Breaking News
Home / Curiosidades / História da Semp Toshiba

História da Semp Toshiba

PUBLICIDADE

Logo da Toshiba
Logo da Toshiba

O início da história da Toshiba tem duas vertentes:

1.) Em 1875 fundou-se o estabelecimento de Tanaka Seizo-sho (Tanaka Engineering Works), no Japão o primeiro fabricante de equipamento telegráfico.

Seu fundador, Hisashige Tanaka (1799 – 1881), era bem conhecido na sua juventude devido as suas invenções que incluíam bonecas mecânicas e relógios. Sob o nome de Shibaura Seisaku-sho (Shibaura Engineering Works), a sua empresa se tornou uma das maiores fabricantes do Japão de equipamentos pesados de distribuição elétrica.

Em 1890, a empresa Hakunetsu-sha & Co.Ltd. estabeleceu-se no Japão como a primeira fábrica de lâmpadas elétricas incandescentes. Posteriormente evoluiu e diversificou seu portfólio como uma empresa fabricante de produtos de consumo.

Em 1899, a empresa foi rebatizada como Denki Tóquio (Tokyo Electric Co.)

2.) Em 1939, estas duas empresas, líderes em seus respectivos mercados fundiram-se para formar uma empresa fabricante de equipamentos eletro eletrônicos, a Tokyo Shibaura Denki (Tokyo Shibaura Electric Co. Ltd.)

A empresa ficou logo conhecida como “Toshiba”, tornando-se o nome oficial em 1978.

Atualmente a Toshiba atua em inúmeros mercados no mundo todo,de uma forma globalizada, com uma grande diversificação de produtos que vão desde transformadores, semi condutores e produtos de consumo, à equipamentos médico-hospitalares.

A Toshiba no Brasil

O ano de 1977 foi de grande importância para a SEMP no Brasil, pois nessa época a empresa celebrou um acordo de participação acionária e tecnológica com a Toshiba Corporation do Japão que originou a SEMP TOSHIBA.

A SEMP (Sociedade Eletro Mercantil Paulista) foi fundada em 1942 na cidade de São Paulo. No início, sua principal atividade foi a fabricação de rádios. No ano de 1951, a SEMP lançou o mais sofisticado rádio da época, o PT 76, que ganhou o carinhoso apelido de “capelinha” e atingiu grande sucesso de vendas até meados da década de 70. O sucesso foi tão grande que é lembrado e pedido até os dias de hoje. Confirmando mais uma vez seu pioneirismo, em 1972, a SEMP deu grande passo no mercado e lançou o primeiro televisor 20? em cores do país.

No período entre 1989 e 1995 a empresa conquistou brilhantes resultados no “Maiores e Melhores” da revista Exame.

Em 1989 foi considerada a empresa que mais cresceu em sua área.

Em 1992, 1993, 1994, a SEMP TOSHIBA ganhou o “Maiores e Melhores” como a melhor empresa do segmento de eletroeletrônicos do país.

Em 1995, confirmando seu grande potencial, a SEMP TOSHIBA conquistou o quarto título consecutivo, sendo a primeira empresa eletrônica a conseguir tal façanha, além de ser considerada a “MELHOR” empresa do ano pela revista, entre as 500 maiores empresas do Brasil.

Ainda nos anos de 1994 e 1995, recebeu o prêmio “Excelência EmpresArial” da Fundação Getúlio Vargas (RJ).

Outro fator importante para a performance que a empresa vem alcançando, foi a reabertura das importações no país que permitiu que a SEMP TOSHIBA, em sintonia com a mais moderna tecnologia do mundo, colocasse no mercado brasileiro novos modelos, líderes mundiais de vendas, que vieram somar à família de produtos já constituída por Televisores, DVDs, Vídeocassetes, Rádio Relógios, Rádio Gravadores, Mini Systems, Home Theaters, Telefones sem Fio e Equipamentos de Informática.

Nos últimos anos, a SEMP TOSHlBA fez importantes lançamentos, principalmente nos segmentos de Televisores Telas Grandes, Áudio e Imagem.

Hoje, a SEMP TOSHIBA, com aproximadamente 1.500 funcionários em Manaus, São Paulo e Bahia, figura entre as maiores empresas do setor eletroeletrônico do país. A empresa atua hoje nos segmentos de Televisores – 10 a 65 polegadas -, Áudio – completa linha de aparelhos de som -, DVDs, Videocassetes, Comunicação – telefones sem fio – e Informática – notebooks, desktops, servidores, copiadoras, câmeras digitais, projetores e automação comercial.

Os prêmios recebidos nos últimos anos são a confirmação de que a empresa vem aprimorando a eficiência, a produtividade, a qualidade da administração e ampliando suas ações de marketing. Além disso, há algum tempo a empresa vem mantendo-se à frente da concorrência na introdução de produtos de alta tecnologia e mantendo os preços acessíveis.

Graças a esta tecnologia e a uma sensível visão de marketing, a SEMP TOSHIBA foi a primeira empresa do setor a oferecer para o mercado a maior variedade de Telas Grandes; foi a primeira, também, a trazer o televisor com tela widescreen (16:9) em formato de cinema; lançou ainda o primeiro TV Multimídia, com 21 polegadas, que funciona como televisor e monitor. E também foi a primeira a lançar TV combinada com videocassete nos tamanhos 29 e 34 polegadas (TV Combo).

Única do mercado a ter aparelhos de TV com double window e a tecnologia V3 com rental position para videocassetes. Em 1998, a SEMP TOSHIBA foi uma das primeiras empresas a montar o revolucionário DVD – Digital Video Disc – no Brasil.

O padrão DVD foi criado pela TOSHIBA.

Fonte: avalieja.com

História da Semp Toshiba

A empresa japonesa Toshiba, a maior do seu país em termos de produção de artigos elétricos e eletrônicos, resulta da união, ocorrida em 1939, da Companhia Elétrica de Tóquio com a Shibaura.

Desta junção resultou o nome Companhia Elétrica Tokyo Shibaura, cuja associação das primeiras letras de cada designação dá Toshiba.

A Shibaura foi fundada em 1875 para construir motores destinados a navios, mas a partir de meados da década de 90 do século XIX começou também a produzir ferramentas.

A Companhia Elétrica de Tóquio por esta altura dedicava-se ao fabrico lâmpadas.

Ambas as empresas pertenciam ao grupo japonês Mitsui e daí resultou a união ocorrida em 1939, destinada a criar uma empresa líder na produção de equipamento elétrico.

Após a Segunda Guerra Mundial, as empresas separaram-se de novo, reunindo-se já em 1973, outra vez através do Grupo Mitsui, numa altura em que este tinha laços privilegiados de negócios com a General Electrics dos Estados Unidos da América.

Por esta altura a companhia começou a ser conhecida comummente por Toshiba, designação que passou a ser oficial em 1978.

Logo no ano seguinte completou o primeiro sistema de ficheiros de dados suportado em discos ópticos.

A Toshiba introduziu em 1986 uma novidade mundial no mundo dos computadores pessoais ao apresentar os primeiros portáteis laptop, ou seja, aqueles em que o écra está colocado na parte que serve de tampa e fecha sobre o teclado.

A empresa nipônica, três anos depois, apresentou o Dynabook, um mini-computador, que funciona como uma espécie de agenda pessoal, mostrando assim a sua força nesta área.

Em 1994, voltou à carga, com um aparelho ainda mais pequeno e portátil, o Dynabook SS, voltando a alcançar um êxito significativo no mercado dos computadores.

Mas a Toshiba sempre esteve envolvida noutras áreas, embora seguindo a vertente das novas tecnologias, especialmente no setor de comunicações e, em 1995, desenvolveu o DVD, um disco óptico de alta densidade capaz de armazenar uma imensidão de dados.

O DVD é superior ao CD-ROM e ao mesmo tempo aparece como substituto inevitável dos vídeos de sistema VHS.

A Toshiba produz, atualmente, televisores, aparelhos áudio, sistemas de luzes, equipamento para gerar eletricidade, equipamento de transporte, motores industriais, eletrônica industrial e equipamento de comunicação. A grande aposta da empresa japonesa são as comunicações via Internet e o fabrico de PC’s portáteis.

Fonte: omeutoshiba-toshiba.com

História da Semp Toshiba

A Toshiba Corporation, um dos líderes mundiais de alta tecnologia, é um fabricante de produtos elétricos e eletrônicos avançados, de sistemas e equipamentos para comunicações e informação, de serviços e soluções baseados na Internet, de materiais e components eletrônicos, de sistemas de energia, de sistemas de infra-estruturas sociais e industriais, bem como de aplicações domésticas.

Sob a visão de gestão “Inovação e crescimento focado no cliente” o objetivo-chave das empresas do Grupo Toshiba é garantir a satisfação total dos seus clientes, em todo o mundo, através dos mais avançados produtos e de serviços de topo.

Em quase 130 anos de existência, a Toshiba foi diversas vezes pioneira nas diferentes áreas de atuação, dando um contributo contínuo e profícuo à tecnologia e à sociedade.

A Toshiba Corporation é atualmente o nono maior fabricante mundial de equipamento elétrico e eletrônico, estando presente em todos os continentes. Com cerca de 166 mil colaboradores em todo o mundo, a Toshiba Corporation registou lucros operacionais de 9,012 milhões de euros e vendas de 44,165 mil milhões de euros.

História

A história da Toshiba remonta ao século XIX e tem por base duas empresas distintas.

Desta forma, em 1875 é estabelecida a Tanaka Engineering Works (Tanaka Seizo-sho), o primeiro fabricante japonês de equipamento telegráfico. O seu fundador, Hisashige Tanaka (1799-1881), ficou conhecido pelas suas invenções que incluiam bonecas mecânicas e um relógio perpétuo.

Sob a designação de Shibaura Engineering Works (Shibaura Seisaku-sho), a sua empresa tornou-se num dos maiores fabricantes de equipamento elétrico pesado.

Em 1890, é fundada a Hakunetsu-sha & Co., Ltd., a primeira fábrica japonesa de lâmpadas elétricas incandescentes, que veio posteriormente a diversificar a sua oferta, tornando-se num fabricante de produtos de consumo. Em 1899, a empresa assume a designação de Tokyo Electric Co. (Tokyo Denki).

No ano de 1939, estas duas empresas, líderes nos seus respectivos setores, fundiram-se para dar lugar a um fabricante de equipamentos elétricos integrados – Tokyo Shibaura Electric Co., Ltd. (Tokyo Shibaura Denki).

A empresa rapidamente ficou conhecida como “Toshiba”, que se tornou a designação oficial em 1978.

A Toshiba Corporation é composta por um Grupo de empresas que atuam em diferentes áreas:

Personal Computer & Network Company

Pioneira em computação móvel, a empresa reflete a sua avançada especialização nos computadores portáteis, PDAs e servidores IA para ambientes domésticos, empresariais e móveis. A mobilidade total vai verdadeiramente ao encontro das necessidades das redes emergentes sustentadas por comunicações wireless e banda larga.

Produtos: Computadores portáteis; PDAs; servidores PC.

Digital Media Network Company

A vasta e abrangente experiência da empresa em produtos áudio e visuais avançados abre novas fronteiras de entretenimento doméstico, contribuíndo para estilos de vida mais ricos e com maior entretenimento, enquanto que a liderança global em dispositivos avançados de armazenamento suporta a inovação nas indústrias quer de PCs como de eletrônica de consumo digital.

Produtos: Televisores a cores; televisões digitais de alta definição; televisores de projeção; sintonizadores digitais BS; projetores; câmaras industriais e de vigilância; leitores e gravadores de DVD; produtos AV móveis; câmaras fotográficas digitais; drives de disco rígido (HDD); drives pticas (ODD).

Mobile Communications Company

A empresa especializada no setor de telemóveis, enquanto plataforma versátil para serviços tão diferentes como vídeo-mail, posicionamento global e, com a emergência das redes de banda larga, televisão móvel.

Em todas estas áreas, é integrado o know-how com importantes tecnologias de plataforma, incluíndo 3G’s W-CDMA e cdma2000 1x, e com as tecnologias de topo da Toshiba (como os chips MPEG-4, cartões de memória SD e LCDs TFT de polisílicio e baixa temperatura), para oferecer produtos de excelência e design atrativo.

Semiconductor Company

Tecnologia de processos avançada, capacidades de desenvolvimento de produtos altamente sofisticada e experiência em venda de uma vasta linha de dispositivos a clientes em todo o mundo para liderança continuada no mercado global de semicondutores. Nos próximos anos, a expansão focará a promoção das capacidades em sistemas LSIs, elevado valor acrescentado, memórias de elevada performance e no reforço da posição da companhia como o Nº 1 mundial no mercado de componentes.

Produtos: Sistemas áudio e visual LSIs; sistemas LSIs para produtos de consumo digitais, PCs e periféricos de PCs, telemóveis, telecomunicações, comunicações de rede, automóveis, microcomputadores e controlos periféricos de microcomputadores; ICs bipolares; lógica CMOS de utilização geral; pequenos dispositivos de sinal; dispositivos de energia; dispositivos semicondutores ópticos e dispositivos de alta-energia; DRAMs padrão; SRAMs; memórias flash.

Industrial and Power Systems & Services Company

Os Sistemas & Serviços de Energia disponibilizam infra-estruturas de energia essenciais: as centrais de energia que dão suporte ao desenvolvimento econômico e social a longo prazo. Alianças estratégicas com parceiros japoneses e internacionais apoiam a empresa na melhoria da competitividade de custos e no desenvolvimento de sistemas de energia de próxima geração.

Os Sistemas & Serviços para Infra-estruturas Sociais desenvolvem, operam e dão assistência a sistemas de infra-estruturas completos em áreas tão diversas como instalações públicas, transportes e indústria de transformação, bem como proteção ambiental.

Produtos: Centrais reatoras; fábricas de reprocessamento de combustível; hidroelétricas; equipamento gerador de energia termal e geotermal; magnetos supercondutores; sistemas de monitorização de fornecimento de água; sistemas de gestão de energia em edifícios; sistemas de gestão de transportes; sistemas de serviços para estações de comboios; computadores industriais; dispositivos para controlo e medição de sistemas.

Social Network & Infrastructure Systems Company

A Social Network & Infrastructure Systems Company aplica as mais recentes Tecnologias de Informação a sistemas de telecomunicações, sistemas de difusão, sistemas para equipamento de automação e sistemas de aplicação rádio.

Produtos: Sistemas de difusão; máquinas de processamento de notas; sistemas de processamento automático de cartas; sistemas de segurança de reconhecimento facial; controlo de tráfego aéreo e sistemas de ajuda à navegação.

Fonte: pt.computers.toshiba-europe.com

História da Semp Toshiba

Dois amigos japoneses, Tokyo Denki e Shibaura Seisakusho, fundaram uma empresa, porém sem qualquer pretensão de criar um logotipo, decidiram simplesmente unir a parte inicial dos seus primeiros nomes e formar a empresa com o nome:

TOSHIBA (TO/kyo + SHIBA/ura = TOSHIBA)

Tornando-se uma das marcas mais famosas no ramo eletrônico.

Toshiba, líder mundial em tecnologia de ponta, é um diversificado fabricante de produtos eletro-eletrônicos avançados, abrangendo equipamentos e sistemas de informações e comunicações, soluções e serviços baseados na Internet, materiais e componentes eletrônicos, sistemas de energia, sistemas de infra-estrutura industrial e social, e aparelhos domésticos.

A Toshiba é talvez uma mas mais conhecidas marcas de aparelhos elétricos e eletrônicos. Sendo uma firma japonesa, levaram a sério a sua função de desenvolver equipamentos e tecnologias de ponta, práticos de usar e resistentes para o uso quotidiano. Uma das vertentes em que a empresa apostou foi na criação de equipamentos de ar condicionado, indo bem de encontro às necessidades dos seus clientes barsileiros.

Um pouco de história

O embrião da Toshiba começou a ser delineado em 1875 com Tanaka Seizo-sho, na época fabricante de equipamento telegráfico. Foi com o passar dos anos, com algumas fusões pelo meio, que a empresa se tornou na empresa de peso que é hoje, operando não apenas na área das comunicações mas em muitas outras outras, climatização incluída.

O nome Toshiba surgiu em 1978. Vinte anos depois, em 1998 a área da Toshiba responsável pela fabricação dos produtos de ar-condicionados, ventiladores, desumidificadores foi comprada por outra grande empresa, a Carrier Corporation que é presentemente a líder mundial no que refere a sistemas de ar condicionado e refrigeração de ar.

Fonte: www.ar-condicionados.net

História da Semp Toshiba

A história da Semp Toshiba se confunde com a história da televisão no Brasil

Logo da Semp

Desde 1942, quando lançou o primeiro rádio fabricado no país, a Semp Toshiba manteve o pioneirismo no lançamento de produtos inovadores nas linhas de áudio, vídeo e informática. Esse posicionamento consolidou a marca entre os consumidores, ao longo dessas mais de seis décadas, com lançamentos surpreendentes, cada um deles dentro de contextos de época e em momentos extremamente significativos para o Brasil e para a sua população. Depois do rádio, a empresa lançou a inédita radiovitrola (1949).

Em 1951, menos de um ano após o início das transmissões de TV no Brasil através dos Diários Associados – TV Tupi, a SEMP Rádio e Televisão produziu o primeiro televisor brasileiro e, já em 1957, a empresa fabricou os luxuosos conjugados de rádio, TV e eletrola.

Mostrando acreditar na força da indústria brasileira, já em 1965 a SEMP implantou um programa extenso de verticalização na sua fabrica da Avenida João Dias em São Paulo, onde passou a produzir mais de 80% dos componentes utilizados na fabricação de seus televisores, inclusive os cinescópios em branco e preto.

Nesse ano de 1965, a SEMP foi pioneira ao produzir o primeiro rádio com som estereofônico do país. No ano seguinte, em 1966, reafirmado a sua liderança em tecnologia, a empresa lançou o primeiro televisor portátil branco e preto com tela de 12 polegadas produzido no Brasil.

No início da década de 70, a participação da SEMP é decisiva para dar início ao desenvolvimento do Sistema Brasileiro de Televisão em Cores, sendo que, já em 1972, a empresa lança o primeiro televisor em cores de 20 polegadas do mercado brasileiro.

Pouco depois, no mês de outubro de 1973, a empresa inaugurou uma fábrica piloto em Manaus para inicialmente fabricar televisores e, em julho de 1975, deu sequência à transferência final das atividades da fábrica de São Paulo para as instalações definitivas, localizadas no Distrito Industrial de Manaus.

Em 1977, a história da Semp Rádio e Televisão ganha novos rumos com a associação com a Toshiba Corporation do Japão, criando a SEMP TOSHIBA, uma empresa de capital majoritário nacional.

Na década de 80, a Semp Toshiba continua com novidades, como o lançamento, em 1981, da “TV de colo” com tela de apenas 10 polegadas, a primeira TV portátil em cores fabricada no país.

A década de 90 também foi marcante para a Semp Toshiba.

Em 1992, de forma ousada e acompanhando as novas tendências ditadas pela abertura econômica, a empresa lança no Brasil a primeira linha de televisores de “telas grandes””, com tamanhos que vão até 52 polegadas. Essa iniciativa colocou definitivamente a empresa em posição destacada, levando-a, nos anos seguintes, a conquistar uma liderança duradoura na fabricação de televisores no mercado brasileiro.

Na mesma década, a empresa ampliou sua fábrica em Manaus e obteve reconhecimentos importantes por sua atuação, incluindo, em 1996, o prêmio da revista Exame “Melhores e Maiores” como a Melhor Empresa do Mercado Nacional em todos os setores de atividade econômica. Nesse mesmo ano, ao fundar a Semp Toshiba Informática – criando a marca STI -, a empresa deu início s atividades na área de informática. Mais uma vez inova ao fabricar o primeiro notebook brasileiro.

Na ano 2000, a empresa entrou na era digital com o lançamento das TVs de telas planas de 29, 34 e 38 polegadas. Um ano depois (2001), a empresa coloca no mercado os televisores de plasma de 42 e 50 polegadas. Outro destaque foi o lançamento do STI Media PC (2005), computador que reúne funções de informática, áudio e TV.

Em 2006, a Semp Toshiba atingiu a marca de 2,7 milhões de televisores produzidos e vendidos em um único ano.

O pioneirismo tecnológico da empresa impulsionou também, em 2008, a produção da primeira TV LCD, com decodificador digital integrado, seguida de lançamentos da marca STI, como o celular com TV digital, entre outros produtos da era da mobilidade.

Em 2010, a empresa comemorou 10 anos de liderança no segmento de televisores com mais de 17 milhões de unidades produzidas e vendidas e também lançou sua LED TV: o primeiro televisor que leva a marca STI.

A empresa tem a mais extensa linha de LCDs do mercado, com tamanhos de 2.8, 3.5, 19, 22, 26, 32, 37, 40, 42, 46, 47, 52, 56 e 57 polegadas, além de celulares com acesso a TV Digital.

TV Brasileira

Em 1950, o aparelho que uniu a voz e a emoção do rádio às imagens, a TV ocupou lugar de destaque no Brasil.

Era o maior objeto de desejo das famílias de classe média no país, que acelerava seu desenvolvimento. Foi em setembro, mais precisamente no dia 18, que a televisão brasileira fez a sua primeira transmissão.

O pioneirismo na América Latina deveu-se ao polêmico jornalista e empreendedor Assis Chateaubriand, dono dos Diários e Emissoras Associadas, um império de jornais, revistas e estações de rádio.

Às 10 horas desse dia histórico, surgia nas telas dos primeiros televisores importados o Show da Taba, tendo como protagonista a radioatriz Yara Lins.

Depois de cumprimentar as senhoras e os senhores telespectadores, ela anunciou: “PRF 3 TV, Emissora Associada de São Paulo, orgulhosamente apresenta o primeiro programa de televisão da América Latina.” Era a TV Tupi, de Assis Chateaubriand, entrando no ar.

Poucas e privilegiadas famílias paulistanas testemunharam o nascimento da televisão no Brasil, fascinadas com as precárias imagens em preto e branco mostradas por aquele aparelho inventado nos Estados Unidos em 1936. O local escolhido foi o Automóvel Clube de São Paulo, com um banquete que reuniu 150 personalidades da época. O anfitrião era o próprio Chateaubriand, que trouxe de avião dos EUA cerca de duzentos televisores.

Nessa época, os televisores importados custavam quase o preço de um automóvel e poucas pessoas presenciaram a estreia da televisão no Brasil e durante muito tempo era comum que as salas de visita recebessem, para assistir aos programas, vizinhos, conhecidos por “televizinhos”.

Mas, menos de um ano após a primeira transmissão, o país assistia a chegada do primeiro modelo nacional: um televisor branco e preto, de 17 polegadas, fabricado pela Semp Rádio e Televisão, atual Semp Toshiba. Foi esse produto que garantiu o acesso de muitas famílias brasileiras a um novo modelo de entretenimento.

Durante os primeiros tempos, as vendas de TV dobraram de ano para ano até atingirem a marca de 85 mil unidades, em 1957, e 200 mil, em 1960. Para se ter uma ideia, atualmente o mercado movimenta mais de 10 milhões de TVs ao ano.

Invenção da Televisão

Muita gente pensa que a linha evolutiva da televisão derivou da invenção do cinematógrafo dos irmãos franceses Lumière ou ainda da Daguerreotipia, método de produção de imagens sem negativo criado pelo também francês Louis Mandé Daguerre, em 1830.

A invenção de Daguerre foi a responsável pela difusão da fotografia em 1880. Mas nem a invenção dele nem a tela grande foram as responsáveis diretas pela criação da televisão.

Em 1842, o escocês Alexander Bain conseguiu transmitir via telégrafo imagens em movimento de forma precária. Pouco antes, em 1817, o químico sueco Jakob Berzelius havia descoberto o selênio, elemento químico que o inglês Willoughby Smith comprovou ser capaz de transformar energia luminosa em energia elétrica.

Smith anunciou os resultados de seus experimentos em 1873. A descoberta do britânico levou à invenção das células fotoelétricas, inclusive daquelas utilizadas nos primeiros sistemas de televisão.

Ao patentear em 1923 o iconoscópio, ampola de vidro que seria o mais antigo antepassado tubo televisivo, o russo Wladimi Zworykin foi considerado dono de um protótipo genial. O técnico foi convidado pela Radio Corporation of America, a então RCA, a liderar a equipe que produzia o primeiro tubo de TV, chamado Orthicon, produzido em escala industrial a partir de 1945, com o fim da II Guerra Mundial.

Evolução Tecnológica

Quem liga hoje uma TV em cores com controle remoto não faz ideia de que, antigamente, era preciso esperar até 30 segundos depois de girar o botão para a TV ligar. Para a mágica acontecer, os filamentos das válvulas precisavam esquentar, para só então assistir aos programas em vários tons de cinza.

E mais: à medida que as válvulas iam envelhecendo, a imagem se tornava cada vez mais difusa. Fora isso, a falta de definição era um problema por causa da forma do cinescópio (tubo). Ele era muito comprido, o que permitia o desvio de alguns feixes de luz que vinham do fundo, no caminho até a projeção da imagem na tela. Além disso, o cinescópio de vidro transparente era revestido por uma fina camada de fósforo e que foi substituída por alumínio em 1956 fazendo com que as imagens ganhassem mais brilho.

Fora a parte tecnológica que ainda estava em seus primeiros tempos de desenvolvimento, os aparelhos eram grandes e pesados, geralmente envolvidos por móveis de madeira de lei, assim como os rádios e as vitrolas.

Em 1962, algum tempo depois do primeiro aparelho da Semp fabricado no Brasil, em 1951, a indústria nacional já produzia aparelhos de 11, 13, 19, 21 e 23 polegadas.

A evolução tecnológica deixou também na lembrança a época em que as primeiras emissoras de televisão – que funcionavam a válvula, com antenas modestas e sinais fracos – começaram a se instalar no Brasil, pois somente quem morava perto delas obtinha uma imagem sem chuviscos e interferências. Os outros telespectadores acabavam recorrendo às famosas esponjas de aço na antena interna. Mesmo com tudo isso, as transmissões e os televisores não deixaram de empolgar a população na época.

Outro capítulo da evolução tecnológica da TV iniciou-se com o desafio de transmitir as imagens em cores. O problema foi resolvido em 1954 com a criação do formato americano NTSC (National Television System Committe). Logo depois, vieram o PAL (alemão) e o Secam (francês). No Brasil, quem tinha aparelhos adaptados ao sistema PAL M já pôde assistir em cores à Copa do Mundo de 1970, transmitida via Embratel. Porém somente em 1972 a transmissão em cores teve início oficial.

Resolvido o problema de dar cor às imagens, o desafio, a partir de 1970, era aumentar o tamanho da tela. O problema era que, para aumentar a largura da tela, era preciso fabricar um tubo sempre maior. Televisores de 40 ou 50 polegadas eram enormes e custavam muito caro, além de ocuparem muito espaço em salas de tamanho convencional. Esses formatos não resistiram à onda de compactação que viria anos à frente.

O salto tecnológico da TV nos últimos vinte anos iniciou com o desenvolvimento da TV de plasma, um tipo de gás que forma as imagens.

Quando foi lançada a TV de plasma, um aparelho chegava a custar 50 mil reais e, nos primeiros anos, era objeto de desejo acessível a muito poucos. Com o rápido avanço na tecnologia e o aumento da produção, esse preço foi sendo reduzido até que se tornou um dos eletrônicos mais vendidos no Brasil.

Paralelamente a isso, o LCD, tela de cristal líquido que já frequentava monitores de computador, calculadoras, palm tops, entre outros, foi embarcado na TV com muito sucesso e vem suplantando a tecnologia de plasma no mercado, com alta qualidade e a custos cada vez mais acessíveis.

Com a disseminação dessas TVs de tela plana, veio também o lançamento da tão esperada TV Digital, um marco na história da televisão no país e já disponível na maioria dos estados brasileiros. Para ter acesso ao conteúdo de alta definição dos canais da TV aberta, é necessária a conexão de um conversor digital, que pode ser adquirido separadamente ou já estar integrado aos novos aparelhos de TV.

Entretanto as duas tecnologias – plasma e LCD – estão agora acompanhadas pela última inovação que são as TVs de LED (diodos emissores de luz). Essas TVs reproduzem imagens com excelente qualidade com o diferencial o design ultrafino. A cada avanço tecnológico, as imagens ficam mais nítidas, as telas maiores e o design mais fino. Como a velocidade da evolução da dos televisores se supera a cada ano, já se fala muito sobre a próxima febre no segmento, que é a tecnologia 3D, que promete colocar o telespectador dentro da cena.

O ritmo de inovação dos aparelhos é frenético, porém a captação (gravação), a edição e a transmissão de imagens nos novos formatos digital, HD e 3D ainda é restrita. As plataformas das novas tecnologias foram ampliadas.

Dá para assistir à TV no celular e no computador com uma antena específica (pen TV) ou via internet. Recentemente, tecnologias que permitem que o usuário assista a filmes postados no You Tube, por exemplo, foram embarcadas dentro da televisão e estão abrindo espaço para a instalação de placas e HDs que tornam a TV praticamente um híbrido TV/Computador, viável para rodar muitos aplicativos. Ou seja, a diversidade de aparelhos é imensa, com cada vez com mais recursos.

Sobre a Semp Toshiba

A Semp Toshiba é uma das maiores fabricantes de eletroeletrônicos do Brasil e possui o mais extenso portfólio de produtos do setor.

A Semp Toshiba Amazonas, localizada em Manaus, produz TVs, DVDs, áudios e telefones. A STI – Semp Toshiba Informática, de Salvador, fabrica desktops, notebooks, servidores, copiadoras multifuncionais e uma linha voltada mobilidade, com celulares, multimídia players digitais, entre outros produtos.

As marcas Toshiba, STI e Semp são reconhecidas pela inovação, pela tecnologia e, sobretudo, pela qualidade dos seus produtos.

Fundada há quase 70 anos, a Semp Toshiba possui capital majoritário nacional e conta com cerca de 4 mil funcionários, entre as unidades de Manaus, Salvador, São Paulo e Cajamar (SP).

Linha do Tempo

1942:

Fundação da Semp – Fundação da Sociedade Eletro Mercantil Paulista.
Fabricação do primeiro rádio no país.

1950: Em setembro, tem início a transmissão de sinais de televisão, com os Diários Associados (Rede Tupi).

1951:

A Semp fabrica o primeiro televisor branco e preto do País, um aparelho de 17 polegadas em preto e branco.
Ainda em 1951, lança o rádio “Capelinha”, um dos grandes sucessos de vendas da companhia.

1953: A empresa passa a se chamar Semp Rádio e Televisão S.A.

1956: Lidera o mercado na venda de rádios, televisores e eletrolas. Em rádios, sua participação de mercado supera os 50%.

1957: Lançamento dos primeiros aparelhos com Rádio, TV e Eletrola integrados.

1963: Inaugura a nova se na Av. João Dias em Santo Amaro, São Paulo

1965: Fabricação do primeiro rádio com som estereofônico produzido no país.

1966: Lançamento do primeiro Televisor 12″ Portátil produzido no País.

1970: A empresa lidera o grupo de estudos que determina a criação do padrão Pal-M para transmissões de TV em cores adotado no Brasil, influenciando o padrão de outros países na região.

1971: Início de testes de campo de televisores em cores, com transmissões experimentais em várias regiões do país.

1972: Início das transmissões e da fabricação em massa de TV em cores no mercado brasileiro. Fabricação, pela Semp, da primeira TV 20″ em cores do país. A companhia supera o número de 1.000 funcionários contratados.

1973: Em outubro, iniciam-se as atividades industriais da SEMP AMAZONAS S.A. na Zona Franca de Manaus, no estado do Amazonas.

1974: Fabricação do primeiro rádio-relógio e da primeira TV em cores de 14 polegadas.

1975: Em junho, inauguração da nova fábrica, no Distrito Industrial da Zona Franca de Manaus.

1976: Lançamento do primeiro televisor com tela de 16 polegadas e gabinete de plástico produzido no Brasil.

1977:

Nasce a joint venture Semp Toshiba, firmada entre a Semp Rádio e Televisão e a Toshiba Corporation do Japão, mantido o capital majoritariamente nacional.

Lançamento do primeiro televisor com a marca Toshiba no Brasil, que possuía o inovador sistema de olho mágico, que regula a qualidade da imagem em função da iluminação do ambiente.

1979: Lançamento Televisor 10″ Semp, o primeiro televisor em cores portátil do Brasil.

1997: Lançamento dos primeiros televisores de 29 e 34 polegadas com videocassete integrado.

1998:

Inauguração da fábrica de computadores da STI, em Salvador, Bahia.

É lançada a linha de Televisores Lumina, com controle remoto luminoso.

A STI – Semp Toshiba Informática se tornou a primeira empresa a produzir notebooks no país.

1999: Introdução da linha de Copiadoras Toshiba, com lançamento simultâneo dos modelos digitais no Brasil, Japão e EUA.

2000:

Semp Toshiba Amazonas lança a linha de televisores Tela Super Plana com modelos de 29″, 34″, 34″ widescreen e 38″.

Lança o primeiro televisor no Brasil preparado para receber imagens em alta definição.

2001

Lançamento dos televisores plasma de 42 e 50 polegadas e o primeiro DVD Áudio do Brasil..

2002:

Lançamento do primeiro televisor de tela plana de 21 polegadas com DVD integrado.

Semp Toshiba Informática é açeita a melhor empresa do Norte/Nordeste, com o prêmio “Melhores e Maiores” da Revista Exame.

2003:

A empresa obtém o certificado ISO 14001, reforçando seu comprometimento com o meio ambiente e comemora 30 anos da fábrica de Manaus.

Semp Toshiba é eleita, pela quinta vez, empresa do ano no setor eletroeletrônico, com o prêmio “Melhores e Maiores da Revista Exame” e pelo Jornal Valor Econômico.

2004:

Semp Toshiba Amazonas lança os Gravadores de DVD e o Rádio Relógio Smart Clock.

Semp Toshiba conquista o Prêmio FGV de “Excelência Empresarial” no setor eletroeletrônico.

Semp Toshiba é eleita, pela sexta vez, a empresa do ano no setor eletroeletrônico, com o prêmio “Melhores e Maiores” da Revista Exame.

2005:

Semp Toshiba Amazonas lança os Televisores com tecnologia DLP (Digital Light Processing), nos tamanhos 46″, 52″ e 62″.

Semp Toshiba informática lança o STI Média PC – Computador com Televisor de Tela LCD e conexão de rede sem fio – que apresenta o conceito de convergência digital.

2006:

Semp Toshiba Amazonas inicia, em Manaus, a fabricação de Televisores LCDs, das marcas Semp e Toshiba, e de Monitores LCDs da marca STI.

As vendas alcançam números expressivos: 2,7 milhões de TVs, 1,2 milhão de unidades na linha de áudio e 250 mil unidades de PCs e notebooks.

Faturamento de 1 bilhão de dólares.

2007:

Semp Toshiba comemora os 30 anos da “joint-venture” entre a Semp e a Toshiba Corporation.

Semp Toshiba Amazonas lança o Conversor de Sinal Digital para televisores.

Lançamento do televisor LCD Regza, com alta definição de imagem, e lançamento do conversor de sinal digital para televisores.

2008:

A Semp Toshiba é a primeira empresa brasileira a lançar uma linha completa de televisores de LCD de 32, 37, 42, 46, 52 e 57 polegadas com conversor digital integrado.

Semp Toshiba informática é a primeira empresa a fabricar o Netbook de 10″ no Brasil.

2009:

Semp Toshiba informática é a pioneira no lançamento de Computadores 13″ ULV (Ultra Low Voltage), com baixo consumo de energia e cerca de 8 horas de duração da bateria.

2010:

A empresa tem a mais completa linha de LCDs no mercado brasileiro com telas de 2,8 a 57 polegadas e comemora 10 anos de liderança no segmento de televisores com mais de 17 milhões de unidades produzidas e vendidas no período.

Apresenta ao mercado sua linha de televisores LED Ultra Slim Full HD, com espessura de apenas 2,3 cm.

Marca STI lança dois aparelhos de celular com acesso à TV Digital.

Fonte: www.semptoshiba.com.br

Veja também

Labirinto

Labirinto

PUBLICIDADE Definição Um Labirinto complicada rede irregular de passagens ou caminhos nos quais é difícil encontrar o …

Necromancia

PUBLICIDADE Definição Necromancia é o ato de se comunicar com os mortos para descobrir o …

Cistoscópio

Cistoscópio

PUBLICIDADE Definição O Cistoscópio é um instrumento tubular de metal oco, equipado com uma luz, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.