Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Curiosidades / História da Castrol

História da Castrol

PUBLICIDADE

A Castrol é uma organização global britânica marca de industriais e automotivos lubrificantes, oferecendo uma ampla gama de óleos , graxas e produtos similares para a maioria de lubrificação aplicações.

Burmah-Castrol foi comprada pela BP em 2000 e com a marca Castrol passou a fazer parte do Grupo de Empresas, um BP empresa de petróleo e gás multinacional britânica com sede em Londres.

Nossa História

Da locomotiva às naves espaciais, mais de 100 anos de pioneirismo em lubrificantes.

Charles “Cheers” Wakefield, fundador da Castrol foi um empreendedor no melhor sentido da palavra.

Em 1899, aos 39 anos de idade, ele deixou um emprego estável para começar seu próprio negócio, em Londres, fornecendo lubrificantes para locomotivas e maquinário pesado. Persuasivo e com visão clara de seus objetivos, levou com ele oito ex-colegas para fundar a CC Wakefield and Company.

Pouco depois, Wakefield começou a se interessar particularmente pelas duas grandes invenções da época, o automóvel e o avião. Sua companhia passou a desenvolver lubrificantes especiais para as necessidades das novas máquinas, que exigiam óleos com a fluidez necessária para as partidas a frio e com viscosidade suficiente para suportar as altas temperaturas de trabalho. Os pesquisadores de Wakefield descobriram que adicionando ao óleo básico, uma medida do óleo obtido das sementes da planta de rícino (castor, em inglês), era possível obter-se um lubrificante com as propriedades ideais.

Nasce o Marketing de Patrocínios

Um dos pioneiros da fabricação de lubrificantes para motores, Wakefield foi também pioneiro em marketing e publicidade, criando um modo original de chamar atenção para seus produtos e, portanto, para atrair novos clientes: o patrocínio. A marca Castrol começou a aparecer em faixas e bandeiras, em eventos de aviação, corridas de automóveis e competições de quebra de recorde de velocidade em terra. Quando um de seus patrocinados vencia uma competição, a empresa mandava imprimir anúncios enfatizando que o veículo usava lubrificante Castrol. O recorde de velocidade em terra foi quebrado vinte e três vezes, entre os anos 20 e 30, dezoito delas por motores que usavam Castrol.

Ao mesmo tempo, Wakefield expandia sua empresa, cada vez mais lucrativa, desenvolvendo lubrificantes, especialmente, para as características individuais dos motores de diversos fabricantes de automóveis.

A marca do sucesso

Em 1960, Wakefield lançou o primeiro óleo para motores de combustão interna já com a marca Castrol. Pouco tempo depois, foi a vez de uma linha completa de produtos para motocicletas, aviões e carros de competição. Todos testados ao limite pelos melhores pilotos. As inovações continuaram e logo vieram os lubrificantes especiais para os veículos comerciais, marítimo e industrial.

Em 1966, a Castrol foi comprada pela The Burmah Oil Company, uma das mais antigas companhias de petróleo inglesas. Nesta época, Castrol GTX, lançado em 1968, tornou-se sucesso de vendas em postos de gasolina e oficinas mecânicas em mais de 140 países. A estratégia de patrocínios prosseguia com vitórias sucessivas. No rally Londres/México, em 1970, 16 dos 23 finalistas usavam Castrol. Novas subsidiárias continuaram sendo abertas ao redor do mundo e a marca prosseguiu inovando e lançando novos produtos de sucesso como Castrol GTX Magnatec e Castrol SLX.

A Frente do seu Tempo

Sempre à frente das demandas de seu mercado, a história da Castrol é marcada pelo pioneirismo. Foi a primeira empresa a lançar um óleo multiviscoso, acessível ao público, a primeira a lançar um lubrificante biodegradável para uso náutico, demonstrando a preocupação com o meio ambiente, que hoje norteia todos os seus produtos.

No ano 2000, a Burmah Oil e a Castrol tornaram-se parte do grupo BP. As operações da Burmah Oil foram absorvidas pela BP, enquanto a Castrol permanece lançando lubrificantes de tecnologia de ponta e alta performance para todos os tipos de veículos, sob sua tradicional marca.

Fiel à sua filosofia de oferecer lubrificantes da mais alta qualidade para todos os fins, respeito ao consumidor e ao meio ambiente, a Castrol vem construindo, há mais de cem anos, uma história de pesquisa, pioneirismo e vitórias tecnológicas.

Castrol no Brasil

Empresa do grupo BP, há mais de cem anos a marca Castrol traduz pioneirismo e qualidade em óleos lubrificantes em todo o mundo. Fundada no Brasil em 1957, a Companhia testemunhou o nascimento da indústria automobilística brasileira, sempre se adiantando e superando suas exigências. Foi um dos primeiros fabricantes a lançar óleos em recipientes plásticos no país e o primeiro a oferecer lubrificantes sintéticos de alta performance, ainda em 1992.

Com matriz em Barueri, São Paulo, fábrica e laboratório na cidade do Rio de Janeiro e representações nos principais centros consumidores do país, a Castrol fabrica lubrificantes para motores de veículos a gasolina, a álcool, a diesel e GNV; para motocicletas com motores de 2 e 4 tempos, motores náuticos e também para veículos agrícolas. Seu extenso portfólio inclui ainda graxas e fluidos para diversas finalidades.

Instalada numa área de cerca de 20.000 m2, a fábrica, a maior e mais moderna da América latina tem capacidade para 6 milhões de litros e 92 tanques. O depósito pode armazenar até 1,5 milhão de litros de produto acabado, acondicionados em tambores e embalagens plásticas.

A matriz, em São Paulo, abriga a diretoria geral e os departamentos de vendas, marketing, e finanças.

Tecnologia de ponta, qualidade premium e alta performance, os valores que norteiam a Castrol, estão presentes em cada um de seus produtos, e se estendem por todas as áreas de sua operação, garantindo-lhe o respeito do consumidor brasileiro, e das principais montadoras e importadores de veículos instaladas no país.

Fonte: www.castrol.com

História da Castrol

Charles “Cheers” Wakefield, fundador da Castrol, era um empresário, no sentido mais grandioso da palavra.

Em 1899, quando tinha 39 anos, ele deixou um emprego na Vacuum Oil para iniciar um novo negócio em Cheapside em Londres, a venda de lubrificantes para trens e máquinas pesadas. Ele era um homem persuasivo que pudesse articular uma visão, de forma clara, e oito ex-colegas seguiu para a nova empresa.

Logo no início do novo século, Wakefield teve um interesse pessoal em duas novas engenhocas motorizadas desportivo – o automóvel eo avião. A empresa começou a desenvolver lubrificantes especialmente para estes novos motores, que exigem óleos que foram líquido o suficiente para trabalhar a partir de frio no arranque e grossa o suficiente para continuar a trabalhar em temperaturas muito altas.

Wakefield pesquisadores descobriram que a adição de uma medida de óleo de rícino, um óleo vegetal feito a partir de grãos de mamona, fez isso muito bem. Eles chamaram o novo produto “Castrol”.

Quebrando o recorde de velocidade terrestre

Tendo ajudou a criar um novo tipo de óleo do motor, agora CC Wakefield pioneiro de um novo método de obtenção de clientes a perceber o produto. Patrocínio. O nome Castrol apareceu em banners e bandeiras em eventos de aviação competitivos, corridas de automóveis e as tentativas dos motoristas competitivos para quebrar o recorde de velocidade.

Quando um evento patrocinado pela Castrol venceu, anúncios anunciava a vitória, mencionando que o vencedor tinha feito isso com Castrol. O recorde de velocidade em terra foi quebrado 23 vezes na década de 1920 e 30 anos, 18 dos quais com Castrol no motor.

Wakefield estendida linha de produtos cada vez mais rentáveis da empresa para incluir óleos desenvolvidos especialmente para motores individuais do fabricante do carro.

Tudo o que você chamá-los, eles fazem um óleo de motor famoso

Em 1960, o nome do óleo de motor tinha tudo, mas eclipsou a do fundador larger-than-life da empresa. CC Wakefield and Company tornou-se, simplesmente, Castrol Ltd. Enquanto isso, os pesquisadores da empresa mergulhou cada vez mais para as complexidades de lubrificação do motor. Um centro de pesquisa state-of-the-art inaugurado em Bracknell, Inglaterra.

Em seguida, em 1966, The Burma Oil Company comprou Castrol. Burmah Oil, uma das empresas mais antigas da Grã-Bretanha, uma vez efetivamente de propriedade da empresa que se tornou BP, antes de vender a sua participação majoritária para o governo britânico, no início da Primeira Guerra Mundial

Até o momento Castrol GTX lançado em 1968, a aclamação de motoristas profissionais e de outra forma, produtos Castrol estavam à venda nas estações de serviço e garagens em mais de 140 países. Como os pilotos patrocinou, as vendas da Castrol teve impulso. Na Londres para o México comício 1970, 16 dos 23 finalistas foram lubrificados pela Castrol.

Burmah Oil como um todo se saíram tão bem. A crise mundial do petróleo da década de 1970 enviou à empresa em financeira de queda livre. O Banco da Inglaterra socorrida-lo para fora, mas só em troca de ações restantes da empresa na BP.

Novas filiais de abertura em todo o mundo na década de 1980 sinalizou recuperação de Burmah Oil, e Castrol continuou a introduzir inovadores, novos produtos, incluindo Castrol GTX Magnatec e Castrol SLX.

Em 2000, Burmah Oil e Castrol passou a fazer parte do grupo BP. As operações da Burmah Oil foram dobradas para o grupo, enquanto Castrol continuou a lubrificar os motores com o seu nome famoso.

Fonte: www.bp.com

História da Castrol

Castrol é uma marca de lubrificantes industriais e automotivos com uma gama de produtos de petróleo para a maioria das áreas dos requisitos de lubrificantes.

A marca Castrol é parte do Grupo BP, mas manteve a sua própria identidade.

A Castrol é uma marca global britânica de lubrificantes industriais e automotivos, oferecendo uma ampla gama de óleos, graxas e produtos semelhantes para a maioria das aplicações de lubrificação.

Burmah-Castrol foi comprada pela BP em 2000 e com a marca Castrol passou a fazer parte do Grupo BP of Companies, uma empresa de petróleo e gás multinacional britânica com sede em Londres.

Produtos

A empresa oferece os óleos de motor, óleos de transmissão e produtos especiais para os setores automotivo, de veículos comerciais e do setor de duas rodas e para o transporte marítimo, aviação e indústria.

Em veículos de passageiros, há três famílias de produtos: Castrol Magnatec e Castrol EDGE Castrol GTX.

Em abril de 2014 foi introduzido na Alemanha com Castrol EDGE Titanium é o mais recente produto. Ele será o dobro da espessura da película de óleo e reduzir a fricção no motor, simultaneamente. Assim como as linhas de produtos Castrol Magnatec e Castrol GTX, os últimos óleos lubrificantes motor de geração inclui várias viscosidades. Desde 2007, os produtos Castrol aparecer na aparência uniforme em todo o mundo.

Castrol oferece lubrificantes para aplicações domésticas, comerciais e industriais. Para lubrificação automotiva, seus produtos incluem fluidos de transmissão manual e automática, lubrificantes e ceras de cadeia, refrigerantes, fluidos de suspensão, fluidos de freio, graxas, produtos de limpeza e produtos de manutenção.

A Castrol também produz produtos para máquinas agrícolas, planta, indústria em geral e engenharia naval usa.

Produtos Castrol incluem:

Para carros de passeio: Edge, Magnatec, Syntec e GTX; menos comumente, XL, GTD, Fórmula RS, Synt e SLX
Para motocicletas:
Power1, PowerRS e Activ; menos comumente, TT, TTS, GP, GPS e Go!
Para os veículos pesados
: Elixion, Enduron, Hypuron, proteção, CRB, Agri e RX Super
Para navios:
Cyltech e TLX Mais
Para aplicações industriais:
Hyspin, Aircol, Alpha e Optigear

Nome

O nome “Castrol” se originou após pesquisadores da Companhia de Petróleo Wakefield adicionado óleo de rícino para suas formulações de lubrificantes.

1899 – 1909

História da Castrol

Em março de 1899, ‘Cheers’ Wakefield Charles fundada CC Wakefield & Co. Ltd., mais tarde tornou-se Castrol.

O Lubrificador Wakefield, patenteada em 1890, para a lubrificação da caixa de eixo de locomotivas a vapor, foi inventado.Ele ainda está em uso hoje.

A Marca Castrol The Wakefield Motor Oil foi registrado em 1909.

1920

Castrol ‘R’ ajuda os pioneiros de vôo Alcock e Brown para seu vôo não-parar primeiro através do Atlântico.

Em 1925, M. Campbell estabelece um novo recorde mundial de velocidade em terra.

W. Handley torna-se o primeiro piloto a vencer duas corridas nas Ilha de Homem TT em uma semana.

Bentley ganha Le Mans em 1928 a uma velocidade média de 69 mph.

1930

O Wakefield prêmio Troféu para o Mundial Velocidade de Terra recordistas titulares, foi encomendado por Charles Wakefield.

Amy Johnson foi a primeira mulher a voar solo da Inglaterra para a Austrália em 1930.

“Castrol Andy” e suas equipes de apoio móvel da unidade.

Detergente baseada Patente Castrol para motores mais limpos apareceu em 1935.

1951 – 1960

História da Castrol

Geoff Duke retratado no GP da Bélgica vence o Campeonato do Mundo de 500cc para Norton em 1951.

Dois anos depois, o primeiro semi-sintético óleo de motor de corrida, Castrol R20, é desenvolvido em parceria com a Mercedes Benz.

Os anos sessenta

Os relógios com revestimento de luxo do mundo Rainha Elizabeth II é lançado em 1967.

Em 1968 Castrol GTX, o óleo multiviscoso primeiro com uma avaliação da viscosidade 20W/50 chega ao mercado.

Mais tarde torna-se o óleo de motor mais famoso de todos os tempos.

Dezesseis dos 23 veículos de acabamento de Londres 1970 para o México Rally são lubrificados pela Castrol.

1978 – 1983

Bjorn Waldegard vence o Rally da Suécia e do Campeonato Mundial de Rally Drivers no ano seguinte.

1983 vê Nelson Piquet (Brabham BMW) vencendo o Campeonato de Pilotos F1, Freddie Spencer (Honda), o Mundial de 500cc Título e Richard Noble estabelecendo um novo recorde mundial de velocidade Land (633 mph) em Thrust II.

Início dos anos noventa

História da Castrol

Como cinco anos antes, o Jaguar completa a dupla ao vencer Le Mans e Daytona 24 horas de corridas em 1993.

Wayne Rainey ganha seu terceiro título mundial em um YZR500 Yamaha.

A Toyota Castrol equipe com Juha Kankkunen ganha tanto de Pilotos e de Construtores os títulos em 1994.

Castrol Syntec é lançada em 1992.

1996 e 1997

G. Capellini é Formula 1 Campeão do Mundo de Powerboat, pela quarta vez consecutiva em 1996.

Em 1997, Andy Green no Thrust SSC estabelece um novo recorde mundial de velocidade Terreno com 763 mph (1227 kph), mais rápido que o som.

Em 1997, a Castrol lança Mistura Syntec.

1999 – século 21

Castrol comemora 100 anos.

O novo século vê C. Edwards ganhar o Campeonato Mundial de Superbike em uma Honda VTR1000 SP-1.

Em 2001, G. Capellini torna-se uma lenda speedboating conquistar seu sexto título.

Equipes que atuam Castrol ganhar 5 Campeonatos do Mundo, incluindo um título de décimo para drag racer J. Force.

Em 2002, a Castrol lança GTX Alta Quilometragem, e em 2004, GTX Start Up.

Evolução da Logomarca Castrol

 

História da Castrol
1917

História da Castrol
1929

História da Castrol
1946

História da Castrol
1958

História da Castrol
1968

História da Castrol
1992

História da Castrol
1999

Fonte: en.wikipedia.org/ www.changeyouroilchangeyourlife.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Fórceps

PUBLICIDADE Fórceps é um instrumento de metal com duas alças usadas especialmente em operações médicas …

Fake News

Fake News

PUBLICIDADE O que é fake news? A fake news (ou notícia falsa) é uma notícia que …

Grampo Cirúrgico

Grampo Cirúrgico

PUBLICIDADE Grampo Cirúrgico é um dos vários dispositivo cirúrgico usados para unir, prender, suportar ou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+