Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Pronomes Possessivos  Voltar

Pronomes Possessivos

 

Pronomes Possessivos - O que é

Pronomes Possessivos são aqueles que indicam posse, em relação às três pessoas do discurso.

São eles: meu(s), minha(s), teu(s), tua(s), seu(s), sua(s), nosso(s), nossa(s), vosso(s), vossa(s).

Empregos dos pronomes possessivos

01) O emprego dos possessivos de terceira pessoa seu, sua, seus, suas pode dar duplo sentido à frase (ambigüidade).

Para evitar isso, coloca-se à frente do substantivo dele, dela, deles, delas, ou troca-se o possessivo por esses elementos.

Exemplo

Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com seus documentos.

De quem eram os documentos? Não há como saber. Então a frase está ambígua.

Para tirar a ambigüidade, coloca-se, após o substantivo, o elemento referente ao dono dos documentos: se for Joaquim: Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com seus documentos dele; se for Sandra: Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com seus documentos dela.

Pode-se, ainda, eliminar o pronome possessivo: Joaquim contou-me que Sandra desaparecera com os documentos dele (ou dela).

02) É facultativo o uso de artigo diante dos possessivos.

Exemplo:

Trate bem seus amigos. ou Trate bem os seus amigos.

03) Não se devem usar pronomes possessivos diante de partes do próprio corpo.

Exemplo:

Amanhã, irei cortar os cabelos. Vou lavar as mãos. Menino! Cuidado para não machucar os pés!

04) Não se devem usar pronomes possessivos diante da palavra casa, quando for a residência da pessoa que estiver falando.

Exemplo:

Acabei de chegar de casa. Estou em casa, tranqüilo.

As principais palavras que podem funcionar como pronomes possessivos:

Masculino Feminino
Singular Plural Singular Plural
meu meus minha minhas
teu teus tua tuas
seu seus sua suas
nosso nossos nossa nossas
vosso vossos vossa vossas
seu seus sua suas

ATENÇÃO!

Existem palavras que eventualmente funcionam como pronomes possessivos. Ex.: Ele afagou-lhe (= seus) os cabelos.

Pronomes Possessivos - Palavras

Os pronomes possessivos são palavras que exercem dupla função, na oração.

indicar a coisa possuída.

Indicar a pessoa gramatical possuidora

São os que indicam posse em relação às três pessoas do discurso:

1ª Pessoa
Masculino Feminino
Meu Minha
Meus Minhas
Nosso Nossa
Nossos Nossas
2ª Pessoa
Masculino Feminino
Teu Tua
Teus Tuas
Vosso Vossa
Vossos Vossas
3ª Pessoa
Masculino Feminino
Seu Sua
Seus Suas
Seu Sua
Seus suas

Já foi assinalado que tais palavras pertencem a mesma família dos pronomes pessoais porque a sua significacão está presa às pessoas do discurso.

Minhas filhas são lindas.

A palavra MINHAS apenas indicam que se trata da filha da pessoa que fala (EU).

Ou:

Tuas filhas são lindas.

A palavra TUAS apenas indica que se trata da filha da pessoa a quem se fala(TU).

Nota: Os pronomes possessivos devem ser empregados em comformidade com a pessoa gramatical.

Assim, quando usamos o pronome "NOS", devemos usar os possessivos correspondentes.

Nosso, nossa, nossos, nossas.

EMPREGO DO POSSESSIVO

Devemos precaver no emprego dos possessivos SEU, SUA, SEUS, SUAS, porque, muitas vezes, o seu emprego pode ocasionar ambigüidade à expressão, quando houver mais de uma terceira pessoa na oração.

Giovani foi com a namorada à sua casa

Eis a dúvida:

Foram à casa de Geovani ou à casa da namorada?

Nesses casos, para que haja clareza, coloca-se a coisa possuída próxima ao possuidor, ou então empregam-se termos ou lucuções elucidativas

Assim:

Giovani foi à casa, com a namorada

OBSERVAÇÃO

Em se tratando de partes do corpo ou faculdades do espírito, referentes ao próprio sujeito da oração, normalmente não se emprega o POSSESSIVO.

Ex: José perdeu a mala.
E não: José perdeu a sua mala.

Emprego dos pronomes possessivos

1. Normalmente, o pronome possessivo antecede o substantivo a que se refere; nada impede, porém, que ele venha posposto ao substantivo, como nos exemplos que seguem:

Recebi notícias suas.
Recebi um livro teu.
Amigos meus, não desanimem!

Observação

Pode ocorrer mudança de sentido na frase, conforme a posição do pronome pessoal.

Compare:

Recebi notícias suas. (notícias sobre você)
Recebi suas notícias. (notícias transmitidas por você)
Tenho comigo uma carta sua. (uma carta que pertence a você)
Tenho comigo sua carta. (uma carta escrita por você)

2. Em muitos casos, a utilização do possessivo de terceira pessoa (seu e flexões) pode deixar a frase ambígua, isto é, podemos ter úvidas quanto ao possuidor.

Pedro saiu com sua irmã. (irmã de quem? De Pedro, ou do interlocutor?)

Para evitar essa ambigüidade deve-se reforçar o possessivo através da forma dele (e flexões).

Pedro saiu com a irmã dele.

Neste caso, não temos dúvida alguma, pois está claro que se trata da irmã de Pedro.

Veja outro exemplo

A professora disse ao diretor que concordava com sua nomeação.

Verifique que o emprego do possessivo torna a frase ambígua, pois sua pode estar referindo ao diretor ou à professora.

Desfaz-se a ambigüidade desta forma:

A professora disse ao diretor que concordava com a nomeação dela. (da professora)
A professora disse ao diretor que concordava com a nomeação dele. (do diretor)

Observação

É considerado dispensável o uso do possessivo de terceira pessoa quando já está sendo utilizada a forma dele e flexões; entretanto, ele pode ser empregado como reforço em benefício da clareza.

Pedro saiu com sua irmã dele.
A professora disse ao diretor que concordava com sua nomeação dela.

3. Há casos em que o pronome possesivo não exprime propriamente idéia de posse. Ele pode ser utilizado para indicar aproximação, afeto ou respeito. Aquele senhor deve ter seus cinqüenta anos. (aproximação)

Meu caro aluno, procure esforçar-se mais. (afeto)
Minha Senhora, permita-me um aparte. (respeito)

4. Não se deve usar o pronome possessivo antes de termos que indiquem partes do corpo quando estes estiverem funcionando como complemento de verbos.

Quebrei minha perna. (errado)
Quebrei a perna. (certo)

Observação

A palavra seu que antecede nomes de pessoas não é pronome possessivo, mas corruptela de senhor.

Seu Humberto, o senhor poderia emprestar-me a furadeira?

Pronomes Possessivos - Classe de palavras

DETERMINANTES

Classe de palavras que normalmente precedem o substantivo ou nome e que dão indicações sobre aquilo que este expressa, limitando ou concretizando o seu significado. Concordam sempre em género com o substantivo.

DETERMINANTES POSSESSIVOS

Subclasses de palavras variáveis que exprimem a posse em relação às três pessoas gramaticais.

Pessoa um possuidor vários possuidores
singular plural singular plural
masculino meu meus nosso nossos
feminino minha minhas nossa nossas
masculino teu teus vosso vossos
feminino tua tuas vossa vossas
masculino seu seus seu seus
feminino sua suas sua suas

Fonte: members.tripod.com/www.brazilianportugues.com/www.priberam.pt

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal