Breaking News
Home / Turismo / Ontário

Ontário

PUBLICIDADE

É o estado que exerce maior influência sobre o resto do país. Um dos maiores atrativos que apresenta é sua natureza. Está rodeada dos Grandes Lagos e conta com numerosos lagos e vias fluviais e vários parques protegidos.

Uma excelente maneira de conhecer a região é aproximar-se até o Parque de Algonquim e contemplar as mais de 250 espécies de pássaros. Ou passear pelos parques e desfrutar das paisagens que inspiraram ao “Grupo dos Sete” (ver o apartado de Arte e Cultura).

Outra possibilidade é visitar o Canyon de Agawa ou ir até Chapleau, a maior reserva de caça do mundo. Ao norte o trem Expreso Urso Polar leva até a Baia de James.

TORONTO

Toronto, a capital financeira e política do Estado mais povoado do Canadá, com 4 milhões de habitantes, converte-se na maior cidade do país. Seus moradores formam um grande mosaico de culturas, a maioria procedentes da Europa.

O centro desta enorme cidade, de estilo vitoriano, vem determinado pelo traçado da Yonge Street, que dividi-a em duas. Neste ponto esperam a Casa Loma, um majestoso castelo da época eduardiana. Destaca-se pela elegância e esplendor de seus bonitos jardins, seu interior e as torres.

A Prefeitura, com duas torres circulares que rodeam sua branca cúpula central, beira o Osgoode Hall, a Corte Suprema de Ontario. Conta com exposições históricas do Governo do Estado e pode-se visitar a Assembléia da Legislatura.

Em Toronto encontra-se a torre mais alta do mundo, a CN Tower, com 533 metros de altitude e que equivale a um prédio de 180 andares. Nela pode-se desfrutar de uma agradável comida ou ceia, pois dispõe de um restaurante giratório. Na base da torre localiza-se o Tour do Universo, uma viagem imaginária ao espaço. A uma altitude de 447 metros está o Andar do Espaço, uma montanha russa que simula movimento.

Encostado à torre localiza-se o Estádio Skydome, o primeiro centro de espetáculos de Toronto, com um teto móvil que permite cobrir o campo em apenas 20 minutos. Ali jogam o time de rugby americano “Os Argonautas” e o time de béisbol “Blue Jays”. O Tornéio Nacional de Hockey sobre Gelo, além de 200 espectáculos a mais, celebram-se no Maple Leaf Gardens.

Para fazer um percurso artístico por Toronto pode-se visitar o Centro de Ciência de Ontário, onde há mais de 650 exposições e outras exibições sobre as comunicações, a vida ou o espaço. Se é apaixonado pela pintura, Toronto conta com uma das melhores pinacotecas da América do Norte, a Galeria de Arte de Ontario. Pode-se contemplar pinturas de artistas tão importantes como Picasso.

Outro ponto de interesse é o Museu Real de Ontario, famoso pela arqueologia e história natural. Entre muitas de suas interessantes salas encontra-se a dois dinossauros, a do antigo Egito e a do túmulo da dinastia chinesa dos Ming. Além disso pode-se visitar o Planetário e o Centro de Astrologia de Mc Laughlin.

Para o entretenimento de toda a família, aconselhamos o Parque de Atrações de Ontário Place que ocupa três ilhas do Lago Ontario. Além de múltiplos jogos, dispõe de um cinema IMAX, um anfiteatro para concertos, um museu naval, restaurantes, bares e lanchonetes.

Para outro tipo de entretenimentos aconselhamos o Royal Thompsom Hall onde durante todo o ano pode-se desfrutar da música em direto com uma acústica excepcional.

No fim de Bay Street divisará União Station, eixo dos meios de transporte da cidade. Desde as torres dos arranha céus existe uma visibilidade de até 160 quilômetros e, em dias claros, é possível inclusive divisar a bruma das Cascatas do Niágara.

O caminho entre Toronto e as Cascatas do Niágara leva até a Rota dos vinhos. Muito perto encontra-se um pitoresco povoado, Niágara-on-the-Lake, com preciosos jardins e conhecido pelo festival de teatro, o Shaw Festival, chamado assim por representar-se aqui obras de George Bernard Shaw. Foi fundado pelos “leais” e durante breve tempo convirteu-se na capital do Alto Canadá. É interessante a visita a uma antiga farmácia do ano 1820.

OTTAWA

Ottawa, a capital do Canadá, reflete a essência do resto do país. É uma cidade verdadeiramente bilingüe que oferece o melhor das culturas francesa e inglesa. É a sede do governo federal do Canadá e sua principal atração são os prédios do Parlamento, de estilo gótico italiano, onde destacam-se seus telhados verdes. Um ascensor leva à Torre da Paz, um bom lugar para começar a visita da cidade.

O centro do conjunto, a Labareda Eterna, monumento comemorativo aos soldados canadenses, tem um enorme sino Bourdom que tange a cada hora. Durante o verão realiza-se a mudança da guarda, que dura média hora (10.00 horas), em frente à Peace Tower. Além, poderá visitar de graça a grande Biblioteca do Parlamento, a Câmara dos Comuns e a Câmara Comemorativa.

Também à beira do rio Ottawa encontra-se a Galeria Nacional de Arte, perto da Ponte de Alexandre, e o Museu Canadense da Civilização.

No centro da cidade encontrará o Museu Bytown, o prédio em pedra mais antigo da Ottawa (1826), que mostra a história da construção do canal e aloja objetos e artefatos da época pioneira. O Canal Rideau possui a pista de patinagem mais longa do mundo com quase 8 quilômetros desde o Centro Nacional de Belas Artes até Carleton University, onde celebra-se o Winterlude.

Outros lugares de interesse que não pode perder são o Sussex Drive, o Museu Nacional de Ciência e Tecnologia, o Museu de Esqui Canadense e a Coleção Aeronaútica Nacional.

O Chateau Laurier, o hotel mais famoso de Ottawa encontra-se perto da Colina do Parlamento e cujo exterior é de estilo gótico.

OUTRAS CIDADES DE ONTÁRIO

Ao sul de Ontário ficam cidades como London, Kingston ou Brockville, de forte herança britânica, enquanto que, ao leste, prima um ambiente germano, especialmente na área Kitchener-Waterloo, onde é possível desfrutar da festa mais prolongada da América do Norte: o Oktoberfest Anual, que celebra-se durante 10 dias com cerveja e comida alemã.

Kingston, situada na ponta leste do Lago Ontario, abriga o robusto e velho Forte Henry, a fortaleza mais notável do Canadá na época e que, na atualidade, faz as vezes de museu de história militar. A cidade atualmente é famosa porque é a sede da Universidade de Queen’s.

No extremo noroeste do Lago Huron poderá conhecer a Ilha de Manitoulin, de 160 quilômetros de longitude, rodeada de água doce, considerada a maior do mundo.

As paisagens que inspiraram o pintor Tom Thompsom encontram-se no Parque Algonquim onde pode-se realizar mais de 1.600 quilômetros de canoa, apreciando a beleza de sua flora e fauna.

OUTRAS CIDADES DE ONTÁRIO

Ao sul de Ontário ficam cidades como London, Kingston ou Brockville, de forte herança britânica, enquanto que, ao leste, prima um ambiente germano, especialmente na área Kitchener-Waterloo, onde é possível desfrutar da festa mais prolongada da América do Norte: o Oktoberfest Anual, que celebra-se durante 10 dias com cerveja e comida alemã.

Kingston, situada na ponta leste do Lago Ontario, abriga o robusto e velho Forte Henry, a fortaleza mais notável do Canadá na época e que, na atualidade, faz as vezes de museu de história militar. A cidade atualmente é famosa porque é a sede da Universidade de Queen’s.

No extremo noroeste do Lago Huron poderá conhecer a Ilha de Manitoulin, de 160 quilômetros de longitude, rodeada de água doce, considerada a maior do mundo.

As paisagens que inspiraram o pintor Tom Thompsom encontram-se no Parque Algonquim onde pode-se realizar mais de 1.600 quilômetros de canoa, apreciando a beleza de sua flora e fauna.

Fonte: www.rumbo.com.br

Ontário

É o estado com maior atividade turística, especialmente pela quantidade de visitantes americanos que recebe durante o ano. Tem uma natureza abundante, com mais de 400.000 rios e lagos. A cidade de Toronto foi habitada primeiramente por franceses, apesar de serem os ingleses quem mais tarde, tomaram-na como centro para suas atividades comerciais.

A maioria dos lugares interessantes fica no centro da cidade, com o epicentro na rua Yonge, considerada a mais longa do mundo. Se essa rua divide a cidade de leste a oeste, a rua Bloor faz o mesmo, de norte a sul. O cruzamento entre as duas ruas é o “point” de animação dos habitantes de Toronto.

A noroeste desse cruzamento fica o bairro de Yorkville, antigo centro do movimento hippie que no momento tem a maior quantidade de restaurantes, comércio e galerias de arte. Outra rua importante da cidade é a Blay, onde ficam os importantes prédios que acomodam os principais bancos e empresas do país; o prédio que se destaca são os do banco de Montreal, com seus 72 andares e fachada de mármore branco, e o a Sede do Banco Royal, com suas duas torres triangulares e janelas ornadas com ouro. Próximo fica o bairro do Teatro, de visita obrigatória, considerando que Toronto, depois de Londres e Nova Iorque, é a cidade do mundo com mais teatros.

A região do porto, onde fica o grande Toronto Queen’s Quay, no Centro em frente ao passeio do porto, é repleto de centros comerciais, lojas, cinemas, instalações para esportes e restaurantes. De lá saem 15 doa barcos que fazem excursões pelos rios e canais da cidade.

Ottawa é a capital do Canadá. No entanto, não é uma das cidades mais importantes do país e também não é um destino turístico muito comum. Apesar de tudo, possui lugares muito interessantes. A começar pelos prédios que formam o Parlamento, de estilo neogótico e localizados às margens do rio Ottawa. Há três construções localizadas em uma colina, porém apenas duas podem ser visitadas. Uma delas forma a estrutura central do cenário: a torre Peace, com 92m de altura e 53 sinos de bronze.

No centro da cidade fica a rua chamada Sparks Street Mall, replete de cafés e terraços, e a sede da Confederação. Próximo fica o castelo Laurier, o museu Bytown e o canal Rideau, que pode ser cruzado pelos barcos dos turistas.

No estado de Ontário fica a maior atração turística do Canadá: as Cataratas do Niágara. Ficam a 131 km de Toronto e são divididas com os Estados Unidos.

Na area do Canadá há um museu onde tudo que há para se saber desse fenômeno da natureza é mostrado. As cataratas canadenses formam uma curva chama Horseshoe Falls. A melhor maneira de ver a queda d’água e apreciá-la em toda sua grandeza pode-se é pelo Mais of the Mists, o barco que leva o visitante por túneis da Table Rock, na base das cachoeiras.

Fonte: www.sprachcaffe-kanada.com

Ontário

Ontário é o berço das mundialmente famosas Cataratas de Niágara e da capital do Canadá – Ottawa. Ontário faz fronteira com Quebec ao leste, com Manitoba a oeste, com a Baía de Hudson e a Baía de James ao norte e com o Rio São Lourenço e os Grandes Lagos ao sul.

Ontário

Segunda maior província do Canadá, Ontário cobre 1,1 milhão de quilômetros quadrados e ostenta mais de meio milhão de lagos e 60.000 quilômetros de rios. Por isso, não haveria nome mais apropiado para a Província, palavra “Ontário” vem do iroquês “kanadario” e significa “água espumante”.

Globalmente, Ontário possui uma área maior do que a França e a Espanha juntas e têm uma população de mais de dez milhões de pessoas.

Ontário

Ontário é constituída por três regiões geológicas principais: as planícies dos Grandes Lagos e do Rio São Lourenço, o Escudo Canadense e a baixada da Baía de Hudson. A última constitui-se de planícies costeiras estreitas que acompanham a Baía de Hudson e a Baía de James; a terra é úmida e coberta de arbustos.

O Escudo Canadense cobre o resto do norte de Ontário, do Lago Superior até a Baía de Hudson, estendendo-se até a parte meridional da província. O escudo é um planalto vasto e rochoso. Embora o solo seja pobre e não muito adequado para o cultivo em larga escala, há abundância de minerais, florestas e potencial hidrelétrico.

Ontário

O Escudo Canadense e as planícies da Baía de Hudson cobrem 90% do território de 1 068 580 km² da província, mas apenas 10% da população habita essas regiões. Ainda que o comércio de peles tenha sido o catalisador do desenvolvimento da região norte de Ontário, muitas cidades foram construídas em razão da ferrovia.

Atualmente, as ferrovias e estradas transportam os produtos das minas e serrarias para o sul. Mais ao norte, o acesso é feito somente por transporte aéreo ou aquático. Os extremos do clima setentrional representam um desafio cotidiano naquela região. Em Winisk, a temperatura média diária em julho atinge apenas de 12 a 15 °C e cai para -25 °C em janeiro.

Ontário

Os cinco Grandes Lagos são o resultado mais visível das glaciações ocorridas em Ontário, sendo o Lago Superior, o maior deles, o maior corpo de água doce do mundo.

As planícies dos Grandes Lagos e do Rio São Lourenço formam o resto da porção meridional de Ontário e abrigam a maior parte da população, indústrias, comércio e terras agrícolas. A planície inclui o triângulo Windsor – Thousand Islands – Vale do São Lourenço.

A média anual de temperaturas de verão é de 22°C no sul, onde o clima temperado e os solos férteis são apropriados para uma atividade agrícola de monta. Essa área relativamente pequena possui mais da metade das melhores terras agrícolas do Canadá.

Ontário

Toronto, a capital de Ontário e a maior cidade do Canadá, possui uma população regional superior a 4,5 milhões de habitantes, sendo a maior produtora de bens industrializados do país e a sede de um grande número de empresas canadenses. Em Toronto, pode-se encontrar uma variedade de atividades culturais e econômicas, assim como a Torre CN – a mais alta estrutura vertical livre do mundo.

Entre as atrações turísticas de Toronto estão o Chinatown e a Art Gallery of Ontario, que guarda uma das maiores coleções de arte e escultura moderna do Canadá. Para se orientar pelas ruas da cidade o mais indicado é ter a Yonge Street, a via que corta a cidade de norte a sul, como ponto de referência.

Andar sem compromisso pela Queen Street West é a dica para quem quer ver gente interessante, lojas chiques, cafés, bares e restaurantes. Para os que buscam lojas sofisticadas, como Gucci e Tiffany, a rua Bloor e a Yorkville Avenue devem estar no roteiro.

Ontário

Deve-se visitar a velha e a nova prefeitura para ver o contraste entre as obras, que representam estilos típicos dos séculos 19 e 20, respectivamente. Também vale a pena passar pelo Ontario Parliament Building, pelo Royal Ontario Museum e pelo Queen’s Park. Deve-se visitar a velha e a nova prefeitura para ver o contraste entre as obras, que representam estilos típicos dos séculos 19 e 20, respectivamente.

Também vale a pena passar pelo Ontario Parliament Building, pelo Royal Ontario Museum e pelo Queen’s Park.

Os habitantes francófonos de Ontário fazem papel essencial da vida cultural da província e são a maior minoria lingüística. Ottawa, a capital nacional bilíngüe e bicultural, situa-se na confluência dos rios Gatineau, Rideau e Ottawa.

Ontário

Em Ottawa tem muitos atrataivos, entre os quais está a National Gallery, onde além do acervo está uma programação cultural variada, com exposições, palestras, filmes, entre outros. Para completar, o belo prédio da galeria, em granito rosa e vidro, já vale uma visita.

Ottawa é também conhecida como a cidade dos festivais, em função do grande número de eventos que lá acontecem em diferentes épocas do ano.

Imperdível em Ottawa é o National Art Centre, um espaço cultural inaugurado em 1969. Com três andares e um restaurante à beira do canal, o centro tem auditório de ópera, teatro, entre outros.

Eventos

Na primavera é imperdível um passeio pelas Thousand Island, ilhas cobertas de folhes em Ontário. Na estação acontece também, em abril, o festival de teatro de Niagara-on-the-Lake, cidade situada na foz do rio Niagara. O Shaw Festival vai até novembro. O ponto alto da primavera, no entanto, é o Festival de Tulipas Canadense, realizado em Ottawa no mês de maio.

No outono, mas exatamente em outubro, acontece o famoso Festival Internacional de Filmes de Toronto; em setembro tem o Festival da Uva e do Vinho de Niagara.

De novembro a janeiro, portanto no inverno, tem o Winter Festival Lights, realizado nas Cataratas deo Niagara, já em fevereiro é a vez do Winterlude, em Ottawa.

Parques Nacionais

– Bruce Península National Park, cujas terras abrangem a área final do norte de Niagara.

– Fathom Five National Park

– Georgian Bay Island National Park

– Point Pelle Natural Park

– Pukaskwa National Park

– St. Lawrence Island National Park, é o menor parque nacional do Canadá.

Fonte: www.aircanada.com.br

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.