Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Português / Complemento Nominal

Complemento Nominal

Complemento Nominal – O que é

PUBLICIDADE

Complemento Nominal é imprescindível para o sentido da oração estar completo.

Complemento nominal é o termo complementar reclamado pela significação transitiva, incompleta, de certos substantivos, adjetivos e advérbios. Vem sempre regido de preposição.

O complemento nominal é exigido, é essencial para que se complete a significação de um substantivo, de um adjetivo ou de um advérbio.

Existem não somente verbos que precisam ser completados em sua significação; dos substantivos, dos adjetivos e dos advérbios há também os que não têm significação absoluta; necessitam, para que sua significação se complete, de um complemento que lhe inteire a significação.

Se há substantivos adjetivos e advérbios que têm significação absoluta, como “parede”,”dedo”, “vivo” etc, há os que necessitam de um termo que lhe integre o sentido: gosto (a alguma coisa), obediência (a alguma coisa), desejo ( de alguma coisa) etc..

O complemento de palavra como estas vem a ser o Complemento Nominal.

Exemplos:

“Amor à pátria”
“Obediência ao mestre”
“Desejo de aprender” etc.

Portanto o complemento nominal é integrante, é essencial, pertence intrinsecamente ao substantivo, ao adjetivo ou a um advérbio.

Complemento Nominal – Pronomes

1. Colocação dos pronomes átonos.

Antes de nós começarmos a estudar algumas diretrizes gramaticais sobre a colocação dos pronomes oblíquos átonos (ME – TE – SE – LHE – LHES – O – A – OS – AS – NOS – VOS), faz-se necessário deixar claro que se trata de um assunto controvertido na nossa língua.

Estamos falando da colocação desses pronomes em relação aos verbos: antes, no meio ou depois deles.

Essas três posições são nomeadas da seguinte forma:

Próclise: o pronome é posto antes do verbo.
“Eu quero que você me aqueça neste inverno”
Mesóclise: o pronome é posto no meio do verbo.
Dar-te-ia tudo para que ficasses ao meu lado.
Ênclise: o pronome é posto depois do verbo.
Aqueça-me neste inverno.

A própria Gramática orienta para que as regras sejam usadas, seguindo-se o princípio da eufonia, quer dizer do som que parecer mais “belo”; a construção que soar melhor aos ouvidos.

De fato, não é bem assim: usamos os pronomes oblíquos de uma maneira, quando falamos, e eu diria que até na escrita em geral; mas a Gramática orienta para outra, não exatamente a que nos parece “soar” melhor. Esse problema já é antigo.

Leia esse poema de Oswald de Andrade, modernista da primeira metade do século passado.

Pronominais

Dê-me um cigarro
Diz a gramática
Do professor e do aluno
E do mulato sabido
Mas o bom negro e o bom branco
Da Nação brasileira
Dizem todos os dias
Deixa disso camarada
Me dá um cigarro.

Creio que você entendeu o “problema”… Nós temos a nossa maneira de usar o pronome, que não é a mesma dos portugueses; sonoridade do português brasileiro é diferente. Mesmo assim, para o vestibular, e sempre que você fizer uso da norma culta, será necessário observar algumas regras básicas.

Vamos a elas:

2. Ocorrência de próclise, ênclise e mesóclise.

2.1 A próclise é obrigatória quando houver palavra atrativa antes do verbo, desde que entre a palavra atrativa e o verbo não haja pausa, marcada na escrita por sinal de pontuação.

Casos de Próclise

1. Palavras de sentido negativo (não, nunca, ninguém, nada, jamais).

Ninguém me chamou…

2. Advérbios.

Ontem a avisaram sobre o ocorrido.
Ontem, avisaram-na sobre o ocorrido. Aqui se trabalha

3. Conjunções subordinativas e pronomes relativos.

Ele desejava que se entendessem.

4. Pronomes indefinidos, pronomes demonstrativos.

Todos se impressionaram com aqueles fatos.

5. Nas orações iniciadas por pronomes ou advérbios interrogativos.

Quem te contou isso?

6. Nas orações iniciadas por palavras exclamativas.
Como me
sinto feliz!

7. Nas orações que exprimem desejo (orações optativas).

Deus te ajude!

8. Com verbo no gerúndio precedido da preposição “em”.

Em se tratando de assuntos do coração, é melhor deixar de lado a razão.

9. Nas orações sindéticas alternativas.

Ou se decidia pela compra ou desistia de vez.

2.2 A mesóclise só ocorre se o verbo estiver no futuro do presente ou no futuro de pretérito, sem que haja fator de próclise.

Os amigos encontrar-se-ão na festa.
Os amigos não se encontrarão na festa.

2.3 A ênclise pode ser considerada a colocação básica no Brasil, pois segue a ordem direta dos elementos da oração: sujeito, verbo e complemento.

Casos de Ênclise

a) Não se inicia frase com pronome oblíquo átono.

Devolveram-me os livros.

b) Com o verbo no infinitivo impessoal.

Era necessário envolver-nos com o projeto.

Muito bem: o que ocorrerá se você tiver dois verbos formando a oração? Caso apareça uma locução verbal, você terá de analisar se há elementos para que ocorra próclise, ênclise ou mesóclise e quais os verbos principais dessa locução. Por vezes, haverá duas opções, observe.

Relembrando: locução verbal é a reunião de dois ou mais verbos para exprimir uma só ação. O primeiro verbo é chamado auxiliar; o último é o principal e está sempre no infinitivo, no gerúndio ou no particípio.

3. Colocação dos pronomes oblíquos nas locuções verbais

3.1 Verbo auxiliar + verbo principal infinitivo ou gerúndio.

a) Sem fator de próclise

Quero-lhe falar algumas coisas.
Quero falar-lhe algumas coisas.

3.2 Verbo auxiliar + verbo principal particípio

a) Sem fator de próclise

Tinha-lhe contado a verdade.

b) Com fator de próclise

Não lhe tinha contado a verdade.

Observe que se o verbo auxiliar estiver no futuro do indicativo, ocorrerá mesóclise.

Ter-me-iam entregado os convites.

Atenção: não se pode ligar pronome oblíquo a verbos no particípio.

3.3. Verbo auxiliar + verbo principal no infinitivo com preposição

Começou a se preparar para o exame.
Começou a preparar-se para o exame.

Complemento Nominal – Nome

Complemento Nominal é o termo que complementa o sentido de um nome (adjetivos, substantivos e advérbios).

Ex.: Meu pai é insubstiuível em minha vida.

IMPORTANTE:

O complemento nominal é SEMPRE precedido de preposição.

ATENÇÃO!

TERMOS EXEMPLOS COMPLEMENTO
NOMINAL
SUBSTANTIVO Todos sentem segurança em
vocês.
EM VOCÊS
ADJETIVO Já estamos próximos do amanhecer. DO AMANHECER
ADVÉRBIO Ele aguardava o resultado ao lado do amigo. DO AMIGO

ADJUNTO ADNOMINAL X COMPLEMENTO NOMINAL

Amor dos pais. X Amor aos pais.

1º termo: dos pais = adjunto adnominal
2º termo: aos pais = complemento nominal

O adjunto adnominal indica o possuidor (os pais possuem amor).

O complemento nominal indica a alvo.
(os pais receberão amor).

Complemento Nominal – Características

Dá-se o nome de complemento nominal ao termo que complementa o sentido de um nome ou um advérbio, conferindo-lhe uma significação completa ou, ao menos, mais específica.

Como o complemento nominal vem integrar-se ao nome em busca de uma significação extensa para nome ao qual se liga, ele compõe os chamados termos integrantes da oração.

São duas as principais características do complemento nominal:

sempre seguem um nome, em geral abstrato;

ligam-se ao nome por meio de preposição, sempre obrigatória.

Os complementos nominais podem ser formados por substantivo, pronome, numeral ou oração subordinada completiva nominal.

Exemplos:

Meus filhos têm loucura por futebol.
…[substantivo]

O sonho dele era saltar de pára-quedas.
…[pronome]

A vitória de um é a conquista de todos.
…[numeral]

O medo de que lhe furtassem as jóias a mantinha afastada daqui.
…[oração subordinada completiva nominal]

Em geral os nomes que exigem complementos nominais possuem formas correspondentes a verbos transitivos, pois ambos completam o sentido de outro termo.

São exemplos dessa correlação:

obedecer aos pais Þ obediência aos pais
chegar em casa Þ chegada em casa
entregar a revista à amiga Þ entrega da revista à amiga
protestar contra a opressão Þ protesto contra a opressão

É importante conhecer outras particularidades do complemento nominal, tais como:

Complemento nominal x Adjunto adnominal

É comum confundirem-se duas categorias sintáticas da língua portuguesa. Isso se verifica em relação ao complemento nominal e adjunto adnominal, já que ambas as categorias seguem um nome e podem ser acompanhadas de preposição.

É importante lembrar, então, as suas principais funções:

complemento nominal: complementa o sentido do nome, conferindo-lhe uma significação extensa e específica. Ex.: Sua rapidez nas respostas é admirável.

adjunto adnominal: acrescenta uma informação ao nome. Essa informação tem valor de adjetivo e, em princípio, é desnecessária para a compreensão da expressão. Ex.: Ela se dizia carioca da gema.

Uma regra prática para distinguir essas duas categorias sintáticas é tentar transformar o termo relacionado ao nome em adjetivo ou oração adjetiva. Se for possível o emprego de uma dessas construções adjetivas, o termo selecionado será um adjunto adnominal. Do contrário, será um complemento nominal.

Exemplos:

O menino tinha uma fome de leão.
…[fome leonina = adjetivo]

…[fome que parecia ser de leão = oração adjetiva]

…[de leão: adjunto adnominal]

A leitura de jornais é aconselhável a um bom profissional.
…[de jornais: complemento nominal]

A preposição e o complemento nominal

Dentre as características do complemento nominal destaca-se a presença obrigatória da preposição.

A preposição tem por função relacionar dois ou mais termos de uma oração. Como o complemento nominal realiza a integração com o nome ou advérbio ao qual está ligado, a preposição torna-se indispensável.

Exemplo:

A riqueza raciocínio é sempre presente nos teus trabalhos, Roberta. [Inadequado] A riqueza de raciocínio é sempre presente nos teus trabalhos, Roberta. [Adequado]

Em geral, os problemas relativos a esse tema ocorrem com a preposição “a”.

É importante lembrar: sempre que o complemento nominal tiver como preposição a palavra “a”, deve-se observar se é possível empregar a crase, obrigatória nessa posição.

Exemplos:

A boa notícia é: você está apto a pesquisa! [Inadequado] A boa notícia é: você está apto à pesquisa! [Adequado]

Quero lembrar que todos aqui devem obediência a administração geral. [Inadequado] Quero lembrar que todos aqui devem obediência à administração geral. [Adequado]

A preposição e o complemento nominal depois do Advérbio

Casos há em que o advérbio necessita de informações adicionais para que o sentido da expressão seja completo. Assim, o complemento nominal une-se ao advérbio fornecendo esse tipo de informação e, nessa ligação, a presença da preposição é obrigatória.

Exemplos:

É dispensável a tua presença, relativamente a prestação de contas da loja. [Inadequado] É dispensável a tua presença, relativamente à prestação de contas da loja. [Adequado]

NA VOZ PASSIVA

Os verbos na voz passiva apresentam o verbo principal no particípio. O particípio também representa uma forma de nome, já que pode ser empregado com valor de adjetivo (ex.: iluminado, autenticado).

Sempre que o verbo, no particípio, apresentar um complemento que acrescente informações à expressão, este será um complemento nominal e deve vir acompanhado de preposição.

Exemplos:

Esses meninos foram acostumados a desordem. [Inadequado] Esses meninos foram acostumados à desordem. [Adequado]

Complemento Nominal – Sentido

O Complemento Nominal complementa o sentido de nomes de sentido incompleto.

Sempre com preposição(a, de, em, com…).

DIFERENÇA ENTRE OBJETO INDIRETO E COMPLEMENTO NOMINAL

1.Eu necessito de ajuda.
2.Eu tenho necessidade de ajuda.

Em 1, de ajuda completa o sentido de um VTI, por isso é OI.
Em 2, de ajuda completa o sentido de um substantivo, por isso é complemento nominal.

DIFERENÇAS ENTRE COMPLEMENTO NOMINAL E O ADJUNTO ADNOMINAL

ADJETIVO OU ADVÉRBIO + PREPOSIÇÃO= SEMPRE COMPL. NOMINAL

Nosso time está confiante na vitória.
Agiu contrariamente ao esperado.

SUBSTANTIVO CONCRETO + PREPOSIÇÃO = SEMPRE ADJUNTO ADNOMINAL

As árvores da praça estão cheias de flores.

Substantivo abstrato + preposição
Se pratica a ação = adjunto adnominal
Se recebe a ação = complemento nominal

A crítica do técnico irritou os jogadores.
(pratica a ação= adjunto adnominal)

A crítica ao técnico irritou os jogadores.
(recebe a crítica= complemento nominal)

O complemento nominal também pode ser representado por um pronome oblíquo átono. Nesse caso, não virá precedido de preposição.

Caminhar a pé lhe era saudável.
(saudável a ele)
Aquele remédio nos era prejudicial.
(prejudicial a nós)

O Complemento Nominal e a oração

Tenho necessidade / de que você preste atenção.
Oração Principal Oração subordinada substantiva completiva nominal

Os alunos são favoráveis / a que a prova seja cancelada.
Oração Principal Oração subordinada substantiva completiva nominal

Mediante o estudo dos fatos linguísticos, constatamos que determinados elementos necessitam de outros que os complementem, como é o caso dos verbos e dos nomes. Dada essa realidade, ocupemo-nos em estabelecer familiaridade com o último deles (os nomes), cuja ocorrência se manifesta pelo complemento nominal.

Tendo em vista que o complemento nominal completa o sentido de nomes, sejam eles substantivos, adjetivos e advérbios, eles são regidos por uma preposição.

Dessa forma, veja:

Complemento nominal de substantivos

Como afirmado anteriormente, ele complementa o sentido de um substantivo de significação transitiva, ou seja, que necessita de algo para ser compreensível, claro.

A obediência aos pais é necessária.

Nesse caso, o substantivo abstrato “obediência” se completa por intermédio do termo “aos pais” – o qual representa o complemento nominal.

Tenho necessidade de seu carinho.

Aqui da mesma forma, haja vista que o substantivo “necessidade”, então derivado do verbo necessitar, mostra-se complementado pelo termo “de seu carinho”.

Complemento nominal de adjetivos e advérbios

Assim se classifica em virtude de complementar o sentido de adjetivos e de advérbios deles derivados.

Atentemo-nos aos enunciados que seguem:

As decisões foram favoráveis a você. (adjetivo)

Decidiram favoravelmente a você. (advérbio).

Fonte: www.nilc.icmc.usp.br/www.colegiosaofrancisco.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Topônimo

PUBLICIDADE Definição Topônimo é um nome derivado do nome de um lugar. Topônimo é o …

Estrofe

Estrofe

Estrofe é um conjunto de versos. E Verso é cada linha do poema. As estrofes são separadas por espaços ...

Redação no ENEM

Redação no Enem

A prova de redação exigirá de você a produção de um texto em prosa, do tipo dissertativo-argumentativo, sobre um tema ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+