Breaking News
Home / Turismo / Locais Turísticos da Mauritânia

Locais Turísticos da Mauritânia

PUBLICIDADE

A maior parte dos núcleos de população concentra-se na parte oeste do país. Iniciaremos nosso percurso pela capital.

NOUAKCHOTT

Significa lugar do vento. Está situada na costa atlântica e foi fundada pelos franceses em 1903. Em 1953, já capital, contava com algumas casas e com 350 habitantes.

Por ser uma cidade relativamente nova, não há muito que ver, com exceção de suas interessantes mesquitas, às que os não muçulmanos não podem entrar. A grande mesquita foi construida pelos saudís e é assombrosa. Encontra-se situada em pleno centro da capital, na Rua Mamadou Konaté. Outra interessante mesquita é também a da Avenida Abdel Nasser, a mesquita do Viernes. Nesta artéria que atravessa a cidade encontram-se a maioria dos hotéis, bancos, restaurantes e lojas.

Fora da visita aos edifícios religiosos outro grande atrativo da capital mauritana são os mercados. Destaca o grande Mercado, onde pode-se encontrar artigos diversos como jóias de prata, trabalhos em madeira e prata, teteras típicas, pipas para fumar, além de especiarias e alimentos. Por sua parte o Quinto Mercado, mais distante, sem tantos artigos de venda é o mais tradicional.

O mercado do peixe, Port de Pêche, é outro lugar que não poderá perder. Ali pode-se ver os pescadores com seus barcos em pleno trabalho.

Se quiser conhecer um pouco mais da cultura nômade do país vale a pena ir ao Museu Nacional que se exibem artefatos e ferramentas que contam a história da herança mauritana. Não se perca do Centro Artesanal Femenino.

Na zona industrial de Ksar encontra-se o Centro Nacional de Tapetes, onde é possível observar a fabricação destes e comprar os famosas tapetes mauritanos.

Nouakchott dispõe de numerosas praias onde pode-se nadar e desfrutar do sol.

ATAR

Encontra-se situada ao norte da capital, viajando para o interior e passando por Akjoujt. Nesta zona pode-se ver os nômades em seu habitat natural. A cidade de Atar descorre entre suas estreitas ruas e seu colorido mercado cheio de vitalidade. Poderá adquirir nos postos numerosos artigos de ouro, pele, prata e tapete s. Atar tem lugares que pode degustar uma boa comida em meio de um entorno espetacular. É uma agradável e bonita cidade-oásis e um bom ponto de partida para excursões a outras cidades oásis que a rodeiam.

A rota entre Atar e Chinguetti através das montanhas é abrupta e estreita. Uma das vistas mais espetaculares é a do Paso Amogar, um canyon de gargantas profundas, onde encontrará algumas pinturas rupestres.

CHINGUETTI

Chinguetti, a 120 quilômetros ao leste, é a sétima cidade Santa do Islão, lugar de encontro de peregrinos mauritanos em sua viagem para Meca. Foi fundada no século XIII e era a capital mora. Os nômades plantam suas lojas ao redor do oásis e deixam a seus camelos alimentarem- se. A cidade possui um velho forte, uma biblioteca e uma mesquita como lugares de interesse.

OUADANE

Ouadane encontra-se a 120 quilômetros ao nordeste de Chinguetti. Existem comunicações regulares mas pouco frequentes entre Atar- Chinguetti e Atar-Ouadane, mas não entre Chinguetti e Ouadane.

Ouadane foi fundada em 1147 pelos berberes. É uma típica cidade do deserto com seus muros de pedra, sua mesquita e dátiles. No alto da montanha se ergue a zona mais moderna, ainda diminuta.

NOUADHIBOU

Existem belas praias desérticas para explorar em ambos os lados desta península, mas a parte oeste é do Saara, embora esteja ocupado pelos mauritanos desde 1975 e sem postes fronteriços, pelo que não convém adentrar-se.

No extremo da península arenosa, em Cape Blanc, está Nouadhibou. Pode ser interessante visitar o Porto Mineralino, a 15 quilômetros, onde se carregam os barcos com minerais. Há barcos de carga europeus que levam ao velho continente em uma semana grátis. Também pode-se visitar a missão católica.

PARQUE NACIONAL ARGUIN

Um dos grandes atrativos de Mauritânia é a contemplação das aves e o melhor lugar para faze-lo é sem dúvida o Parque Nacional Arguin. Poderá ver flamingos e pelicanos brancos, entre outras curiosas espécies. Também pode-se ver aves interessantes no Cabo Tagarit, ao norte de Tigra, além de algumas tartarugas.

O SUL DE MAURITÂNIA

Uma interessante rota é a que percorre o sul partindo da capital até Oulata. A zona desborda de belos paisagens e documentos neolíticos de grande interesse. Cada cidade supõe uma parada no caminho, para contemplar a vida e a herança do deserto.

BOUTILIMIT

É o berço do presidente Mokhtar Daddah. O mais atrativo da zona são suas fascinantes dunas.

KAÉDI

Encontra-se situada sobre a ribeira do Senegal e a maioria da população é Toucouleur. No mercado há numerosos artigos locais de grande interesse

TIDJIKJA

Foi fundada no século XVII e é a capital da Região de Tagant. Possui um mercado, uma mesquita e um forte para visitar, além de algumas casas típicas dignas de serem vistas.

TICHIT

Foi uma próspera cidade que ficou somnte a lembrança guardada entre velhas casas e mesquitas, mas seu entorno é maravilhoso.

KIFFA

É a capital da região de Assabe e um grande centro comercial. A cidade é muito animada, sobretudo o mercado, onde começa-se a respirar o ambiente próximo da África negra.

AYOÛN-EL-ATROÛS

É a seguinte paragem na rota. O mais destacável são suas casas construidas em rocha.

KOUMBI SALEH

É conhecida sobretudo por ser um interessante lugar arqueológico. Encontra-se já perto da fronteira senegaisa.

NEMA

É um ponto importante do caminho. A cidade dispõe de banco, mercado, hospital e estação de serviço.

OUALATA

Encontra-se situada no sudeste do país, a 90 quilômetros ao norte de Néma, e é uma das cidades mais famosas que pode-se encontrar desde o Saara a Tumbuctú em Mali. Há aqui alguns restos arqueológicos de interesse e muitas casas decoradas com desenhos em relevo e “modelos de laços brancos”.

É difícil conseguir transporte de Néma a Oualata, mas não impossível se insistir.

ROSSO

Encontra-se a uns duzentos quilômetros ao sul da capital. Está muito perto da fronteira do Senegal pelo que constitui uma paragem importante para cruzar o país vizinho. Uma vez ali é aconselhável que se aproxime de Keur Massene, uma pequena localidade costeira muito atrativa.

Fonte: www.rumbo.com.br

Locais Turísticos da Mauritânia

Capital: Nouakchott

Idioma: árabe e francês

Moeda: ouguiya

Clima: árido e savana

Fuso horário (UTC): 0

Pontos turísticos

Centro nômade de Atar

Onde os nômades do norte do país vem atrás de comida, bebida e para se casarem. O mercado central é muito interessante e a partir dele é possível conhecer lugares curiosos, como as ruelas estreitas da área Ksar.

Koumbi Saleh

Capital do império medieval de Ghana, é o sítio arqueológico mais famoso do país. Parte da cidade foi escavada em 1913, sendo que uma enorme mesquita foi encontrada, dando indícios que uma população de milhares de pessoas viviam aí. Embora as escavações tenham cessado por falta de fundos, há muito que se ver.

Fonte: www.geomade.com.br

Veja também

Hino Nacional da República Democrática do Congo

Debout Congolais PUBLICIDADE Debout Congolais (Levanta congolês) é o hino nacional da República Democrática do …

Locais Turísticos da República Democrática do Congo

BRAZZAVILLE PUBLICIDADE É um lugar muito interessante, muito verde, com uma Basílica, Mercados e o …

República Democrática do Congo

PUBLICIDADE O território que hoje leva o nome de República Democrática do Congo tem sido habitada por …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.