Breaking News
Home / Biologia / Pau de Rosas

Pau de Rosas

PUBLICIDADE

A arvore Pau de Rosas (Physocalymma scaberrimum) é uma árvore delgada e decídua com ramos horizontais e uma coroa alongada ou piramidal.Pode crescer de 5 a 25 metros de altura.

Em um terreno ruim ou rochoso, adota um hábito arbustivo.

O eixo ereto e cilíndrico tem 20 a 35 cm de diâmetro e pode ser não ramificado por cerca de 4 metros.

A planta é cultivada por suas virtudes medicinais em partes do Brasil. Uma planta muito bonita, tem um grande potencial como uma ornamentação.

Habitat

Bastante comum em clarabóias antigas ou ao longo das margens de florestas sem enchentes no Peru. Florestas semidecíduas e sua transição para a savana, também é muito frequente como uma árvore isolada em pastagens no Brasil

Detalhes do Cultivo

Uma planta dos trópicos, geralmente encontrada em altitudes abaixo de 600 metros, mas com alguns espécimes encontrados até 1.200 metros.

Prefere uma posição ensolarada.

Geralmente encontrado em solos bem drenados e solos argilosos de fertilidade média em estado selvagem.

As plantas jovens estabelecem-se bem e crescem rapidamente.

Uma forma anã desta espécie, cujas flores são particularmente ricas em óleos essenciais, foi especialmente selecionada

Usos Agroflorestais

A planta é uma espécie pioneira dentro da sua faixa nativa. Foi recomendado para projetos de reflorestamento.

Medicinal

A planta tem propriedades medicinais.

Pau de Rosas

A árvore

Estamos na primavera e nessa época a floração do Pau-de-Rosas merece destaque, vale a pena conferir.

O Pau de Rosas (Physocalymma scaberrimum) pertence à família das Litráceas e também recebe o nome de Resedá Brasileiro.

Essa árvore é nativa das regiões centro-oeste e nordeste do Brasil e em locais de terras férteis pode atingir até 10 metros de altura, já em terrenos de solos fracos e pedregosos adquire porte pequeno, porém sempre com floração abundante. Sua florada é na coloração rosa-vivo e é espetacular ocorrendo no final do inverno e início da primavera com a planta desprovida de folhas.

Nessa época a planta fica totalmente coberta de flores lembrando bastante as cerejeiras japonesas, porém com a vantagem de florescer intensamente em regiões de clima bem quente e seco.  Pelo seu porte reduzido pode ser usado em paisagismo nas mais diversas situações, em alamedas, parques, jardins, etc.

Luz: Pleno sol

Solos: Os mais variados tipos de solos, mesmo os mais pobres e pedregosos.

Origem: Regiões centro-oeste e nordeste do Brasil.

Fonte: tropical.theferns.info/www.fazendacitra.com.br/

 

Veja também

Algas Dinophytas

Algas Dinophytas

PUBLICIDADE O que são algas dinophytas? As algas dinófitas, pertencem ao Filo Dinophyta e a …

Endoderma

PUBLICIDADE Definição de endoderma Endoderma ou Endoderme é a mais interna das três camadas germinativas, …

Alelos Múltiplos

PUBLICIDADE O que são alelos múltiplos? Os alelos múltiplos ou polialelia são casos em que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.