Breaking News
Home / Curiosidades / História da Nokia

História da Nokia

PUBLICIDADE

A Nokia tem uma longa história de mudança de sucesso e inovação, adaptando-se às mudanças nos mercados e tecnologias.

Desde seu início humilde com uma fábrica de papel, a empresa tem participado em vários setores ao longo do tempo: cabos, produtos de papel, pneus, botas de borracha, de consumo e produtos eletrônicos, plásticos, produtos químicos, de infra-estrutura de telecomunicações industrial e muito mais.

Mais recentemente, a Nokia foi mais conhecido por suas tecnologias de comunicação sem fio revolucionários, que o ligavam bilhões de pessoas através de redes e telefones móveis.

A história da Nokia remonta a 1865, quando o engenheiro de mineração Fredrik Idestam montou sua primeira fábrica de polpa de madeira no Tammerkoski Rapids no sudoeste da Finlândia. Poucos anos depois, ele abriu uma segunda fábrica, às margens do rio Nokianvirta, inspirando-o a nomear sua empresa Nokia Ab em 1871.

Em 1967, o que levou a nossa forma atual como Nokia Corporation, como resultado da fusão da Idestam Nokia AB, finlandesa Rubber Works, um fabricante de botas de borracha, pneus e outros produtos de borracha fundada em 1898 e trabalha Cable finlandês Ltd, fabricante de cabos de telefone e de energia fundada em 1912.

O novo Nokia Corporation teve cinco empresas: borracha, cabos, florestais, de eletrônicos e de geração de energia.

Nokia entrou pela primeira vez no mercado de equipamentos de telecomunicações em 1960, quando um departamento de eletrônica foi criada em finlandês Cable Works para se concentrar na produção de equipamentos de rádio-transmissão. Reformas regulatórias e tecnológicas têm desempenhado um papel no nosso sucesso. Desregulamentação do setor de telecomunicações europeus desde o final de 1980 estimulou a concorrência e impulsionou a demanda do cliente.

Em 1982, lançamos a primeira central telefônica local totalmente digital na Europa, e, no mesmo ano, o primeiro telefone de carros do mundo para o padrão analógico Nordic Mobile Telephone. O avanço tecnológico do GSM, que fez um uso mais eficiente das frequências e tinha maior capacidade, além de som de alta qualidade, seguiu-se a resolução europeia em 1987 para adotar GSM como o padrão digital europeu até 1 de Julho de 1991. A primeira GSM chamada foi feita com um telefone Nokia através da rede Nokia-construído de um operador finlandês chamado Radiolinja em 1991, e no mesmo ano Nokia ganhou contratos de fornecimento de redes GSM em outros países europeus.

No início de 1990, nós fizemos uma decisão estratégica para tornar telecomunicações nosso core business, com o objetivo de estabelecer uma liderança em todos os principais mercados globais. Indústria de base e não de telecomunicações operações-incluindo papel, computador pessoal, borracha, calçados, produtos químicos, usina de energia, cabo, as empresas foram-alumínio e televisão alienada entre 1989 e 1996. Em 1998, a Nokia foi a líder mundial em telefones celulares, um posicione-se por mais de uma década.

Em 2006, Nokia, que já havia sido a investir nos seus recursos de mapeamento por muitos anos, adquiriu Gate5, especialista em software de mapeamento, e depois em 2008 NAVTEQ, a fabricante baseada nos EUA de mapeamento digital e software de navegação. Hoje, a Nokia oferece serviços de localização líderes através do negócio e da marca AQUI, lançado em 2012.

Em 2007, a Nokia combinado suas operações de infra-estrutura de telecomunicações com as da Siemens para formar uma joint venture chamada Nokia Siemens Networks. NSN se tornou uma provedora líder global de infraestrutura de telecomunicações, com foco na oferta de tecnologia de banda larga móvel inovadora e serviços.

Em 2011, a Nokia juntou forças com a Microsoft para fortalecer sua posição no mercado de smartphones altamente competitivo. Nokia adotou o sistema operacional Windows Phone para dispositivos inteligentes e através de sua parceria estratégica Nokia e Microsoft conjunto sobre a criação de um ecossistema alternativa para iOS e Android rivais. Em 2011, a Nokia também começou a fazer uma série de mudanças nas operações e cultura da empresa que no decorrer dos próximos dois anos levam a encurtados os tempos de desenvolvimento de produtos, melhoria da qualidade do produto e melhor capacidade de resposta à procura do mercado.

Em 2013, a Nokia se mudou para reinventar-se com duas transações transformadoras. A primeira foi a compra da participação da Siemens na NSN, que estava chegando ao fim de uma profunda reestruturação e transformação notável. O segundo foi o anúncio da venda de substancialmente todos os dispositivos e serviços de negócios da Nokia com a Microsoft. A transação Microsoft foi originalmente anunciado em 03 setembro de 2013 e foi concluída em 25 de abril de 2014.

Um século e meio de inovação

Conheça um pouco da história da Nokia, desde um moinho de papel à beira de um rio no sudoeste da Finlândia até se tornar um líder global em mobilidade:

Primeiro século de Nokia: 1856-1967: A partir de desenhos, borracha e cabos, em apenas 100 anos a Nokia se transformou em um poderoso conglomerado industrial.
A mudança do celular: 1968-1991:
A nova corporação Nokia se destaca como pioneira no início da evolução das comunicações móveis.
Revolução do celular:
1992-1999: Com a expansão do uso de telefones celulares, a Nokia faz deste setor seu negócio principal. Na chegada do novo século a companhia já é líder mundial.
Nokia agora: 2000-hoje:
A Nokia vende seu celular número um bilhão, enquanto surge a terceira geração de tecnologia móvel. Em 2007, a companhia direciona estrategicamente seu negócio para soluções, com o oferecimento de serviços e dispositivos móveis.

Fonte: company.nokia.com

História da Nokia

Fundação

A Nokia foi originalmente fundada como uma fabricante de papel por Fredrik Idestam em 1865.

Depois de ter estabelecido uma fábrica de pasta mecânica na Finlândia Sul-ocidental, Idestam em 1868 construiu uma segunda fábrica na cidade vizinha de Nokia: ter melhores recursos para a geração de produção de energia hidroeléctrica .

Em 1971 Ideastam junto com um amigo próximo Leo Mechelin transformou a empresa numa sociedade de capitais, fundando assim a Nokia Company.

Ao longo da sua longa história, a Nokia Corporation tem desempenhado um papel importante na economia finlandesa e durante os últimos anos na economia global. Suas operações têm expandido a partir de pasta de papel para a produção de energia, a partir de botas de borracha para pneus de carro, e de cabos elétricos para computadores, centrais telefônicas e telefones celulares.

A empresa evoluiu e se expandiu tão rapidamente que até mesmo aqueles que viveram o seu desenvolvimento, por vezes, têm dificuldade de enxergar o quadro geral.

A Nokia é pioneira em mobilidade e líder mundial na fabricação de dispositivos móveis.

Hoje, a companhia conecta pessoas de novas e diferentes formas – aliando tecnologia avançada a serviços personalizados que lhes permite estar próximas do que as interessa.

Também oferece informações de mapas digitais por meio da NAVTEQ e equipamentos, soluções e serviços para redes de comunicação com a Nokia Siemens Networks.

Como companhia global e líder de mercado, a Nokia assume responsabilidades na sociedade e no planeta com muita seriedade.

A Nokia deseja ser a líder em performance ambiental ao desenvolver práticas de negócio saudáveis e desenvolvendo produtos sustentáveis.

Além disso, com a escala de suas operações, a empresa alcança comunidades por todo mundo e suporta programas para assegurar que seu impacto nelas é positivo.

Linha do Tempo

1865: Nasce a fábrica de papel que deu origem a Nokia. Após alguns anos a segunda fábrica é instalada na beira do rio Nokianvirta na Finlândia – por isso Nokia
1898:
Fundação da Finnish Rubber Works
1902:
Nokia AB entra no ramo de geração de eletricidade
1912:
Fundação da Finnish Cable Works
1960:
Finnish Cable Works lança departamento de eletrônicos, vendendo e operando computadores
1967:
As 3 empresas se fundem para formar a Nokia Corporation
1979:
Mobira Oy, joint venture da Nokia, é fundada para fazer radio-telefones
1981:
Fundado a primeira rede internacional de celulares (Nordic Mobile Telephone Service)
1982:
Mobira 450 é lançado (telefone para carros)
1984:
Lançamento do telefone portátil Mobira Talkman
1987:
Lançado o Mobira Cityman, o primeiro telefone de mão portátil da história
1991:
A primeira ligação GSM do mundo é feita e um aparelho Nokia é usado. No ano seguinte a Nokia lança o primeiro aparelho portátil GSM
1994: Primeira ligação via satélite é feita – usando um aparelho Nokia
2002:
Primeiro telefone 3G da Nokia é lançado
2005:
Marca de 1 bilhão de celulares Nokia vendidos é alcançada
2007:
Nokia reconhecida como a quinta marca mais valiosa do mundo
2008:
Inaugurada a Nokia Store SP

NOKIA LOJAS PRÓPRIAS

Usadas para demonstrar uma marca consistente e oferecer uma excelente experiência de conectividade
Demonstração e venda de aparelhos, acessórios e serviços high-end para clientes high-value
Lançamentos de produtos, atividades sociais e eventos com mídia
Espaços dedicados a treinamentos de clientes e parceiros
Não têm nenhuma intenção de competir com operadoras ou varejos tradicionais
Ser uma grande ferramenta de Branding

POR QUÊ UMA EMPRESA TIPICAMENTE FABRICANTE DECIDE ABRIR UMA LOJA PRÓPRIA?

Permitem à empresa apresentar a visão completa de sua marca
Garantem atendimento feito por funcionários com conhecimento profundo dos seus produtos e serviços
Viram uma fonte de informações diretas sobre o consumidor
Criam um espaço com potencial para divulgar ações com os principais distribuidores da empresa
Geram a oportunidade de fazer testes e inovações de forma mais rápida e simples

E EXISTEM DIFICULDADES?

Novas competências são necessárias
Necessário desenvolver um modelo de negócios completamente diferente
Mudança da cultura organizacional
Novos sistemas e processos precisam ser estabelecidos
Cuidados com legislação e burocracia

LOJA NOKIA SÃO PAULO

NOSSO OBJETIVO É OFERECER AOS CONSUMIDORES A MELHOR EXPERIÊNCIA DE CONECTIVIDADE DO MERCADO BRASILEIRO
INSPIRANDO E EDUCANDO NOSSOS CONSUMIDORES SOBRE OS BENEFÍCIOS DA MOBILIDADE
AJUDANDO AS PESSOAS A SE CONECTAREM AO QUE É IMPORTANTE PARA ELAS
EM UM ESPAÇO INOVADOR E ÚNICO
COM UMA EQUIPE QUE TRATA CADA PESSOA COMO UM CONVIDADO
SEM INOVAR, É IMPOSSÍVEL ATINGIR O NOSSO OBJETIVO!
IMITAR É SIMPLES. O DIFÍCIL É CRIAR UM CONCEITO DIFERENTE E QUE NÃO PODE SER COPIADO FACILMENTE

DESIGN

20 telas de lcd com conteúdo interativo
Painéis de led que mudam de cor constantemente
Visual clean que remete às origens da empresa
Lounge com luz e plantas naturais

VISUAL MERCHANDISING

Campanhas de marketing totalmente integradas
Comunicação simples e objetiva
Uma única linguagem para simplificar a experiência do onvidado
Iluminação na medida exata
Separação dos produtos de acordo com suas características

EXPERIÊNCIA

Aparelhos reais e conectados na rede
Interação total com os celulares e acessórios
WI-FI de 30 Mega
Laptops reforçando a convergência e conectados na web
Impressoras Bluetooth
Música Ambiente Animada
Mesa de Experiências
Campanhas que incentivam a participação
Coleta de aparelhos para reciclagem

ATENDIMENTO

Todos são tratados como convidados
Equipe altamente qualificada
Material explicativo para self-service
Mystery Shopper e pesquisas constantes para avaliação do atendimento
Área dedicada ao treinamento inidividual de cada convidado

EVENTOS

Day camps para crianças e escolas
Workshops sobre serviços
Espaço aberto para evento de parceiros
Lançamento de produtos e serviços
Eventos sociais

EM RESUMO

Para um fabricante, abrir uma loja é tarefa difícil Ao mesmo tempo, lojas conceito se tornam uma realidade cada vez maior em diversos segmentos.

Se bem montadas, as lojas podem se tornar um diferencial competitivo para isso, a empresa deve entender o que pode fazer diferente de seus concorrentes e oferecer este espaço como sua maior oportunidade de degustação da marca mas a inovação deve estar no dna da companhia ou a loja pode transformar-se em apenas mais um ponto de exposição dos produtos

Fernando Rheingantz

Fonte: www.eaesp.fgvsp.br

História da Nokia

História da Nokia
Logotipo da Nokia

História da Nokia
O logotipo da empresa finlandesa de telecomunicações, a Nokia Corporation.

A Nokia tem uma longa história.

Estes foram os momentos mais marcantes:

Foi criada em 1865, perto do rio Nokia e a sua primeira atividade esteve ligada à indústria do papel. Nesta área ganhou uma medalha na Feira Internacional de Paris e uma das apostas conseguidas ao longo de toda a história da empresa foi o «branding» em todos os produtos.

Entretanto a Nokia diversificou a sua atividade. Entrou nos setores da borracha e energia.

Em 1967 é criado oficialmente o grupo Nokia, englobando as empresas do papel, borracha e energia.

Foi através desta última área e mais exatamente através da empresa de cabos eléctricos que a Nokia fez a sua entrada no mercado da eletrônica para consumidores. Nos finais da década de 70, a Nokia e o fabricante de televisores, Salora, uniram esforços para desenvolver os telefones móveis, e na década de 80 deu-se a fusão da Salora com a Nokia. A Nokia dirigiu muito do seu negócio para a União Soviética.

A Nokia aproveitou esta oportunidade e exportou computadores, monitores, televisores, equipamentos de comunicação e modems.

A nível interno, devido a uma baixa densidade populacional, num território muito vasto, a Finlândia fez muito cedo um forte investimento em redes telefônicas fixas.

Nos anos oitenta foi liberalizado o mercado das telecomunicações o que estimulou a eficiência e a inovação.

História da Nokia

É através deste processo que a Nokia se inicia na tecnologia móvel e é pioneira mundial ao fazer a primeira ligação telefônica em GSM em 1991.

No entanto, no mesmo ano, com o colapso da União Soviética, a Nokia entra numa crise profunda.

Não foi apenas a Nokia que viveu momentos difíceis. Todo o país se ressentiu da crise soviética. A superação destes problemas foi conseguida com um novo modelo de desenvolvimento onde a Nokia teve um papel fundamental. A empresa, pela mão de, Jorma Ollila, então Presidente da Nokia Mobile Phones, fez uma profunda reformulação e apostou decididamente nas novas tecnologias e na inovação. Venderam as outras áreas de negócio e concentraram-se nos telefones móveis e redes telefônicas.

Em 1998 a Nokia alcançou a liderança no mercado dos terminais móveis e nunca mais perdeu esse lugar. Conforme diz o autor do livro «Nokia – The Inside Story» e funcionário na empresa, o segredo da Nokia foi «flexibilidade, flexibilidade, flexibilidade para se adaptar às mudanças radicais» – declarações de Martti Haikio.

Nokia: A história por dentro

Revela o segredo centenário Flexibilidade, Flexibilidade, Flexibilidade (de adaptação) Uma conversa com Martti Haikio, historiador finlandês e autor do livro agora lançado

«Nokia – The Inside Story» acaba de ser lançado em inglês no Reino Unido pela editora Pearson Education em colaboração com a Nokia e a Edita Publishing finlandesa. O seu autor é Martti Haikio, um historiador e “leitor” de História na Universidade de Helsínquia. Martti, de 52 anos, é uma referência na literatura finlandesa recente dedicada à revolução das telecomunicações e à inovação nesta indústria. «É o primeiro livro sobre a história da Nokia baseado nos arquivos da empresa, em entrevistas e na avaliação crítica académica», diz-nos o autor, que sublinha ainda o prazer de contar «a transformação de um velho produtor de papel finlandês num líder global nas telecomunicações».

Em mais de 100 anos de vida da Nokia, remexendo nos papeis de toda esta história, qual foi o segredo da longevidade que descobriu? Flexibilidade, flexibilidade, flexibilidade para se adaptar às mudanças radicais na envolvente nos últimos 137 anos – guerras civis na Finlândia e mundiais, regulamentação e desregulamentação, novas inovações, nascimento da União Europeia e globalização, etc. É claro que a razão principal desta longevidade é que nunca houve bancarrota – é claro que uma empresa tem de ser lucrativa no longo prazo para sobreviver.

1991 o ano crítico – os donos pensaram em vender a empresa centenária

Qual foi o período mais crítico na vida da Nokia?

O ano critico foi 1991. A divisão de eletrônica de consumo – produção de aparelhos de TV – estava a ter prejuízos elevados, o lucrativo mercado soviético tinha entrado em colapso, havia começado uma recessão profunda na Finlândia e uma mais suave nos mercados ocidentais e, para cúmulo, a estrutura de governação da empresa estava em profundíssima crise… Os donos pensaram inclusive em vender a empresa. E como é que avalia a mudança de rumo nesses anos de que foi protagonista Jorma Ollila?

O que aconteceu é que a terceira revolução industrial se pôs em marcha – computadores (semi-condutores), inovações nas telecomunicações (GSM e Internet) e desregulamentação dos mercados de telecomunicações… e a Nokia soube apanhar o combôio. Não creio muito na ‘globalização’ – o que aconteceu há séculos, o mais tardar desde que os barcos a vapor começaram com o tráfego intercontinental e disparou o comércio internacional regular e previsível. Qual foi a contribuição da Nokia para a imagem internacional atual da Finlândia? É uma marca mundial, com uma carga muito positiva e moderna. Reforçou claramente a imagem nternacional do país como uma sociedade de alta tecnologia.

Fonte: info.sapo.pt

História da Nokia

História da Nokia
Fredrik Idestam (1838-1916) Fundador da Nokia Presidente da Nokia Company 1871-1894

História da Nokia
Leo Mechelin

Você sabia que a Nokia, quando surgiu, não tinha nenhuma ligação com a tecnologia da forma como vemos hoje? Isso aconteceu em 1865, quando a empresa, fundada pelo engenheiro de mineração Fredrik Idestam, atuava na fabricação de papel. É isso mesmo. A empresa começou fabricando papel no sul da Finlândia.

Em 1871, Idestam associou-se a seu amigo Leo Mechelin, transformando a empresa em sociedade anônima. O nome com o qual ela seria batizada teve origem no rio Nokianvirta, que corta a cidade de Nokia.

Na virada do século, a empresa começou a se expandir, buscando novas áreas de atuação, como o mercado de borracha, o que a levou a associar-se à Finnish Rubber Works, e em 1912, no setor de cabos elétricos, levando à associação com a Finnish Cable Works.

Até 1967, as três empresas atuaram em forma de propriedade conjunta, quando foi decidida uma fusão, dando nascimento ao conglomerado Nokia Corporation. Isto abriu caminho para a empresa atuar em mais diversos tipos de negócios envolvendo a tecnologia, como a fabricação de pneus para carros e bicicletas, televisores, computadores, monitores e outros produtos eletrônicos.

Foi nessa época que a Nokia começou a prestar mais atenção ao mercado de telecomunicações, o que representaria o maior salto de toda a sua história.

No começo dos anos 60, a Nokia passou a direcionar suas atenções para o mercado de telecomunicações. Mas só em 1967, com o surgimento da Nokia Corporation, é que a empresa passou a consolidar seus negócios fabricando os primeiros equipamentos nessa área.

Até o final dos anos 70, a Nokia se manteve envolvida no setor da área de infraestrutura de telecom, atendendo o mercado e as Forças Armadas da Finlândia.

Em 1981, surge a primeira rede de telefonia celular da Escandinávia. Nessa mesma época, a Nokia começa a fabricar os primeiros telefones veiculares da região.

Os aparelhos ainda tinham um tamanho considerável e eram bem pesados se comparados aos de hoje. Só a partir de 1987 é que surge o primeiro modelo compacto, o Mobira Cityman 900, pesando a 800 gramas – considerado um baita avanço em relação aos seus antecessores. Foi o bastante para que o aparelho se tornasse popular entre os consumidores que podiam pagar por ele e exibi-lo como símbolo de status.

Fonte: www.semlimites.blog.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Fórceps

PUBLICIDADE Fórceps é um instrumento de metal com duas alças usadas especialmente em operações médicas …

Fake News

Fake News

PUBLICIDADE O que é fake news? A fake news (ou notícia falsa) é uma notícia que …

Grampo Cirúrgico

Grampo Cirúrgico

PUBLICIDADE Grampo Cirúrgico é um dos vários dispositivo cirúrgico usados para unir, prender, suportar ou …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.