Breaking News
Home / Turismo / Manitoba

Manitoba

PUBLICIDADE

Manitoba, mais antiga, povoada e variada que os anteriores Estados, está situada no centro geográfico do país. É um Estado ocupado na maior parte por lagos. Sua população está integrada principalmente por britânicos, alemães e ucranianos.

WINNIPEG

Winnipeg é a capital do Estado. Aqui poderá contemplar o Museu do Homem e da Natureza, um dos melhores centros de interesse do mundo. Conta com sete galerias que apresentam um bosque boreal; a vida no ártico e sub-ártico, as pradarias e as zonas urbanas. Possui, também, uma excelente reprodução do Nonesuch, um barco que atravessou o Atlântico desde a Inglaterra à Baia de Hudson no ano de 1668.

A Galeria de Arte, oferece arte contemporânea e histórica e gaba-se de possuir a mais importante coleção de arte esquimó de todo Canadá. O reluzente Goldem Boy, na cúpula do edifício da Legislatura, do estilo neo-clássico, é o símbolo da cidade.

Perto dali há um monumento a Louis Riel que foi enforcado por traidor e em 1992, renconhecido como herói nacional. Por outro lado, na esquina de Portage e Maim se produzem as correntes de ar mais famosas do Canadá.

Arquitetonicamente, Winnipeg rivaliza com Chicago e Minneapolis, e conta com um importante centro cultural de 20 blocos de prédios. Um dos mais notáveis da cidade é a Catedral Ucraniana Ortodoxa da Santa Trinidade, assim como o Centro Cultural Ucraniano, o maior de seu tipo fora da Ucrânia. Para se conhecer a história da moeda canadense e ver os processos de acunhação pode-se acudir à Casa da Moeda.

CHURCHILL

Churchill está situada ao norte do Estado, à beira da Baia de Hudson. É um pequeno povoado de apenas 1.400 habitantes, mais conhecido por ser a “Capital mundial dos ursos polares”. É o único porto ártico de Manitoba e permanece aberto desde julho a outubro, pois o resto do ano é impossível por estarem suas águas congeladas.

Durante o verão a paisagem é muito bela, pois a tundra aparece com uma mistura de cores com flores brilhantes. Existe a possibilidade de contemplar às baleias belugas na Baia de Hudson, perto da desembocadura do rio Churchill.

Também pode-se divisar as aves migratórias, mas sem dúvida o espetáculo mais atrativo é ver como os ursos polares vão ao redor do povoado, esperando a Baia ficar completamente gelada para cruzar o outro lado e permanecer ali durante o inverno e a primavera caçando focas (sua principal fonte de alimento).

Excursões a pé são organizadas, em veículos especiais, o em helicóptero para poder ver-lhes sem perigo. Um espetacular fenômeno da natureza é a aurora boreal que pode no outono e inverno. No centro do povoado encontra-se o Centro Cívico que dispõe de biblioteca, escola de secundária, um hospital e um centro de recréio.

O Museu Esquimo apresenta uma série de relíquias e esculturas deste povo. Pode-se realizar excursões de um dia à zona dos lagos, ao Parque Estadual Great Beach e ao Lago Clear.

Fonte: www.rumbo.com.br

Manitoba

Manitoba é um importante centro devido a seus diversos grupos étnicos.

É uma das três províncias da Pradaria e está localizada no centro do Canadá, fazendo fronteira com Ontário, Saskatchewan, Nunavut, Baía de Hudson e com os Estados Unidos.

Manitoba está numa região formada por florestas boreais e pradarias, ocupando uma área de 650 mil km².

Durante muitos anos, a maioria dos manitobanos era de origem Britânica. Mas as mudanças nos padrões de migração e imigração produziram uma província onde nenhum grupo étnico é numericamente dominante.

Existem mais de 700 organizações na província, as quais apóiam os novos canadenses e os imigrantes canadenses. Cerca de 60% por cento da população de um milhão de habitantes de Manitoba vivem na metropolitana Winnipeg, a capital provincial. Winnipeg, está rodeada de parques, sendo que a maior parte de suas atrações está concentrada no centro.

Situado na junção dos rios Rouge e Assiniboine, está The Forks, um centro de diversões que tem a história da cidade como tema.

Manitoba

O lago Winnipeg, que liga a parte norte da província à parte sul, é muito usado para passeios de barcos e canoas. Na costa sudeste do lago ficam várias praias, utilizadas principalmente pelos praticantes de windsurf.

Manitoba

Winnipeg tem uma vida cultural ativa, com muitos museus e galerias instalados em seus arredores. Entre os que não podem ficar de fora da programação, estão a Winnipeg Art Gallery, e o Royal Canadian Mint, a casa da moeda, num prédio coberto por vidro cor-de-rosa.

Durante o século XIX Winnipeg recebeu muitos europeus que lá se estabeleceram para comercializar peles. Na capital de Manitoba está a segunda maior comunidade de idioma francês fora de Quebec. Na cidade os franco-canadenses vivem no bairro St. Boniface.

A segunda maior cidade é Brandon, a sudoeste de Manitoba. O nome Manitoba, possivelmente, se origina das palavras “Manitou bou”, que na língua Cree significa “os estreitos do Grande Espírito”. Manitoba abriga igualmente o Jardim Internacional da Paz – o maior jardim do mundo dedicado à paz mundial.

A província apresenta cerca de cem mil lagos, além de rios e florestas de pinho. Há muitos parques, e o parque nacional Wapusk, ao norte, é um de seus mais conhecidos espaços naturais.

Manitoba

Eventos da Manitoba

No verão, em junho, uma das maiores atrações de Winnipeg é o Rede River Exhibition, uma grande feira, onde o visitante encontra diversas atrações. Já em agosto a capital de Manitoba sedia o Folklorama, um festival multicultural de culinária, onde também são realizadas apresentações teatrais e exposição de artes.

Parques Nacionais

– Riding Mountain National Park

– Wapusk National Park, onde encontra-se o urso polar branco.

Fonte: www.aircanada.com.br

Manitoba

Manitoba é a mais oriental das três Províncias da Pradaria. O seu ponto mais alto é a Montanha Bauldy com 831m. Os terrenos agrícolas estão implantados num triângulo, fazendo fronteira com Saskatchewan e com os EUA, cortando diagonalmente ao longo do lago Winnipeg. Todas as águas do Manitoba correm para a Baía de Hudson. Um extenso sistema de drenagem teve de ser construído através do centro-Sul do Manitoba para tornar a região propícia à agricultura.

A província tem uma área de 649 950 km, dos quais 548 360 km são de superfície terrestre.

Goza de uma economia rica e estável, construída com base nos sectores de recursos tradicionais e em emergentes indústrias de alta-tecnologia. Como produz mais do que o que consome, o comércio é essencial ao seu sucesso. Desde 1990, as exportações do Manitoba para o resto do Mundo mais do que duplicaram.

Manitoba oferece baixos custos de produção, uma dedicada e altamente qualificada mão-de-obra multilíngue e excelentes oportunidades ao nível da comunicação e pesquisa possuindo sofisticadas infra-estruturas nos campos das telecomunicações e da informação.

Manitoba é constituída por uma rica mistura populacional, com gente de todos os continentes e virtualmente de todos os países do Mundo, oferecendo uma larga infusão de culturas. À população aborígene do Manitoba, juntaram-se os colonos escoceses Selkirk, em 1811, seguidos dos Ingleses e Canadianos-franceses depois da Confederação, em 1870.

A estes seguiram-se minorias Russas, Islandeses, Ucranianos e Alemães. Depois da II Guerra Mundial, recebeu imigração adicional da Europa e mais recentemente, das Caraíbas, América do Sul, África e Ásia. Em 1996, contava com uma população total de 1 113 898 pessoas.

WINNIPEG

A cidade de Winnipeg, é a capital da Província de Manitoba. Tem actualmente cerca de 1.150.000 habitantes.

Fica localizada no centro do Canadá. No inverno atinge temperaturas bastante negativas(-18ºC), e no Verão temperaturas amenas (20ºC). No Verão Winnipeg atrai o maior festival gastronómico chamado “A Taste of Manitoba”, e o festival “Folklorama” em Julho, que se prolonga por duas semanas e atrai pessoas de todas as proveniências, constituindo um possibilidade única de visitar centenas de países, sem sair do mesmo local.

O nome Winnipeg teve origem no nome índio Cree dado ao lago próximo, significando “Win” (lamacento) e “Nipee!” (àgua).

Winnipeg fica situada na confluência dos rios Red e Assiniboine; fica a 40 milhas a sul do Lake Winnipeg e 60 milhas a norte da linha de fronteira entre o Canadá e os Estados Unidos, quase a meio entre o Atlântico e o Pacífico e a uma altitude de 760 pés acima do nível do mar.

De entreposto comercial da Companhia de Hudson Bay (Fort Garry) em 1870, com uma população de 215 habitantes, Winnipeg cresceu para um centro urbano de 256.000 habitantes e 500.000 na área metropolitana envolvente.

Com a incorporação da cidade em 1873 cresceu para 1.869.000 habitantes. Em 1878 as ligações dos caminhos de ferro a vapor de St. Paul, Minnesota, tinham atingido um local logo depois do rio perto de winnipeg; e em 1 de Julho de 1886, o primeiro comboio saído de Montreal, chegou a Winnipeg.

Este acontecimento proporcionou uma estável corrente de viajantes e comerciantes e um crescimento populacional que resultou na construção de uma cidade cuja importância apenas é ultrapassada por algumas outras cidades do Canadá.

Winnipeg tornou-se no grande centro cerealífero do continente Americano, no centro financeiro, comercial, e industrial do centro Oeste, devido à respectiva situação geográfica e às enormes facilidades proporcionadas pelos caminhos de ferro, que daqui divergem em várias direcções. Possibilita enormes possibilidades para as trocas comerciais da província e do noroeste e encoraja o aparecimento de manufacturas e industrias várias.

Winnipeg fornece ainda, através do seu sistema municipal de electricidade, preços que são dos mais baixos do continente Norte-Americano.

Actualmente Winnipeg possui excelentes hotéis, motéis e restaurantes. È um “paraíso para as compras” e é uma das poucas províncias canadianas que não impôs uma taxa geral sobre as vendas. Possui facilidades para a prática do golfe, tênis, natação, passeios de barco e outros desportos de exterior, incluíndo a pesca nos lagos próximos e de fácil acesso.

Fonte: www.azores.gov.pt

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.