Breaking News
Home / Português / Predicado

Predicado

Predicado – Língua Portuguesa

PUBLICIDADE

Predicado é um dos termos essenciais da oração.

Predicado é aquilo que se declara a respeito do sujeito. Nele é obrigatória a presença de um verbo ou locução verbal. Quando se identifica o sujeito de uma oração, identifica-se também o predicado. Em termos, tudo o que difere do sujeito (e do vocativo, quando ocorrer) numa oração é o seu predicado.

Tem por características básicas:

Apresentar-se como elemento determinado em relação ao sujeito

Apontar um atributo ou acrescentar nova informação ao sujeito

Assim como o sujeito, o predicado é um segmento extraído da estrutura interna das orações ou das frases, sendo, por isso, fruto de uma análise sintática.

Isso implica dizer que a noção de predicado só é importante para a caracterização das palavras em termos sintáticos.

Nesse sentido, o predicado é sintaticamente o segmento lingüístico que estabelece concordância com outro termo essencial da oração – o sujeito -, sendo este o termo determinante (ou subordinado) e o predicado o termo determinado (ou principal). Não se trata, portanto, de definir o predicado como “aquilo que se diz do sujeito” como fazem certas gramáticas da língua portuguesa, mas sim estabelecer a importância do fenômeno da concordância entre esses dois termos essenciais da oração.

Exemplos:

Carolina conhece os índios da Amazônia.
…[sujeito: Carolina = termo determinante]

…[predicado: conhece os índios da Amazônia = termo determinado]

…[Carolina: 3ª pessoa do singular = conhece: 3ª pessoa do singular]

Todos nós fazemos parte da quadrilha de São João.
…[sujeito: todos nós = termo determinante]

…[predicado: fazemos parte da quadrilha de São João = termo determinado]

…[Todos nós: 1ª pessoa do plural = fazemos parte: 1ª pessoa do plural]

Nesses exemplos podemos observar que a concordância é estabelecida entre algumas poucas palavras dos dois termos essenciais. Na frase (1), entre “Carolina” e “conhece”; na frase (2), entre “nós” e “fazemos”. Isso se dá porque a concordância é centrada nas palavras que são núcleos, isto é, que são responsáveis pela principal informação naquele segmento.

No predicado o núcleo pode ser de dois tipos: um nome, quase sempre um atributo que se refere ao sujeito da oração, ou um verbo (ou locução verbal). No primeiro caso, temos um predicado nominal e no segundo um predicado verbal. Quando, num mesmo segmento o nome e o verbo são de igual importância, ambos constituem o núcleo do predicado e resultam no tipo de predicado verbo-nominal.

Exemplos:

Minha empregada é desastrada.
…[predicado: é desastrada]

…[núcleo do predicado: desastrada = atributo do sujeito]

…[tipo de predicado: nominal]

A empreiteira demoliu nosso antigo prédio.
…[predicado: demoliu nosso antigo prédio]

…[núcleo do predicado: demoliu = nova informação sobre o sujeito]

…[tipo de predicado: verbal]

Os manifestantes desciam a rua desesperados.
…[predicado: desciam a rua desesperados]

…[núcleos do predicado: 1. desciam = nova informação sobre o sujeito; 2. desesperados = atributo do sujeito]

…[tipo de predicado: verbo-nominal]

Nos predicados verbais e verbo-nominais o verbo é responsável também por definir os tipos de elementos que aparecerão no segmento. Em alguns casos o verbo sozinho basta para compor o predicado (verbo intransitivo). Em outros casos é necessário um complemento que, juntamente com o verbo, constituem a nova informação sobre o sujeito. De qualquer forma, esses complementos do verbo não interferem na tipologia do predicado. São elementos que constituem os chamados termos integrantes da oração.

Predicado – O que é

É tudo aquilo que se informa sobre o sujeito e é estruturado em torno de um verbo. Ele sempre concorda em número e pessoa com o sujeito. Quando é um caso de oração sem sujeito, o verbo do predicado fica na forma impessoal, 3ª pessoa do singular. O núcleo do predicado pode ser um verbo significativo, um nome ou ambos.

Por exemplo:

Seu trabalho tem uma ligação muito forte com a psicanálise.

Há verbos que expressam ação (chamados de significativos).

São eles:

Verbo transitivo direto

Verbo transitivo indireto

Verbo transitivo direto e indireto

Verbo intransitivo

Há verbos que expressam estado e que são chamados de verbos de ligação, que possuem as mesmas características para um predicado nominal.

Predicado – Tipos

O predicado pode ser subdividido em Predicado nominalverbal ou verbo-nominal (também escrito verbonominal).

Predicativo é o termo da oração que atribui uma característica, uma propriedade, um estado ao sujeito

Predicativo, na análise sintática, é o termo ou expressão que complementa o objeto direto ou o objeto indireto, conferindo-lhes um atributo.

O predicativo somente aparece em predicado nominal ou verbo-nominal pois é complemento do verbo de ligação.

A formação do predicativo do objeto é feita através de um substantivo ou um adjetivo. Há duas classificações para o predicativo, predicativo do sujeito e predicativo do objeto.

Predicado verbal

Possui um verbo significativo, também denominado de verbo de ação; ou seja: verbo que exprime ação. O predicado verbal não pode ser retirado,porque faz falta na frase.

O ministro do Sítio anunciará um pacote de reajuste de impostos.

O professor de informática bloqueou o acesso dos alunos ao msn.

Bush invadiu o Iraque, baseando-se em justificativas infundadas.

Lucas foi à Escola de carro.

Note que na última frase o verbo “foi” está relacionado ao verbo “ir” e não ao verbo “ser”. Portanto, o sujeito efetuou uma ação. Caso fosse “foi” do verbo “ser”, ele assumiria o papel de verbo de ligação.

Por exemplo:

Lucas foi um aluno esperto.

Predicado nominal

Possui por núcleo um substantivo ou, normalmente adjetivo, denominado de predicativo do sujeito. Integra esse termo da oração um verbo de ligação

O acesso à internet está cada vez mais ao alcance da classe média urbana.

Finaflofim é o mais fofo.

Estou com uma Vontade louca de comer bombom!

Chico está doente.

Carlos Drummond de Andrade é um poeta notável.

Predicado verbo-nominal

Os alunos saíram da aula alegres.

O predicado é verbo-nominal porque seus núcleos são um verbo (saíram – verbo intransitivo), que indica uma ação praticada pelo sujeito, e um predicativo do sujeito (alegres), que indica o estado do sujeito no momento em que se desenvolve o processo verbal. É importante observar que o predicado dessa oração poderia ser desdobrado em dois outros, um verbal e um nominal.

Veja:

Os alunos saíram da aula. Estavam alegres como sempre.

Estrutura do Predicado Verbo-Nominal

O predicado verbo-nominal pode ser formado de:

1 – Verbo Intransitivo(não transita entre substantivos) + Predicativo do Sujeito Por Exemplo: Joana partiu contente. Sujeito Verbo Intransitivo Predicativo do Sujeito

2 – Verbo Transitivo + Objeto + Predicativo do Objeto Por Exemplo: A despedida deixou a mãe aflita. Sujeito Verbo Transitivo Objeto Direto Predicativo do Objeto

3 – Verbo Transitivo + Predicativo do Sujeito + Objeto

Por Exemplo: Os alunos cantaram emocionados aquela canção. Sujeito Verbo Transitivo Predicativo do Sujeito Objeto Direto

Saiba que: Para perceber como os verbos participam da relação entre o objeto direto e seu predicativo, basta passar a oração para voz passiva.

Veja:

Voz Ativa: As mulheres julgam os homens insensíveis. Sujeito Verbo Significativo Objeto Direto Predicativo do Objeto

Voz Passiva: Os homens são julgados insensíveis pelas mulheres. Sujeito Verbo Significativo Predicativo do Objeto

O verbo julgar relaciona o complemento (os homens) com o predicativo (insensíveis). Essa relação se evidencia quando passamos a oração para a voz passiva.

Observação: o predicativo do objeto normalmente se refere ao objeto direto. Ocorre predicativo do objeto indireto com o verbo chamar. Assim, vem precedido de preposição.

Por exemplo: Todos o chamam de irresponsável. Chamou-lhe ingrato. (Chamou a ele ingrato.)

Papel do Predicado

Assim como o sujeito, o predicado é um segmento extraído da estrutura interna das orações sendo, por isso, fruto de uma análise sintática. Isso implica dizer que a noção de predicado só se mostra importante para a caracterização das palavras em termos sintáticos.

Nesse sentido, o predicado revela-se, sintaticamente, o segmento linguístico onde se estabelece a concordância verbal com outro termo essencial da oração – o sujeito. Não se trata, portanto, de definir o predicado como “aquilo que se diz do sujeito” como o faz gramática tradicional, mas, sim, estabelecer a importância do fenômeno da concordância entre esses dois termos oracionais.

Imperioso frisar: ainda que, na realidade, somente o predicado seja, verdadeiramente, um termo essencial da oração, uma vez que não há oração que não o possua, o mesmo não se pode afirmar quanto ao sujeito que, embora seja classificado pela NGB (Nomenclatura Gramatical Brasileira) como termo essencial, de fato não o é; prova disso é a existência da Oração sem Sujeito (OSS) constituída apenas de predicado.

Predicado Verbal – O que é

No predicado verbal, o núcleo é sempre um verbo, que pode ser transitivo ou intransitivo. Para ser núcleo do predicado, é necessário que o verbo seja nocional (que demonstre uma ação).

São verbais os predicados das seguintes orações:

Os agricultores participam do protesto contra a política agrária do governo.

“Perdi o bonde e a esperança.”

Os alunos foram informados da alteração.

Verbos intransitivos: são capazes de dar uma informação completa a respeito do sujeito, não necessitando, dessa forma, de nenhum termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ele saiu.

Verbos transitivos: não são capazes de, sozinhos, formar o predicado, exigindo um termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ela contou um segredo

Predicado Verbal

O predicado verbal possui obrigatoriamente um verbo, o qual é o núcleo do predicado. O verbo é núcleo do predicado quando é nocional, ou seja, que demonstra uma ação.

Os alunos estudam todos os dias para o concurso.

Observe na frase que o verbo “estudam” evidencia uma ação: o ato de estudar, e diz respeito ao sujeito “os alunos” ao mesmo tempo que é complementado pelo restante do predicado “todos os dias para o concurso”. Porém, como

Predicado Nominal e Predicado Verbal

Predicado Nominal

Predicado Nominal é aquele que tem como o núcleo o nome que exprime qualidade, características ou estado do sujeito ou do objeto, é sempre formado por um verbo de ligação.

O núcleo do predicado nominal recebe o nome de predicativo.

No predicado nominal temos:

Verbo de ligação >> ser, estar, ficar, parecer, permanecer, andar, continuar, cair, tornar-se…
Predicativo do sujeito >> qualidade, característica ou estado que se refere ao sujeito

Resumindo:

Predicado nominal = verbo de ligação + predicativo do sujeito

Predicado Verbal

No predicado verbal, o núcleo é sempre um verbo, que pode ser transitivo ou intransitivo. Para ser núcleo do predicado, é necessário que o verbo seja nocional (que demonstre uma ação).

São verbais os predicados das seguintes orações:

Os agricultores participam do protesto contra a política agrária do governo.
“Perdi o bonde e a esperança.”
Os alunos foram informados da alteração.

Resumindo:

Predicado verbal > núcleo = verbo significativo (VI,VTD,VTI,VTDI)

Verbos intransitivos: são capazes de dar uma informação completa a respeito do sujeito, não necessitando, dessa forma, de nenhum termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ele saiu.

Verbos transitivos: não são capazes de, sozinhos, formar o predicado, exigindo um termo para completar-lhes o sentido.

Ex: Ela contou um segredo.

Fonte: www.nilc.icmc.usp.br/angelinatebet.wikispaces.com/redesagrado.com

Veja também

Normas da ABNT

Normas da ABNT, Regras, Trabalho, Científico, Acadêmico, Monografia, Padrão, Modelo, Documento, Formatação, Quais são, Normas da ABNT

Sumário

Sumário, Associação Brasileira de Normas Técnicas, (ABNT), Visão, Deve Conter, Sumário

Regras da ABNT

Regras da ABNT

Regras da ABNT, Normas, Trabalho, Associação Brasileira de Normas Técnicas, Tese, Documentos, Elementos, Regras da ABNT

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.