Breaking News
Home / Esportes / Levantamento de Peso

Levantamento de Peso

Esporte

PUBLICIDADE

O levantamento de peso vem tendo avanços significativos nos últimos tempos, apesar disso, esses avanços não são aproveitados em benefício das demais atividades profissionais, como esporte auxiliar, para desenvolvimento da força.

É um esporte que possui inúmeros movimentos para o desenvolvimento da força em diferentes posições, possibilitando uma harmonia natural que nenhum outro esporte pode oferecer, pois pode treinar o músculo e os grupos musculares em distintas posições com diferentes ângulos de esforço. O levantamento de peso é facilmente quantificado em libras e kilogramas, isto facilita uma dosificação mais simples e correta.

Tem-se utilizado esta disciplina como esporte auxiliar, em quase todos os esportes em paises desenvolvidos.

Ainda existe critério errôneo como: que provoca grandes contrações musculares e forma grandes massas corporais, impedindo o desenvolvimento em seu trabalho especifico.

A força é uma qualidade básica essencial para qualquer ocupação, ela se conjuga com outras qualidades físicas.

Entende-se por força a capacidade de superar a resistência externa ou se opor ao esforço muscular. Os exercícios de forças são aplicados em todas as idades e sexo e em ambos os casos e de acordo com as características se dosificam de diferentes formas, tendo em conta o tempo de descanso e a complexidade dos exercícios, segundo suas possibilidades, entre outros aspectos.

A força é uma capacidade física especial e esta relacionada com mudanças significativas no organismo que podem ser morfológicas, bioquímicas e fisiológicas entre outros. Para educar a força pode-se utilizar diversos implementos como bolas medicinais, cordas, bastões, paralelas, espaldares, barras fixas etc… Pois recomenda-se o levantamento de peso pelas explicações anteriores. Nesse momento é um feito que as distintas atividades profissionais podem se desenvolver fisicamente através do treinamento com peso, e que esse tipo de treinamento incrementa a preparação física necessária para realização de uma atividade especifica com maior êxito. A magnitude da superação de uma pessoa depende entre outras coisas do estado inicial e regime de treinamento empregado. A força, a flexibilidade, a resistência, a coordenação muscular, são qualidades que podem se desenvolver através do treinamento.

Cada uma destas qualidades pode conformar um excelente estado físico e são importantes para pessoas de todas atividades. As mudanças provocadas por um sistema de trabalho repercutem favoravelmente nas qualidades motoras desde o momento que elas não são totalmente independentes. E necessário destacar que para atividades que não são competitivas, o fundamental é o treinamento estável e o nível de preparação física a alcançar.

Em alguns paises desenvolvidos se conhecem inúmeros dados experimentais sobre o desenvolvimento dessa capacidade em atletas, nos paises de menos desenvolvimento esportivo os dados são sumamente escassos e separados, e quando existem são muito generalizados. Neste tipo de atividade não pode se mudar mecânicamente os princípios que regem os desportistas com relação a alcançar e manter a forma física.

O objetivo primordial é alcançar e manter um nível de preparação durante um tempo prolongado.

O levantamento de peso

O levantamento de peso é dividido em duas partes: arranque e arremesso.

Na primeira, o atleta tem que retirar o peso do chão e colocar sobre sua cabeça em um único movimento. As pernas podem ser flexionadas ou movimentadas em qualquer momento em que a barra está sendo levantada, mas devem voltar ao mesmo plano para finalizar o levantamento.

Na segunda, também chamada de “dois tempos”, o atleta suspende o peso até seus ombros para depois erguê-lo sobre a cabeça. O atleta deve manter os pés no mesmo plano durante o processo e estender as fases completamente na segunda fase. Porém, existe uma variante em que é permitido colocar um pé na frente do outro e manter as pernas flexionadas. Em caso de empate, a vitória cabe ao atleta que pesar menos. Se mesmo assim o empate persistir, ganha aquele que tiver levantado primeiro o peso vencedor.

O peso é constituído de duas partes: barra e alteres. A barra pesa 20kg para os homens e 15kg para as mulheres. Cada altere tem 2,5kg. Há 15 categorias diferentes na modalidade, separadas de acordo com o peso dos atletas. São oito categorias no masculino e sete no feminino.

Masculino – até 56kg, 56 a 62kg, 62 a 69kg, 69 a 77kg, 77 a 85kg, 85 a 94kg, 94 a 105kg e acima de 105kg.
Feminino
– até 48kg, 48 a 53kg, 53 a 58kg, 58 a 63kg, 63 a 69kg, 69 a 75kg e acima de 75kg.

As competições ocorrem sobre um tablado de 4 metros quadrado.

Existe uma regra básica: quem levanta mais peso, vence. Quem deixa a barra cair, está desclassificado.

Cada levantador tem direito a realizar três tentativas no arranque e no arremesso, prevalecendo o maior peso que se realize em cada modalidade.

Anilhas

Anilhas para barra são permitidas durante toda a competição e todos os levantamentos, desde que estejam de acordo com todas as especificações. O uso de anilhas que não estejam de acordo com as especificações atuais invalidará a competição e qualquer recorde conseguido.

As anilhas devem seguir as seguintes regras:

O tamanho do furo no meio da anilha não deve exceder 53 mm ou ser menor que 52 mm.

As anilhas devem ter os seguintes pesos: 1,25 kg, 2,5 kg, 5 kg, 10 kg, 15 kg, 20 kg, 25 kg e 50 kg.

No caso de recordes, anilhas mais leves podem ser usadas para conseguir um peso pelo menos 500 g maior que o recorde existente.

Anilhas pesando 20 kg ou mais não devem exceder 6cm de espessura.

Anilhas pesando 15 kg ou menos não devem exceder 3cm de espessura.Anilhas de borracha não precisam respeitar a espessura determinada.

As anilhas devem estar de acordo com o seguinte código de cores: 10 kg e menos – qualquer cor; 15 kg – amarelo; 20 kg – azul; 25 kg – vermelho; 50 kg – verde.

Todas as anilhas devem estar claramente marcadas com seus pesos; as mais pesadas vêm primeiro, com o peso decrescendo para que os árbitros possam ler o peso de cada uma.

A anilha mais pesada colocada na barra deve ser ajustada com a face para dentro; o restante deve ser colocado com a face para fora.

Barra

1) A barra não será trocada durante a competição a menos que esteja torta ou apresente algum problema.

2) A barra deve ser reta, bem recartilhada e marcada, respeitando as seguintes dimensões:

O comprimento total não deve exceder 2,2 m.
A distância entre os colares internos não deve exceder 1,32 m ou ser menor que 1,31 m.
O diâmetro da barra não deve exceder 29 mm ou ser menor que 28 mm.
O peso da barra e presilhas deve ser 25 kg.

Presilhas

Sempre devem ser usadas.
Devem pesar 2,5 kg cada.

Suportes para Agachamento

Os suportes para agachamento devem ter construção firme e fornecer a máxima estabilidade. A base deve ter um desenho tal que não impeça (ou atrapalhe) o levantador ou os auxiliares (anilheiros).

Todos os suportes hidráulicos devem ser capazes de ficar na altura requerida por meio de pinos.

Arbitragem

Três árbitros trabalham em frente ao tablado: um central, um na lateral direita e outro na lateral esquerda. Os árbitros são encarregados de determinar se os levantamentos realizados foram válidos ou não. Considera-se válido o levantamento feito com os pés alinhados e o peso relativamente estabilizado.

Um sistema de luzes controlado pelos árbitros é acionado quando é detectada uma infração. Se um deles ativar seu controle, e os outros seguirem sua interpretação, um alarme soará e o levantador saberá que seu levantamento não foi válido. Dessa forma, ele não precisará terminar a tentativa. Cada árbitro controlará uma luz branca e uma vermelha. Essas duas cores representam “levantamento válido” e “levantamento inválido”, respectivamente.

Depois de as luzes terem sido ativadas e acenderem, os árbitros levantarão um cartão ou placa. Na primeira falha, mostra-se um cartão vermelho; na segunda, azul, e na terceira, amarelo.

Vestuário

A roupa do pesista deve ser uma peça inteira de tecido elástico sem nenhum adesivo, acolchoamento ou divisão em quadros que não sejam necessários na manufatura. Qualquer costura, falsa ou não, que, na opinião do comitê técnico, júri ou árbitros for incorporada como forma de reforço ou suporte invalidará a roupa para ser usada na competição.

O macaquinho deve ser vestido sobre os ombros durante todo o tempo do levantamento na competição. A roupa de levantamento deve ter pernas com comprimento mínimo de 3 cm e máximo de 15 cm, sendo medido em uma linha do topo do cavalo até embaixo, na parte interna na perna. As pernas da roupa não precisam ser cortadas para formar um paralelo exato ao redor da perna. Podem ser cortadas de forma mais alta, na parte externa da perna.

Meias

As meias não podem ser tão compridas a ponto de entrar em contato com as faixas de joelho ou suporte para rótula. Meiões, fuseau ou meias-calças inteiriças são estritamente proibidas.

Cinto

Os competidores podem usar um cinto sobre a roupa de levantamento, feito com os seguintes materiais:

O corpo principal deve ser feito de couro, vinil ou material similar não elástico em uma ou mais camadas, que podem ser coladas ou costuradas.

Não pode ter um forro acolchoado, reforço ou suporte adicional de qualquer material nem na superfície nem entre as lâminas do cinto.

A fivela deve ser presa a uma ponta do cinto por tachas e costura.

Sapatos ou Botas

Os sapatos ou botas para levantadores que podem ser usados incluem: sapatilhas ou botas esportivas, botas de luta livre, botas de levantamento olímpico, sapatilhas para levantamento terra, ou qualquer cobertura para os pés que tenha formato padronizado ou estrutura com solado único. Sapatos com cravos ou travas de metal não são permitidos. Nenhuma parte da sola deve ter mais do que 5 cm.

Faixas

Apenas faixas de camadas de elástico tecidas comercialmente, que são cobertas por crepe, poliéster, algodão, ou uma combinação de dois materiais, ou crepe medicinal, são permitidas.

Estão proibidos:

Uso de óleo, graxa ou outros lubrificantes no corpo, roupas ou equipamento pessoal.
Talco de bebê, resina, talco ou breu são as únicas substâncias que podem ser usadas no corpo e na roupa, mas não nas faixas.
O uso de qualquer tipo de adesivo na parte de baixo do sapato é estritamente proibido.

Pesagem

A pesagem dos competidores não deve ocorrer antes de duas horas do início da competição.

O período de pesagem dura 1 hora e meia.

Cada levantador só pode ser pesado uma vez. Apenas aqueles cujo peso corporal for maior ou menor que os limites da categoria em que se inscreveram podem voltar à balança.

Modalidade

O levantamento de peso era uma modalidade bastante praticada no Egito e na Grécia. A ascensão do esporte, contudo, aconteceu na segunda metade do século XIX. Em 1891, foi disputado o primeiro Campeonato Mundial da modalidade, em Londres, na Inglaterra, com a presença de sete competidores de seis países diferentes.

Em Atenas, na Grécia, em 1896, a prova de levantamento de peso foi dividida em duas categorias: o levantamento com uma das mãos e com duas mãos. Dez atletas disputaram o torneio e o pódio das duas categorias foi dividido pelos mesmos três competidores. Uma medalha de ouro ficou com a Grã-Bretanha, outra com a Dinamarca e duas medalhas de bronze foram para a Grécia.

Áustria, Alemanha e França eram as principais forças da modalidade no final do século XIX e início do século XX. Depois, a hegemonia passou às mãos do Egito e dos Estados Unidos. Na década de 50, foi a vez da União Soviética tomar o controle do esporte, tendo a Bulgária como principal adversária. A guerra entre as duas nações seguiu até a década de 90, quando Turquia, Grécia e China surgiram como as novas forças do levantamento de peso.

A IWF (International Weightlifiting Federation), ou melhor, Federação Internacional de Levantamento de Peso, foi fundada em 1905 e é uma das maiores federações esportivas do mundo com 178 países filiados.

Antes do surgimento da IWF, o esporte era organizado pela Federação Internacional de Luta Livre. Desde a fundação da entidade, o levantamento de peso tem sido modificado constantemente, em busca do melhor desempenho.

O levantamento de peso está nas Olimpíadas desde 1920, em Antuérpia, na Bélgica.

O maior campeão é o turco Naim Süleymanoglu, dono de três medalhas de ouro: em 1988, em Seul, na Coréia do Sul; 1992, em Barcelona, na Espanha, e 1996, em Atlanta, nos Estados Unidos. O recorde de participações é do húngaro Imre Földi, que esteve nas competições de 1960, 1964, 1968, 1972 e 1976.

Merece destaque também o norte-americano Norbert Schemansky, medalhista em quatro edições (bronze em 1960 e 1964, prata em 1948 e ouro em 1952).

Földi protagonizou a maior história de superação no levantamento de peso. Nos Jogos de Tóquio, no Japão, em 1964, ele, que só tinha quatro dedos na mão direita, sofreu uma paralisação no indicador da mesma mão, por causa do esforço para erguer a barra, e só com três dedos conquistou a medalha de prata.

A partir das Olimpíadas de Montreal, em 1976, o exame antidoping passou a ser rigoroso para com os atletas da modalidade. Naqueles Jogos, quatro campeões perderam suas medalhas após serem flagrados usando substâncias proibidas. Já em Seul-1988, o canadense Jaqcues Demers chegou a injetar urina de outra pessoa dentro de sua bexiga para não ser pego no exame antidoping. Descoberto, acabou banido do esporte.

O levantamento de peso no Pan

Nos Jogos Pan-Americanos, a estréia do levantamento de peso aconteceu logo na primeira edição, em 1951, em Buenos Aires, na Argentina. No Pan de 1975, na Cidade do México, favorecido pela altitude, 20 recordes foram batidos no esporte. As mulheres passaram a competir apenas nos Jogos de Winnipeg, no Canadá, em 1999.

O Brasil nuca conquistou uma medalha de ouro nos Jogos. No total, conseguiu três pratas e quatro bronzes. Os vice-campeonatos foram de Bruno Barabani, na categoria até 90 kg, em 1955, na Cidade do México; Koji Michi, na 75 kg, em Winnipeg, no Canadá, em 1967; e Paulo de Sene, na 56 kg, em 1975, no México. Os bronzes foram de Luis de Almeida, na 75 kg, em Winnipeg, em 1967; Temer Chaim, na 110 kg, em 1971, em Cali, na Colômbia; Nelson Carvalho, na 90 kg, em 1979, em San Juan, Porto Rico, e Edmilson Silva, na 100 kg, em Havana, Cuba, em 1991.

O esporte também foi adotado em competições femininas nas Olimpíadas de Sydney, na Austrália, em 2000. Naqueles Jogos, o Brasil foi representado por Maria Elisabete Jorge, que ficou em décimo lugar na categoria dos 48 kg. Aos 42 anos, ela trabalhava como faxineira na época e era a atleta mais velha de sua categoria. Maria Elisabete conseguiu levantar 60 kg no arranque e 75 kg no arremesso.

Origem

A prática esportiva do levantamento de peso começou no fim do século XIX, especialmente na década de 1890, quando surgiram federações do esporte na França e na Rússia. A modalidade cresceu ao longo dos anos a ponto de incluir a participação de mulheres no fim do século XX.

Ao todo, são 15 categorias baseadas no peso dos atletas.

A disputa é dividida em três provas. No arranco, o atleta tem que colocar o peso em cima da cabeça num único movimento.

No arremesso, o atleta faz dois movimentos: primeiro, suspendendo o peso na altura dos ombros para, em seguida, erguê-lo sobre a cabeça. A soma dos desempenhos nestas duas provas determina a terceira prova.

Cada atleta tem três oportunidades para levantar os halteres.

O objetivo do levantamento de peso é bastante simples: quem levantar mais peso ganha.

Em caso de empate, a decisão vai para a balança: vence quem pesar menos. Se a igualdade persistir, ganha quem tiver levantado primeiro o peso vencedor.

Em 1951, o levantamento de peso foi disputado pela primeira vez em um Pan-americano. O esporte faz parte do calendário olímpico.

O levantamento de peso já existe como prática esportiva há 5 mil anos. Sua origem está na China, onde homens erguiam pedras, as quais posteriormente seriam unidas por varas de bambu, como forma de exercício.

No Egito, também existem registros de homens que levantavam sacos de areia para aumentar a potência muscular. A prática, no entanto, só se transformou em esporte na Grécia antiga, quando ocorreram as primeiras competições. Como era útil para os soldados, o esporte difundiu-se pela Europa e chegou à sua versão atual no século XIX, quando foi realizado o primeiro Campeonato Mundial da modalidade, em 1881.

O levantamento de peso já esteve presente nos primeiros Jogos Olímpicos modernos, disputados em Atenas, na Grécia, em 1896. A Federação Internacional de Levantamento de Peso foi criada nove anos depois. Apesar da entrada rápida no programa das Olimpíadas, o esporte só ganhou sua versão feminina em 2000, na disputa que aconteceu em Sidney, na Austrália.

Levantamento de Peso
Levantamento de Peso

Regras

Ao contrário de outras modalidades que também partem do mesmo princípio do levantamento de peso, como a musculação e o fisiculturismo, no esporte olímpico o atleta precisa ter técnica, além de força, para levantar o peso acima da cabeça.

Existem duas provas técnicas para decidir a competição. No arranco, o atleta deve erguer o peso acima da cabeça de uma só vez, sem se apoiar em nenhuma parte do corpo. Já no arremesso, o levantador ergue os halteres até o ombro, para depois levantá-lo acima da cabeça. Para que o vencedor seja conhecido, somam-se os pesos das duas modalidades. Caso haja empate, o ganhador será o atleta com menor massa corporal.

Cada levantador possui três tentativas para fazer o movimento correto, mas não pode, em hipótese alguma, encostar os pesos no chão. Caso isso aconteça, estará automaticamente desclassificado. As categorias de disputa são divididas de acordo com os pesos dos participantes e diferem entre homens e mulheres (veja tabela).

Divisão de categorias de disputa por peso do atleta

Masculino Feminino
Até 56kg Até 44kg
De 57kg a 62kg De 45kg a 48kg
De 63kg a 69kg De 49kg a 53kg
De 70kg a 77kg De 54kg a 58kg
De 78kg a 85kg De 59kg a 63kg
De 86kg a 94kg De 64kg a 69kg
De 95kg a 105kg De 70kg a 75kg
Mais de 105kg Mais de 75kg

Local, técnicas e equipamentos

Local

O levantamento de peso normalmente é praticado em um ginásio fechado, sobre um tablado de 4 m por 4 m. Os halteres utilizados têm 2,20 m de comprimento, 2,80 cm de diâmetro e 20 kg. Cada peso utilizado pelos atletas deve ter 1,25 kg, 2,5 kg, 5 kg, 10 kg, 15 kg, 20 kg ou 25 kg, mas pode ser combinado de acordo com a vontade de cada atleta. Todo levantador deve usar presilhas em seus halteres para evitar acidentes com os pesos.

Técnicas

A principal técnica necessária no levantamento de peso é o posicionamento do corpo do pesista. No arranco, por exemplo, o atleta precisa manter as costas eretas e tem de travar as articulações dos braços logo após subir o peso acima da cabeça. Já no arremesso, necessita de força nas coxas e nas costas para erguer o peso até o ombro e, posteriormente, alçá-lo acima da cabeça.

Equipamentos

Para facilitar o levantamento e evitar lesões, o pesista pode utilizar materais específicos. O tênis (ou bota) do atleta é feito de fibra de carbono e deve ter um salto de 5 cm, para que haja maior estabilidade no piso. Um cinto de suporte, de no máximo 12 cm de largura, é preso à cintura do pesista para evitar lesões no abdômen e região lombar. As joelheiras também servem para proteger a região e não podem ter mais de 30 cm de largura. A munhequeira tem o mesmo sentido prático e, no máximo, 10 cm de largura. O macacão do levantador precisa cobrir as pernas até os joelhos e pode ter mangas. A única exigência é que o cotovelo esteja sempre à mostra.

Brasil

Os primeiros registros do levantamento de peso no Brasil são do fim do século XIX. Mesmo estando no país há tantos anos, os atletas nacionais nunca se destacaram mundialmente na modalidade.

O primeiro resultado expressivo aconteceu em 1952, nas Olimpíadas de Helsinque, na Finlândia. Na oportunidade, Waldemar Viana levantou um total de 362 kg (somando-se as provas de arranco e arremesso) e ficou com a 12ª colocação na competição. Nos últimos tempos, Edmílson Dantas participou de três Jogos Olímpicos (Seul-1988, Barcelona-1992 e Atlanta-1996).

A melhor colocação de um brasileiro na história dos Jogos, porém, aconteceu em 2000, em Sidney, na Austrália, quando Maria Elisabete Jorge terminou em nono lugar.

Regras do Levantamento de Peso

O esporte tem 15 categorias de peso e três tipos de prova. Arranco, em que o atleta tem de colocar o peso acima da cabeça com apenas um movimento.

No arremesso, o atleta faz dois movimentos: primeiro, suspende o peso na altura dos ombros para depois erguê-lo sobre a cabeça.

A terceira prova, o aproveitamento total, resulta da soma dos desempenhos das duas outras provas. Cada atleta tem três oportunidades para levantar os halteres.

A divisão entre os atletas no masculino é: acima de 105kg, entre 94kg e 105kg, de 85kg a 94kg, entre 77kg e 85kg, de 69kg a 77kg, entre 62kg e 69kg, de 59kg a 62kg e abaixo de 59kg.

As das mulheres são: acima de 75kg, entre 69kg e 75kg, de 63kg a 69kg, entre 58kg e 63kg, de 53kg a 58kg, entre 48kg e 53kg e abaixo de 48kg.

As competições de levantamento de peso desenvolvem-se sobre um tablado de 4 por 4 metros.

Existe uma regra básica: quem levanta mais peso, vence. Do mesmo modo, quem deixa a barra cair, está automaticamente desclassificado.

Todos os atletas de uma mesma divisão ou categoria competem juntos. No caso de haver mais de dezessete competidores, dois grupos são formados e, ao final, ordenam-se os resultados de ambos os grupos.

Cada levantador tem direito a realizar três tentativas no arranco e no arremesso, tomando-se como oficial o maior peso que se realize em cada modalidade.

O arranco é o primeiro exercício da competição e consiste em levantar a barra em um só movimento desde a plataforma até a completa extensão dos braços acima da cabeça. Já no arremesso, o atleta levanta a barra em dois tempos, com uma parada obrigatória na altura do peito.

São somados então os resultados das duas modalidades e aquele que realizar o maior total será o vencedor da divisão ou categoria. Em caso de empate o atleta que pesou menos em sua categoria será declarado o vencedor.

As categorias masculinas são as seguintes: até 56 kg, 62, 69, 77, 85, 94, 105 e mais de 105 kg. Já as mulheres são separadas em até 48 kg, 53, 58, 63, 69, 75 e mais de 75 kg.

Três árbitros trabalham em frente ao tablado, sendo um central, um lateral direito e um lateral esquerdo. Os árbitros estão encarregados de determinar se os levantamentos realizados foram validos ou não. Considera-se válido o levantamento feito com os pés alinhados e o peso relativamente estabilizado.

Glossário de Levantamento de Peso

A:

Anilha – Também conhecido como disco, é o cilindro que varia de cor de acordo com seu peso.
Anilheiro
-Ajudante do atleta, responsável por colocar os discos nas barras.
Agachamento
– Movimento que o pesista faz na hora em que inicia o levantamento.
Agarrada
– Forma de segurar a barra.
Arranque
– Consiste em levantar a barra em um único movimento desde a plataforma até a completa extensão dos braços acima da cabeça.
Arremesso –
Consiste em levantar a barra em dois tempos: da plataforma até o peito e do peito até a completa extensão dos braços acima da cabeça.

B:

Barra – Onde são fixados os discos de peso. Para os homens, a barra tem 2,2m de comprimento, 2,5cm de espessura e pesa 20kg. Na competição feminina, a barra tem 2,01m por 2,5cm de diâmetro e 15kg.

C:

Cinturão abdominal – Cinto de 12 cm de largura usado pelos atletas para manter a coluna ereta.

D:

Disco – O mesmo que anilha.

M:

Macaquinho – Roupa única de lycra usada pelo atleta para reduzir o atrito e facilitar o deslizamento da barra.

P:

Pesista – Atleta que pratica levantamento de peso olímpico.
Plataforma
– Quadrado de 4 metros quadrados, em cima do qual os atletas competem.
Presilha –
Componente de metal que fixa os pesos na barra.

S:

Sapatilhas – Tênis de cano alto feito de couro ou camurça, com salto de madeira de até quatro centímetros.

T:

Tarimba – Tablados de quatro metros de lado no qual os atletas competem.

Fonte: br.esportes.yahoo.com/www1.uol.com.br/pan2007.globo.com/www.iwf.net

Veja também

Nilton Santos

Nilton Santos, Jogador, Futebol, Vida, Clubes, Títulos, Nascimento, Seleção Brasileira, Titular, Carreira, Nilton Santos

Gilmar

Gilmar, Futebol, Jogador, Títulos, Goleiro, História, Clubes, Gols, Seleção Brasileira, Atuação, Mundial, Jogos, Carreira, Gilmar

Leônidas

Leônidas, Jogador, Futebol, Clubes, Títulos, Biografia, Capitão, Ídolo, Diamante Negro, Treinador, Vida, Carreira, Leônidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.