Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Esportes / Esqui Alpino

Esqui Alpino

PUBLICIDADE

Esqui Alpino
Esqui Alpino

O que é

É o mais popular dos desportos de inverno e o mais realizado em todas as estâncias de ski.

Existem 4 disciplinas dentro do ski alpino que testam a técnica, o equilíbrio, a força e a coragem:

Downhill: Uma corrida que inclui uma variedade de curvas desafiadoras, assim como saltos e fases de deslize em que os esquiadores atingem as velocidades máximas de todas as disciplinas de ski alpino.
Slalom Super Gigante (Super-G):
Uma corrida de alta velocidade, com curvas largas, disputada numa única mão. Inclui também fases de salto e de deslize.
Slalom Gigante:
Competição que tem como objetivo atingir o melhor dos tempos de duas corridas em pistas diferentes. É uma disciplina que requer viragens precisas.
Slalom:
É realizado em dois percursos diferentes onde os tempos são combinados. Exige extrema agilidade e equilíbrio.
Combinado:
As provas alpinas de combinado testam a habilidade do competidor nas provas de Downhill e Slalom onde no final se conjugam os dois tempos.

No esqui alpino, os competidores esquiam por um percurso em declive, em alta velocidade e desviando de obstáculos.

O objetivo é completar o trajeto no menor tempo possível.

A modalidade é disputada por homens e mulheres, nas categorias: downhill, slalom, slalom gigante, super gigante e combinado.

Além disso, existe um espaço de passagem obrigatória. E é justamente esse espaço que diferencias as categorias na modalidade.

No downhill elas estão mais distantes, permitindo atingir velocidades de 120km/h.

Já no slalom super gigante, no slalom gigante e no slalom essa distância é menor, respectivamente, o que vai aumentando a dificuldade do competidor.

O esqui alpino é esporte dos Jogos Olímpicos de Inverno desde 1936, em Garmisch-Partenkirchen, na Alemanha.

História

Esqui Alpino
Esqui Alpino

O esqui alpino faz parte do calendário olímpico desde 1936, quando foi realizada a prova combinada. Já em 48, o evento teve a inclusão do downhill e do slalom.

Quatro anos depois, o giant slalom foi introduzido, enquanto a prova combinada foi excluída da programação. O evento só retornou em 1988, quando também foi iniciada a disputa do super-G.

A Áustria detém o domínio das provas de esqui alpino em toda a história. O país ganhou 77 medalhas, sendo 24 de ouro. Suíça vem em segundo lugar, com 48 medalhas, seguida pela França, que tem 37.

Esqui Alpino – Esporte

Este esporte é mais uma variação do esqui, onde o participante deve realizar uma descida com velocidade, passar por pontos obrigatórios e “lutar” contra o relógio. Ele está nas olímpiadas desde 1938 na edição de Garmisch-Partenkirchen na Baviera, Alemanha.

Os jogos olímpicos também eram o Campeonato Mundial do esporte, foi em 1985 que o Mundial começou a ser realizado de forma independente.

O Esqui alpino é uma evolução do esqui cross-country, foi desenvolvida uma estrutura para poder levar os participantes de volta ao topo da montanha para poder desfrutar do esporte inúmeras vezes sem se desgastar com a subi.

O principal desafio dos praticantes do Esqui alpino é controlar a velocidade na descida, para isso é necessário saber a técnica de esqui downhill que é o controle da velocidade por meio de alternar a posição entre esquerda e direita.

Origem

O esqui alpino foi introduzido no programa olímpico em 1936, nos Jogos de Garmisch – Partenkirchen, na Alemanha, com duas provas para homens e mulheres.

Com o cancelamento dos Jogos Olímpicos de 1940 e 1944, em virtude da Segunda Guerra Mundial, a modalidade voltou em Saint-Moritz Suíça , em 1948, com seis provas.

No esqui alpino, o atleta desce a montanha em alta velocidade com seus esquis sobre a neve e tem de desviar de obstáculos e correr contra o tempo. O espaço entre as passagens obrigatórias diferencia as provas.

No downhill, elas estão mais distantes, permitindo atingir velocidades de mais de 120km/h, e vão ficando mais próximas no slalom supergigante, no slalom gigante e no slalom (também chamado de slalom especial), respectivamente.

No combinado, vence o atleta que tiver a menor soma de tempo em uma descida de downhill e uma de slalom especial.

Os Equipamentos necessários para a prática do esporte são:

Esqui Alpino
Dois bâtons.
Dois esquis (para cada pé).
Capacete, para prevenir impactos

Provas

Downhill (masculino e feminino)
Slalom supergigante (masculino e feminino)
Slalom gigante (masculino e feminino)
Slalom (masculino e feminino)
Combinado (masculino e feminino)

Downhill (DH) – Tem o percurso mais longo e, por isso, apresenta as velocidades mais elevadas do esqui alpino. Cada esquiador faz uma descida única e o melhor tempo determinará o vencedor.
Super Gigante (SG) 
– Prova que combina a velocidade do downhill com a precisão do Slalom Gigante. Cada esquiador faz uma descida única, sendo classificados de acordo com os tempos mais baixos.
Slalom Gigante (GS) 
– Versão similar ao Slalom, com poucas curvas em uma pista mais larga. É uma prova de alta velocidade e técnica. Cada atleta fará duas descidas (senão for desclassificado na primeira) com percursos diferentes na mesma inclinação. Os tempos das duas descidas são somados e o menor tempo total determinará o vencedor.
Slalom Especial (SL) 
– Prova técnica. Tem o menor percurso e as curvas mais rápidas. Como no Slalom Gigante, cada um dos esquiadores faz duas descidas com percursos diferentes na mesma inclinação e no mesmo dia. Os tempos das duas descidas são somados e vence quem fizer o menor tempo total.
Combinado (C) – 
Prova que combina em um só dia o Downhill com o Slalom Especial. 

Em todas as modalidades, se o atleta perder qualquer uma das portas (gates), será desclassificado. 

Fonte: www.geocities.com.www.conhecimentosgerais.com.br

Esqui Alpino

Consiste em descer a montanha passando pelo meio das marcações ao longo do percurso no menor tempo possível.

Este esporte tem mais de 150 anos de existência e ganhou força no início do século 20, com o aparecimento de estações de esqui e teleféricos (evitaram o desgaste de subir a montanha a pé). 

É disputado em cinco modalidades: downhill, slalom, slalom gigante, supergigante e combinado.

A diferença entre cada uma é o tamanho e a inclinação do percurso, e quantas vezes o atleta pode descer a montanha para fazer seu melhor tempo. 

Conheça as regras por categorias

Downhill feminino: É a prova que tem o percurso mais longo e em que as atletas atingem a maior velocidade (aproximadamente 130 km/h). Cada esquiadora tem direito a apenas uma descida e a que fizer o menor tempo fica com o título.

É a mais veloz das provas (pode chegar a mais de 150km/h) no maior dos percursos. Cada esquiadora sai sozinha do starter, no topo da montanha, disparando o cronômetro. Desce num trajeto sinuoso (largura média de 30m) com curvas mais abertas e saltos, até cruzar a linha de chegada. Cada esquiadora tem apenas uma descida que determina a classificação final. Uma queda durante o percurso, desclassifica a atleta.

Downhill masculino: É a prova que tem o percurso mais longo e em que os atletas atingem a maior velocidade (aproximadamente 130 km/h). Cada esquiador tem direito a apenas uma descida e o que fizer o menor tempo fica com o título. Mesmo sistema que o feminino, porém num percurso mais desafiador.

Slalom feminino: Considerada a prova mais difícil deste esporte pois, por ser praticada na montanha mais baixa, o espaço de passagem entre os obstáculos é menor. Como no slalom gigante, são duas descidas. Somam-se os tempos para determinar o campeão.

Considerada a prova mais técnica do esqui alpino, pois cada esquiadora desce a montanha em zigue-zague, passando bem junto às várias bandeiras (ou portas), tendo espaço menor para as manobras. A distancia é a menor de todas. Uma queda ou erro de porta acarreta eliminação. A classificação também é a soma dos tempos de duas baterias. Na segundo descida participam apenas os 30 melhores tempos da primeira.

Slalom gigante feminino: É uma versão similar a do slalom, só que com menos obstáculos. A competidora tem direito a duas descidas, cada uma em percursos diferentes, mas ambas com a mesma distância. Os tempos são somados, e quem fizer a menor marca é o vencedor.

Parecida com a descida em slalom especial, mas aqui o número de obstáculos é menor. Cada uma das duas descidas é feita em pista diferente e a soma dos tempos é que possibilita também a classificação.

Slalom gigante masculino: É uma versão similar a do slalom, só que com menos obstáculos. O competidor tem direito a duas descidas, cada uma em percursos diferentes, mas ambas com a mesma distância. Os tempos são somados, e quem fizer a menor marca é o vencedor. Mesmo sistema que o feminino.

Slalom masculino: Considerada a prova mais difícil deste esporte pois, por ser praticada na montanha mais baixa, o espaço de passagem entre os obstáculos é menor. Como no slalom gigante, são duas descidas. Somam-se os tempos para determinar o campeão.

Slalom supergigante feminino: Combina a velocidade do downhill com a agilidade requerida no slalom. Também nesta prova, a esquiadora tem apenas uma chance de fazer o melhor tempo e conquistar a medalha de ouro.

Slalom supergigante masculino: Combina a velocidade do downhill com a agilidade requerida no slalom. Também nesta prova, o esquiador tem apenas uma chance de fazer o melhor tempo e conquistar a medalha de ouro.

Supercombinado feminino: Consiste de uma descida de downhill seguida de duas de slalom. As três marcas são somadas, e a vencedora é a que fizer o menor tempo total.

Supercombinado masculino: Consiste de uma descida de downhill seguida de duas de slalom. As três marcas são somadas, e o vencedor é o que fizer o menor tempo total.

Vídeo – Esqui Alpino

Fonte: rederecord.r7.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Arremesso de Peso

Arremesso de Peso

PUBLICIDADE O arremesso de peso é uma prova de atletismo moderno. A pessoa impulsiona uma …

História das Olimpíadas

História das Olimpíadas

Os Jogos Olímpicos começaram em 776 a.C. em Olímpia, na Grécia antiga, e duraram por mais de mil anos.

Rivellino

Rivellino

Rivellino, Roberto, Jogador, Futebol, Clubes, Títulos, Seleção Brasileira, Gols, Faltas, Cobrador de Faltas, Corinthians, Vida, Carreira, Rivellino

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+