Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Curiosidades / Motivação Cognitiva

Motivação Cognitiva

PUBLICIDADE

Definição de Motivação Cognitiva

Quando as pessoas pensam e raciocinam, elas às vezes têm interesse no resultado de seu pensamento e raciocínio. Por exemplo, as pessoas se envolvem em pensamentos ilusórios sobre se seus times favoritos ganharão ou não, ou se um parente sobreviverá a um procedimento cirúrgico arriscado. Nessas situações, as pessoas podem ter menos mente aberta do que em outras situações nas quais não têm um resultado preferencial em mente.

Motivação Cognitiva refere-se à influência de motivos em vários tipos de processos de pensamento, como memória, processamento de informações, raciocínio, julgamento e tomada de decisão. Muitos desses processos são relevantes para fenômenos sociais, como auto-avaliação, percepção pessoal, estereótipos, persuasão e comunicação. É importante entender a influência da motivação porque essa pesquisa explica os erros e os preconceitos na maneira como as pessoas fazem julgamentos sociais e podem oferecer idéias sobre como compensar os efeitos negativos de tais motivos.

Teoria Cognitiva da Motivação

As teorias cognitivas da motivação procuram explicar o comportamento humano como um produto do estudo cuidadoso e do processamento e interpretação ativos das informações recebidas. Tal perspectiva é contrária à racionalização do comportamento humano como resultado de respostas automáticas governadas por regras pré-programadas ou mecanismos inatos envolvendo impulsos, necessidades e reações. As ações dos seres humanos, além do que as motiva a se engajar em ações particulares, são, portanto, o produto de processos deliberativos de pensamento, tais como crenças, expectativas, conhecimento sobre as coisas e experiências passadas.

Premissas

Os defensores da teoria cognitiva da motivação afirmam que as expectativas das pessoas guiam seu comportamento, geralmente, de maneiras que trariam resultados desejáveis.

Diz-se que a motivação cognitiva está enraizada em dois fatores básicos.

O primeiro envolve informações disponíveis para o indivíduo. Inicialmente, um indivíduo processará uma situação com base em qualquer entrada que esteja imediatamente disponível para seus sentidos.

O segundo fator envolve a experiência passada do indivíduo, à qual a pessoa se refere ao tentar compreender as informações disponíveis no momento e determinar como responder ou se relacionar com a situação atual.

O que é a Motivação Cognitiva?

motivação pode ser definida como um estado ou processo na mente que estimula, promove e controla a ação em direção a um objetivo.

Cognição é o meio pelo qual a mente obtém conhecimento e relaciona-se com os processos de pensamento e percepção.

Em psicologia, a motivação cognitiva é uma teoria que procura explicar o comportamento humano em termos do exame e consideração da informação recebida, em oposição a um conjunto embutido de instruções que governam as respostas a diferentes situações.

Em outras palavras, uma ação humana resulta de um processo de pensamento, em vez de uma resposta automatizada baseada em regras pré-programadas.

Motivação Intrínseca e Extrínseca

Psicólogos e cientistas comportamentais geralmente reconhecem duas formas de motivação, embora isso não seja universalmente aceito.

Motivação intrínseca refere-se a tarefas que são gratificantes em si mesmas, como o prazer de resolver um quebra-cabeça, aprender ou jogar um jogo.

Nestes casos, o fator motivador é interno.

motivação extrínseca envolve o envolvimento em uma tarefa por causa de fatores externos, como trabalhar por dinheiro e comida, ou tomar ações para evitar danos. As teorias da motivação tentam explicar como o comportamento direcionado por esses fatores ocorre.

Motivação Cognitiva
A Motivação cognitiva requer pensamento

As teorias da motivação cognitiva são baseadas na necessidade afirmariam que uma pessoa escolhe o trabalho que melhor lhe permite suprir suas necessidades, o que geralmente envolve ganhar dinheiro para obter comida e abrigo e prover as crianças.

As teorias da motivação cognitiva explicam por que as pessoas às vezes escolhem trabalhos de que gostam mais, mesmo que eles pagam menos e oferecem menos.

Existe um fator de motivação intrínseca que leva as pessoas a fazerem as coisas apenas pelo prazer que elas proporcionam, mesmo que isso signifique sacrificar suas necessidades em algum grau.

A motivação cognitiva baseia-se em duas coisas principais: informação disponível e experiência passada. Uma pessoa pensará sobre uma situação com base no que a informação sensorial está disponível, e também se referirá ao seu passado e tentará relacionar experiências anteriores com a situação em questão.

Teorias de motivação são usadas na educação, nos esportes, no local de trabalho e para ajudar as pessoas a superar problemas de saúde, como má alimentação, comer em excesso e abuso de álcool ou drogas.

Sob o amplo título de motivação cognitiva, os cientistas comportamentais desenvolveram uma série de teorias sobre por que as pessoas tomam as ações que fazem que não são mutuamente exclusivas.

Teoria Cognitiva Social

De acordo com essa teoria, o comportamento é fortemente influenciado pela observação de outros. As pessoas aprendem considerando as ações de outras pessoas e se essas ações resultaram em sucesso ou fracasso, recompensa ou punição, e assim por diante.

Nem sempre é necessário interagir com os outros para serem influenciados por eles; experimentos mostraram que a televisão, o vídeo e outras mídias podem ter um efeito importante no comportamento e na motivação.

Há mais do que simplesmente copiar o comportamento de outra pessoa: o observador pensa sobre o que vê e tira conclusões a partir dele. Esse tipo de aprendizado geralmente é mais rápido e pode ser mais seguro do que uma abordagem de tentativa e erro.

Autodeterminação

Esta abordagem é baseada na motivação intrínseca e afirma que os indivíduos são motivados por necessidades psicológicas inerentes, três das quais foram identificadas.

Competência é a necessidade de alcançar um resultado bem-sucedido para uma tarefa através dos próprios esforços.

Autonomia é a necessidade de estar no controle de, ou pelo menos influenciar significativamente, eventos na vida de alguém; e relacionamento é o desejo de estar conectado aos outros através da interação social.

Estudos descobriram que a introdução de fatores extrínsecos, como recompensas financeiras, tendem a minar a motivação intrínseca. As pessoas envolvidas em uma tarefa que satisfaz a necessidade de autonomia, por exemplo, tendem a se concentrar mais na recompensa e a achar a tarefa em si menos satisfatória.

Atribuição

teoria da atribuição lida com as percepções das pessoas sobre as razões de seus sucessos e fracassos.

Existem três elementos principais, baseados em se os indivíduos atribuem sucessos e fracassos a fatores internos ou externos, a fatores estáveis ou instáveis, ou a fatores controláveis ou incontroláveis.

As pessoas em geral tendem a considerar seus sucessos como devidos a fatores internos, como talento e trabalho árduo, e suas falhas a fatores externos, como a má sorte ou as ações de outros.

Algumas diferenças de gênero também são aparentes: os homens tendem a considerar a capacidade como o principal fator de sucesso e a preguiça como a razão do fracasso; as mulheres tendem a atribuir o sucesso a trabalho duro e falta de incapacidade.

Estudos mostraram que as pessoas têm menos probabilidade de mudar seu comportamento quando consideram o fracasso como decorrente de fatores que são estáveis e estão além de seu controle.

Expectativa-Valor

Esta teoria afirma que uma pessoa é motivada a perseguir um objetivo por uma combinação de sua expectativa de sucesso e sua estimativa de seu valor. O valor é determinado em termos do custo de perseguir o objetivo e a possível recompensa para alcançá-lo. Quando a expectativa e o valor são vistos como altos, um indivíduo será altamente motivado e exibirá esforço e determinação. Quando ambos estão baixos, a motivação é baixa e a pessoa não persegue o objetivo, ou o fará apenas sem entusiasmo.

Teorias Concorrentes

motivação cognitiva é apenas uma das várias explicações do porquê pessoas e animais fazem o que fazem.

A maioria dos teóricos que não apoiam essa ideia acredita que a motivação é baseada na necessidade ou reduz a motivação. A motivação baseada na necessidade assume que as ações das pessoas são baseadas em suas necessidades, como comida, água ou reprodução.

As teorias de redução de impulsos são baseadas na ideia de que os animais, incluindo os seres humanos, têm impulsos poderosos para a alimentação, o sexo e outros objetivos, e que estão motivados a agir apenas para reduzir esses impulsos.

A cognição pode ter um lugar nessas teorias, mas não é pensada como a base da motivação e do comportamento.

O que é uma Função Cognitiva?

Função cognitiva refere-se à capacidade de uma pessoa processar pensamentos.

Cognição refere-se principalmente a coisas como a memória, a capacidade de aprender novas informações, fala e compreensão de leitura.

Na maioria dos indivíduos saudáveis, o cérebro é capaz de aprender novas habilidades em cada uma dessas áreas, especialmente na primeira infância, e de desenvolver pensamentos pessoais e individuais sobre o mundo.

Fatores como envelhecimento e doença podem afetar a função cognitiva ao longo do tempo, resultando em problemas como perda de memória e dificuldade para pensar as palavras certas ao falar ou escrever.

Os seres humanos são geralmente equipados com uma capacidade de função cognitiva no nascimento, o que significa que cada pessoa é capaz de aprender ou lembrar de uma certa quantidade de informação. Isso geralmente é medido usando testes como o quociente de inteligência (QI), embora estes possam ser imprecisos ao medir totalmente as habilidades cognitivas de uma pessoa.

Infância e primeira infância são os períodos em que a maioria das pessoas é mais capaz de absorver e usar novas informações, com a maioria das crianças aprendendo novas palavras, conceitos e maneiras de se expressar semanalmente ou diariamente. A capacidade de aprender diminui pouco a pouco à medida que se envelhece, mas a função cognitiva geral não deve esgotar-se em larga escala em indivíduos saudáveis.

Motivação Cognitiva
A função cognitiva é mais forte na infância e na primeira infância

Motivação Cognitiva
A função cognitiva diminui à medida que envelhecemos

Certas doenças e condições podem causar um declínio na cognição. A esclerose múltipla (EM), por exemplo, pode eventualmente causar perda de memória, incapacidade de compreender novos conceitos ou informações e esgotar a fluência verbal. Nem todos os pacientes que sofrem dessa condição experimentarão esses efeitos colaterais, e a maioria dos pacientes manterá a capacidade de falar tão bem quanto o seu intelecto geral.

Algumas pesquisas sugerem que é possível melhorar a função cognitiva e prevenir um declínio natural na memória e no pensamento quando causado pelo envelhecimento normal. Fazer atividades como problemas de palavras, problemas de memória e matemática pode “exercitar” o cérebro de modo que menos células morram ou se tornem inativas ao longo do tempo. Isso pode resultar em um período mais longo de cognição de alto nível e até mesmo aumentar as habilidades cognitivas em alguns indivíduos. Assim como qualquer outro músculo do corpo, o cérebro precisa de estimulação regular para permanecer forte.

Quaisquer sintomas de diminuição da cognição devem ser avaliados por um médico para descartar qualquer condição grave. A perda de memória, por exemplo, pode inicialmente se apresentar por mudanças sutis na função cognitiva antes de progredir para sintomas mais graves.

Na maioria dos casos, a perda de memória ou a incapacidade de pensar claramente são causadas por problemas simples que podem ser solucionados facilmente.

Fadiga ou estresse, por exemplo, podem resultar em perda temporária de cognição. O problema geralmente resolve quando os problemas subjacentes são resolvidos.

Sintomas prolongados ou aqueles que pioram com o tempo sempre devem ser levados a sério, já que podem sinalizar um distúrbio mental ou físico.

Fonte: www.psychologynoteshq.com/www.wisegeek.org/psychology.iresearchnet.com/explorable.com/www.cambridge.org

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Fórceps

PUBLICIDADE Fórceps é um instrumento de metal com duas alças usadas especialmente em operações médicas …

Fake News

Fake News

PUBLICIDADE O que é fake news? A fake news (ou notícia falsa) é uma notícia que …

Grampo Cirúrgico

Grampo Cirúrgico

PUBLICIDADE Grampo Cirúrgico é um dos vários dispositivo cirúrgico usados para unir, prender, suportar ou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+