Breaking News
Home / Curiosidades / Criptografia

Criptografia

PUBLICIDADE

A criptografia é uma disciplina ou técnicas empregadas para proteger a integridade ou sigilo das mensagens eletrônicas convertendo-as em texto ilegível (texto cifrado). Somente o uso de uma chave secreta pode converter o texto cifrado de volta para o formato legível por humanos (texto em branco). O software de criptografia e / ou dispositivos de hardware usam fórmulas matemáticas (algoritmos) para mudar o texto de uma forma para outra.

Definição de criptografia?

A criptografia está associada ao processo de conversão de texto simples comum em texto ininteligível e vice-versa. É um método de armazenar e transmitir dados em uma forma específica para que apenas aqueles para quem se destina possam lê-lo e processá-lo. A criptografia não só protege dados contra roubo ou alteração, mas também pode ser usada para autenticação de usuários.

O que significa Criptografia?

A criptografia envolve a criação de códigos escritos ou gerados que permitem que a informação seja mantida em segredo. A criptografia converte dados em um formato que é ilegível para um usuário não autorizado, permitindo que seja transmitida sem entidades não autorizadas, descodificando de volta para um formato legível, comprometendo assim os dados.

A segurança da informação usa criptografia em vários níveis. A informação não pode ser lida sem uma chave para descriptografar. A informação mantém sua integridade durante o trânsito e enquanto está sendo armazenada. A criptografia também ajuda a não repensar. Isso significa que o remetente e a entrega de uma mensagem podem ser verificados.

A criptografia também é conhecida como criptologia.

O que é Criptografia?

Todos têm segredos, e alguns têm mais do que outros. Quando for necessário transmitir esses segredos de um ponto para outro, é importante proteger a informação enquanto estiver em trânsito. A criptografia apresenta vários métodos para tirar dados legíveis e legíveis e transformá-lo em dados ilegíveis com a finalidade de transmissão segura e, em seguida, usar uma chave para transformá-lo de volta em dados legíveis quando atinge seu destino.

Antecedendo computadores por milhares de anos, a criptografia tem suas raízes em cifras básicas de transposição, que atribuem cada letra do alfabeto um valor particular. Durante a Segunda Guerra Mundial, foram inventadas máquinas que tornaram as cifras mais complicadas e difíceis de quebrar, e hoje, os computadores as tornaram ainda mais fortes ainda.

Criptografia
A criptografia ajuda a garantir uma transmissão segura de informações

O Secure Sockets Layer (SSL) é um protocolo de criptografia comum usado no comércio eletrônico. Quando alguém faz uma compra pela Internet, esta é a tecnologia que o comerciante usa para se certificar de que o comprador pode transmitir com segurança suas informações de cartão de crédito. Usando este protocolo, o computador e o computador do comerciante online concordam em criar um tipo de “túnel” privado através da Internet pública. Este processo é chamado de “aperto de mão”. Quando um URL em um navegador da Web começa com “https” em vez de “http”, é uma conexão segura que está usando o SSL.

Alguns métodos de criptografia usam uma “chave secreta” para permitir que o destinatário decodifique a mensagem. O criptosistema de chave secreta mais comum é o Data Encryption Standard (DES), ou o Triple-DES mais seguro, que criptografa os dados três vezes.

Mais comuns são os sistemas que usam um sistema de chave pública, como o protocolo de acordo de chave Diffie-Hellman.

Este sistema usa duas chaves que funcionam juntas: uma pública, a qual qualquer pessoa pode acessar e uma privada, que é mantida em segredo pela parte que recebe os dados. Quando uma pessoa quer enviar uma mensagem segura para outra pessoa, a pessoa criptografa essa mensagem usando a chave pública do destinatário. Uma vez criptografado, o destinatário deve usar sua chave privada para descriptografar.

O objetivo da criptografia se estende além de apenas tornar os dados ilegíveis; também se estende à autenticação do usuário, que está fornecendo ao destinatário a garantia de que a mensagem criptografada originou-se de uma fonte confiável. As funções Hash às vezes são usadas em conjunto com sistemas de chave privada ou chave pública. Este é um tipo de criptografia unidirecional, que aplica um algoritmo a uma mensagem, de modo que a própria mensagem não pode ser recuperada. Ao contrário da criptografia baseada em chave, o objetivo da função hash (jogo da velha) não é criptografar dados para decodificação posterior, mas criar uma espécie de impressão digital de uma mensagem. O valor derivado da aplicação da função hash pode ser recalculado na extremidade receptora, para garantir que a mensagem não tenha sido adulterada durante o trânsito. Em seguida, um sistema baseado em chave é aplicado para decifrar a mensagem.

O estudo deste campo está avançando de forma constante, e os cientistas estão criando rapidamente mecanismos que são mais difíceis de quebrar. O tipo mais seguro ainda pode ser a criptografia quântica, um método que ainda não foi aperfeiçoado. Em vez de usar uma chave, ela depende das leis básicas da física e do movimento e orientação dos fótons para estabelecer uma conexão absolutamente segura e inquebrável.

Fonte: economictimes.indiatimes.com/www.techopedia.com/www.wisegeek.org/www.businessdictionary.com

Veja também

Labirinto

Labirinto

PUBLICIDADE Definição Um Labirinto complicada rede irregular de passagens ou caminhos nos quais é difícil encontrar o …

Necromancia

PUBLICIDADE Definição Necromancia é o ato de se comunicar com os mortos para descobrir o …

Cistoscópio

Cistoscópio

PUBLICIDADE Definição O Cistoscópio é um instrumento tubular de metal oco, equipado com uma luz, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.