Breaking News
Home / Curiosidades / História da Dell

História da Dell

PUBLICIDADE

Em 1984, como um estudante universitário de primeiro ano em Austin, Texas, Michael Dell emprestado 1,000 dólares de seus pais para iniciar um negócio de acessórios de computador.

Ele começou com a venda de kits para ajudar os clientes a atualizar seus computadores pessoais, estabelecendo um modelo de negócio de sua empresa, a Dell, Inc.

História da Dell
Michael Saul Dell

Michael Saul Dell nasceu em 1965 em Houston, Texas.

Seu pai era um ortodontista, a mãe de um consultor financeiro e corretor da bolsa.

História da Dell
Logotipo da Dell

Com sede em Round Rock, Texas, a Dell é uma das maiores empresa emprega mais de cem mil pessoas em todo o mundo.

Foi fundada por Michael Dell, em 1984, quando ele ainda era um estudante na Universidade do Texas em Austin. Foi nomeado como PC’s Limited.

Ele foi um dos primeiros empresários da crença de que através da venda de computadores pessoais, sistemas diretamente aos clientes, suas necessidades podem ser melhor compreendidas e mais eficazes soluções de computação podem ser fornecidas.

Em 1985, a empresa produziu o seu primeiro projeto indígena – a “Turbo PC”. PC’s Limited anunciados os sistemas informáticos nacionais em revistas venda diretamente ao consumidor, personalizado e montado cada unidade ordenados de acordo com uma seleção de opções. Os compradores foram oferecidos preços retalhistas mais baixos e maior comodidade. Embora ele não foi a primeira empresa a utilizar este modelo, Limited PC se tornou um dos primeiros a ter sucesso com ele. A empresa arrecadou mais de US $ 73 milhões em seu primeiro ano.

A companhia mudou seu nome para “Dell Computer Corporation” em 1988. Cliente se tornou a força motriz para a empresa.

Em 1996, a Dell se tornou um dos pioneiros das vendas pela internet, ganhando cerca de US $ 1 milhão por dia. A partir de 2000, as vendas atingiram cerca de US $ 50 milhões por dia.

Dell enfrentaram muita oposição em 2005, quando teve de recolher 35.000 baterias, quando os seus computadores portáteis pegaram fogo.

E novamente em fevereiro de 2007, a Dell tornou-se alvo de investigações formais pela SEC E.U. e do advogado de Estados Unidos para o Distrito Sul de Nova York para o déficit em seus lucros previstos.

Desde então, a Dell já percorreu um longo caminho.

Em 27 de fevereiro de 2008, a Dell se tornou a primeira empresa de informática para participar O Climate Group, destacando o compromisso da empresa para a liderança ambiental, eficiência energética e as operações de carbono neutro. Tem projetos de reciclagem realizados com sucesso em diferentes países.

História da Dell Computer

A história da Dell Computer deixa ainda mais clara a relação entre modelos de negócio e estratégias. Diferentemente de Sam Walton, Michael Dell concebeu um modelo totalmente original. Enquanto outros fabricantes de PCs vendiam seus produtos por meio de revendedores, Dell os vendia diretamente ao consumidor final. Isso permitia não somente um corte significativo de custos na cadeia de valor como também lhe dava as informações de que necessitava para gerenciar seus estoques melhor do que qualquer outra empresa. Como o ritmo de inovação na indústria era intenso, a vantagem que Dell tinha sobre seus estoques permitia-lhe evitar os altos custos de obsolescência que outros fabricantes se viam obrigados a suportar.

O modelo de Dell funcionava de modo semelhante a uma estratégia: seu diferencial era difícil de copiar. Se seus rivais tentassem a venda direta, acabariam por desmontar os canais de distribuição já existentes e alienariam com isso os revendedores em quem confiavam.

Encurralados pelas próprias estratégias, viram-se num dilema: copiassem ou não a estratégia de Dell, não conseguiriam batê-lo. No momento em que um novo modelo muda a economia de uma indústria e se torna difícil de duplicar, cria por si mesmo uma vantagem competitiva forte.

Contudo, o que quase nunca é mencionado na história de Dell é o papel que a estratégia pura e simples teve no elevado desempenho da empresa. Embora o modelo direto de negócios da Dell determinasse quais atividades da cadeia de valor seriam realizadas, a empresa tinha ainda escolhas cruciais a fazer em relação ao tipo de cliente que pretendia servir e a que tipos de produtos e serviços deveria oferecer. Nos anos 90, por exemplo, enquanto outros fabricantes de PC se concentravam na produção de computadores para o mercado doméstico, a Dell escolheu as grandes corporações, muito mais lucrativas. Outros fabricantes ofereciam computadores a preços módicos para atrair uma clientela. Michael Dell não estava interessado nesse tipo de negócio de margem “zero”. Ele demarcou seu território com a venda de computadores mais caros e que lhe davam alta margem de lucro.

Como praticava a venda direta e podia analisar em profundidade seus clientes, Dell percebeu que seu preço médio de venda ao consumidor vinha aumentando, ao passo que o de outros fabricantes estava caindo. O consumidor que comprava pela segunda ou terceira vez um novo computador estava optando pelos PCs da Dell. Foi só em 1997, quando a empresa já era um negócio lucrativo, que a Dell resolveu dedicar parte de suas atividades a esses consumidores. Hoje, a prática da venda direta tornou-se comum na indústria. Dell decidiu então mudar sua estratégia e enfrentar novas realidades competitivas. Ao mesmo tempo, confia em seu modelo principal de negócio para buscar oportunidades em novos mercados, como o de servidores, cujo potencial lucrativo é maior que o de PCs. O modelo subjacente continua o mesmo. As escolhas estratégicas de aplicação do modelo — possíveis mercados, segmentos, que produtos fabricar — é que mudam.

Fonte: www.compute-rs.com

História da Dell

A história

Michael Dell fundou a empresa em 1984, então com 19 anos, enquanto ainda estudava medicina na Universidade do Texas na cidade de Austin. Com apenas US$ 1 mil, a empresa foi fundada com o nome de PC´s Limited.

Sua idéia era vender computadores pessoais direto aos clientes, passando por cima dos canais de distribuição tradicionais: as lojas.

Para dar o pontapé inicial da empresa, precisava conseguir máquinas a preços baixos. Entrou em uma loja de informática e comprou a prazo todo o estoque de computadores encalhados.

Aí, pegou as máquinas, e dentro de seu dormitório na universidade, calibrou-as com discos rígidos maiores e programas mais recentes, e começou a vendê-las por telefone, com preços em média 20% inferiores aos da concorrência, através de anúncios colocados em revistas especializadas de informática.

Nascia um conceito novo e simples de negócio: vender computadores pessoais diretamente ao consumidor, trabalhando com estoques mínimos, sem o uso dos canais tradicionais de distribuição.

Desta forma, a empresa poderia detectar melhor a necessidade de seus clientes e oferecer soluções mais eficazes para satisfazê-los.

Com o sucesso da empresa, Michael Dell largou a faculdade para administrar seu negócio em tempo integral. Somente no primeiro ano, a empresa teve um faturamento de US$ 6 milhões.

O sucesso foi tanto que Michael Dell começou a ser assediado para vender sua empresa. Em 1987, a PC´s Limited começou a operar também no Reino Unido.

Nos quatro anos seguintes, espalhou suas operações por outros 11 países. Somente em 1988 a empresa adota o nome de Dell Computers.

No ano de 1990, a empresa tentou vender seus produtos indiretamente através de supermercados e lojas de computadores como as redes CompUSA e Staples, porém o sucesso foi muito tímido e a DELL voltou o foco no seu bem sucedido modelo de vendas diretas ao consumidor.

Com o sucesso da empresa, Michael Dell largou a faculdade para administrar seu negócio em tempo integral. Somente no primeiro ano, a empresa teve um faturamento de US$ 6 milhões.

O sucesso foi tanto que Michael Dell começou a ser assediado para vender sua empresa. Em 1987, a PC´s Limited começou a operar também no Reino Unido.

Nos quatro anos seguintes, espalhou suas operações por outros 11 países. Somente em 1988 a empresa adota o nome de Dell Computers.

No ano de 1990, a empresa tentou vender seus produtos indiretamente através de supermercados e lojas de computadores como as redes CompUSA e Staples, porém o sucesso foi muito tímido e a DELL voltou o foco no seu bem sucedido modelo de vendas diretas ao consumidor.

Fonte: www.plannertraducoes.com.br

História da Dell

Muitos se perguntam como a Dell foi capaz de reinventar a indústria de computadores e tornar-se um símbolo da nova economia.

A resposta é simples: soube vender de um modo inteligente, do jeito que o cliente quer. Michael Dell fundou a empresa com apenas US$ 1 mil e uma idéia revolucionária.

Decidiu vender computadores pessoais sob medida, diretamente para os seus clientes.

A empresa provou que vale a pena tirar partido de oportunidades que os outros estão convencidos que não existem.

Enquanto outros fabricantes de computadores vendem seus produtos por meio de revendedores, a Dell procura vendê-los diretamente para o consumidor final, o que lhe permite um corte significativo de custos. Assim oferece o dinheiro poupado em forma de preços mais atraentes para o público.

História da Dell
Michael Dell

O interesse do americano Michael Dell por computadores começou muito cedo, desde quando tinha sete anos e comprou a primeira máquina de calcular. Aos 18 anos, ele já anunciava que bateria a IBM.

Michael Dell fundou a companhia em 1984, então com 19 anos, enquanto ainda estudava na Universidade do Texas.

A empresa foi fundada com o nome de PC´s Limited. Para dar o pontapé inicial da empresa, precisava conseguir máquinas a preços baixos. Entrou em uma loja de informática e comprou a prazo todo o estoque de computadores encalhados.

Começou a trabalhar no dormitório da faculdade, desmontando os computadores que tinha comprado e adicionando componentes mais sofisticados para vendê-los com algum lucro.

Calibrou-os com discos rígidos maiores, programas mais recentes e passou a vendê-los por telefone, com preços em média 20% inferiores aos da concorrência, através de anúncios colocados em revistas especializadas de informática.

Sua idéia era vender PCs direto aos clientes, trabalhando com estoques mínimos e passando por cima dos canais de distribuição tradicionais: as lojas.

Assim, a Dell tornou-se uma das pioneiras no desenvolvimento de programas de atendimento e suporte a clientes na área de TI.

Em 1985, a empresa fabricou seu primeiro computador com design próprio, o Turbo PC, que continha processadores Intel 8088 com a velocidade de 8MHz.

Com os bons resultados de vendas, Michael Dell largou a faculdade para administrar seu negócio em tempo integral. Somente no primeiro ano, a empresa teve um faturamento de US$ 6 milhões. O sucesso foi tanto que Michael começou a ser assediado para vender sua empresa. Poderia ter aceito a melhor oferta e deixado de trabalhar antes de completar a maioridade.

Em 1987, a PC´s Limited começou a operar também no Reino Unido. Nos quatro anos seguintes, 11 outros países também foram alcançados.

No ano de 1990, a Dell tentou vender seus produtos indiretamente através de supermercados e lojas de computadores, porém o sucesso foi muito tímido e a empresa voltou o foco no seu bem sucedido modelo de vendas diretas ao consumidor.

Em 1993, ingressou de vez na chamada “Guerra dos computadores” ao baixar seus preços ainda mais.

Uma das barreiras iniciais à venda direta era a de que muitos compradores potenciais receavam adquirir um computador de baixo preço a uma empresa desconhecida.

Para contornar esta desvantagem, foi criada a garantia de devolução total do dinheiro nos primeiros 30 dias após a aquisição. Foram anos de uma obsessiva busca pela redução de custos, que resultou numa empresa feita sob medida para a Internet – anos antes de ela existir.

Os produtos da Dell eram computadores ideais para vender on-line.

A companhia liderou a migração comercial para a internet ao lançar, em 1994, o site dell.com.

Os clientes que o visitassem podiam selecionar um sistema, adicionar ou subtrair várias combinações de componentes – tais como: memória, disco rígido, adaptadores de vídeo, modem – e obter o preço final do sistema em tempo real.

Quando a internet surgiu, foi como um presente para a empresa, porque criou um caminho para qualquer companhia se comunicar com qualquer outra.

Em 1996 ingressou no comércio eletrônico. Os resultados foram tão positivos que já no ano seguinte, a Dell se tornou a primeira empresa a registrar um volume de vendas on-line no valor de US$ 1 milhão. Dois anos depois ultrapassou a Compaq e se tornou a maior vendedora de computadores pessoais do mercado americano.

No dia 4 de novembro de 1999, a Dell emitiu a sua primeira nota fiscal no Brasil. Foi uma festa com a presença do próprio Michael Dell. Ele desembarcou no país certo de que repetiria o sucesso de vendas entre os consumidores domésticos, como conseguiu nos EUA. Assim como na matriz, adotou aqui o sistema de encomendas por telefone ou pela internet. Nada de vendedores ou showrooms que aumentassem custos. O primeiro ano foi gasto na busca da liderança entre os consumidores comuns. Mas logo se deparou com uma barreira difícil de ser ultrapassada.

A Dell percebeu a força de um concorrente desconhecido nos Estados Unidos, uma infinidade de pequenas lojas especializadas em montar o PC ao gosto do freguês. Conhecido como mercado cinza, esse comércio representava 70% das vendas de PCs e sobrevivia graças ao contrabando. “Como não é nosso hábito perder dinheiro e tempo, mudamos o nosso foco”, afirmou o então vice-presidente da Dell no Brasil, Fernando Loureiro. Assim adotou a estratégia de curto prazo onde todas as atenções se voltavam para os grandes consumidores.

A Dell passou a oferecer descontos generosos na venda de computadores e servidores para empresas, a ponto de provocar protestos entre os concorrentes.

A partir de 2004 a companhia expandiu seus produtos para multimídia e entretenimento com o lançamento de televisores, handhelds e jukeboxes digitais.

Em fevereiro de 2005, apareceu em primeiro lugar no ranking das “Empresas mais admiradas”, publicado pela revista Fortune.

No ano seguinte inaugurou sua primeira loja própria em um centro de compra na cidade de Dallas. O principal objetivo era proporcionar aos clientes uma maior interação com os produtos da marca, permitindo assim que eles pudessem testar, tirar dúvidas com a equipe de vendas e efetuar a compra.

A Dell é uma empresa que chama a atenção pelo padrão de vendas. Para os executivos da companhia e para os clientes esse é o grande diferencial da empresa.

Enquanto outras companhias produzem em larga escala, a Dell produz um produto diferenciado. É o que os executivos da empresa chamam de “modelo direto de vendas”. Essa ideia é baseada em alguns conceitos simples e bem aplicados.

O mais importante deles é que a Dell não tem estoque de produto. A produção só começa quando o produto é encomendado e de acordo com a especificação de cada cliente. Mas não é só o modelo direto de vendas que é marca registrada da Dell.

Outra característica da companhia é que a Dell mantém uma equipe de assistência técnica própria. A empresa não trabalha com assistência técnica autorizada porque já tem todos os dados do computador do cliente no seu cadastro. Assim que o cliente entra em contato, imediatamente tem todas as informações sobre sua máquina.

A Dell sabe exatamente o que o cliente tem no seu equipamento e por isso também pode solucionar rapidamente possíveis problemas. Atualmente cerca de 80% das complicações são resolvidas pelo telefone, aumentando a qualidade do produto e diminuindo os problemas para seus clientes.

Em 2008, pretende conquistar a liderança do mercado de computadores no Brasil.

Atualmente, quem detém a maior fatia desse segmento no país é brasileira Positivo Informática. Para isso, a estratégia da companhia é incisiva. Ela pretende atuar agressivamente no mercado de varejo e lançar novos produtos, como servidores mais potentes a preços competitivos. O mercado brasileiro, segundo o diretor geral da Dell Brasil, Raymundo Peixoto, está em plena expansão, pois além dos incentivos fiscais e do programa de inclusão social, o país acompanha a tendência do crescimento mundial.

Michael Dell não é conhecido pelo seu carisma nem visão. Apenas pelo seu grande jeito para os negócios. Seu modelo de negócios é o que levou a sua empresa diretamente para o topo. Segundo a revista Forbes ele é o quarto homem mais rico dos Estados Unidos e o 12º do mundo, com uma fortuna avaliada em mais de US$ 17 bilhões.

A Dell é hoje a fabricante de sistemas de computadores que apresenta o maior crescimento da indústria, ocupando a primeira posição no ranking mundial das empresas do setor. A empresa vende mais de 10 milhões de computadores anualmente.

Mariana Melo

Fonte: www.casodesucesso.com

História da Dell

O nascimento de uma empresa

A história da Dell Inc.

Uma jornada através dos marcos importantes da Dell desde a sua fundação em 1984 por Michael Dell.

Aos 19 anos, Michael Dell fundou a PC’s Limited com US$ 1.000 e uma visão revolucionária de como a tecnologia deveria ser projetada, fabricada e vendida.

1984: Como calouro de medicina na Universidade do Texas, em Austin, Michael abriu uma nova empresa de computadores chamada PC’s Limited.
Ele deixou o campus no final do primeiro ano para dedicar todo o seu tempo ao crescimento dos negócios.

1985:

Projetamos e criamos nosso primeiro sistema de computador, o Turbo PC, com um processador Intel 8088 executado a 8 MHz, um disco rígido de 10 MB e uma unidade de disquete de 5,25″.

A Dell estabeleceu a experiência do cliente como um diferenciador com devolues livres de risco e foi uma das primeiras empresas do setor a oferecer assistência ao produto no dia seguinte, em domicílio.

 

1986: Apresentamos o PC mais rápido do setor (um sistema baseado em 286, de 12 MHz) na feira de negócios Spring Comdex.

1987: Abrimos nossa primeira subsidiária internacional no Reino Unido.

1988:

Depois de apenas quatro anos, a Dell concluiu sua oferta pública inicial, levantando US$ 30 milhões e aumentando a capitalização do mercado de US$ 1.000 para US$ 85 milhões.

Crescendo em aproximadamente de 80% ao ano, a Dell dá um salto e abre o capital. A empresa, agora oficialmente chamada Dell Computer Corporation, usou o capital recém-adquirido para ampliar suas ofertas de produtos e sua presença global.

1989: A Dell ingressou na revolução da computação móvel com seu primeiro notebook, o 316LT.

1990: Abrimos uma central de produção em Limerick, na Irlanda, para atender a clientes na Europa, Oriente Médio e África.

1991: As vendas internacionais cresceram mais que o dobro pelo terceiro ano consecutivo.

1992: A Dell estreou na Fortune 500. Michael tornou-se o CEO mais novo a liderar uma empresa que recebesse essa honra.

1993:

Estréia dos notebooks Dimension e OptiPlex para consumidores e usuários empresariais.

Ingressamos nas classificações dos cinco principais desenvolvedores de sistemas de computadores em todo o mundo.

Subsidiárias na Austrália e no Japão são nossas primeiras entradas na região Ásia-Pacífico.

1994:

Desafiando o mercado de servidores de rede proprietários, introduzimos a linha de servidores Sell PowerEdge.

Como parte do lançamento do Latitude XP, fomos a primeira empresa a introduzir a bateria de íon de Lítio, que quebra todos os recordes do setor em termos de vida útil da bateria.

1995: A Dell expandiu as operações mundiais na Europa, na Ásia, no Japão e nas Américas.

1996:

O site Dell.com foi lançado, gerando US$ 1 milhão em vendas por dia apenas seis meses depois de sua ativação.

A primeira central do cliente do Pacífico Asiático foi aberta em Penang, na Malásia.

Lançamos as páginas Premier, em que os clientes corporativos encontram sites extranet personalizados na dell.com para compra e suporte.

1997:

Abrimos nossa segunda central de produção no Texas e alcançamos os níveis mais baixos de estoque do setor em 15 dias.

A Dell lançou a linha Precision de workstations direcionada a usuários de aplicativos de recuross gráficos de tecnologia avançada de alto desempenho.

Nosso décimo milionésimo PC foi entregue

1998:

Abrimos um novo centro integrado de vendas, fabricação e suporte em Xiamen, China, e anunciamos unidades de produção adicionais na Irlanda, no Brasil e nos Estados Unidos.

Aprimoramos nossas ofertas de data center com PowerVault Series: uma linha eficiente de produtos de armazenamento, incluindo um subsistema de armazenamento baseado em fibre channel.

1999:

No final deste ano, a Dell foi classificada como número 1 em PCs nos EUA, número 1 em todo mundo em PCs para mídias e grandes empresas e número 1 em entregas mundiais de workstation.

Iniciamos as operações de manufatura em Eldorado do Sul, Brasil, para atender melhor nossos clientes na América Latina.

Nós criamos o suporte técnico on-line com a E-Support, uma ferramenta on-line que facilita e fornece suporte técnico pela internet.

2000:

As vendas na Internet por meio do dell.com alcançaram US$ 40 milhões por dia, fazendo dele um dos sites de comércio eletrônico de maior volume no mundo.

Ao reconhecer antecipadamente a necessidade e a oportunidade de mobilidade em TI, integramos o Wi-Fi para acesso móvel na internet de nosssos clientes.

2001:

Conquistamos alguns primeiros lugares neste ano: a Dell se tornou a número 1 em fornecimento de sistemas de computador em todo o mundo e a número 1 em fornecimentos de servidores baseados em Intel.

A linha PowerConnect de switches de rede lançou a Dell no mercado de equipamentos de rede.

Assinamos um acordo com a líder em armazenamento, EMC, para ajudar a tornar as soluções de rede e de área de armazenamento de nível empresarial mais acessíveis a todos os tipos de clientes.

2002:

Lançamos o PowerEdge 1655MC, nosso primeiro servidor blade.

O projetor 3100MP sinalizou a entrada da Dell no mercado de projetores.

2003: Expandimos nosso portifólio de produtos com impressoras da marca Dell e entramos oficialmente no mercado de eletrônicos de consumo para servir como fonte única para nossos clientes.

2004:

Em apenas cinco anos, a Dell tornou-se a maior fornecedora de serviços e sistemas de computador da China, com aumento do fornecimento em torno de 60%, ou quatro vezes maior que o do setor.

Fizemos parcerias com outras empresas no setor de TI, sob o Código de conduta do setor elétrico, que trabalha para elevar o padrão das condições sociais, ambientais e de local de trabalho para toda a cadeia de suprimento.

2005:

Ocupamos o primeiro lugar na lista “America´s Most Admired Companies” (as empresas mais admiradas dos EUA) na revista Fortune.

Promovendo nosso comprometimento com o meio ambiente, nossa linha de produtos desktop Dell OptiPlex apresentou placa-mãe, fonte de alimentação e chassi isentos de chumbo.

2006:

Fomos os primeiros do setor a oferecer reciclagem gratuita de produtos para consumidores em todo o mundo.

Revolucionamos a comunicação entre empresas e clientes com o lançamento do Direct2Dell: um blog para permitir conversas rápidas, diretas e bidirecionais com nossos clientes.

Como parte de nosso compromisso contínuo com a experiência do cliente e com a transparência, tornamos o Dell.com acessível às classificações e análises feitas pelo cliente.

Adquirimos o líder em jogos de computador Alienware para complementar nossos sistemas de alto desempenho, projetados para clientes entusiastas, que jogam e usam contéudo de mídia.

2007:

A família Vostro tornou-se carro-chefe da linha de soluções personalizadas para pequenas empresas.

Aumentamos os esforços de mídia social para conexão com nossos clientes através da participação no Twitter. Co isso, nos tornamos a primeira empresa pública a lançar um blog de relações com o investidor. Lançamos também o IdeaStorn.com um local onde os clientes podem postar e compartilhar idéias.

Fizemos grandes avanços em direção às metas ambientais globais, lançando programas de neutralidade de carbono para consumidores e clientes corporativos e nos tornamos a primeira empresa de TI a ingressar na Liderança da cadeia de suprimento do projeto de divulgação do carbono.

2008:

Adquirimos o ISCSI da líder de armazenamento, EqualLogic, aumentando sua base original de clientes de 1.000 para 25.000 em todo o mundo nos primeiros dois anos.

Introduzimos os notebooks Dell Latitude E-Family, redefinindo a computação empresarial móvel com vida útil de bateria inovadora e melhorias no design orientadas por opiniões do usuário final.

A Dell lançou seu primeiro data center modular: auto-suficiente e otimizado para aplicativos de computação em nuvem.

Apresentamos a Dell Studio, uma nova linha de produtos de consumo criada oara você se expressar e viver com criatividade.

2009:

Adquirimos os sistemas Perot e lançamos um novo negócio, chamado Serviços Dell, que oferece aos clientes serviços de TI completos, ajudando a reduzir o custo total de propriedade de TI.

A Dell entrou no mercado de smartphones com o Mini 3i da China Mobile.

Os clientes classificaram os desktops, netebooks corporativos e servidores Dell x86 como número 1 em satisfação do cliente empresarial de acordo com uma pesquisa da Technology Business Research.

Introduzimos os notebooks Adamo e Latitude Z: os notebooks mais finos do mundo para consumidores e usuários empresariais preocupados com design, inovação e funcionalidade.

2010:

A Dell adquiriu IPs importantes em armazenamento, gerenciamento de sistemas, computação em nuvem e software: Boomi, Exanet, InSite One, KACE, Ocarina Networks, Scalent e SecureWorkas.

A Dell é a fornecedora número 1 de serços de tecnologia da informação para instituições de saúde no mundo de acordo com a Gartner. Inc e ganho mais de 300 prêmios do setor em 2010.

Aceleramos a movimentação dos nossos clientes empresariais para a nuvem com as soluções Dell Virtual Integrated Systems, com base em soluções de arquitetura aberta concentradas em interoperabilidade e na ampliação dos investimentos herdados dos nossos clientes.

A Dell ingressou no setor de tablets com o Streak, um dispositivo de 5 polegadas criado para oferecer a melhor experiência móvel de diversão, conexão social e navegação.

A Newsweek classificou a Dell como a empresa mais ecológica da América.

2011:

Celebramos o quarto trimestre quebrando recordes com um crescimento de dois dígitos na área de serviços e em soluções empresariais estratégicas e o maior aumento de receita em um único ano da história da empresa.

Adquirimos o Compellent, um fornecedor de soluções de armazenamento com crescimento rápido, para expandir nosso portfólio de armazenamento empresarial e ajudar nossos clientes a gerenciar melhor o crescimento dos dados, reduzir custos de armazenamento e simplificar significativamente o gerenciamento de TI.

A Dell anunciou planos para centros de pesquisa e desenvolvimento no Vale do Silício nos EUA e em Ra’anana em Israel para apoiar a expansão de recursos importantes das soluções.

Para provar nosso compromisso com o fornecimento de soluções de TI completas para nossos clientes, investimos US$ 1 bilhão no desenvolvimento de data centers Dell e centros globais de soluções em todo o mundo.

Fonte: content.dell.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Fórceps

PUBLICIDADE Fórceps é um instrumento de metal com duas alças usadas especialmente em operações médicas …

Fake News

Fake News

PUBLICIDADE O que é fake news? A fake news (ou notícia falsa) é uma notícia que …

Grampo Cirúrgico

Grampo Cirúrgico

PUBLICIDADE Grampo Cirúrgico é um dos vários dispositivo cirúrgico usados para unir, prender, suportar ou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.