Breaking News
Home / Turismo / Locais Turísticos de Togo

Locais Turísticos de Togo

PUBLICIDADE

Capital: Lomé
Idioma: francês, kabre e ewe
Moeda: franco da comunidade centro-africana XOF
Clima: tropical úmido e savana

Capital do Togo, Lomé, é a única capital do mundo localizado pronto para um limite.

Aspectos tradicionais, especialmente em torno do Mercado Geral, e as tendências modernas se encontram.

O mercado de fetiche, com seus feitiços de vodu estranhas, suas loções e poções e Craft Village são ótimos lugares para passear.

A costa é bastante decepcionante, e os viajantes devem deixar a cidade para trás para encontrar lugares agradáveis. Incluem, entre outras cidades de interesse Togoville, onde o tratado foi assinado entre os alemães e líder colonial Mlapa III. A cabeça ainda mostra cópias do presente Tratado para os viajantes.

Na aldeia, há um monte de túmulos vodu e a catedral católica romana, construída pelos alemães.

Lago Togo, nas proximidades, é popular entre os entusiastas de desportos aquáticos. Aného, a capital colonial do Togo até 1920, manteve uma atmosfera específica colonial que emana monumentos como a Igreja de Pedro e Paulo do século 19, a Igreja Protestante eo cemitério alemão.

O litoral estreito é o lar de muitas pequenas aldeias de pescadores, contendo alguns exemplos de arquitetura colonial.

Entre as reservas naturais de Togo, que é o Parque Nacional Fazao lado Sokodé Querã National Park perto de Kara e aux Fosse Lions sudoeste de Dapaong.

Iniciando o percurso pelo sul destaca-se em plena costa a capital, Lome. Também na zona sul encontram-se as principais povoações, Atakme e Palimela.

No área do centro, Sokode e o Parque Nacional de Fazao são os principais atrativos. E já na Região do Norte destacam o Parque Nacional de Keram e Lama-Kara.

O SUL DO PAÍS

LOME

Considerada antigamente como a pérola da África ocidental, atualmente não é tão procurada pelos turistas.

O Grande Mercado, no centro da cidade, é uma construção de três andares onde se vende e compra de tudo um pouco, mas a Vila Artesanal possui melhores intens do artesanato, como esculturas, couro e batiks.

O Mercado de Feitiçaria, próximo ao centro possui uma estranha coleção de poções, órgãos animais secos e outros itens usados na medicina local.

Lome, a capital do país, está construida sobre o litoral com uma praia rodeada por coqueiros pelo que resulta especialmente bela. O verdadeiro coração da cidade encontra-se na intersecção da Rue da Gare com a Rue du Commerce.

Trata-se de um formoso bulevar de forma circular que, como indica seu nome, “rodea a cidade”. Entre as máximas atrações destacam o Museu, situado detrás do Palácio de Congressos albergando uma brilhante coleção de objetos históricos, vestidos, instrumentos musicais, cerâmica, talhas de madeira e uns curiosos remedios e pomadas medicinais.

Não deixe de fazer uma visita à Praça da Independência, onde encontra-se a estátua do presidente Eyadéma, feita em bronze por nor-coreanos.

Enfrente ao Bulevar da República acha-se o Palácio Presidencial. Continuando o passeio está o Bulevar da Marina.

Uma das zonas mais animadas da cidade é Amoutive, um área situada entre o Boulevard 13 du Janvier e a Rue Maman. O barulhento grande Mercado, o Mercado de Fetiches, é realmente original, nele pode-se encontrar qualquer produto típico da região a bom preço, incuidos também medicinas e animais.

Não deixe de visitar também os Centros Artesanais como a Vila Artesanal e a Rua dos Artistas onde pode-se encontrar artesanato a bom preço.

Os Arredores de Lome

Uma das excursões mais bonitas a realizar desde a capital é a que leva ao Lago Togo, um lugar onde é possível tomar banho, realizar esportes náuticos, passeios em canoa e acampar. Na beira descansa a localidade de Togoville, com interessante história e além disso, um grande centro da prática do vudú.

Entre os maiores atrativos encontram-se uma bonita igreja, um importante centro artesanal, onde encontrará entre outras coisas talhas de madeira de grande qualidade e a Casa Real, onde encontra-se o Chefe Mlapa V e pode-se ver um interessante museu de seus antepassados. Na sexta-feira abre um mercado onde poderá comprar produtos típicos.

Porém, se quizer desfrutar de um grande e verdadeiro mercado debe ir até Vogan, na sexta-feira; é um dos melhores do país. Há máscaras típicas e objetos relacionados com o vudú. Na segunda-feira o mercado fica em Agoégan, um centro comercial muito particular e com um grande encanto.

Para o norte encontra-se Davié, cujo maior atrativo é um curioso cemitério.

ANÉHO

Viajando desde a capital na direção leste para a fronteira com Benin encontra-se Aného, antiga capital colonial com uma formosa lagoa onde pode-se pescar e tomar banho em sua praia. É uma cidade com marcado ambiente.

PALIME – KLOUTO – YOH

Chegando a Palime desde a capital circula-se por uma estrada com paisagens muito formosas cheias de palmeiras e mangueiras bordeando o Maciço de Agou, onde encontra-se o Monte Baumam que com seus 986 metros de altitude é o maior do país. Esta é uma zona montanhosa de grande vegetação rodeada de plantações de cacau.

Uma vez em Palime é imprescindível uma visita ao Centro Artesanal e ao Talher de Tecelões. Outro dos lugares de interesse na localidade é o mercado nas quintas-feiras e sábados.

A rota continúa até Klouto, estação natural de excepcional beleza com continuas cascatas. Deve-se seguir até Yoh onde pode-se contemplar uma floresta impressionante, a Floresta Classificada de Yoh, simplesmente formosa.

ATAKME

Atakme é uma antiga cidade colonial de grande encanto, entre colinas e gargantas. Foi fundada no século XVIII pelo povo Ifé, expulsos da Nigéria. Aqui vivem as típicas pernaltas que chegam a pular até cinco metros. Em seus arredores pode-se admirar paisagens únicas como a Cascata de Ayomé cujas águas caem desde 50 metros de altitude.

BADOU

O percurso continúa até Badou, onde debe visitar sua impressionante Cascata de Tomegbé e passear pelo Vale do Río a 20 quilômetros, onde pode-se contemplar além de uma vegetação entupida aos crocodrilos e hipopotamos banhando-se nas águas.

O CENTRO

SOKODÉ

Sokodé é uma cidade típicamente islâmica. Em Adossa celebra-se o anniversário do Profeta em uma comemoração digna de contemplar-se. Entre os lugares mais animados da cidade acha-se, claro, o mercado. Este é um bom ponto de referência para explorar o Parque Nacional Fazao.

PARQUE NACIONAL FAZAO – MALFACASSA

Os arredores desta zona são realmente formosos começando pela floresta classificada de Faznao em onde, além da maravilhosa flora do país, pode-se contemplar numerosas espécies de animais africanos. Encontra-se situada em plena savana, rodeada pelas Montanhas Malfacassa. Está cheia de grotas e cascatas, e as excursões pelo parque podem convertir-se em uma auténtica aventura. Não se esqueça de transitar por terrenos seguros pois esta é uma área selvagem.

Depois pode-se visitar a Falha de Alejo, caminho do norte, e para finalizar, a Casaca sobre o rio Mono, espetacular.

Ao norte de Sokode encontra-se Bassar, conhecido pelo famoso festival que celebra-se em setembro e onde podem-se ver danças típicas.

O NORTE

PAÍS KABRE

O País Kabre está situado em uma região de difícil acesso cuja capitalidade ostenta Lama-Kara. Os Kabre são considerados os melhores camponenses da África por terem sabido transformar uma paisagem montanhosa em outra fértil plena de cultivos. Esta tribo vive nas sukalas, casas de curiosa forma ovalada.

Um dos destinos mais apaixonantes desta parte do país é Kara, nela encontrará de tudo, bancos, hotéis e restaurantes. A uns 15 quilômetros ao noroeste encontra-se Sarakawa, famosa pelo monumento a Eyadéma.

Para o nordeste sitúa-se o Monte Kabyé, um região de grande altitude onde poderá visitar o povoado de Landa, cujo artesanato feminino tem grande reputação. A seguinte parada é Kétao, ali poderá percorrer um dos maiores mercados do país. Outra das paradas interessantes é Pagouda, onde a música tradicional é muito apreciada. Farendé trabalha o metal e seus artesões gozam de grande prestígio. E por último Pya.

Niamtugou

Deixando as montanhas a rota continúa até Niamtugou, que goza de um estupendo mercado, especializado em cerâmica e cestaria. Abre os domingos. Também poderá encontrar artesanato típico no Centro Artesanal.

KANDÉ

Encontra-se situado ao norte de Niamtougou. Este é o lugar perfeito como base para explorar o País Tamberma.

O Vale de Tamberma, ao leste de Kandé, oferece uma coleção única de cidades fortificadas com um peculiar estilo arquitetônico. Outro dos destinos atrativos é o Parque Nacional Kéran, ao norte de Kandé.

Encontrará animais selvagems e uma flora espetacular. Não se esqueça percorré-lo com guia ou com um bom mapa. Dentro do parque está Naboulgou, onde poderá alojar-se e comer alguma coisa.

Perto do Río Oti, seguindo a rota norte localiza-se Sansanné-Mango, onde abundam os hipopotamos.

DAPAONG

Está já no extremo norte do país, perto da fronteira com Burkina Faso. É um bom lugar para deter-se se quer passar ao país vizinho. Dispõe de um atrativo mercado, onde poderá adquirir objetos típicos, alimentos, etc. Pero sobretudo, Dapaong, é a porta de entrada à Reserva da Fossa dos Leões.

Este lugar conta com um fascinante e simples paisagem onde predomina a savana, espalhada de aldeias típicas, com umas formosas colinas desde onde pode-se contemplar toda a zona.

Fonte: www.rumbo.com.br/www.afrique-planete.com/

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.