Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Turismo / Bonito

Bonito

Por que visitar Bonito?

PUBLICIDADE

Quem anda pelas estradas da região de Bonito, mesmo sendo um observador atento, jamais imagina o que a mata densa do cerrado esconde dos olhos de quem passa ao largo. Os atrativos turísticos de Bonito são verdadeiras jóias da natureza! Rios de águas totalmente cristalinas, povoados de uma variedade enorme de vida, onde é possível realizar flutuação ou mergulho com cilindro.

Em alguns deles são encontradas mais de quarenta espécies de peixes e inúmeras espécies de plantas compõe a paisagem sub aquática. Outros, formam cachoeiras belíssimas, que pela grande quantidade de calcário dissolvido em suas águas e sua conseqüente deposição sobre rochas, troncos e folhas, conferem à cachoeira um aspecto muito peculiar e interessante.

Bonito

Como se não bastasse toda a beleza dos rios na região de Bonito e da Serra da Bodoquena, ainda existem as cavernas. Estas foram formadas há milhões de anos na rocha calcária. Algumas são inundadas, total ou parcialmente, acrescentando ainda mais beleza aos interiores ricamente decorados.

Formações de espeleotemas como estalactites, cortinas, estalagmites e muitas outras, conferem a estes lugares o aspecto de verdadeiros santuários, são como catedrais góticas, que parecem ter servido de inspiração ao mais famoso arquiteto espanhol, Antonio Gaudí. Por este motivo, Bonito é um paraíso para o mergulho em caverna, cave divers e amantes de aventura.

As características geológicas e climáticas da região da Serra da Bodoquena são sem dúvida o fator contribuinte mais importante para a manutenção deste cenário. A rocha calcária, da qual é formada quase toda a Serra da Bodoquena, permeia por seu interior num complexo sistema hídrico, toda a água captada das chuvas, o que faz dissolver muito deste mineral nestes rios subterrâneos. Este excelente “sistema de tratamento” natural é o que mantêm os rios de Bonito sempre transparentes.

Bonito

Bonito firmou-se no cenário nacional como um dos melhores destinos de ecoturismo do Brasil, não só por sua ecologia e beleza dos atrativos turísticos mas também por sua organização e qualidade de serviços.

Entre as principais atividades feitas pelos visitantes em Bonito destacam-se: os passeios de flutuação (snorkeling), as trilhas passando pelas cachoeiras, passeio de bote nos rios e o mergulho com cilindro que pode ser feito nos rios, lagos e cavernas.

A rede hoteleira de Bonito conta com mais de 4.000 leitos entre hotéis e pousadas, com opções para todos os gostos e bolsos, como o Hotel Wetiga, o Eco-Resort Zagaia, o Hotel Marruá, o Hotel Águas de Bonito, Pousada Olho dágua, a rede internacional de Albergues da Juventude – o Bonito HI Hostel, que oferece aos seus visitantes qualidade, economia e interação com viajantes de diversos países em um só lugar, entre outras opções.

O cuidado com a natureza e a consciência de preservação se reflete na atitude de todos os envolvidos com atividades turísticas em Bonito. Desde o acompanhamento obrigatório de Guias de Turismo, até a criação de RPPNs, execução de Planos de Manejo e Estudos de Impacto Ambiental, percebe-se o comprometimento de toda uma comunidade com a guarda e conservação dos atrativos turísticos, jóias do cerrado, que são verdadeiros tesouros para futuras gerações.

A proximidade com o Pantanal torna possível aos turistas extenderem sua viagem e conhecer outro destino de ecoturismo brasileiro.

Os principais passeios de ecoturismo e aventura da região de Bonito são: Recanto Ecológico Rio da Prata, Rio Sucuri, Gruta do Lago Azul, Estância Mimosa Ecoturismo, Abismo Anhumas, Boca da Onça, Buraco das Araras, Rio do Peixe, Ceita Curé, Passeio de Bote no Rio Formoso, Aquário Natural – Baia Bonita, Arvorismo, Boia-Cross, Parque Ecológico Rio Formoso, Bonito Aventura, Balneário do Sol, Praia da Figueira, Fazenda San Francisco.

Fonte: bonitobrazil.com.br

Bonito

O município de Bonito, no Mato Grosso do Sul, é conhecido como “paraíso das águas”. E se o codinome que recebeu não é mera força de expressão, também pode-se dizer que uma cidade nunca mereceu tanto o nome que tem. De fato, quem vai a Bonito não tem como ficar indiferente com a limpidez das águas dos rios e a beleza da paisagem do lugar.

Bonito é um paraíso para quem gosta de praticar rapel, mergulho, trekking, cavalgada, motocross, rafting ou para os que preferem simplesmente contemplar a natureza.

Distante 1.200 km de São Paulo e 1.444 km do Rio de Janeiro, a região de Bonito possui centenas de cachoeiras, lagos, rios, mais de 80 cavernas, grutas e paredões rochosos e flora e fauna riquíssimas.

Para quem pensa que uma quantidade tão grande de atrações ecológicas em uma mesma região não apresenta diferenças, Bonito desfaz esta idéia. Cada passeio reserva uma surpresa e tem beleza e característica própria.

Berço de três rios de águas cristalinas -Baía Bonita, Prata e Sucuri- uma viagem pelas águas de pelo menos um destes sítios ecológicos é obrigatória para quem visita a região. Os passeios são feitos por meio de flutuação, com roupas de neoprene e snorkel, proporcionando ao visitante um contato direto com peixes e plantas e uma visão deslumbrante da paisagem que existe no fundo dos rios.

A visão de uma catedral gótica decorada com esculturas naturais faz de uma visita a uma das grutas ou cavernas da região um passeio imperdível. A Gruta do Lago Azul e o Abismo Anhumas são os mais indicados, tendo em vista que uma parte das cavernas e grutas da região está sendo estudada pelo Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) para poderem ser liberadas para visitação.

Para contemplar a região e fazer um programa divertido, o passeio de bote pelo rio Formoso está em quase todos os roteiros de quem vai a Bonito. O rio tem pequenas cachoeiras e quedas d‘água que proporcionam um rafting leve e que pode ser feito até por crianças.

Propriedade particular

Um aspecto que chama atenção em Bonito é a estrutura montada para receber o visitante. A maioria dos locais tem excelente infra-estrutura e percebe-se o cuidado para não agredir a natureza, fazendo com que as construções necessárias sejam adaptadas ao ambiente.

Quase todos os locais abertos para visitação são de propriedade particular e estão dentro de fazendas. Algumas desenvolvem apenas a atividade turística, outras procuram harmonizar a pecuária com o ecoturismo.

Fonte: www1.folha.uol.com.br

Bonito

Das belezas naturais de Bonito e região, as águas cristalinas é um motivo que chama a atenção de quem deseja visitar o destino de ecoturismo. Aos mergulhadores certificados e aos que desejam mergulhar pela primeira vez, o mergulho com cilindro é uma ótima opção de atividade. Confira informações sobre os principais pontos de mergulho da região:

Recanto Ecológico Rio da Prata – Jardim (MS): O visitante realiza o mergulho acompanhado por um mergulhador profissional experiente em um mundo de águas cristalinas, repleto de variadas espécies de peixes e vasta vegetação. O mergulho no Rio da Prata ocorre em profundidades entre 5 e 7 metros e tem duração de 30 e 40 minutos, em média e não há necessidade do visitante ter credencial de mergulho. Localizado a 51 km de Bonito.

Lagoa Misteriosa – Jardim (MS)

A Lagoa Misteriosa é reconhecida pelas suas águas azuis cristalinas que impressionam por conta da incrível transparência e profundidade. No atrativo turístico é possível realizar Mergulho com Cilindro em quatro categorias, são elas: Batismo – Profundidade máxima de 8 metros (para os que não possuem curso de mergulho); Autônomo Básico – Profundidade máxima de 18 metros (para quem tem certificação Open Water Scuba Diver), Autônomo Avançado – Profundidade máxima de 25 metros (para quem tem certificação Advanced Open Water Scuba Diver) e Mergulho Técnico para mergulhadores que possuem credencial Cave Diver e Normoxic Trimix Diver para profundidade de 60 metros. Para quem quiser conhecer a Lagoa de uma ou tra forma poderá realizar a atividade de flutuação. Localizada a 36 km de Jardim e 51 km de Bonito.

Abismo Anhumas – Bonito (MS): Para chegar ao fundo da caverna é preciso enfrentar um rapel de 72 metros, equivalente a um prédio de 30 andares. A enorme caverna possui formações rochosas magníficas e um belíssimo lago de águas cristalinas, que podem ser explorados por flutuação ou mergulho com cilindro (mediante apresentação de credencial), alcançando profundidade de até 18 metros. Localizado a 23 km de Bonito.

Fonte: www.portalbonito.com.br

Bonito

Os inúmeros córregos, nascentes, grutas e cavernas inundadas de água cristalina fizeram com que os fazendeiros descobrissem que a natureza exuberante da cidade é mais lucrativa que os pastos, transformando Bonito num dos mais promissores pontos turísticos do Brasil.

Desde que virou um dos lugares mais procurados por turistas no país, a pacata cidade de Bonito perdeu a tranqüilidade, mas não a qualidade de vida. É que ali existe um sistema de manejo turístico que visa, antes de mais nada, preservar o meio ambiente.

A invasão de botes infláveis, equipamentos de mergulho e ônibus de excursão é limitada. Um dos motivos é que, com exceção da Gruta do Lago Azul e do Balneário Municipal, todas as outras atrações ficam em áreas particulares, onde os visitantes só entram em grupos limitados e acompanhados por guias turísticos credenciados.

A formação calcária da Serra da Bodoquena é responsável pelas inúmeras cavernas e transparência da água. Algumas foram inundadas devido ao lento afundamento da serra, fazendo com que seus espeleotemas ficassem submersos sob o lençol freático, como é o caso da Grutas do Mimoso, do lago Azul e do Abismo Anhumas. Outras foram escavadas na rocha por rios subterrâneos que afloram na superfície.

Para os mergulhadores, os principais atrativos são as nascentes e os rios de água cristalina que proporcionam mais de 50 metros de visibilidade e uma exuberante vida subaquática. As cavernas submersas e ressurgências de rios são reservadas para mergulhadores credenciados e fazem da cidade o principal centro de espeleomergulho do país.

Abismo de Anhumas

A 72 metros abaixo da superfície da terra está um lago subterrâneo com belíssimos cones e espeleotemas. A descida é feita em rapel. A parte mais bonita fica entre os 15 e 25 metros do lago, onde existe um labirinto formado por cones gigantescos. Fora d´água as cortinas e estalactites são iluminadas por uma clarabóia no teto. É, sem dúvida, um dos mergulhos mais radicais da região, além de exigir preparo físico e técnicas de espeleologia. O retorno à superfície leva cerca de 45 minutos.

Nascente do Rio Formoso

O principal município de Bonito nasce em duas ressurgências muito próximas. A principal é a mais ampla, com maior volume de água. O conduto principal desce suavemente e se estreita à medida que a profundidade aumenta. Está interligada com a segunda nascente, mas é necessária muita experiência para se tentar esta passagem, que ocorre a mais de 60 metros de profundidade. A outra ressurgência tem, na entrada, uma forte corrente em direção à saída.

Rio Sucuri

O rio possui uma visibilidade espetacular com vegetação aquática exuberante. Piraputangas e dourados fazem parte da paisagem, assim como cascudos, mato-grosso e pequenos crustáceos. A descida leva 45 minutos e a beleza do local é estonteante, tanto dentro quanto fora d´água. O mergulho na nascente do rio Sucuri é proibido devido à sua baixa profundidade, mas, mesmo assim, o lugar não deve deixar de ser visitado, pois é uma das paisagens mais bonitas da cidade.

Lagoa Misteriosa

Um dolina que forma uma lagoa de águas cristalinas. A 17 metros de profundidade abrem-se dois poços, com cerca de 10 metros de diâmetro, que descem verticalmente para mais de 240 metros de profundidade. A beleza fica por conta da transparência da água, onde é possível observar aos 30 metros as árvores que cerca a lagoa. O acesso é através de uma trilha com forte inclinação, de aproximadamente 70 metros até chegar ao ponto de mergulho.

Buraco das Abelhas

Uma ressurgência que forma uma caverna com pouco mais de três metros de diâmetro e que não possui espeleotemas. Logo após a entrada, o conduto vira à direita, onde não existe mais luz natural. Aos 18 metros, abre-se uma fenda que cai verticalmente para os 42 metros de profundidade. Ideal para treinamento de mergulho em caverna. Mas o futuro desses mergulhos ali é incerto, uma vez que a fazenda foi vendida e os novos proprietários não decidiram se darão ou não permissão para a entrada em suas terras.

Olho D´água e Rio da Prata

Diversas nascentes formam uma grande lagoa de águas cristalinas que servem de habitat para as piraputangas, grandes dourados, pintados e corimbás. O visual é impressionante devido à transparência da água. Dali parte um córrego em direção ao Rio da Prata, onde a descida exige cuidados.

É necessário passar por cima de troncos e uma cachoeira força a saída da água para continuar o mergulho mais abaixo, numa nascente enorme no meio do rio. A descida leva mais de uma hora e é recomendável só para os mais experientes.

Aquário Natural

Conhecida como Baía Bonita, esta nascente é a mais rica em plantas aquáticas e cercada por uma densa vegetação. Dentro d´água, o espetáculo fica por conta dos cardumes de piraputangas, corimbas e alguns dourados. A transparência da água que brota em diversas nascentes no fundo da baía atingem mais de 50 metros, formando um córrego de 800 metros que deságua no rio Formoso. O mergulho termina numa trilha no meio da mata ciliar, que passa por algumas cachoeiras.

Gruta do Mimoso

A mais visitada e também a mais bela caverna submersa da região, é ideal para iniciantes. O mergulho começa num lago subterrâneo no interior da gruta, iluminado pelo sol. No lago já é possível encontrar cortinas de estalactites, que avançam dentro d´água, e pequenos lambaris, que vivem entre as rochas. Seguido o cabo-guia, chega-se a um grande túnel com teto recoberto por milhares de pequenas estalactites. Em outro salão, que se abre à esquerda, estão mais de 20 cones, que chegam a dez metros de altura.

Gruta Ceita Corê

Com águas cristalinas o ano inteiro, esta gruta também é uma ressurgência que apresenta uma restrição logo na entrada, exigindo um certo esforço do mergulhador para passar. A partir dos nove metros de profundidade, encontra-se uma segunda restrição, ainda mais justa, que termina numa fenda, que atinge 82 metros de profundidade. É um mergulho restrito aos mergulhadores certificados em “Full Cave”.

Como chegar

Bonito fica a 248km de Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, e existem diversas agências de turismo que organizam visitas ao lugar.

Fonte: www.webventure.com.br

Bonito

Um dos destinos mais procurados do centro-oeste brasileiro, Bonito, em Mato Grosso do Sul, faz jus ao nome que tem. Belíssimas cachoeiras, trilhas verdes, grutas profundas e corredeiras de rios cristalinos são algumas das atrações a serem exploradas nessa região a 330 km de Campo Grande.

Todas as atrações de Bonito só podem ser visitadas com guias especializados, portanto, programe-se com alguma antecedência. Suas principais atrações são dentro de propriedades particulares, daí a necessidade dos guias autorizados pela Embratur. A maioria dos passeios é pago, portanto separe um dinheiro extra para isso.

Bonito

Bonito
Cachoeira na Mimosa

História e Cultura

Habitado por diversas tribos de índios (Guaianás, Tapetim, Chamacocos, Kadiwéus e Nelique) no começo, Bonito era uma grande fazenda. Em 1915, a fazenda passou a ser o Distrito de Paz de Bonito (pertencente ao município de Miranda).

Só em 1948, o território virou município e sua sede passou a ser Bonito. A população local conta com cerca de 25 mil habitantes. As festas mais populares da região acontecem em junho, nas festas juninas indo até dia 29, dia de São Pedro, o padroeiro da cidade.

Clima

Em Bonito não há uma época certa para visitação. A primavera e o verão são quentes e úmidos, com chuvas esparsas que enchem os leitos dos rios. Durante o outono e inverno chove uma vez ou outra, mas o céu está sempre azul e as noites são estreladas e geladas. O clima é tropical com temperatura média de 22°.

Vegetação e Relevo

A vegetação da região de Bonito é basicamente o cerrado, com grande presença de campos, muito característico do centro-oeste brasileiro.

Bacia Hidrográfica: Rio Paraguai
Sub-Bacias: Rio Miranda e Rio Aquidauana
Rios: do Peixe, Formoso, Formosinho, Perdido, Sucuri

O calcário presente em toda a área garante a beleza natural dos solos e águas da região. Aliás, é esse calcário o responsável pela transparência das águas locais.

Alimentação

Uma das maiores atrações gastronômicas da região é o pacu assado recheado com farofa. Os sanduíches naturais também são bem comentados entre aqueles que vão praticar rapel no Abismo de Anhumas.

Dicas Gerais

Bonito é a região da perigosa aranha armadeira. Se você vir alguma, comunique o guia e se afaste do local. Atenção também com as sucuris. Evite beber água dos rios locais, que por serem ricas em magnésio e calcário, podem causar desarranjos intestinais. O fuso horário da região é uma hora a menos que em Brasília. É proibido mergulhar com protetor solar ou qualquer tipo de loção protetora.

Fonte: www.webventure.com.br

Bonito

Não é difícil fugir da obviedade do trocadilho: Bonito é realmente… deslumbrante! É um dos principais destinos de ecoturismo e do turismo de aventura do país. Seus atrativos são tantos e tão belos que fica quase impossível dar destaque só para alguns.

Só para exemplificar, a cidade é conhecida pelas suas águas extremamente límpidas e pela fauna aquática diversificada. O contraste do colorido dos peixes com o verde intenso da vegetação proporciona um visual maravilhoso.

Bonito

Lá você também pode fazer rafting, trekking, cavalgada, visitar cachoeiras, cavernas, fazer flutuação pelos rios da região, mergulho, rapel… Bonito tem também uma excelente estrutura turística e possui restaurantes e bares de ótima qualidade. Aliás, tudo lá é Bonito!

Não perca!

Boca da Onça

O roteiro mais conhecido de Bodoquena é o que leva à Boca da Onça, cachoeira com 156 m de altura. Começa por uma caminhada de 3 horas na mata e passa por mais de dez cachoeiras. Para chegar até a mais alta delas, há duas opções: em veículo 4×4 ou pela escadaria com mais de 800 degraus, esforço recompensado pela vista para o cânion do rio Salobra e os espaços para descanso, com piscina com peixes e rapel de 90 metros.

Abismo Anhumas

Após uma descida de mais de 70 metros, o aventureiro encontra um espelho d’água do tamanho de um campo de futebol com 80 m de profundidade. Além do rapel, pode-se fazer mergulho. O programa é recomendado para pessoas com boa resistência física, mas não há necessidade de experiência em rapel, pois o treinamento é feito um dia antes. Fazenda Anhumas: acesso pela estrada que leva ao Campo dos Índios, a 22 km de Bonito.

Lagoa Misteriosa

Boa dica para quem gosta de mergulho – impressiona pela profundidade, beleza e transparência das águas. A visitação exige a presença de um guia e contato com agência de turismo. Rio da Prata com suas águas cristalinas, é um dos melhores locais para flutuação e a observação de peixes.

Para chegar até a nascente o visitante caminha por 1h em trilha de mata nativa. A flutuação começa na nascente do rio Olho d’Água, que desemboca no rio da Prata alguns metros adiante. O percurso de 2 km é acompanhado de dourados, piraputangas, piaus, pacus, corimbas e pintados. O local também é procurado para mergulho autônomo e batismo.

Acesso pela BR-267, distante 50 km de Bonito, na direção de Jardim. Rio Sucuri Mergulho livre por 1.400 m a partir da nascente do rio de águas cristalinas e exuberante flora subaquática. Há passeios opcionais a cavalo, bicicleta ou quadriciclo. Acesso pela estrada que leva a São Geraldo, a cerca de 20 km de Bonito.

Aquário Natural (Reserva Ecológica Baía Bonita)

O aquário, em Bonito, é formado pela nascente do rio Formoso e tem águas cristalinas repletas de plantas exóticas e cardumes de peixes coloridos, que podem ser facilmente avistados pelos visitantes. Ideal para quem gosta de trilhas e flutuação.

Oferece boa estrutura: tem bar, restaurante, mini museu de história natural sobre ecossistemas locais e piscina aquecida para treinamento básico de mergulho livre. Na nascente do rio Baía Bonita a flutuação é feita num percurso tranqüilo de 800 metros. Já no rio Formoso dá para nadar, brincar em cama elástica flutuante e deslizar numa tirolesa.

O caminho até lá é feito por uma trilha em mata preservada. Balneário Municipal de Bonito fica a 6 km da cidade e não precisa do acompanhamento de guia. As águas são cristalinas e o balneário possui estrutura com banheiros, lanchonete e sorveterias. Há quadras de vôlei, área de camping e churrasqueiras.

Buraco das Araras

Em Jardim fica o famoso Buraco das Araras, uma enorme fenda na qual se concentram centenas de araras vermelhas e outras espécies de aves. Gruta do Lago Azul tombada como patrimônio natural, fascina pela beleza das esculturas naturais esculpidas em suas pedras.

Formada por rocha calcária, tem 87 m de profundidade, 120 m de largura e um lago com águas de azul profundo. Localizada na Fazenda Anhumas, a 22 km de Bonito, oferece pela manhã um espetáculo de rara beleza: entre 7h20 e 9h20 os raios de sol invadem a caverna e se refletem na água, deixando-a cristalina.

Além de paradisíaco, o lugar é um sítio pré-histórico, no qual mergulhadores brasileiros e franceses descobriram, em 1992, fósseis de animais com cerca de 10 milhões de anos. O acesso ao local é feito por uma escadaria rústica e íngreme – com mais de 200 degraus irregulares e sem corrimão.

Jardim

O município de Jardim fica a 75 km de Bonito e integra o complexo turístico da Serra da Bodoquena. Há vários balneários nas proximidades da cidade. A maioria se encontra em propriedade particular, com boa estrutura de hospedagem e alimentação. Os passeios incluem trilhas, banhos e, em alguns casos, flutuação.

Fonte: www.turismobrasil.gov.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Locais Turísticos de Burkina Faso

UAGADUGU (OUAGADOUGOU), A CAPITAL PUBLICIDADE É a capital de Burkina Faso e foi fundada há mais de …

Hino Nacional de Burkina Faso

Une Nuit Seule PUBLICIDADE Une Nuit Seule (também conhecido como L’Hymne de la Victoire ou Ditanyè) …

Bandeira de Burkina Faso

PUBLICIDADE A Bandeira de Burkina Faso é formada por duas listras horizontais, de igual largura, sendo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+