Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Curiosidades / Símbolo Arroba

Símbolo Arroba

Havana

PUBLICIDADE

símbolo de arroba (@), popularizado na atualidade pela era digital, se origina da Idade Média, quando os copistas do latim começaram a enlaçar num só traço a preposição AD, a que significava a, para, cerca, em.

Os escreventes dessa época criaram numerosas ligações, com o fim de economizar pergaminho, que era muito caro e tempo em seu laborioso trabalho, segundo o professor de Latim da Universidade de Chicago, Berthold L. Ullman.

Mas, em opinião de outros investigadores, a palavra arroba foi popularizada em Espanha, durante os quase 8 séculos de dominação árabe, os quais introduziram o termo ‘ar-roub’, como uma unidade de medida de peso, usada até o presente.

Símbolo Arroba

Uma arroba (ar-roub) significava para os ocupantes muçulmanos da península Ibérica a quarta parte de um quintal (25 libras), equivalente no sistema métrico decimal a 11 quilogramas e 506 gramas. Sobre a base desta teoria, a palavra arroba e seu signo ( @ ), se espalharam desde a Sevilha ao Novo Mundo e ao resto dos países europeus com os quais comerciava a Espanha, depois de adequar ao castelhano este novo termo.

Recentemente, um grupo de investigadores italianos reportaram a descoberta em forma escrita pela primeira vez da unidade de medida arroba, numa carta enviada por um mercador dessa nacionalidade desde a Sevilha à Roma.

No documento, escrito em 1536, se fala de uma arroba de vinho (?), remetida num navio, o qual equivalia a um 1/13 de um barril, segundo esta investigação, divulgada no jornal britânico The Guardian. O símbolo ( @ ) apareceu pela primeira vez no teclado de uma máquina de escrever em 1884, quando foi lançado ao mercado o modelo Caligraph No. 3 Comercial, depois que esse aparelho de escritório começou a produzir-se em série pela fábrica de armamentos Remington.

Nessa época, o signo ( @ ) era muito popular nos Estados Unidos para expressar o custo unitário de um artigo. Por exemplo: “Vendem-se 10 cavalos @ 5 USD”, o que significa o custo de cada um dos animais. Embora o uso da arroba fosse decrescendo, este continuou figurando nos teclados das máquinas de escrever, devido a que resultava difícil de substituir-se com a combinação de outras teclas, como se foi fazendo com outros signos.

Quando apareceram os primeiros computadores, se copiaram os teclados das clássicas de escrever, o qual permitiu ao programador norte-americano Ray Tomlinson resolver o envio do primeiro correio eletrônico em 1971.

O primeiro correio eletrônico

Nesse ano, Tomlinson (que tinha 30 anos) procurava um signo único para separar um nome de um lugar para que os computadores que dirigiam as mensagens não confundissem os dois segmentos da direção eletrônica (a do remitente e a do destinatário).

Sobre a base desta busca, este pioneiro da programação do correio eletrônico, depois de examinar minuciosamente o teclado Model-33 Teletipe do qual dispunha, escolheu o signo ( @ ) para este fim experimental. Desta forma foi ideada a primeira direção digital da história: tomlinson@bbn-tenexa, a qual foi lançada com êxito como prova em seu escritório desde uma Digital PDP-1 a outro computador do tamanho de uma geladeira.

O experimento, que permitiu introduzir o símbolo arroba na era da Internet, se realizou num dia de inverno de 1971 nos escritórios da empresa de informática de Bolt Beranek and Newman (BBN), na Universidade de Cambridge, Massachusetts.

A partir desse momento começou a época da ‘arrobo-mania’ ou a ‘arrobite’, com o crescendo uso do e-mail, conhecendo-se este símbolo por diferentes nomes em distintos países. Os alemães e sul-africanos denominam o símbolo ( @ ) , rabo de macaco, os russos cachorrinho, os italianos caracol, os franceses caracolzinho, os finlandeses miau ou gato, os turcos rosa, os chineses ratinho, etc.

Mas recentemente apareceu a proposta da companhia italiana DADA (Design Architettura Digitale Analogico), destinada a revolucionar o sistema de direcionar o envio dos e-mails através da rede, a qual pode fazer desaparecer o signo ( @ ).

Os expertos desta empresa propõem criar um domínio de identificação pessoal para o registro dos usuários, sem o emprego do símbolo arroba, o qual lhes permitirá receber qualquer mensagem através de Internet, o telefone móvel, o localizador (beeper) ou o fax.

Trata-se de um endereço único, composto pelo nome e o sobrenome do usuário, seguido do sufixo ‘.PID’, o qual significaria uma enorme simplificação no desenvolvimento das comunicações digitais. No caso de concretar-se este projeto o signo ( @ ) novamente se veria ameaçado de desaparecer, tal como ocorreu no passado, quando ficou relegado durante anos a uma quase esquecida tecla nas antigas máquinas de escrever.

Fonte: www.prela.nexus.ao

Símbolo Arroba

Origem

Na idade média os livros eram escritos pelos copistas à mão. Precursores da taquigrafia, os copistas simplificavam o trabalho substituindo letras, palavras e nomes próprios, por símbolos, sinais e abreviaturas. Não era por economia de esforço nem para o trabalho ser mais rápido (tempo era o que não faltava naquele tempo). O motivo era de ordem econômica: tinta e papel eram valiosíssimos.

Foi assim que surgiu o til (~), para substituir uma letra (um “m” ou um “n”) que nasalizada a vogal anterior. Um til é um enezinho sobre a letra, pode olhar.

O nome espanhol Francisco, que também era grafado “Phrancisco”, ficou com a abreviatura “Phco.” e “Pco”. Daí foi fácil Francisco ganhar em espanhol o apelido Paco.

Os santos, ao serem citados pelos copistas, eram identificados por um feito significativo em suas vidas. Assim, o nome de São José aparecia seguido de “Jesus Christi Pater Putativus”, ou seja, o pai putativo (suposto) de Jesus Cristo. Mais tarde os copistas passaram a adotar a abreviatura “JHS PP” e depois “PP”. A pronúncia dessas letras em seqüência explica porque José em espanhol tem o apelido de Pepe.

Já para substituir a palavra latina et (e), os copistas criaram um símbolo que é o resultado do entrelaçamento dessas duas letras : &. Esse sinal é popularmente conhecido como “e comercial” e em inglês, tem o nome de ampersand, que vem do and (e em inglês) + per se (do latim por si) + and.

Com o mesmo recurso do entrelaçamento de suas letras, os copistas criaram o símbolo @ para substituir a preposição latina ad, que tinha, entre outros, o sentido de “casa de”.

Veio a imprensa, foram-se os copistas, mas os símbolos @ e & continuaram a ser usados nos livros de contabilidade. O @ aparecia entre o número de unidades da mercadoria e o preço – por exemplo: o registro contábil “10@£3” significava “10 unidades ao preço de 3 libras cada uma”. Nessa época o símbolo @ já ficou conhecido como, em inglês como at (a ou em).

No século XIX, nos portos da Catalunha (nordeste da Espanha), o comércio e a indústria procuravam imitar práticas comerciais e contábeis dos ingleses. Como os espanhóis desconheciam o sentido que os ingleses atribuíam ao símbolo @ (a ou em), acharam que o símbolo seria uma unidade de peso.

Para o entendimento contribuíram duas coincidências:

– a unidade de peso comum para os espanhóis na época era a arroba, cujo “a” inicial lembra a forma do símbolo;

2 – os carregamentos desembarcados vinham freqüentemente em fardos de uma arroba. Dessa forma, os espanhóis interpretavam aquele mesmo registro de “10@£3” assim : “dez arrobas custando 3 libras cada uma”. Então o símbolo @ passou a ser usado pelos espanhóis para significar arroba.

Arroba veio do árabe ar-ruba, que significa “a quarta parte”: arroba (15 kg em números redondos) correspondia a ¼ de outra medida de origem árabe (quintar), o quintal (58,75 kg).

As máquinas de escrever, na sua forma definitiva, começaram a ser comercializadas em 1874, nos Estados Unidos (Mark Twain foi o primeiro autor a apresentar seus originais datilografados). O teclado tinha o símbolo “@”, que sobreviveu nos teclados dos computadores.

Em 1872, ao desenvolver o primeiro programa de correio eletrônico (e-mail), Roy Tomlinson aproveitou o sentido “@” (at), disponível no teclado, e utilizou-o entre o nome do usuário e o nome do provedor. Assim “Fulano@Provedor X” ficou significando “Fulano no provedor X”.

Em diversos idiomas, o símbolo “@” ficou com o nome de alguma coisa parecida com sua forma, em italiano chiocciola (caracol), em sueco snabel (tromba de elefante), em holandês, apestaart (rabo de macaco); em outros idiomas, tem o nome de um doce em forma circular: shtrudel, em Israel; strudel, na Áustria; pretzel, em vários países europeus.

Fonte: www.blocosonline.com.br

Símbolo Arroba

Utilização

Um simbolo muito usual nos dias de hoje e existente na estrutura dos e-mails, a arroba possui uma história muito particular.

Símbolo Arroba

Bom, para entendermos bem como tudo aconteceu devemos nos remeter à idade média, onde não havia a Internet e nem mesmo a imprensa. Naquela época, os artigos e livros eram escritos por profissionais chamados de “copistas”.

Todo o trabalho do copista era desenvolvido à mão e buscavam simplificar os trabalhos substituindo as palavras por abreviaturas e símbolos. Há quem diga que essa simplificação é derivada de uma manobra de natureza econômica, pois naquela época a tinta e o papel eram materiais muito caros, logo a supressão dos nomes e palavras era uma saída para a economia.

Dessa forma os copistas criaram a arroba, ou seja, o símbolo “@”, quando buscavam substituir a preposição latina “ad”, que possuía como sentido de “casa de”.

Logo após, com o advento da imprensa o simbologia criada por eles foram mantida. A arroba foi muito usada pela doutrina contábil, onde se apresentava na língua inglesa como significado “at”, ou seja, “em a”/”em o” ou “na”/”no”. A título de exemplo, o registro contábil: “7@£12” queria dizer que são 7 unidades ao valor de 12 libras cada.

Diferentemente dos ingleses, os espanhóis já no século XIX usavam a arroba como unidade de medida de peso (equivalente a 15 kg). Porém, por sorte, eles interpretavam os mesmos registros contábeis de forma igualitária. Quero dizer, “1@ £2” (uma arroba no valor de 2 libras), assim os mesmos também aderiram ao seu uso.

Daí que nós, de idioma português, absorvemos a confusão de conceitos criada pelos espanhóis, e chamamos o símbolo “@” de arroba, sendo que cada país utiliza de uma denominação diferente para o sinal.

A ligação entre o símbolo “@” e os e-mails da Internet surgiu em meados de 1972. Ray Tomlinson, engenheiro da Bolt Beranek na Newman, trabalhava no projeto precursor da Internet chamado ARPANET, e enquanto algumas das ferramentas estavam sendo criadas, sugeriram a inserção de um dos programas de e-mail criados pelo engenheiro.

Quando desenvolvia seu programa, Ray aproveitou o sentido “at” disponível no teclado, empregando-o entre o nome do usuário e o nome do provedor, a fim de criar a conotação “pessoa no/do provedor X” (pessoa@provedorX), ou “fulano no domínio xyz.com”.

Fonte: aislan.adv.br

Símbolo Arroba

Origem

Na Idade Média, os livros eram escritos à mão pelos copistas. Os copistas simplificavam o trabalho substituindo letras, palavras e nomes próprios por símbolos, sinais e abreviaturas, e o motivo era de ordem econômica: tinta e papel eram então valiosíssimos.

Com o recurso do entrelaçamento de duas letras, os copistas criaram o símbolo @ para substituir a preposição latina ad, que tinha, entre outros, o sentido de em “casa de”.

Símbolo Arroba

Veio a imprensa, foram-se os copistas, mas o símbolo @ continuou a ser usado nos livros de contabilidade. O @ aparecia entre o número de unidades de mercadoria e o preço por exemplo: o registro contábil 10@£3 significava 10 unidades ao preço de 3 libras cada uma. Nessa época, o símbolo @ já ficou conhecido, em inglês, como at (a ou em).

No séc. XIX, nos portos da Catalunha, o comércio e a indústria procuravam imitar as práticas comerciais e mensuráveis dos ingleses. Como os espanhóis desconheciam o sentido que os ingleses atribuíam ao símbolo @ (a ou em), acharam que o símbolo seria uma unidade de peso.

Para esse entendimento colaboraram duas coincidências: a unidade de peso comum para os espanhóis na época era arroba, cujo a inicial lembra a forma do símbolo; os carregamentos desembarcados vinham frequentemente em fardos de uma arroba.

As máquinas de escrever, na sua forma definitiva, começaram a ser comercializadas em 1874, nos Estados Unidos. O teclado tinha o símbolo comercial @, que sobreviveu nos teclados dos computadores.

Em 1972, ao desenvolver o primeiro programa de correio eletrônico (e-mail), Ray Tomlinson aproveitou o sentido do símbolo @ (at), disponível no teclado, e utilizou-o entre o nome do usuário e o nome do provedor. Assim, Fulano@ProvedorX ficou significando Fulano no ProvedorX.

Em diversos idiomas, o símbolo @ ficou com o nome de alguma coisa parecida com sua forma: em italiano, chiocciola (caracol); em sueco, snabel (tromba de elefante); em holandês: apestaart (rabo de macaco); noutros idiomas, tem o nome de um doce em forma circular: shtrudel, em Israel; strudel, na Áustria; pretzel, em vários países europeus.

Fonte: www.crlemberg.com.br

Símbolo Arroba

Significado

O sinal “@”, arroba, signifca “at”, ou “em”. Somente em português é usado o nome “arroba”, já que em inglês pronuncia-se “at”, o que é bem mais prático e lógico. Em um endereço de correio eletrônico, o que há a esquerda deste sinal identifica o usuário de destino da mensagem, na máquina especificada à direita do sinal. Dessa forma, o endereço fulano@provedor.com.br significa “fulano na máquina provedor.com.br”.

Quem Inventou ?

O e-mail foi criado em 1971 por Ray Tomlinson.

Ele é quem escolheu o símbolo “@” como separador do nome do usuário do nome da máquina. Segundo Tomlinson, “Eu usei o símbolo @ para indicar que o usuário estava ‘em’ algum outro computador, e não no computador local”.

O símbolo @ já era usado antes do e-mail para indicar “at”. Na realidade, se Ray Tomlison tivesse escolhido outro símbolo qualquer, seria esse outro símbolo que estaríamos usando hoje em vez de @.

Fonte: www.clubedohardware.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Fórceps

PUBLICIDADE Fórceps é um instrumento de metal com duas alças usadas especialmente em operações médicas …

Fake News

Fake News

PUBLICIDADE O que é fake news? A fake news (ou notícia falsa) é uma notícia que …

Grampo Cirúrgico

Grampo Cirúrgico

PUBLICIDADE Grampo Cirúrgico é um dos vários dispositivo cirúrgico usados para unir, prender, suportar ou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+