Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Biologia / Eucalipto Arco-Íris

Eucalipto Arco-Íris

PUBLICIDADE

 

O Eucalipto Arco-íris – Eucalyptus deglupta

O Eucalyptus deglupta é uma espécie de eucalipto.

Localização

Esta árvore se originou na ilha de Mindanao na Filipinas.

Ela também é encontrada naturalmente em New Britain, Nova Guiné, Seram e Sulawesi, mas é cultivado em todo o mundo para fazer polpa.

É encontrado em Polinésia Francesa.

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

Uso

A árvore também é cultivada por seu tronco decorativo.

Na verdade ele perde permanentemente sua casca lisa que se destaca em tiras longas e finas e gradualmente muda de cor à medida que envelhece: primeiro um verde pálido, ele começa antes de se tornar um azul mais escuro, roxo e laranja e, em seguida, marrom daí o nome comum da árvore.

Características

Ele pode medir até 75 pés de altura e tem flores brancas.

Ele suporta vários tipos de solos, mas prefere viver nos trópicos úmidos.

Ele pode suportar temperaturas abaixo de zero por curtos períodos.

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

Fonte: fr.wikipedia.org

Eucalipto Arco-Íris

O Eucalipto Arco-íris – Eucalyptus deglupta

Nome Científico: Eucalyptus deglupta
Sinonímia: Eucalyptus naudiniana, Eucalyptus schlechteri, Eucalyptus multiflora
Nomes Populares: Eucalipto Arco-íris, Eucalipto-da-nova-guiné, Eucalipto-das-filipinas
Família: Myrtaceae
Categoria: Árvores, Árvores Ornamentais
Clima: Equatorial, Oceânico, Subtropical, Tropical
Origem: Filipinas, Indonésia, Nova Guiné, Oceania
Altura: acima de 12 metros
Luminosidade: Sol Pleno
Ciclo de Vida: Perene

Eucalyptus deglupta é uma árvore alta, vulgarmente conhecido como o eucalipto arco-íris , Mindanao goma , ou goma do arco-íris.

É a única espécie de eucalipto encontradas naturalmente no Hemisfério Norte.

Sua distribuição natural abrange Nova Bretanha , Nova Guiné, Ceram , Sulawesi e Mindanao.

A casca multi-colorida é a característica mais marcante da árvore.

Manchas de exteriores casca são eliminados anualmente em diferentes épocas, mostrando uma casca interna verde brilhante. Isso, então, escurece e amadurece para dar azul, roxo, tons de marrom e laranja.

Classificação científica

Reino: Plantae
Ordem: Myrtales
Família: Myrtaceae
Gênero: Eucalipto
Espécie: E. deglupta

Usos

Nos dias atuais esta árvore é amplamente cultivada em todo o mundo na árvore plantações, principalmente de celulose usada na fabricação de papel. É a espécie dominante utilizados para plantações para celulose no Filipinas.

Cultivo

Eucalyptus deglupta é cultivada como árvore ornamental , para plantio em clima subtropical, jardins e parques.

As listras multi-coloridas vistosas que cobrem o tronco são um distintivo projeto paisagístico elemento.

Referências

Garner, LariAnn. “Under the Rainbow” (pdf). Retirado 2007/01/10.
David Webster Lee (2007). paleta da natureza: a ciência da cor planta. University of Chicago Press. p. 228. Retirado 2011/04/22.
“Notas sobre Eucalyptus” (pdf). Instituto Nacional de Recursos. Retirado 2007/01/10.

Fonte: en.wikipedia.org

Eucalipto Arco-Íris

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

O Eucalipto Arco-íris é uma árvore de grande porte com tamanho variando entre 20 a 25 metros de altura e não é australiano, é nativo das Filipinas, Nova Guiné e Indonésia.

Seu grande atrativo ornamental é o caule bem cilíndrico e é revestido por uma casca marrom que no momento em que vai se desprendendo da árvore em fibras longas vai expondo o nova textura do tronco de cor verde brilhante e á medida que vai amadurecendo vão aparecendo nuances de cores azul, roxo, laranja e tons de marrom.

Com esse caule multicolorido e volumoso torna-se uma excelente opção para plantio em alamedas em locais de bastante espaço e afastado de construções.

Além do tronco suas folhas também são decorativas, apresentam coloração verde-escuro brilhante na parte superior e acinzentado na parte inferior. Produz grande quantidade de flores brancas pequenas reunidas em grandes inflorescências florescendo diversas vezes ao ano sendo que o auge ocorre na primavera.

Essas flores são perfumadas e melíferas.

Curiosidades

Esse Eucalipto é o único nativo do hemisfério norte e nas Filipinas é a espécie mais usada para a produção de celulose.

Também é conhecido por outros nomes: Eucalipto da Nova Guiné, Eucalipto das Filipinas.

Nesses dois países recebe os seguintes nomes regionais: Bagras nas Filipinas e Kamareal na Nova Guiné.

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

Luz: Pleno sol.
Solos: Diversos tipos de solos, preferencialmente os mais profundos e férteis.
Origem: Filipinas, Nova Guiné e Indonésia.
Custo: Indisponível.
OBS: Matéria sobre o Eucalipto Arco-íris na Revista Natureza de Julho 2012.

Fonte: www.fazendacitra.com.br

Eucalipto Arco-Íris

O EUCALIPTO ARCO-ÍRIS

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

Pode parecer estranho, mas a foto não é arte de grafiteiro, muito menos fruto de imaginação de uma criança.

O nome científico dessa espécie de Eucalipto é Eucalyptus deglupta Blume, conhecida como Eucalipto Arco-íris.

A palavra deglupta deriva do latim degluptere, que significa perda da casca ou descamação da pele, referindo-se à forma como ocorre o processo de separação da casca. É exatamente esse processo que resulta na coloração vistosa do seu tronco. Ao mover a casca ao longo do ano, o verde escurece para dar tons de azul, roxo, marrom, laranja, rosa ocre, dentre outros.

A espécie, nativa do sul das Filipinas, Indonésia e Nova Guiné, já pode ser encontrada em várias regiões tropicais como Porto Rico, Ilhas Salomão, Fiji, Samoa, Taiwan, Malásia, Costa do Marfim, Costa Rica, Honduras, Brasil, Cuba e Porto Rico (FAO, 1979), pelo rápido crescimento em áreas ensolaradas, úmidas e de boa drenagem. Em condições ideais, pode crescer até três metros em um ano e isto fez com que o seu cultivo, assim como de outras espécies de eucalipto, se voltasse para a indústria do papel (FRANCIS, 1988).

Frazão, já em 1986, comparou E. deglupta e E. saligna quanto às características da madeira e propriedades da polpa Kraft, obtendo o E. deglupta superioridade nas características dimensionais das fibras e elementos de vasos da madeira, bem como melhores valores na polpa Kraft para resistência à tração, alongamento, arrebentamento e rasgo (FRAZÃO, 1986). É utilizada também como árvore ornamental e muito apreciada em jardinagem devido à beleza cênica proporcionada pelas suas cores marcantes.

O cerne do E. deglupta é de cor marrom avermelhada e o alburno é branco ou um rosa claro. O peso específico é maior para o material de florestas antigas (0,45-0,65 g por cm3) que o material de plantações jovens (de 0,35 a 0,40 g/cm3) (CHUDNOFF, 1984). O cerne é resistente aos besouros do gênero Lyctus, mas não resistente a cupins (FOREST PRODUCTS RESEARCH CENTER, 1970). A madeira não é durável quando em contato com o solo (TURNBULL, 1974), sendo mais utilizada para móveis, molduras, casas, edifícios e barcos (FOREST PRODUCTS RESEARCH CENTER, 1970). E. deglupta é também usado, de forma limitada, para lenha e carvão (NATIONAL ACADEMY OF SCIENCE, 1983). Os óleos aromáticos ocorrem em pequenas quantidades, em torno de 0,2 por cento, na folhagem (PENFOLD, 1961) e não têm interesse industrial. Apesar dessas utilidades, o uso mais frequente do E. deglupta se dá como árvore ornamental e de sombra, devido à sua casca atraente e ao rápido crescimento.

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

Eucalipto Arco-Íris
Eucalipto Arco-Íris

CLIMA

O Eucalipto Arco-íris se desenvolve bem onde a precipitação anual varia entre 2.000 e 5.000 mm (WHITE & CAMERON, 1965), estando a maioria dos plantios comerciais em locais onde a precipitação média anual é entre 2.500 e 3.500 mm (DAVIDSON, 1973). As estações secas prolongadas são muito raras (DAVIDSON, 1973) e a umidade relativa é maior do que o habitual, entre 70 e 80 por cento (HEATHER, 1955). Nas altitudes mais baixas, a média de temperatura máxima mensal varia entre 24 e 33° C, enquanto em altitudes superiores a 300 m, a temperatura média mensal varia entre 13 e 27 ° C (DAVIDSON, 1973), não estando exposta a geadas em sua área natural.

Solos e Topografia

E. deglupta cresce bem em solos arenosos profundos e moderadamente férteis, mas também cresce em cinza vulcânica e solos de arenito (TURNBULL, 1974).

A espécie pode ser encontrada nos seus domínios nativos a partir do nível do mar até 1.800 m (NATIONAL ACADEMY OF SCIENCE, 1983). Em solos pobres e elevações mais altas, as árvores têm um crescimento bem mais lento, colonizando com frequência aluviões recentes, áreas de deslizamento de terra e recém depositados de cinzas vulcânicas (DAVIDSON, 1973; HEATHER, 1955).

CICLO DE VIDA

Reprodução e crescimento inicial de floração e frutificação

E. deglupta começa a florescer em uma idade precoce, normalmente com 3 ou 4 anos pós plantio (HEATHER, 1955). As flores de cor creme aparecem em panículas terminais ou umbelas axilares, cada uma tendo três a sete flores (DAVIDSON, 1973). A floração ocorre na maioria dos meses (WHITE & CAMERON, 1965), com cápsulas de sementes de 5 mm de comprimento (HEATHER, 1955; TURNBULL, 1974).

Produção de Sementes e Disseminação

Cada cápsula contém 12 a 48 sementes, que constituem cerca de 2 por cento do peso seco da cápsula (WHITE & CAMERON, 1965). As sementes são pequenas, cerca de 15.000 a 18.000 por grama (DAVIDSON, 1973) com 2.000 a 3.000 sementes viáveis por grama (WEBB et al., 1984). No entanto, a germinação de sementes de alta qualidade pode ser até 90 por cento (WHITE & CAMERON, 1965). Nove árvores de sementes de 10 anos na Malásia produziram uma média de 87 g de sementes por árvore (Bowen & Eusebio, 1982). As cápsulas podem ser colhidas quando verde e irão se abrir para liberar as sementes após 2 ou 3 dias de secagem ao sol (WHITE & CAMERON, 1965). Após a secagem, as sementes podem ser armazenadas por até 2 anos por arrefecimento em recipientes hermeticamente fechados (WEBB et al., 1984). As sementes são aladas além de ter tamanho reduzido, o que lhes confere maior chance de dispersão, podendo viajar um pouco mais do que uma distância igual à altura da árvore, com um vento de 10 km/hora (HILLIS & BROWN, 1978).

Desenvolvimento

A plântula tem germinação epígea (DAVIDSON, 1973) e realiza-se em um período de 4 a 20 dias (WEBB et al., 1984). A temperatura ótima para a germinação é de 35° C (SCOTT, 1983). O pré-tratamento das sementes não parece necessário.

Tipicamente, o primeiro passo no processo de produção é a plantação de sementes de plântulas em tabuleiros de germinação sombreados e cobertos com vidro.

As sementes germinam em superfície molhada, mas recomenda-se aspergir uma fina camada de areia ou argila de fundição acima (WHITE & CAMERON, 1965).

Reprodução

Na reprodução vegetativa, mais de 99 por cento de estacas de caules das plântulas de E. deglupta iniciam emissão de raiz cerca de 5 dias após o tratamento, quando tratados com hormônios (DAVIDSON, 1973). As raízes podem também ser utilizadas para reprodução vegetativa do E. deglupta (WEBB et al., 1984).

Camila Brás Costa

REFERÊNCIAS

FOOD AND AGRICULTURE ORGANIZATION – FAO; Eucalyptus for planting. FAO. Forestry Series 11. Rome, Italy: Food and
Agriculture Organization of the United Nations. 677 p. 1979.
MARTIN, C.; Christopher Martin Photografy: Hawaiian Treescapes: Rainbow Eucalyptus. Disponível em:
http://christophermartinphotography.com/2011/12/19/hawaiian-treescapes-rainbow-eucalyptus/. Acessado: 09 de janeiro de 2013.
*Com exceção das referências acima, todas as outras citadas encontram-se em :
FRANCIS, J. K.; Eucalyptus deglupta Blume. Kamarere. SO-ITF-SM-16. New Orleans, LA: U.S. Department of Agriculture, Forest Service, Southern Forest Experiment Station. 5 p. 1988.

Fonte: www.ciflorestas.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Mecanismos de Feedback

Mecanismos de Feedback

PUBLICIDADE O que são mecanismos de feedback? Um mecanismo de feedback é um processo que usa …

Hermafrodita

Hermafrodita

PUBLICIDADE O que é hermafrodita? Hermafrodita ou intersexual é um indivíduo que tem algumas ou …

Tipos de Seleção Natural

Tipos de Seleção Natural

PUBLICIDADE Quais são os tipos de seleção natural? A seleção natural é um processo natural …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+