Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Esportes / Frescobol

Frescobol

Um esporte nascido nas praias brasileiras

PUBLICIDADE

Frescobol
Frescobol

História

O Frescobol é um esporte brasileiro, surgiu no Brasil entre 1945 e 1946, em Copacabana-RJ, após o término da IIa Guerra Mundial, idealizado pôr Lian Pontes de Carvalho, que morava no edifício de n.º 1496, na Avenida Atlântica, esquina de Rua Duvivier, já demolido.

O novo esporte teve como berço o trecho da praia compreendido entre o Copacabana Palace Hotel e a Rua Duvivier ( o chamado posto dois e meio), onde Lian, freqüentador do local e dono de uma fábrica de móveis de piscina, pranchas e esquadrias de madeira, na Rodovia Presidente Dutra, confeccionou as primeiras raquetes após a exposição do que era o “jogo de raquetes” por Oficiais Franceses, Espanhóis e Inglêses (é interessante assinalar a existência de divertimentos e jogos de raquete, desde o século XV, no norte da França.

O “jeu de paume” (jogo de palma), consistia em impulsionar uma pequena bola feita de material leve, contra uma parede ou de um lado para outro, com as mãos revestidas pôr uma luva ou correia de couro, e mais tarde, utilizando-se uma pá de madeira. No Museu do Prado, em Madri – Espanha, existe um famoso quadro de Goya datado de 1776, intitulado “El juego de pelota”, que mostra dois trios de jogadores defrontando-se em um terreno baldio, sem rede ou campo delimitado, portando longas e estreitas raquetes de madeira com pequenas cestas nas pontas, em posição similar a do frescobol. Parece tratar-se de uma variante da “pelota basca”.

Existem também, situações de jogos semelhantes, praticados na Inglaterra, no reinado de Henrique VIII, o que identifica a região Basca na Europa como introdutora deste tipo de atividade de jogo de raquetes para divertimento).

Vendidas na praia com o auxilio dos guarda-vidas (sem o intuito de patenteá-las, ele chegou a comercializar boa quantidade delas para uma loja do centro da cidade). Os que não podiam comprar ou mandar fazer suas raquetes em serrarias cortavam pedaços de madeiras nas obras dos prédios em construção na Av. Atlântica e lhes davam forma e acabamento aparando-as árdua e pacientemente com cacos de vidro, serra tico-tico e lixa.

As raquete eram rústicas e pesadas. Utilizava-se as madeiras como pinho, cedro, angelin e araucária na sua feitura. Com o tempo, os cabos foram encurtados e passou-se a pintar ou envernizar as raquetes para melhor protegê-las da água. Até 1976 jogava-se com bolas de tênis descascadas, após essa data a bolas importadas de racketball passaram a ser usadas .

O nome FRESCOBOL foi criado pois o termo “FRESCOR DO FINAL DE TARDE” era utilizado por senhoras que freqüentavam a praia à tarde. Os “gringos” que não suportaram jogar no alge do calor do RJ, misturaram os termos “FRESCO” + “BALL” e os cariocas denominaram o esporte de FRESCOBOL.

O esporte estendeu-se ao Leme e ao posto 6 sempre com um número crescente de praticantes, o que originou os primeiros atritos entre praticantes e banhistas, e que determinou a primeira proibição pela Polícia de Copacabana nos anos 50 e 51, transferindo-se para a Praia do Diabo, onde se tornaria a grande academia de frescobol (lá sua prática sempre foi tolerada e liberada).

As competições de frescobol, de acordo com diversos relatos, já se realizavam desde a década de 80 em vários estados brasileiros sem que houvesse um intercâmbio generalizado entre os atletas. Mas foi a partir de 1994 que o frescobol consagra-se como esporte competitivo de alto rendimento com a realização do I Circuito Brasileiro de Frescobol, que percorreu do Sul ao Nordeste do País, através de 10 etapas, passando pelos estados de SC, SP, RJ, ES, BA, AL, RN, CE e PE, o que possibilitou o desenvolvimento do mesmo através do intercâmbio estabelecido entre os seus adeptos. Conseqüentemente desencadeou-se o seu crescimento com a evolução técnica e a unificação das regras.

Durante muito tempo, o FRESCOBOL foi visto apenas como uma simples diversão de praia. Muitos campeonatos foram realizados em vários Estados, mas com critérios regionais e subjetivos, sempre susceptíveis a interpretações variadas e insatisfações por parte dos atletas. O FRESCOBOL tinha tudo para emplacar.

Precisava, entretanto, de Regras objetivas, específicas e unificadas para todo país. Inicialmente, foram criadas associações locais, depois o FRESCOBOL começou a ganhar espaço e surgiram as Federações Estaduais, buscando a sua profissionalização.

Nos dias 18, 19 e 20 de abril de 2003, a ABF, realizou o I Congresso Brasileiro de Frescobol, em Vitória-ES, com o objetivo de discutir a proposta apresentada pela Federação Bahiana de Frescobol – FEBAFRE. Foram três dias de construtivas discussões, com a participação ainda, da Federação de Frescobol do Estado do Rio de Janeiro – FEFERJ, da Federação Espiritosantense de Frescobol – FESFRE e da Associação Brasileira de Árbitros e Atletas de Frescobol – ABRAAF (do Estado de São Paulo), que muito enriqueceu o Novo Regulamento. Foi então elaborada uma metodologia que fosse capaz de efetuar a leitura do jogo, transformando-o em números, abstraindo ao máximo a subjetividade e criando fórmulas matemáticas, totalmente objetivas, com o auxílio dos melhores atletas e árbitros do Brasil.

Hoje o Frescobol é um dos esportes mais difundidos nas praias brasileiras, e é praticado em todos os Estados. No exterior é cada vez maior a sua prática, graças ao grande número de brasileiros residindo em praias dos U.S.A e Europa.

Frescobol – Esporte

Hoje é uma das coisas mais populares do mundo: quase impossível dar uma volta na praia e não se deparar com uma bolinha colorida de borracha pulando de um lado para o outro, enquanto é batida e rebatida por raquetes de madeira. Ou de fibra, quando estamos falando de profissionais. Mas independente de madeira ou fibra, o fato é que pouco tempo atrás essa história nem existia.

O frescobol é um esporte recente, e só começou a ser praticado por volta de 1946, logo após a segunda guerra mundial, em praias do Rio de Janeiro. Daí pra frente, a modalidade se popularizou mais e mais, chegando a ser praticada hoje em diversos países do mundo.

Um momento bem propício para um esporte como esses nascer: o frescobol deixa de lado o conflito e estimula a parceria.

Um esporte sem rivalidade, sem derrotados ou vencedores.

Com um objetivo muito simples: manter a bola sempre no ar. A prática, além de estimular a produção de endorfina, gerando prazer para o corpo, tem muitos outros benefícios.

O jogo de raquetes que adotou a areia das praias como a sua quadra, tem a capacidade de desenvolver o espírito de colaboração, o senso de trabalho em grupo e as relações de amizade. A parte física é a que mais ganha. O frescobol trabalha bastantes os braços e as pernas, ativa a respiração, acelera a resposta dos reflexos e aumenta a coordenação motora.

Para quem quer perder peso, o frescobol também não deixa nada a desejar. Com apenas meia horinha de jogo é possível perder cerca de 200 calorias. Um ótimo exercício aeróbico, capaz de ajudar tanto fora como dentro. De um lado reforça a saúde, do outro embeleza a estética.

Hoje o frescobol se profissionalizou e tem até suas práticas competitivas, com direito a federações e torneios com premiação, mas a essência do jogo, fundamentado na reciprocidade, continua a mesma. É um esporte de facílimo aprendizado, recomendado para todas as idades. E também um dos com menor custo para o praticante, pois além do equipamento ser simples, é barato e acessível.

Dicas

Trace uma linha reta imaginária e fique de frente para o seu parceiro, posicionando-se a mais ou menos 8 metros de distância.
Mantenha a atenção na bola e na raquete do outro jogador.
Segure a raquete com firmeza, na base do cabo, com o pulso e o braço formando um conjunto único.
Bata na bola com o centro da raquete, mantendo os dedos firmes para distribuir a força da pegada.
Pratique longe dos banhistas, tomando sempre cuidado com quem passa ao seu redor.

O que é

O Frescobol é praticado por uma equipe de dois ou três atletas durante um tempo determinado, caracterizando uma dupla ou trinca respectivamente, o qual utiliza uma bola de borracha e raquetes de madeira, fibra ou similar, próprias para o esporte.

No Frescobol não se joga um atleta contra o outro, uma equipe concorre com as outras equipes e a melhor apresentação vence, é um esporte de demonstração – como a ginástica rítmica, Skate, nado sincronizado, etc.

É a apresentação da cooperação pois não existem adversários e sim parceiros, companheiros.

Enquanto que na maioria dos esportes um atleta busca explorar os pontos fracos do outro, no Frescobol o atleta explora justamente os pontos fortes do companheiro.

Benefícios do Esporte:

Ensina a explorar as virtudes e nunca as deficiências dos atletas
Ensina a conviver com o erro dos outros, perdoando-os.
Ensina a se desculpar a cada erro seu
Aumenta o equilíbrio físico e mental
Melhora a coordenação motora, o reflexo e a agilidade
Melhora a concentração e a capacidade de aprendizado
Salutar e terapêutico
Estimula a busca incessante do aprimoramento
Melhora o condicionamento físico, pois é um exercício aeróbico com queima significativa de até 820 calorias/hora

Modalidades

1. Individual: Rei, Rainha e Melhor Atleta
2. Dupla: Masculina, Feminina, Mista ou Aberta*
3. Trinca: Masculina, Feminina, Mista ou Aberta*

* significa que Duplas ou Trincas masculinas, femininas ou mistas jogarão todos juntos pela mesma premiação.

Equipamentos do Frescobol

Raquete

Frescobol
Raquete em Madeira Oca

Frescobol
Raquetes em Madeira Maciça

A raquete de frescobol deverá ser de madeira, fibra, ou similar, podendo ser oca ou maciça.

Deverá ter dimensões máximas de 50 cm de comprimento, incluindo o cabo, por 25 cm de largura.

O peso da mesma depende de cada atleta, na média fica entre 250g a 450g.

O tipo de anti-derrapante (grip) usado no cabo é de livre escolha, mediante opção do atleta.

Bola

Frescobol

A bola deverá ser esférica, de borracha lisa, impermeável, despressurizada, pesar em torno de 40g e possuir diâmetro de 5,7 cm.

As marcas mais utilizadas são Penn (Azul e Amarela) e Ektelon (Azul).

Quanto a cor, qualquer uma pode ser utilizada.

Traje

Numa apresentação de frescobol, o traje mais adequado é a sunga, maiô ou biquíni, principalmente quando acontece na praia. Deve-se utilizar shorts leves e camisetas, em praças e em locais distantes da beira da praia. Na praia, os atletas deverão estar de pés descalços. Em quadras/arenas de cimento, grama, terra, ou similar, deverão calçar tênis.

Em competições oficiais, o uso de camisetas é obrigatório, devendo ser em tons pastéis, para não comprometer o desempenho dos atletas. É permitida a utilização de bonés e óculos. Outros equipamentos dependerão de prévia avaliação da comissão de arbitragem ou da organização do evento.

As partidas de frescobol são jogadas sempre com jogadores de uma mesma equipe, que podem escolher entre quatro modalidades diferentes:

Livre – Os jogadores precisam manter a bola em movimento aéreo durante o maior tempo possível;
Veloz –
A partir de um tempo dado de 1 minuto, a dupla deve rebater a bola o maior número de vezes possível;
Radical –
A bola deve ser mantida aérea durante todo o tempo da apresentação e os atletas devem atacar de maneiras diversas;
Especialistas –
Ao se apresentar, a dupla elege o especialista em ataque e o especialista em defesa. O especialista em ataque deve executar os movimentos de modo bastante diversificado e, como em outras modalidades, deve manter a bola no ar o maior tempo possível.

Equipe de Frescobol

A COMPOSIÇÃO ( DUPLA OU TRINCA )

A COMPOSIÇÃO é formada pôr dois atletas para disputa de duplas e de três atletas para disputa de trincas.

Somente os jogadores inscritos na súmula podem participar do jogo.

Nas competições oficiais é permitida a participação do treinador substituindo o distribuidor central de bolas.

Caso o serviço não seja oferecido pela organização, os atletas poderão convidar duas pessoas para pegar as bolas, durante a apresentação.

O SORTEIO ( SUGESTÕES PARA ORGANIZAÇÃO DO EVENTO )

O sorteio visa determinar a ordem de apresentação de cada composição. O sorteio deverá ser feito, no mínimo, duas horas antes da realização da competição, pela Comissão de Arbitragem, na presença dos organizadores.

Não é obrigatória, mas dentro do possível, é sugerida a presença de atletas representantes de pelo menos vinte porcento ( 20% ) das equipes inscritas, na ocasião do sorteio.

Preenchidas as quantidades de Composições (Duplas ou Trincas), previstas para o campeonato, e havendo ainda composições desejando inscrever-se, será aberta a “RESERVA DE INSCRIÇÃO”, que será utilizada em casos de desistência, não comparecimento ou impedimento de alguma composição já inscrita.

Em caso de desistência, não comparecimento ou impedimento de uma composição, a vaga será sorteada entre as equipes inscritas na Reserva de Inscrição.

As composições classificadas para a fase final, se apresentarão na ordem inversa da classificação da fase classificatória.

DESCLASSIFICAÇÃO DA COMPOSIÇÃO

Uma Dupla/Trinca receberá nota zero e será considerada desistente, nas seguintes situações:

Quando não estiver na Área de Espera que compõe a Quadra de Apresentação, no momento em que o Árbitro Central anunciar e convidar a composição a iniciar o tempo de aquecimento em quadra.

Quando houver recusa em se apresentar, por parte de um ou mais atletas.

Quando não se apresentar na hora marcada, antes do sorteio, sem justa causa.

Quando não efetuar o pagamento da taxa de inscrição, antes da apresentação.

OBS.: O não comparecimento da composição, até a hora do sorteio, permitirá à organização, incluir outra equipe inscrita antecipadamente na condição de “RESERVA DE INSCRIÇÃO”

Estilo do Jogo de Frescobol

São três os estilos de Frescobol mais comuns no Brasil:

1 – CARIOQUINHA: Estilo praticado a uma distancia máxima de 6 metros, tendo como características, o controle diagonal de bola e a velocidade
2 – CLÁSSICO:
Estilo praticado a uma distancia de 6 a 9 metros, tendo como características, as jogadas de alto impacto, com ataques e defesas constantes.
3 – LONGO:
Estilo praticado a uma distancia superior a 9 metros, podendo chegar até 20 metros, tendo como característica principal, o jogo cadenciado de bolas longas .

Forma de Apuração

A equipe terá um período de 5 ( cinco ) minutos ( 300 segundos ) para se apresentar, tais 05 minutos serão de jogo efetivo, a cada término de cada sequência o cronometro será parado, com direito a 01 ( um ) minuto de intervalo (descanso).

Na Ficha de Avaliação – “Bola em Jogo”, o Árbitro Central, que autoriza os inícios de cada seqüência, anotará a quantidade de Seqüências da Apresentação.

Além disso, ao final da apresentação o árbitro dará uma nota para a agressividade do jogo (de 01 a 10)

Na Ficha de Avaliação – “Avaliação Técnica”, os Árbitros Técnicos, anotarão as Quantidades de Bolas de Ataque, ao tempo em que avaliarão o recurso técnico (Destreza) de cada atleta, respectivamente. Ao final da apresentação os árbitros técnicos darão uma nota para a potência do ataque, apresentado pelo atleta (de 1 a 10)

Ao final da apresentação, com base na avaliação do Arbitro Central e Árbitros Técnicos, calcula-se a nota de “Bola no ar”, a nota de “Ataques”, a nota de “Equilíbrio” e a nota de “Destreza” e a nota de “Agressividade”.

A NOTA DE “BOLA NO AR”

Baseado numa tabela pré-estabelecida onde: até 05 sequencias = 50 pontos, 06 sequências = 45 pontos, 07 sequencias = 40 pontos, 8 e 9 sequencias = 35 pontos, 10, 11 e 12 sequencias = 30 pontos, 13, 14 e 15 sequencias = 25 pontos, de 16 a 20 sequencias = 20 pontos, de 21 a 25 sequencias = 15 pontos, de 26 a 30 sequencias = 10 pontos, de 30 a 40 sequencias = 5 pontos, acima de 40 sequencias = 0

A NOTA DE “ATAQUES”

Os ataques da dupla ou trinca são somados e multiplicados por .25

A NOTA DE EQUILÍBRIO

A nota de EQUILÍBRIO, é estabelecida pelo Assistente de Arbitragem, em função da Quantidade de Bolas de Ataques de um atleta em relação ao outro, computada pelos Árbitros Técnicos, na proporção abaixo:

CÁLCULO DA NOTA DE EQUILÍBRIO – NE

Calcula-se a Nota de Equilíbrio – (NE) da Dupla, Dividindo-se a Quantidade de Ataques do atleta que bateu menos – (<A), pela Quantidade de Ataques do atleta que bateu mais – (>A) e multiplicando-se o resultado pela Quantidade Total Ataques (QTA), da Dupla.
{ NE = <A : >A x QTBA}

OBS. No Quadro de Apuração Final, a Nota de Equilíbrio – NE, será multiplicada pelo peso estabelecido no Quadro (0,13), de forma a compor os percentuais que definem a Nota Final da Dupla.

Obs.1 – No caso de trincas a quantidade de ataques intermediária será descartada

A NOTA DE DESTREZA

A nota de DESTREZA, corresponde à avaliação do conjunto de recursos técnicos que o atleta apresenta durante a evolução da apresentação.

A nota é dada em função da capacidade do atleta em demonstrar desempenho satisfatório (domínio) nas bolas de ataque nos 08 quadrantes: direita alta, direita baixa, direita média, esquerda alta, esqueda baixa, esquerda média, centro médio e centro baixo.

Quando o atleta efetua ataques com bolas retas, bem direcionadas, firmes, com peso e sem efeito ele recebe apenas 01 ponto pelo ataque efetuado nas 03 posicões alto, médio e baixo do lado onde o mesmo segura a raquete, nas outras posições serão computados até 03 golpes por posição recebendo 01 ponto por cada golpe efetuado.

A nota de Destreza pode chegar ao máximo de 18 pontos por atleta.

QUADRANTES (posições) PARA ATLETA DESTRO

ATAQUE

DIREITA ALTA: …………………………………………..01 PONTO
DIREITA MÉDIA:………………………………………… 01 PONTO
DIREITA BAIXA: …………………………………………01 PONTO

ESQUERDA ALTA ……………………………………..até 03 PONTOS
ESQUERDA MÉDIA…………………………………….até 03 PONTOS
ESQUERDA BAIXA……………………………………..até 03 PONTOS

CENTRO BAIXO………………………………………….até 03 PONTOS

CENTO MÉDIO…………………………………………….até 03 PONTOS

QUADRANTES (posições) PARA ATLETA CANHOTO

ATAQUE

DIREITA ALTA: .……………………………………………até 03 PONTOS
DIREITA MÉDIA:.…………………………………………..até 03 PONTOS
DIREITA BAIXA: ……………………………………………até 03 PONTOS

ESQUERDA ALTA ………………………………………………..01 PONTO
ESQUERDA MÉDIA……………………………………………….01 PONTO
ESQUERDA BAIXA……………………………………………….01 PONTO

CENTRO BAIXO……………………………………………até 03 PONTOS

CENTO MÉDIO………………………………………………até 03 PONTOS

OBS. – As notas individuais de Destreza, indicadas nas planilhas de Avaliação Técnica, serão somadas, compondo a Nota de Destreza da dupla ou trinca.

Importante

A NOTA DE AGRESSIVIDADE

As notas de potência dadas pelos árbitros técnicos serão somadas a nota de agressividade do jogo dado pelo árbitro central

O VENCEDOR – A Dupla/Trinca vencedora será aquela que obtiver o melhor resultado no somatório da Quantidade Média de Bolas por Seqüência, Percentual de Ataques, Equilíbrio e Destreza.

As notas de potência e agressividade do jogo, são comparativas. Cabe aos árbitros técnicos balizarem a potência dos ataques (média) dos atletas na competição. Cabe ao árbitro central balizar a agressividade de cada jogo apresentado.

As regras atuais aqui descritas regulamentam o estilo de jogo clássico, que é de longe o mais praticado no Brasil ( de 06 a 08 m de distância entre os atletas)

O cronômetro só deve ser disparado quando o atleta tocar na bolinha com a raquete, o apito do árbitro central apenas autoriza o inicio da seqüência (assim com certeza, todas a duplas farão 5 min ou 300 segundos de apresentação, além disso, evita que a dupla tente de alguma maneira ser beneficiada, usando o artifício de deixar o tempo passar )

A dupla terá 06 seg. para colocar a bola em jogo após a autorização do árbitro ( A dupla que não o fizer, sem que o árbitro central julgue procedente a demora será advertida, se persistir, será desclassificada)

Em caso de duplo toque, o árbitro central deverá contar este segundo toque

Se a bolinha estourar, a seqüência será reiniciada de onde a mesma parou

Se a raquete quebrar a seqüência será dada como terminada

Se uma bolinha vier da área de aquecimento e cair na arena de competição caberá ao árbitro central analisar se o fato atrapalhou a dupla que estava se apresentando, podendo reiniciar a seqüência de onde parou ou dá-la como terminada

Todos os atletas tem direito a requisitar junto a organização as planilhas de avaliação de bola em jogo, técnica e final.

Formas de Apresentação do Frescobol

Existem duas formas de apresentação de uma partida de Frescobol.

1 – DUPLA: Praticada por dois atletas, um em cada extremidade da Zona de Jogo.
2 – TRINCA:
Praticada por três atletas, um como pivô em uma das extremidades, e dois na outra extremidade da Zona de Jogo. Durante a apresentação, os atletas deverão alternar a posição de Pivô.

OBS. Este documento, estabelece as regras para a modalidade Dupla, ficando a modalidade Trinca a ser regulamentada posteriormente.

As apresentações podem ser masculinas, femininas ou mistas.

A apresentação tem duração de 5 minutos (Tempo Regulamentar) efetivos, de bola no ar, com 1 minuto de intervalo.

A equipe vencedora, será aquela que com a bola viva (no ar), obtiver o melhor resultado do somatório dos quesitos: Nota de Bola no Ar; Nota de ataques; Nota de Equilíbrio, nota de Agressividade, nota de Destreza.

Infrações e Penalidades do Frescobol

Toda e qualquer ação contrária às regras, é considerada “INFRAÇÃO”. Bem como todo ato, ação e conduta que venha a constranger ou agredir os companheiros, os árbitros, os organizadores ou o público.

Cabe ao Árbitro Central, ouvido os demais Árbitros, julgar as Infrações e determinar as respectivas Penalidades.

Penalidade, é o tipo de punição aferida ao atleta/equipe que praticar uma infração. As Infração praticadas pelo atleta, refletem diretamente no resultado da equipe.

CLASSIFICAÇÃO DAS INFRAÇÕES

INFRAÇÕES PRIMÁRIAS ( DE PEQUENO PORTE )

Condutas Anti-Esportivas
Fixar base na Zona Proibida, discutir com o companheiro, dizer palavrões, jogar a raquete no chão em sinal de desagrado.

INFRAÇÕES SECUNDÁRIAS ( DE MÉDIO PORTE )

Conduta Grosseira
Atitudes que firam os princípios morais, éticos e de boa educação, desrespeito aos árbitros, adversários, organizadores ou ao público
Insistir na discussão com o companheiro mesmo após a Advertência, proferir palavrões mesmo advertido, discutir com o Árbitro ou com o público…

INFRAÇÕES TERCIÁRIAS ( DE GRANDE PORTE )

Conduta Ofensiva e Agressão
Palavras e gestos difamatórios, insultos, ataque físico, tentativa de agressão ao companheiro, aos árbitros, aos organizadores ou ao público
Arremessar bola ou raquete, fazer gestos obscenos, …

OBS.:

O atleta protagonista da infração que levou a desclassificação da equipe, não participará das duas competições seguintes.
As atitudes dos atletas serão avaliadas, computadas e julgadas, até o final da entrega das premiações do evento.

TIPOS DE PENALIDADES

As Penalidades podem ser de três tipos: Advertência, Perda de Pontuação e Desclassificação.

ADVERTÊNCIA – Penalidade aplicada às infrações primárias (de pequeno porte). Consiste em advertir verbalmente o atleta infrator, convidando-o a não repetir a ação. Só serão admitidas duas Advertências por atleta/composição, durante uma apresentação. A terceira advertência será acompanhada pela Penalidade – Perda de Pontuação.
PERDA DE PONTUAÇÃO –
Penalidade aplicada às infrações secundárias (de médio porte). Consiste em perder 10%(dez por cento) da nota final. Só serão admitidas duas Perdas de Pontuação por atleta/composição, durante a apresentação. A terceira será acompanhada pela Penalidade – Desclassificação da equipe.
DESCLASSIFICAÇÃO –
Penalidade aplicada às infrações terciárias (de grande porte ). Consiste na expulsão da composição da competição.

QUADRA OU CANCHA DE APRESENTAÇÃO

DIMENSÕES

A quadra ou cancha é formada pela Zona de Jogo (delimitada pelos Piquetes Sinalizadores ), pela Zona Proibida, e pela Zona de Recuperação ou Salvamento.

A quadra deverá ser retangular, plana, com as dimensões máximas de 26m X 16m, conforme os três estilos a seguir:

ESTILO DIST. ZONA DE JOGO QUADRA

Carioquinha 05m 05m x 8m 21m X 16m
Clássico 06m 06m x 8m 22m X 16m
Longo 09m 09m x 8m 26m X 16m

Os Piquetes Sinalizadores demarcam a Zona de Jogo, de largura comum de 8m, e de comprimentos, variando de acordo com o estilo, de 5m, 6m e 9m. Recuos de 4m nas laterais e de 8m nos fundos, completam a delimitação das medidas totais da Quadra / Cancha .

A DIVISÓRIA DE ISOLAMENTO

A Quadra/Cancha deverá possuir divisórias de isolamento de forma a possibilitar a menor interferência externa possível. A divisória poderá ser utilizada comercialmente pelos patrocinadores, apenas nas laterais, enquanto que os fundos da quadra deverão permanecer brancos, para não comprometer a visão da bola.

O ANTEPARO BRANCO DE VISUALIZAÇÃO

Nos fundos da Quadra, no prolongamento da posição dos atletas, deverá haver um anteparo branco, medindo (3 X 2 m) – 3 metros de largura por 2 metros de altura – para garantir a melhor visualização da bola pelo atleta.

A SUPERFÍCIE

De acordo com a competição, a superfície da quadra poderá ser de areia, terra batida, grama, saibro , cimento ou similar.

O terreno deverá ser nivelado o mais plano e uniforme possível, livre de pedras, conchas ou qualquer outro objeto que possa representar risco aos atletas.

A ILUMINAÇÃO

Para competições oficiais realizadas à noite, a iluminação deve ser de 1.100 lux a 1600 lux, medida a uma distancia de 1,10 metros de altura do piso, de forma que as fontes luminosas não venham provocar sombras entre os jogadores, ou prejudicar a visão. Nesse tipo de competição podem ser usadas bolas amarelas.

OS PIQUETES SINALIZADORES

Os Piquetes Sinalizadores deverão ser de borracha (cones de trânsito), de cores vivas e em número de quatro. Possuem a função de delimitar a Zona de Jogo, de acordo com o estilo da competição. Devem medir aproximadamente 50 cm de altura e ficar levemente enterrado na cancha.

Regras do Frescobol

O JOGO

A avaliação dos juízes começa a partir do 1º toque de bola.
Os juízes darão nota a cada sequencia jogada.
A sequencia será quebrada quando a bola tocar o solo ou o corpo de um dos atletas.
Cada sequencia será dividida nos itens: Ataque; Defesa; Velocidade.
Cada item terá notas de 0 a 5

Bonificação: As sequencias mais longas serão premiadas da seguinte forma:

Categ. PRO

De 075 a 114 toques – Bônus de 0,75 (0,25 de cada juiz)
De 115 a 154 toques –
Bônus de 1,35 (0,45 de cada juiz)
De 155 a 200 toques –
Bônus de 1,80 (0,60 de cada juiz)

Categ. AM

De 040 a 070 toques – Bônus de 0,75 (0,25 para cada juiz)
De 071 a 100 toques –
Bônus de 1,35 (0,45 para cada juiz)
De 101 a 130 toques –
Bônus de 1,80 (0,60 para cada juiz)

Os juízes darão ao final do jogo uma nota de Entrosamento que varia de 0 a 10 (incluindo meio ponto)

A Média de Entrosamento será utilizada como critério desempate.

Portanto cada Dupla terá um valor para a “Soma de Pontos” dos juízes e uma “Média de Entrosamento”.

No final do jogo serão consideradas as 5 melhores notas de cada juiz.

O número de juízes atuando por partida será de 4, sendo que ao final do jogo, após a soma dos pontos, serão eliminadas as planilhas com a maior e a menor somatória, valendo para pontuação do campeonato a soma das 2 restantes.

Os juízes levarão em conta o fundamento básico do “FRESCOBOL” que é manter a bola em jogo o maior tempo possível.

Tempo de Jogo: Duplas AM (5 minutos); Duplas PRO (6 minutos).

Cada Dupla tem direito a um tempo de 60 segundos por jogo.

Participarão das finais as 4 melhores Duplas AM e as 4 melhores Duplas PRO classificadas nas eliminatórias.

É obrigatório o uso da camiseta do evento.

Quaisquer dúvidas que não constem deste regulamento serão decididas pela Comissão Organizadora, formada pelos 4 juízes + diretor de prova.

RANKING

O ranking nas categorias AM e PRO será atualizado por etapa respeitando-se a seguinte pontuação:

1º Lugar: 100 pontos
2º Lugar
: 060 pontos
3º Lugar:
040 pontos
4º Lugar:
030 pontos

O atleta que mudar de parceiro durante o Campeonato/Circuito não acumulará os resultados de etapas anteriores.

PUNIÇÕES

Atos de indisciplina e/ou desrespeito ao público ou à organização serão punidos com advertência; suspensão e/ou multa (de 3 vezes o valor da inscrição do atleta)

Critérios de punição:

“Cartão Amarelo” – advertência
“Cartão Vermelho” – suspensão e/ou multa

Todos os casos serão decididos durante o Campeonato e a decisão será comunicada antes da premiação.

No caso de multa, esta deverá ser paga no ato, ou será descontada da premiação da Dupla (se houver).

Serão aceitos recursos somente por escrito e no prazo máximo de 5 dias úteis que deverão ser enviados a “th5 eventos” via fax, e-mail ou correio.

CATEGORIAS

AM: Duplas Masculinas / Mistas / Femininas
PRO:
Duplas Masculinas / Mistas / Femininas e Trincas (exibição)

A opção AM ou PRO deverá ser feita pelo atleta, no ato da inscrição.

Fonte: www.vivaviver.com.br/www.frescobol.org.br/www.th5eventos.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Arremesso de Peso

Arremesso de Peso

PUBLICIDADE O arremesso de peso é uma prova de atletismo moderno. A pessoa impulsiona uma …

História das Olimpíadas

História das Olimpíadas

Os Jogos Olímpicos começaram em 776 a.C. em Olímpia, na Grécia antiga, e duraram por mais de mil anos.

Rivellino

Rivellino

Rivellino, Roberto, Jogador, Futebol, Clubes, Títulos, Seleção Brasileira, Gols, Faltas, Cobrador de Faltas, Corinthians, Vida, Carreira, Rivellino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+