Breaking News
Home / Biologia / Pau-Jacaré

Pau-Jacaré

PUBLICIDADE

 

Pau-Jacaré – Piptadenia gonoacantha

Pau-Jacaré
Pau-Jacaré

Pau-Jacaré
Pau-Jacaré

Pau-Jacaré
Pau-Jacaré

Ocorrência: Rio de Janeiro, Minas Gerais Mato Grosso do Sul até Santa Catarina.

Outros nomes: jacaré, angico branco, monjoleiro, monjolo, icarapé, casco de jacaré.

Características

Espécie semidecídua com 8 a 20 m de altura.

Tronco muito característico, suberoso, com placas quadrangulares, lembrando assim as costas de um jacaré, com 30 a 40 cm de diâmetro, ramos novos com cristas bem demarcadas, com acúleos.

Folhas alternas, compostas bipinadas, com 30 a 50 pares de folíolos, pilosos.

Flores numerosas, em inflorescência especiformes terminais, estames numerosos e aparentes, de branco a creme, nectário extrafolral na base do pecíolo.

Fruto legume, membranáceo e achatado. Um Kg de sementes contém aproximadamente 18.000 unidades.

Habitat: floresta pluvial atlântica e florestas estacionais semideciduais.

Propagação: Sementes.

Madeira

Moderadamente pesada, dura ao corte e de média resistência ao ataque de pragas.

Utilidade

Madeira usada para acabamentos internos, armação de movéis, miolos de portas e painéis, confecção de brinquedos, embalagens e principalmente para lenha e carvão, sendo considerada uma das melhores para produção de calor.

Na época de floração é muito procurada por abelhas, além de ser utilizada na recuperação de áreas degradadas.

Florescimento: outubro a janeiro.

Frutificação: setembro a outubro.

Fonte: www.vivaterra.org.br

Pau-Jacaré

Pau-Jacaré – Piptadenia gonoacantha

Sinonímia: Acacia gonoacantha Mart., Piptadenia communis Benth.

Família: Fabaceae (Leguminosae)

Nomes comuns: icarapé, jacaré, caniveteiro, casco-de-jacaré.

Ocorrência Natural: Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, e da Bahia até Santa Catarina (inclua-se Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná).

Origem: Mata Atlântica do Brasil.

A madeira dessa espécie considerada moderadamente pesada (densidade 0,75 g/cm3) é uma das melhores para carvão e lenha, sendo preferida a outras madeiras de espécies nativas devido à sua facilidade para queimar, durabilidade da combustão, facilidade para rachar e durabilidade nos depósitos.

A madeira do pau-jacaré possui baixa durabilidade, porém é muito boa para lenha e carvão. A madeira queima bem ainda verde.

Possui crescimento rápido, atingindo até 25 m3/ha.ano aos 8 anos, com previsão para rotação de 6-7 anos para lenha e carvão e 15 anos para madeira de serraria.

O Pau-Jacaré é uma espécie considerada indispensável nos reflorestamentos mistos destinados à recomposição de áreas de preservação permanente degradadas.

Características Morfológicas

Árvore de grande porte (chega a medir 30 metros de altura), levemente espinhenta, a pau-jacaré tem troncos altos e retos, com até 90 centímetros de diâmetro.

As flores, hermafroditas, são pequenas e na cor amarelo-creme.

Características Gerais

Árvore de 8 a 20 m de altura. Tronco muito característico, suberoso, com placas quadrangulares; ramos novos com cristas bem demarcadas, com acúleos. Folhas alternas, compostas bipinadas, com 30 a 50 pares de folíolos, pilosos na marcagem. Flores numerosas, em inflorescência especiformes terminais, estames numerosos e aparentes, de branco a creme; nectário extrafolral na base do pecíolo. Fruto legume, membranáceo e achatado.

Observações Ecológicas e Ocorrência

Espécie secundária inicial, comum em áreas com algum sombreamento, semidecídua. Ocorre principalmente nas florestas estacionais semideciduais com alguma perturbação, nas regiões sudeste e sul do Brasil, incluindo o Mato Grosso do Sul. Encontrada também, em formações florestais alteradas do complexo atlântico.

Propriedades da Madeira e outros Usos

Madeira moderadamente pesada, dura ao corte e de média resistência ao ataque de pragas.

Usada para acabamentos internos, armação de movéis, miolos de portas e painéis, confecção de brinquedos, embalagens e principalmente para lenha e carvão, sendo considerada uma das melhores para produção de calor.

Também considerada uma das melhores madeiras para lenha e carvão, a pau-jacaré tem usos em acabamentos internos, armação de móveis, miolo de portas, confecção de brinquedos e embalagens.

Na época de floração é muito procurada por abelhas, além de ser utilizada na recuperação de áreas degradadas.

Flor: Novembro a Abril.

Fruto: Abril a Agosto.

Fonte: www.esalq.usp.br/www.scielo.br

 

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síntese de Proteínas

PUBLICIDADE O que é a síntese de proteínas? A síntese de proteínas é um processo …

Teoria do Encaixe Induzido

PUBLICIDADE O que é a teoria do encaixe induzido? A teoria do encaixe induzido foi proposta …

Sinalização Celular

PUBLICIDADE O que é sinalização celular? A sinalização celular é um processo de comunicação entre …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.