Breaking News
Home / Filosofia / Filosofia Contemporânea

Filosofia Contemporânea

PUBLICIDADE

Dentre outras divisões possíveis, a Filosofia costuma ser tradicionalmente dividida em: Filosofia Antiga, Medieval, Moderna e Contemporânea. Neste texto, objetiva-se abordar especificamente a chamada Filosofia Contemporânea: contexto de produção filosófica de diversos filósofos como: Kierkegaard, Schopenhauer, Nietzsche, Simone de Beauvoir, Sartre, Hanna Arendt, dentre outros que com problemáticas das mais diversas possíveis deixaram reflexões profundas sobre a angústia, a esperança, a existência, a relação do homem com o sagrado, os limites e possibilidades do avanço científico etc.

Filosofia Contemporânea

Seu início e fim são um tanto quanto incertos e ocorre por volta dos séculos XVIII e XIX chegando ao século XX ou até à atualidade conforme conceituam alguns estudiosos.Esse ambiente histórico-filosófico é marcado por uma rejeição aos paradigmas político-religiosos e uma profunda conturbação social, política e econômica advinda com a Revolução Industrial, a consolidação do Capitalismo na Europa Ocidental, o avanço tecnocientífico e a própria Revolução Francesa.Esse contexto possibilitou um período bastante fértil para a produção filosófica em que a razão foi utilizada largamente para, inclusive, questionar os seus limites e possibilidades na construção de uma sociedade igualitária, justa e ética.

É bastante comum historiadores da filosofia e filósofos entenderem que a Filosofia Contemporânea surge a partir da “crise do pensamento moderno” em que a razão passa a não ser mais suficiente para garantir o pleno desenvolvimento humano e o progresso das civilizações. Nesse sentido, a filosofia em questão funda-se numa crítica à soberania e poder absolutos da razão e ao consequente racionalismo cartesiano e empirismo inglês, predominantes na Idade Moderna. É importante frisar que a filosofia contemporânea é riquíssima em pensamentos e correntes filosóficas heterogêneas. À guisa de exemplo, vale a pena ressaltar o romantismo, o idealismo, o positivismo, o utilitarismo, o existencialismo, o pragmatismo e o materialismo histórico-dialético, dentre outras correntes e escolas filosóficas que constituirão a denominada filosofia contemporânea, marcada predominantemente pelas incertezas e contradições que permearam o espírito humano. E justamente por isso que a Filosofia contemporânea não se pretende homogênea, mas antes pluriperspectiva na análise dos fatos e fenômenos sociais.

Dicas de Filmes

É inegável que a produção cinematográfica, quando bem direcionada, seja capaz de auxiliar nos processos de ensino e aprendizagem. Partindo disso, e visando expandir os horizontes teóricos aqui abordados, sugere-se a procura por algumas obras cinematográficas, citadas no blog “Café com Sociologia”, tais filmes irão aprofundar e trazer novas luzes para pensar o contexto de produção e desenvolvimento da Filosofia Contemporânea:

  • A Época da Inocência (1993):
  • O Enigma de Kasper Hauser (1975);
  • O Ovo da Serpente (1978);
  • Guerra nas Estrelas (1977).

Referências Bibliográficas

SILVA, Roniel Sampaio. Sugestões de filmes para aulas de filosofia.  Disponível em: https://www.cafecomsociologia.com/sugestoes-de-filmes-para-aulas-de/. Acesso em: 03 ago 2019.

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Mão Invisível

Mão Invisível

PUBLICIDADE O que é mão invisível? O termo “Mão Invisível” foi cunhado pelo filósofo e …

Ideologia e Marxismo

Ideologia e Marxismo

PUBLICIDADE O que é Ideologia e Marxismo? Pensar o marxismo é ainda hoje fundamental. Na …

Lógica Aristotélica

PUBLICIDADE Adverso ao que alguns podem pensar, a lógica está presente em nosso cotidiano em …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.