Breaking News
Home / História do Brasil / Hino Nacional do Brasil

Hino Nacional do Brasil

PUBLICIDADE

A História do Hino Nacional do Brasil

Um dos quatro símbolos oficiais da República Federativa do Brasil (os outros são a bandeira nacional, o brasão de armas e o selo nacional), a música foi composta por Francisco Manuel da Silva (1795-1865) em 1831. Recebeu várias letras, uma em comemoração a abdicação de Dom Pedro I em 7 de abril de 1831, depois recebeu outra letra em 1841 em comemoração a coroação de Dom Pedro II.

Somente em 1909 o poeta Joaquim Osório Duque Estrada (1870-1927) escreveu a letra do Hino Nacional Brasileiro. Às vésperas do centenário da independência do Brasil em setembro de 1922, o então presidente Epitácio Pessoa (1865-1942) através do Decreto nº 15.671, oficializou a letra e a música como o hino nacional do Brasil.

Hino Nacional do Brasil
Partitura para piano de 1922

Características

Sobre a música há a polêmica que ela foi copiada da “Iªsonata para violino e guitarra”, do compositor italiano Niccolò Paganini (1782-1840), ou talvez da música sacra “ Matinas de Nossa Senhora da Conceição”, do  Pe. José Maurício Nunes Garcia (1765 – 1830), ou ainda da ópera “La Cenerentola”, de Gioachinno Rossini (1792-1868). Mas possivelmente Francisco Manuel da Silva, sendo um bom músico de formação erudita, se inspirou nestas obras, o que era comum na época.

A letra do Hino Nacional do Brasil por ser conferida aqui.

Importância

O Brasil é um país de uma pluralidade de culturas e povos e sempre recebeu imigrantes de várias parte do mundo, mas têm ainda muito o que fazer para melhorar na justiça social, ambiental e ética política. O Civismo (Devoção pelo interesse público; patriotismo) é o primeiro passo para que o povo lute e trabalhe por estas melhoras, respeitar os símbolos pátrios, cria uma união entre esta multipluralidade de pessoas no país que passam a ter objetivos comum pela pátria.

A letra de Joaquim Osório Duque Estrada são versos decassílabos publicados em um livro de 1909 chamado “Alvéolos.” A primeira estrofe do Hino Nacional do Brasil:

“Ouviram do Ipiranga as margens plácidas
De um povo heroico o brado retumbante,
E o sol da Liberdade, em raios fúlgidos,
Brilhou no céu da Pátria nesse instante”.

Subentende que o Brasil “nasce” em São Paulo, havia um motivo político: Naquele momento São Paulo era o Estado mais rico da União em razão do café e de suas fábricas e comércio, vivia-se a República do “Café-com-Leite”, ou das oligarquias de São Paulo e Minas Gerais, incutia no povo a justificativa do domínio paulista na política brasileira.

Por Frederico Czar
Professor de História

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Semana de Arte Moderna

PUBLICIDADE O que foi a Semana de Arte Moderna de 1922? Nas primeiras décadas do …

República da Espada

PUBLICIDADE O que foi a República da Espada? O Governo do Mal. Deodoro da Fonseca …

Questão Christie

Questão Christie

PUBLICIDADE O que foi a Questão Christie? Em dezembro de 1861 o navio príncipe de Wales, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.