Museu do Cairo

PUBLICIDADE

Localização: Cairo, Egito

O Museu Egípcio de Antiguidades: O maior no Egito

Museu Egípcio foi construído pela primeira vez em Boulak.

Museu Egípcio do Cairo contém a maior coleção do mundo de antiguidades faraônicas; nenhuma visita ao Egito é completa sem uma viagem através de suas galerias.

Museu de Antiguidades Egípcias, no Cairo é um tesouro incrível de riquezas.

Passagem obrigatória para quem vai ao Egito, e principalmente, quem visita o Cairo. É um mergulho em 5000 anos de história.

Guardado por um verdadeiro exército, este museu é algo para não esquecer jamais.

São imensos salões com milhares de peças dos mais variados tamanhos e épocas dos faraós. Algumas delas, são inacreditavelmente belas. Não sei se é o seu caso, mas dá vontade de retornar muitas vezes à este lugar.

Muitas peças, apesar de terem sido feitas há milênios, ainda estão intactas.

Uma coisa curiosa é que no Egito sempre estão descobrindo novas tumbas e novos tesouros. Estando por lá, você vai descobrir o porquê. Qualquer lugar daquelas areias que se cave, existe grandes possibilidades de encontrar história.

Salas imensas, fazem você se perder com tanta coisa para ver.

No segundo andar, existe um espaço imenso, onde você pode ver de perto o Tesouro de Tuthankamon. Diversas salas e exatamente todas as peças encontradas em 1922. Uma visita imperdível.

Múmias e sarcófagos de todas as espécies que você pode imaginar. Esculturas de diversos tamanhos e pedras diferentes.

Quando você olha no relógio, o tempo já passou e está na hora de voltar.

Vir ao Museu do Cairo lhe dará uma sensação muito boa. Diversos sentimentos vão remexer dentro de você, pode ter certeza.

Como, com a tecnologia que possuíam naquela época, conseguiram fazer peças como essas?

A grande importância deste museu está no acervo gigante de peças do Egito Antigo.

Entre múmias, utensílios e preciosidades, destaque para os objetos encontrados no túmulo do faraó Tutancâmon. Impressiona a riqueza deste túmulo, principalmente a máscara de ouro e os diversos sarcófagos.

Inaugurado em 1902 o edifício do museu encontra-se no centro da cidade do Cairo, capital do Egito.

Foi criado para evitar a evasão de peças para os museus do Europa e dos Estados Unidos.

Museu do Cairo – Descrição

Museu do CairoO Museu Egípcio, Cairo (Ahmed Amin)

Com localização central nos limites da Praça Tahrir, no Cairo, o Museu Egípcio é um edifício único projetado para abrigar a coleção mais antiga de arte e monumentos faraônicos do mundo. Construído numa área de 13.600 metros quadrados, com mais de 100 salas de exposição, o museu é produto de um concurso lançado pelo governo egípcio em 1895 e por isso é considerado o primeiro museu nacional do Médio Oriente.

A coleção original, criada no final do século XIX, estava anteriormente alojada num edifício em Bulaq. Posteriormente foi transferido para o palácio de Ismail Paxá em Gizé, até que fosse concluído o seu local de descanso definitivo. Vários projetos de design foram propostos, mas o apresentado pelo arquiteto francês Marcel Dourgnon foi escolhido como vencedor.

A pedra fundamental foi lançada em 1º de abril de 1897 na Praça Tahrir pela companhia italiana de Giuseppe Garozzo e Francesco Zaffrani.

Devido ao fato de o concurso ter sido criado especificamente para encontrar a estratégia de design e arquitetura mais prática para acolher uma vasta exposição de antiguidades, o Museu Egípcio tornou-se o primeiro edifício museológico construído propositadamente na região, estabelecendo um precedente para muitas outras instituições museológicas. que surgiriam durante o século XX.

Museu do CairoEstátua em pedra de um escriba com um rolo de papiro, 4ª / 5ª dina

Além do conceito de design original e vanguardista do local, o edifício carrega um enorme valor científico, pois é considerado o museu com o maior acervo egípcio antigo do mundo, e por isso sempre foi o carro-chefe dos museus de estudo, pesquisa, práticas de conservação e exposição relacionadas ao antigo Egito e a influência que exerceu sobre muitas outras civilizações históricas.

O Museu exibe uma extensa coleção que vai desde a pré-história até o período greco-romano. O museu continha originalmente uma biblioteca, laboratórios de conservação e um terreno extra que se estende até a margem do Nilo, que mais tarde se tornou a sede do Partido Democrático Nacional, que foi incendiado durante a revolução de 2011.

Este terreno dava ao museu acesso direto ao Nilo.

Museu do Cairo – Coleção

Museu do CairoInterior do Museu Egípcio (Museu Egípcio)

A coleção original foi fundada no final do século 19 sob Auguste Mariette e alojados em Boulaq.

Os objetos foram transferidos em 1891 para o palácio de Ismail Pasha, em Giza, antes de ser transferido em 1902 para o atual prédio na Praça Tahrir, que é o primeiro museu edifício construído para o efeito no mundo.

Projetado em estilo neoclássico por Marcel Dourgnon, o Museu Egípcio possui 107 salas cheias de artefatos que datam do pré-histórica através dos períodos romano, com a maioria da coleção voltada para a era faraônica.

O museu abriga cerca de 160 mil objetos que abrangem 5.000 anos de passado do Egito.

O piso térreo leva o visitante a uma viagem cronológica através das coleções, enquanto os objetos no piso superior são agrupados de acordo com o túmulo ou categoria; exposições aqui incluem os tesouros de Tutancâmon, modelos de madeira da vida diária, estatuetas de divindades, e um raro grupo de Faiyum Portraits.

Em exibição no segundo andar também são muitas das múmias reais do Novo Império.

Em 1891, ele foi transferido para Giza Palácio de “Ismail Pasha” que abrigava as antiguidades que foram mais tarde mudou-se para o prédio atual.

Museu Egípcio está situado na praça Tahrir, no Cairo. Foi construído durante o reinado de Quediva Abbass Helmi II em 1897, e abriu 15 de novembro de 1902 ( mais História ).

Tem 107 salas. No piso térreo, há os enormes estátuas. O piso superior abriga pequenas estátuas, jóias, tesouros Tutankhamon e as múmias.

O Museu também compreende uma seção de fotografia e uma grande biblioteca.

Museu do CairoEstátua em madeira dourada de Tutancâmon

O Museu Egípcio compreende muitas seções dispostas em ordem cronológica:

A primeira seção abriga tesouros de Tutankhamon.
A segunda seção abriga o pré-dinastia e os monumentos do Império Antigo.
A terceira seção abriga o primeiro período intermediário e os monumentos do Médio Império.
A quarta seção abriga os monumentos do Reino Moderna.
A quinta seção abriga os monumentos do período de tarde e períodos grego e romano.
A sexta seção abriga moedas e papiro.
A sétima seção abriga sarcófagos e scrabs.

Uma sala para as múmias reais foi inaugurado no museu, que abriga onze reis e rainhas. Mais de um milhão e meio de turistas visitam o museu anualmente, além de meio milhão de egípcios.

Fonte: whc.unesco.org/www.memphistours.com/www.sca-egypt.org/www.touregypt.net/www.khanelkhalili.com.br/whc-unesco-org

Veja também

Pontos Turísticos da Jordânia

PUBLICIDADE Viajar a Jordânia é remontar-se no tempo, e gozar a possibilidade de viver uma aventura numa …

Pontos Turísticos de Israel

PUBLICIDADE Pontos Turísticos de Israel – Atrações Sua lista de desejos de Israel deve incluir todas as …

Pontos Turísticos do Iraque

PUBLICIDADE Recentemente Iraque tem vivido uma história, que conseguiu impactar o mundo, e que tem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.