Breaking News
Home / Turismo / Pontos Turísticos do Malawi

Pontos Turísticos do Malawi

PUBLICIDADE

Começaremos percorrer Malaui pela capital, depois exploraremos o sul e o norte do país, para finalizar pelos Parques Nacionais de Malaui.

LILONGWE

É a capital do país e está dividida em duas zonas ativas: o Centro da cidade, onde encontram-se as embaixadas e linhas aéreas, e a cidade Antiga, onde estão os hotéis e a estação de ônibus. Entre os lugares mais destacados encontra-se o Mercado, um lugar muito animado e grande onde pode-se encontrar de tudo.

O SUL DE MALAUI

ZOMBA

É a antiga capital de Malaui. Um lugar ideal para explorar o Planalto de Zomba com 2.000 metros de altitude. Também podemos aproveitar a viagem e ver Chigwe`s Hole

BLANTYRE

A cidade extende-se ao longo de 20 quilômetros e fusiona-se com a cidade de Limbe. Porém, a maioria dos lugares de importância para os turistas encontram-se a alguma distância da área central da cidade. É o principal centro comercial e industrial de Malaui. Entre os lugares de mais interesse encontra-se o Museu Nacional, na metade do caminho entre Blantyre e Limbe, justo na estrada principal.

MULANJE

Esta cidade é um dos melhores pontos de partida para fazer percursos de trekking; é também o centro das plantações de chá, um dos produtos principais de exportação de Malaui. Encontra-se ao pé do maciço com seu nome.

O NORTE DE MALAUI

Começaremos explorando o Lago Malaui e as cidades que encontram-se nas beiras.

CABO MACLEAR

É um lugar ideal para praticar a pesca. Para os turistas o Cabo Maclear é símbolo de descanso e de recreio. É simplesmente um pequeno povoado pesqueiro muito agradável.

MONKEY BAY

Encontra-se a 18 quilômetros de Cabo Maclear e é conhecida pela formosa praia. Ao lado encontra-se a tranquila Reserva da Ilha Thumbi, uma reserva natural de aves e répteis.

SALIMA

O povoado de Salima está a 15 quilômetros do lago; é um bom lugar para passar a noite antes de dirigir-se à praia de Senga Bay, onde deve visitar a Ilha Lizard, belo parque nacional onde mora ampla variedade de águias e enormes lagartos.

NKHOTAKOTA

Encontra-se ao norte de Salima. Ali localiza-se um dos mais famosos mercados antigos de grande interesse. Foi antigamente um dos centros do mercado de escravos na região. Encontra-se situada a um quilômetro do lago.

LIKOMA E AS ILHAS CHIZIMULU

Estas duas ilhas são pertencentes à Moçambique e Malaui. São ilhas algo enigmáticas e em tempos coloniais chamaram a atenção dos missionários anglicanos.

Mostra disso é a Catedral Anglicana.

MZUZU

É o maior centro administrativo, mas com poucas coisas para serem vistas. A maioria dos viajantes passam por aqui, caminho de Nkhata Bay; daqui partem mini-ônibus e ônibus. O mercado junto à estação de ônibus é muito vivo.

RUMPHI

Encontra-se situado entre Nkhata Bay e Livingstónia, um bom ponto de partida para ir até Chelinda e o Parque Nacional de Nyika.

NKHATA BAY

Suas praias estão quase desertas à exceção de uns poucos viajantes e pescadores. Embora algumas das praias do sul sejam muito agradáveis, esta cidade tem muitas praias relaxantes como é a praia de Chikale, a 2 quilômetros ao sul.

LIVINGSTONIA

É um dos lugares mais atrativos de Malaui. Foi fundada pela Igreja Livre Escocesa em 1894; é uma cidade que ainda guarda esse ar colonial. Encontra-se a 800 metros sobre o nível do Lago no cume dos Livingstone Escarpment.

Entre os lugares mais espetaculares encontram-se as Cascatas Manchewe, com uma queda de 60 metros, Em suas grutas se esconderam os nativos fugitivos da escravatura. Lembre de visitar o Museu.

CHITIMBA

Encontra-se muito perto de Livingstónia e é outro lugar alternativo para fazer uma parada, à beira do lago.

KARONGA

Karonga está situada na região central do norte de Malaui, perto do extremo superior do Lago. A costa do lago encontra-se a um quilômetro do centro de Karanga. Trata-se de uma cidade muito animada e barulhenta onde se localiza o único banco do país que permanece sempre aberto.

CHITIPA

É outro dos pontos que pode-se escolher para fazer uma parada no caminho e abastecer-se. Sobretudo se desejar cruzar a Zâmbia.

PARQUES NACIONAIS

PARQUE NACIONAL DE KASUNGU

As rotas de vida selvagem permanecem abertas desde a metade de junho até primeiros de janeiro; durante este período pode-se ver elefantes, búfalos, zebras, antílopes e algumas outras espécies de animais.

A entrada ao parque encontra-se à 38 quilômetros de Kasungu, ao noroeste de Lilongwe. Durante o mês de março, se a estação de chuvas é muito forte, o parque permanece fechado.

PARQUE NACIONAL DE LENGWE

A 75 quilômetros de Blantyre as árvores e madronheiras do parque acolhem antílopes e uma grande variedade de aves. A melhor estação para visitar o parque é durante a época seca, de maio a dezembro.

Para permitir a visita à Reserva de Caça de Majete ou à Reserva de Caça de Mwabvi ao sul, deve obter permissão no escritório do Parque Nacional em Lilongwe. Majete aloja elefantes, antílopes, etc., enquanto em Mwabvi prevalecem rinocerontes brancos, leopardos, hienas, antílopes, etc.

PARQUE NACIONAL DE LIWONDE

56 quilômetros ao norte de Zomba e no rio Shire, este parque inclui parte do lago Malombe e a savana do leste do Shire Superior. Hipopótamos e crocodilos vivem no rio e tem perto de 300 elefantes; a população de aves é também muito variada.

Durante a segunda metade da estação seca os animais congregam-se ao longo do rio. As rotas do parque permanecem fechadas durante a estação úmida.

PARQUE NACIONAL DE NYIKA

Este foi o primeiro Parque Nacional de Malaui. Está situado em um belo planalto por cima dos 2.000 metros de altitude e coberto de um grande páramo de erva, totalmente desprovido de árvores. Por esta razão é muito fácil avistar os animais.

Durante a época de chuvas, quando a erva cresce, se vê zebras, antílopes diversos, queixadas verrugosas, e, se tiver sorte, o leopardo dará sinais de vida. Devido à ausência de leões e elefantes pode-se caminhar ao longo de todo o Parque, existindo rotas que pode serem feitas durante mais de 5 dias.

A temporada com melhores vistas é a de novembro à maio. Há trutas nos arroios durante o ano todo, e nas represas de setembro a abril.

A direção do Parque gestiona-se em “Thazima Gate”, e está à 67 quilômetros de Rumphi, 10 quilômetros ao norte da estrada de Rumphi a Katumbi.

Fonte: www.rumbo.com.br

Pontos Turísticos do Malawi

Região Norte

O Nyika National Park
Marsh Reserva Natural Vwaza
Viphya Highlands
Manda Wilderness

Região Centro

Kasungu Parque Nacional
Reserva Natural Nkhotakota

Sul

Liwonde National Park
Reserva Natural Majete
Parque Nacional Lengwe
Reserva Natural Mwabvi
Monte Mulanje

Lagos e Ilhas

A ilha de Likoma
O Lago Malawi National Park
O porto de Nkhata Bay Bay e do macaco
A praia de Cabo Maclear

Cidades colaterais

Lilongwe
Blantyre
Mzuzu
Karongo

Fonte: www.afrique-planete.com

Pontos Turísticos do Malawi

Capital: Lilongwe
Idioma: chicheua e inglês
Moeda: kwacha
Clima: savana
Fuso horário (UTC): +2

Pontos turísticos

Lago Malawi

Conhecido anteriormente como Nyassa, esse lago abriga várias aldeias ribeirinhas, que vivem às custas da pesca. Os pescadores possuem uma cultura que sintetiza tanto os antigos rituais como a influência dos povos brancos.

Lilongwe

A chamada Cidade Velha possui o mercado, vários restaurantes e cafés. Entre a Cidade Velha e a Cidade Nova, um Santuário Natural com 150ha possui várias trilhas, onde é possível avistar diversas espécies de pássaros, crocodilos e alguns mamíferos maiores podem ser vistos em jaulas.

Fonte: www.geomade.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Locais Turísticos de Burkina Faso

UAGADUGU (OUAGADOUGOU), A CAPITAL PUBLICIDADE É a capital de Burkina Faso e foi fundada há mais de …

Hino Nacional de Burkina Faso

Une Nuit Seule PUBLICIDADE Une Nuit Seule (também conhecido como L’Hymne de la Victoire ou Ditanyè) …

Bandeira de Burkina Faso

PUBLICIDADE A Bandeira de Burkina Faso é formada por duas listras horizontais, de igual largura, sendo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.