Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Uíge  Voltar

Uíge

CAPITAL: UÍGE

Mapa de Uíge
Mapa de Uíge

Municípios

Maquela do Zombo, Quimbele, Damba, Bungas,
Santa Cruz, Sanza Pombo, Alto Cauale, Puri, Bungo, Mucaba, Uíge, Negage, Quitexe, Ambuila, Songo, Bembe.

Clima: Tropical de Savana

Superfície: 58 698 Km2

População: 1 908 347 Habitantes

Distâncias em km a partir do Uíge: Luanda 345 - M'Banza Congo 314;

Indicativo telefónico: 033.

Principal produção

Abacateiro, Algodão, Ananás, Batata Doce, Amendoim, Cacau, Café Robusta, Cola, Ervilha, Feijão Cutelinho, Goiabeira, Mamoeiro, Mandioca, Mangueira, Palmeira Dendém, Vielo, Feijão, Milho, e madeiras

Minérios

Cobre, Cobalto, Calcário Dolomite, Enxofre, Talco, e Zinco.

Indústria

Materiais de Construção, Alimentar, Bebidas e Tabaco.

As boas condições naturais e o estabelecimento de populares contribuíram largamente à valorização dos recursos naturais localizados na região para o sustento das comunidades locais e para a sua participação na economia do país. Assim desenvolveram-se na Província os seguintes sectores.

O enquadramento topográfico da província e as suas condições ecológicas caracterizam-na de vocação agrícola, pecuária, silvícola, e piscícola, proporcionando as seguintes actividades principais:

Na agricultura: café, mandioca, batata doce, feijão, ervilha do Congo, banana e palmeira de dendém; na pecuária a criação do gado bovino, caprino e suíno e ainda a produção de aves. A piscicultura nas suas diversas lagoas e, a pesca artesanal ao longo de rios. Na exploração florestal, a produção de madeira é baseada no corte de essências rústicas e na transportação de toros dentro e fora da província para serração.

As actividades produtivas são desenvolvidas principalmente por agentes agrícolas constituídos em 58.741 empresas agrícolas familiares, 8 cooperativas, 92 associações e 722 pequenos agricultores registados no ano 2000 nos Municípios de Uíge e Negage. Foram concedidos no mesmo ano, 3.017.309,6 ha de terras agricultáveis para 446 fazendas.

As características ecológicas e a abundância de água, além de proporcionar condições ideais para a cultura de café, conferem à província por um lado vastas possibilidades de atingir um nível de ampla diversificação agrícola em todo o seu território, desde que haja um apoio substancial.

A pecuária, relativamente ao gado bovino, suíno e caprino é exercida em todo o território, principalmente nos municípios de Negage, Bungo, Alto Cauale, Puri, Kangola, Sanza Pombo, Songo, Damba e Maquela do Zombo. Nos municípios de Uíge e Negage destaca-se a avilcultura. A piscicultura está patente numa área total de 217.400 m2 nos municípios de Uíge e Negage. A pesca artesanal é desenvolvida ao longo do rio Cuango, no município de Quimbele.

A Silvicultura, os recursos rústicas são explorados principalmente nos municípios de Ambuila, Bembe, Songo e Quitexe de forma pouco sistematizada. Não se verifica actuação relativa à manutenção da vegetação.

As potencialidades industriais da província verificam-se não exploradas na sua plenitude. Contou, a mesma, com varias unidades agro-industriais. São registadas presentemente 199 unidades de distintas actividades de pequenas dimensões (Descasque de café, torrefacção de café, serração de madeiras, serralharia, carpintaria, marcenaria, padaria, pastelaria e alfaiaria).

A indústria extractiva limita-se à extracção artesanal de diamantes nos municípios de Sanza Pombo, Quitexe e Buengas.

O comércio é exercido sistematicamente nos municípios de Uige, Negage, Sanza Pombo e, Songo. Conta com 1376 estabelecimentos, sendo 575 lojas dos quais 472 em funcionamento. O comercio rural exercido de forma informal e não controlada completa a actividade comercial.

A rede inclui o comercio grossista (213 agentes), retalhista (872 agentes), prestação de serviços (78 agentes) e cantinas (133 agentes) espalhados nos municípios que compõem a província.

Cultura

Complexo Sócio Cultural Bakongo, são locutores do Kikongo.

Energia e Águas

Pela Província do Uíge passam bastantes rios e a estratégia do passado permite fazer alusão de que possuía 8 pequenas hidroeléctricas com uma potência de 1.223 KVA e 147 centrais com uma produção de 6.181.129 KWH. Até a data a Província é alimentada parcialmente através de 2 (dois) grupos geradores, 1 (um) de 1.225 KW, e de 200 KWH.

Turísmo

O ramo dispõe de: 8 hotéis, 8 pensões, 75 restaurantes, 4 centros recreativos, 5 baites, 23 lanchonetes e, 1 dancing.

As potencialidades turísticas da província do Uíge encerram belezas naturais e inúmeros sítios históricos tais como:

A Flora e Fauna com espécies de animais e plantas raras e típicas - Pedras denominadas agulhas do Zalala - Morros do alto Cauale - Quedas do Massau de Camulungo - Lagoas e Rios em savanas abertas - Verdadeira paisagística Artesanatos em junco, madeira e marfim - Pontes de lianas (cordas) - Mascaras de vários tipos - Instrumentos musicais típicos - Cafezeiros em flores e a Lagoa com o mesmo nome - as ricas Serras e Savanas bem como as ruínas da fortaleza do Bembe - Velhos monumentos da cidade do Uíge e belíssimas Vilas - Pinturas rupestres da Cabala - Complexo piscina da cidade do Uíge - locais históricos de ocupação colonial e, fortins.

Transportes - Correios - Comunicações

A província tem vindo a beneficiar de remessa de veículos visando a corrigir a carência no sector que carece, ainda reabilitações das estradas e pontes.

O transporte aéreo de, e para a província do Uíge conta com 78 pistas espalhadas nos diversos municípios, comunas, aldeias e fazendas, estando em funcionamento as de Uíge, Negage, Maqueia do Zombo e, Sanza Pombo em estado não abonatório a operações de grande porte.

Os serviços dos correios actualmente limitados à cidade do Uíge. As comunicações são asseguradas por telefone com rede Internet (na cidade de Uíge), radio de telecomunicação administrativa (entre todos os municípios), telegrafia possibilitando as ligações interna e externas.

Sistema Financeiro e Bancário

Caracteriza-se o sistema financeiro e bancário na província, o BPC com operações limitadas.

Programada Expansão de raios de acção das instituições financeiras para o desenvolvimento existentes, tais como o FAS (Fundo do Apoio Social) e o FDES (Fundo de Desenvolvimento Económico e Social).

Ministério da Agricultura, com o objectivo de enquadrar os agricultores e criadores de animais, as explorações florestais afim de relançar o sector agrário, proporcionando aos agentes económicos locais uma assistência técnica devida. No programa está previsto o reforço institucional através da reabilitação das infra-estruturas rurais de apoio à produção, a mecanização agrícola e a engenharia rural.

Uíge

Outra Província do Norte. o Uíge confina com o Congo Democrático a norte e a leste, a oeste com a Província do Zaire, a sul com o Bengo e o Kwanza Norte e a a sudeste com Malanje.

São 15 os municípios: Zombo. Quimbele. Damba, Mucaba. Macocola, Bembe, Songo, Buengas, Sanza Pombo, Ambuíla, Uíge. Negage, Puri. Alto Cauale e Quitexe. A sua capital, Uíge, está a 345km de Luanda.

Uíge
Uíge

O clima é tropical húmido com médias entre 20°C e os 22°C. época das chuvas entre Setembro e Maio (maior precipitação em Novembro e Abril); e época seca de Julho a princípios de Setembro, sem chuva. porém com altos índices de humidade.

A vegetação apresenta formações de florestas densas e húmidas e mosaico de balcedo-savana na região mais a oeste:O solo é do tipo ferralítico e paraferralítico. É uma região extremamente favorável à actividade agrícola.

Grande produtora de café (principal actividade no tempo colonial) produz também mandioca. arroz, feijão. Paimeira de dendém, ananás, batata doce, cacau, ervilha, mamoeiro, goiabeira, abacateiro e mangueira. Criações de gado caprino e suíno, essencialmente.

O sector industrial é marcado pela existência de pequenas indústrias que complementam a actividade de produção de café e 61 e o de palma. Existem várias indústrias de bebidas, alimentares, materiais de construção e tabaco.

Fonte: www.consuladodeangola.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal