Breaking News
Home / Esportes / Esqui Cross Country

Esqui Cross Country

PUBLICIDADE

Esqui Cross Country
Esqui Cross Country

História

O Cross-Country é provavelmente um dos mais exigentes esportes de inverno.

A competição é dividida em dois eventos: o clássico e o Freestyle.

As corridas são feitas contra o relógio que variam de sprints de 400 metros a maratonas de 50 km ou mais.

Na competição clássica os esquiadores dão longos passos em paralelo em pistas demarcadas na neve. Os eventos mais rápidos de Freestyle são executados em terrenos fofos e requerem uma técnica similar a utilizada na patinação.

Os circuitos de Cross-Country possuem grandes variações com subidas, descidas e terrenos irregulares.

Os esquiadores clássicos utilizam de várias técnicas como o diagonal Stride (esquis paralelos e sempre dentro das áreas marcadas); Double poling (utilizando ambos os bastões e planando na neve ao mesmo tempo para mover o esqui para frente) e o herrigbone (utilizado para subidas).

Já os atletas do Freestyle utilizam técnicas clássicas, mas com os esquis voltados para fora.

O esqui cross-country, conhecido também como “maratona na neve”, é o esporte de inverno que mais exige fisicamente o atleta.

Dividido em categorias pela distância percorrida e estilo, a modalidade exige que o competidor esquie por longos trechos de neve e enfrente obstáculos naturais.

O vencedor é aquele que terminar o percurso no menor tempo.

Esta é a prática mais antiga de esqui e tem origem nos povos do norte da Europa, que precisavam se locomover na neve por muitos quilômetros para sobreviver.

O Esqui Cross Country

Maratona de esqui, em que os atletas percorrem grandes distâncias, é uma das modalidades do esqui nórdico, esporte que faz parte do programa dos Jogos Olímpicos de Inverno.

O cross country é a modalidade mais antiga de esqui, sendo muito difundida na Suécia, Noruega, Finlândia e Rússia, principalmente devido à falta de áreas montanhosas íngremes e desiguais nesses países.

Os primeiros campeonatos de cross country foram realizados na metade do século 19. Atualmente, cinco provas de resistência tanto no masculino como no feminino são disputadas nos Jogos Olímpicos.

Entre homens, fazem parte do programa os 10, 15, 30 e 50 km individual e o revezamento 4 x 10 km, enquanto as mulheres participam dos 5, 10, 15 e 30 km individual e do revezamento 4 x 5 km.

Em Salt Lake City, o Brasil teve pela primeira vez representantes na modalidade, que faz parte da Olimpíada de Inverno desde a primeira edição, em Chamonix-24.

O cross-country, abrange desde provas de fundo de 50 km para os homens e de 30 para as mulheres até provas de sprint. Existem também maratonas que podem atingir os 100 km. Todas as corridas exigem uma grande resistência física, assim como uma técnica eficiente.

Esqui Cross Country

TÉCNICA CLÁSSICA

Estilo diagonal. É necessário dar passos onde os esquis são colocados na diagonal principalmente em partes da pista que são a subir. Não se pode deslizar sobre a neve.

TÉCNICA LIVRE

Várias técnicas são usadas, sendo o deslizar sobre a neve a mais comum.

SPRINT

Os 32 ou 16 melhor qualificados competem num sistema eliminatório com dois ou quatro atletas em cada round. Percorrem uma distância que pode variar entre os 600 e os 2000m.

COMPETIÇÃO POR EQUIPES

Os países competem uns contra os outros com 4 atletas que alternam entre as técnicas clássica e livre. Todas as equipas começam juntas.

CORRIDA DE ESTAFETAS

As várias nacionalidades competem entre si numa equipa de dois competidores que alternam cada round num total de 4-6 rounds.

PARTIDA EM GRELHA

Forma de partida baseada no resultado da 1ª mão.

PARTIDA EM MASSA

Todos os competidores partem juntos.

Esqui Cross Country
Esqui Cross Country

Provas

As provas de cross country são realizadas normalmente quando os atletas de fundo estão no período de treinamento de base, após o final da tempora e durante o inverno no hemisfério norte, razão dos Campeonatos Mundiais de Cross Country serem realizados anualmente no mês de março.

As provas de cross country caracterizam-se por corridas realizadas em percursos gramados e que podem contar obstáculos naturais a serem transpostos pelos atletas, sendo admitido até um pequeno curso de água.

Regras

Em qualquer competição o atleta é penalizado se obstruir o caminho de outro atleta, queimar a largada ou modificar seus esquis durante a prova.

Os competidores ainda poderão ser penalizados, no estilo clássico, se impedirem a ultrapassagem de outro competido na primeira tentativa na linha marcada e no final do percurso.

Uma competição de esqui cross-country apresenta 12 modalidades.

As mulheres competem nas modalidades sprint, sprint por equipes, perseguição, 10 km, 30 km e revezamento.

Já os homens competem nas modalidades sprint, sprint por equipes, 15km, 50km, perseguição e revezamento.

O esquiador deve percorrer um trajeto, seja na prova contra o relógio ou na saída em massa.

Regras básicas

Velocidade individual (feminino): São no máximo seis esquiadoras por série que percorrem de 800m a 1,4km no estilo clássico (passadas alternadas).

Os principais classificados disputam novas baterias de quartas-de-final, semifinal e a final com as seis melhores. Classificação sempre por tempo.

Velocidade individual (masculino): Mesmo processo feminino, porém a distância é entre 1km e 1,8km.

10km estilo livre (feminino): As competidoras saem a cada 30 segundos e percorrem a distância de 10km em estilo livre de esquiar (empurram os dois esquis simultaneamente e fazem, de forma alternada, uma passada com as pernas).

A classificação é por tempo registrado.

15km estilo livre (masculino): Mesmo processo feminino, porém com a distância de 15km.

15km estilo combinado (feminino): Saída coletiva sendo que todas percorrem primeiro a distância de 7,5km no estilo livre.

Com o cronômetro ainda acionado, como no triatlo, as esquiadoras trocam de equipamento para executar a mesma distância no estilo clássico.

A classificação final é definida à medida que forem chegando.

30km estilo combinado (masculino): Mesmo processo feminino, porém com as distâncias de 15km para cada estilo.

30km largada coletiva (feminino): Todos as esquiadoras largam conjuntamente para percorrer a maior prova feminina de cross-country. A classificação é pela chegada.

50km largada coletiva (masculino): Mesmo processo feminino, porém com a distância de 50km.

Velocidade por equipe (feminino): São duas atletas por equipe que percorrem alternadamente, cada uma, três trechos iguais de prova (800m a 1,4km cada trecho).

Classificação por tempo. São disputadas séries eliminatórias, semifinais e final com as 10 principais duplas.

Velocidade por equipe (masculino): Mesmo processo feminino, porém com a distância de 1km a 1,8km por trecho.

Revezamento 4x5km (feminino): Como uma prova de revezamento de atletismo ou natação.

As esquiadoras (uma por país) saem conjuntamente e vão cedendo a vez para a companheira seguinte a cada 5km. A atleta que chega tem de tocar nas costas da próxima para esta sair.

É completada após as quatro esquiadoras cumprirem o percurso total de 20km. As duas primeiras esquiam no estilo clássico e as duas últimas no livre.

Revezamento 4x10km (masculino): Mesmo processo feminino, porém com a distância de 10km para cada um dos quatro esquiadores. 

O que é

Esqui Cross Country

O esqui-cross-country também é conhecido popularmente como esqui de fundo, e designa uma competição com esquis em pistas com subidas, descidas e trechos planos, fazendo com que o competidor apresente um bom desempenho físico e resistente, já que se trata realmente de uma maratona no gelo.

As provas e categorias são divididas conforme as modalidades masculinas e femininas, até mesmo os quilômetros percorridos, variando entre 10 a 15 km de percurso com muitos obstáculos, subidas realmente altas. Existem também provas realizadas com o revezamento de atletas de uma mesma equipe.

A competição feminina só obteve brilho e registro oficial nas Olimpíadas de Inverno de 1952 quando a competição foi realizada em Oslo na capital Norueguesa.

A resistência e precisão nas curvas e descidas são essenciais para uma boa prova, até mesmo em equipe na qual os competidores revezam de acordo com as retas e linhas demarcadas em toda a pista.

Esqui Cross Country – Esporte

O esporte do esqui cross country engloba uma variedade de formatos para corridas de esqui cross country sobre cursos de diferentes comprimentos de acordo com as regras sancionadas pela Federação Internacional de Ski e por organizações nacionais, como o Ski EUA e Associação Snowboard e Ski Cross Country Canadá.

As competições internacionais incluem os nórdicos FIS Campeonato Mundial de Esqui, a Copa do Mundo País FIS Cruz, e nos Jogos Olímpicos de Inverno.

Essas corridas ocorrer ao longo homologados cursos, cuidadas destinadas a apoiar eventos estilo clássico e livres, onde os esquiadores podem empregar esqui skate.

Também engloba eventos transversais de maratona do esqui do país, sancionadas pela Federação Worldloppet Ski e eventos de orientação de esqui cross country, sancionadas pela Federação Internacional de Orientação.

Unidades militares noruegueses estavam esquiando para o esporte no século 18.

Concorrência tem vindo a evoluir para torná-lo mais interessante para os espectadores.

Vídeo – Esqui Cross Country

Fonte: www.geocities.com/www.esportesdeaaz.com.br/finslab.com

Veja também

Nilton Santos

Nilton Santos, Jogador, Futebol, Vida, Clubes, Títulos, Nascimento, Seleção Brasileira, Titular, Carreira, Nilton Santos

Gilmar

Gilmar, Futebol, Jogador, Títulos, Goleiro, História, Clubes, Gols, Seleção Brasileira, Atuação, Mundial, Jogos, Carreira, Gilmar

Leônidas

Leônidas, Jogador, Futebol, Clubes, Títulos, Biografia, Capitão, Ídolo, Diamante Negro, Treinador, Vida, Carreira, Leônidas

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.