavras serviu uma função econômica, proporcionando a mãe bem estar com os bens materiais que diminuíram a carga financeira de cuidados com o bebê.

Fonte: www.baruel.com.br/en.wikipedia.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal