Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Postura Corporal  Voltar

Postura Corporal

O que é

Postura é um termo usado para descrever uma posição do corpo ou os arranjos de partes do corpo em relação ao outro. posturas ideais são aqueles assumidos para realizar uma atividade da forma mais eficiente que utiliza a menor quantidade de energia.

Toda a atividade começa com uma postura e termina com uma postura. As relações entre as partes do corpo pode ser controlado voluntariamente, mas para fazer isso exigiria muita concentração. Normalmente o funcionamento de nossas posturas e ajustes posturas são automáticos e ocorrem rapidamente.

O termo postura pode ser entendido como uma posição otimizada, mantida com característica automática e espontânea, de um organismo em perfeita harmonia coma gravidade. Além disso, pode ser considerado o conjunto de relações existente entre um organismo como um todo, e o ambiente que o cerca.

A má postura é um hábito adquirido na infância, e se não corrigido, carrega-se por toda vida, com várias conseqüências, entre elas os desvios posturais.

A utilização de posturas corporais equivocadas e o excesso de sobrecarga diária na coluna podem levar a algias precoces em escolares. Os desvios posturais nas crianças e adolescentes sofrem influência de fatores biológicos e ergonômicos.

Entre os fatores que alteram a postura corporal estão os sobrepeso. Esse provoca instabilidade músculo-esquelético, deslocamento do centro de gravidade e a combinação de encurtamento e alongamento excessivos.

Outro fator biológico é a respiração. Os músculos respiratórios quando tensos favorecem alterações posturais. O mobiliário inadequado e o elevado número de horas na mesma posição, além da carga excessiva na mochila são os maiores problemas ergonômicos.

Uma postura correta é indispensável para um bom equilíbrio, mas uma postura incorreta não implica obrigatoriamente num distúrbio do equilíbrio.

Aspectos fisiológicos que interferem na postura

Diversos fatores que influenciam a postura humana. A herança genética é considerada um dos mais importantes, mas tem ainda fatores internos e externos, biológicos, sociais e ou culturais, momentâneos e definitivos.

Respiração

O homem, na tentativa de manter-se ereto, submete os músculos da estática, que são responsáveis pela diminuição da flexibilidade do sistema locomotor humano, a um estado de tensão constante. Os músculos da dinâmica, após a contração inicial, retornam completamente a um estado de relaxamento, sendo responsáveis pelos movimentos de grande amplitude.

Um importante papel desempenhado pela respiração na manutenção da postura, tendo em conta que os músculos responsáveis pela inspiração são considerados da estática e que os músculos abdominais, exercem um papel dinâmico. Geralmente os músculos inspiratórios se mantêm constantemente tensos e os expiratórios relaxados. Esses padrões podem favorecer alterações posturais.

Obesidade

A associação da obesidade com alterações ósteo-articulares pelo excesso de massa corporal, diminuição da estabilidade e aumento das necessidades mecânicas para adaptação corporal.

Há alteração postural no obeso; a presença de abdômen protuso determina o deslocamento anterior do centro de gravidade, com aumento da lordose lombar e inclinação anterior de pelve (anteroversão).

A cifose torácica se acentua, ocasionando aumento da lordose cervical e o deslocamento anterior da cabeça. Com a evolução do quadro, instalam-se encurtamentos e alongamentos excessivos que em combinação com a inclinação anterior da pelve ocasionarão rotação interna dos quadris e aparecimento dos joelhos valgos e pés planos..

Na obesidade ocorrem alterações torácicas que interferem na mecânica respiratória. (TEIXEIRA,1996). O padrão apical somado a hipertonia da musculatura assessoria.

As alterações posturais não são exclusivas dos portadores da obesidade, mas sugerem com maior freqüência em virtude da ação mecânica desempenhada pelo excesso de massa corporal e o aumento das necessidades mecânicas regionais.

Posição

É impossível imaginar um piano que tenha um som perfeito se estiver com alguma parte faltando, ou quebrado, ou mesmo mal posicionado. Uma flauta amassada não terá o mesmo som de uma que está perfeita.

Desta forma, acontece com o corpo humano. O som produzido será sempre influenciado pela postura que se adota, por diversas razões.

Uma boa postura:

1 - É bem menos cansativa do que uma postura má ou relaxada, pois assim, os ossos e músculos fìcam posicionados de modo que haja o mínimo de esforço e tensão.
2 -
Causa um melhor aproveitamento respiratório.
3 -
Dá um melhor aspecto à visualização, além de transmitir maior segurança.
4 -
Coloca o mecanismo vocal na melhor posição para o seu posicionamento, tornando mais fácil a produção de uma sonoridade com qualidade.
5 -
Traz confiança, bem-estar psicológico e físico o todo o organismo.
6 -
Faz o corpo funcionar melhor, consequentemente beneficia a saúde vocal.

A boa postura para cantar deve ser aprendìda e praticada até que se torne um bom hábito:

1. Pés

Uma boa base dá maior segurança e firmeza. Inicialmente, deverão estar um pouco afastados. Em apresentações mais demoradas, o ideal é variar a sustentação do peso entre os pés, porém não de forma demorada, para evitar fadiga e tensão. Não se deve colocar o peso apenas sobre os calcanhares.

2. Pernas

Como ajudam a fixar e sustentar o corpo, elas nunca ficam totalmente relaxadas. No entanto, elas devem ficar flexíveis, nunca rígidas, prontas para o movimento.

Não se deve apoiar todo 0 peso do corpo somente em uma perna, pois haverá uma forte tendência a tremer. Para ajudar a resolver a tensão nas pernas e pés, pode-se fazer algum alongamento nesta região.

3.Quadris

Devem estar equilibrados, evitando um lado estar mais elevado que o outro. Porém, uma leve alternancia, ou movimentação ajuda a relaxar esta região, pois não é bom que esteja muito rígida durante a apresentação.

4.Abdome

Não deve estar exageradamente projetado para dentro ou para fora. Deve-se evitar tensões demasiadas neste local, pois a musculatura desta região é de extrema importância para a respiração controlada, como é a de um cantor ou orador.

5.Costas

Manter a coluna ereta de forma não rígida favorece o bem estar do som, por melhorar as condições da expansão do tórax, melhorando a respiração. Deve permanecer de forma equilibrada, sem inclinações exageradas.

6. Tórax

Deve estar numa posição relaxada, evitando-se qualquer contração muscular exagerada, para facilitar o mecanismo do ar. Deve-se sentir todo o tórax agindo em conjunto.

7. Ombros

Devem estar descontraídos, sem nenhuma tensão nestas articulações. Qualquer rigidez nesta região pode comprometer a ação dos músculos do tórax e do pescoço. Eles não devem se mover muito para frente, nem para trás, nem para baixo, muito menos para cima. A rigidez local pode complicar a toda a postura.

8. Braços e mâos

Devem estar caídos livremente ao longo do corpo, de forma natural, o mais livre de tensão possível. Os maneirismos devem ser evitados, como ficar aperfando as mãos à frente ou atrós, ou torcendo-as, pois isso causa uma tremenda tensão nos braços e no tórax, além de interferir na ação dos outros músculos do corpo.

Esse tipo de atitude também é bastante deselegante. E ao segurar o microfone, deve-se ter o cuidade de manter os ombros e braços relaxados, para evitar tensão no pescoço.

9.Cabeça

Deve estar centralizada. O olhor deve estar na dìreção das pessoas, e o queixo não deve estar nem muito baixo nem muito alto.

10. Posição sentada

Quando se está sentado, o principal apoio do corpo é o assento. O tronco e a cabeça devem estar alinhados, com a coluna ereta, e os quadris devem estar bem apoiados no encosto, sem, no entanto, fazer com que o abdome fique projetado para frente, ou o oposto, ficando com a coluna inclinada para frente.

Em ambas as situações haverá comprometimento da respiração, e cansaço em pouco tempo. Se se está sentado em uma cadeira com braços, não se deve apoiar os próprios braços sobre os da cadeira, pois haverá maior sobrecarga nos ombros, prejudicando a coluna.

A importância da boa postura corporal

Muitos fatores podem causar dor nas costas. Entre as causas mais comuns, incluem-se os movimentos bruscos, esforços para levantar pesos, acidentes de carro, quedas, e muitas vezes os resultados podem ser severos. Algo que poucas pessoas consideram quando se trata de superar a dor lombar é a adoção de uma postura correta, embora estejam muito claras as vantagens de se ter uma boa postura.

E o contrário é bem sabido - quando não se mantém boa postura, ocorre uma sobrecarga adicional na musculatura dorsal. Um stress é adicionado à coluna vertebral, e se a má postura continua por um longo período de tempo, a anatomia da coluna pode realmente ser alterada por causa disso.

Vasos sanguíneos e nervos que estão localizados dentro dos músculos podem ser comprimidos, ocasionando falta de nutrientes, de oxigênio e de remoção de resíduos do trabalho muscular, o que provoca alteração dos nervos e dos músculos, podendo incluir modificações nas articulações. Todas estas condições podem resultar em dor nas costas, e outros problemas como dor de cabeça, deficiência da respiração e fadiga.

A boa postura é importante porque mantém um equilíbrio entre as partes do corpo. Identifica-se a boa postura ao determinar o alinhamento entre as partes do corpo. A postura perfeita, estando de pé, pode ser determinada traçando-se uma linha que passa pelo tornozelo e o lóbulo da orelha - numa boa postura a linha é reta. A linha deve ser o mais próximo da reta entre as orelhas, os ombros, os quadris, os joelhos, e o tornozelo.

Se você quer melhorar sua postura, uma das primeiras coisas que você deve fazer é analisar a sua postura atual. Observe-se durante todo o dia, tomando nota das regiões do corpo em que há tensões musculares, a sua simetria ou assimetria, ou a sua percepção de problemas posturais. Desta forma, identificando onde reside o problema, você pode fazer algumas coisas para melhorar.

Postura Corporal
Anteriorização do ombro - um problema comum

Muitas pessoas têm problemas posturais quando estão sentadas em cadeiras. Talvez você se identifique com algum dos hábitos mais freqüentes. Um, é deixar o corpo inclinar-se para frente, outro, não apoiar a região lombar no encosto da cadeira, ou então deixar-se escorregar, em vez de permanecer sentado sobre os ísquios, ossos que fazem parte da bacia, na sua porção mais inferior.

Essas atitudes corporais causam pressão adicional sobre a região lombar.

Cadeiras ergonômicas podem ajudar a para corrigir problemas posturais, mas mesmo assim, se você permanece sentado por muitas horas, é recomendável fazer pausas, para permitir que os músculos possam voltar às suas posições de relaxamento, e alongar-se.

Postura Corporal
A posição do corpo para dormir também merece atenção

Existem várias técnicas eficazes e de efeitos rápidos, para tratar as conseqüências da má postura, e para promover a correção, visando prevenir os desconfortos e manter a saúde.

Além disso, muitas vezes a atitude corporal reflete o que se passa no interior da pessoa, e ao mesmo tempo influencia sobre o estado de espírito. Assim, além de transmitir uma boa imagem, uma boa postura contribui para a saúde física e emocional.

Qual é a postura correta para deitar-se?

Durante a noite, é normal mudarmos de posição algumas vezes. Isto acontece espontaneamente, e é saudável, pois ao mudarmos nossa postura ao dormir, diminuímos a pressão sobre a parte do corpo em contato com o colchão ou travesseiro. Podemos dormir de barriga para cima, ou de lado, ou variando entre as duas posturas.

Há dois elementos fundamentais para os quais precisamos prestar atenção ao dormir:

1. A coluna deve estar alinhada: Isto significa que devemos evitar dormir em "posição fetal", com a coluna curva, e também que o pescoço deve estar alinhado com o resto da coluna. Assim, é importante não dormir com um travesseiro muito alto, quando nos deitamos de barriga para cima, nem com um travesseiro muito baixo, quando nos deitamos de lado. Ao deitar de lado, é importante também desviar o ombro um pouco para frente ou para trás, impedindo que haja muita compressão sobre o ombro. Dormir de bruços não é uma boa opção: esta postura coloca um estresse muito grande sobre o pescoço e a coluna lombar, e impede um bom alinhamento da coluna.

2. Devemos conseguir relaxar os músculos ao dormir: Para muitas pessoas que acordam com dor, não é a postura, mas sim a dificuldade em relaxar os músculos que provoca mal-estar. Algumas pessoas mantém os punhos fechados, ou rangem os dentes, e isto dificulta um sono restaurador. O melhor conselho para esta situação é procurar começara a relaxar algumas horas antes de ir para a cama. Ao deitar-se, é sempre uma boa idéia permanecer alguns minutos com a luz apagada, conscientizando-se sobre a postura do corpo, e procurando soltar os músculos tensos.

Qual é o melhor colchão?

Há dois tipos de colchões: de molas e de espuma.

Quando de boa qualidade, ambos os tipos são bons, e a escolha depende de sua preferência pessoal. Os colchões de molas mais modernos são feitos com molas individuais, ensacadas separadamente. Além disso, tem um enchimento de sisal e revestimento de espuma ou manta acrílica.

Os colchões de espumas devem ter um selo de qualidade da associação pró-espuma. São feitos com espumas das seguintes densidades, em kg/m3: 20, 23, 26, 28, 33, 45. Tanto para os colchões de mola quanto para os de espuma, quanto maior o peso da pessoa, maior deve ser a densidade da espuma (espuma de revestimento, no caso de colchões de molas). Atualmente, há excelentes colchões fabricados no Brasil.

E o melhor travesseiro?

Aqui, também, não há uma resposta única. O travesseiro ideal deve adaptar-se ao seu corpo, e, portanto depende da forma de seu corpo e de suas preferências.

Para adaptar-se à forma de sua cabeça, o travesseiro não deve ser muito firme. Também não deve ser muito alto, pois isso impede o bom alinhamento da coluna.

Pessoas mais idosas podem preferir travesseiros mais altos, devido ao aumento da curvatura entre o tronco e o pescoço, enquanto que algumas pessoas jovens podem preferir dormir com travesseiros finos. Algumas pessoas preferem ter dois travesseiros, dependendo da postura em que estão dormindo.

Veja como se sentar corretamente diante do computador:

A tecnologia nos trouxe muita comodidade e o computador está presente em todos os ambientes de trabalho e nos lares. Estas dicas servem para orientar o bom uso desta ferramenta que muito nos facilita a vida. No entanto, se adotarmos posturas inadequadas em frente ao micro, poderemos ter conseqüências desagradáveis na nossa coluna e articulações.

Postura Corporal

Dicas de boa postura diante do computador

Postura Corporal

Mantenha o topo da tela do vídeo ao nível dos olhos e a distância certa de um comprimento de um antebraço.
Mantenha a cabeça e pescoço em posição reta e ombros relaxados.
Vídeo na altura dos olhos e a cerca de um antebraço de distância ou 45 cm a 70 cm.

Postura Corporal

Mantenha o antebraço, punho e mãos em linha reta (posição neutra do punho) em relação ao teclado.
Mantenha o cotovelo junto ao corpo num ângulo de 90º.

Postura Corporal

Mantenha a região lombar apoiada no encosto da cadeira ou no suporte das costas.
Mantenha um espaço entre a dobra do joelho e a extremidade final da cadeira.
Mantenha ângulo de 90º para as dobras do joelho e do quadril.
Mantenha os pés apoiados no chão ou use um descanso para os pés.

Postura Corporal

Mantenha o mouse e outros acessórios próximos ao teclado e no mesmo plano.

Postura Corporal

Mantenha o documento próximo ao monitor e no mesmo plano visual, nos trabalhos de digitação.
Não torcer o pescoço.
Monitor não deve estar nem muito alto, nem muito baixo.

Postura Corporal

Utilize apoio para os punhos (é importante para ajudar você a manter-se na posição neutra).
Quando for movimentar o mouse, movimente somente o mouse e não o punho, evitando fazer movimentos para os lados com o punho.

Postura Corporal

Quando for teclar observe as mesmas recomendações dos cuidados com o mouse.

Possíveis efeitos da má postura:

Dor no pescoço, costas, braços, antebraços e punhos.
Sensação de cansaço, desconforto.
Problemas de saúde (LER / DORT).
Limitações de movimento.
Perda da qualidade de vida.

A melhor e mais barata maneira de evitar estes problemas e sempre cuidar de sua postura diariamente isso pode significar um dia mais produtivo, mais confortável e sua coluna agradece.

Fonte: www.stretching-exercises-guide.com/www.escolaunileiser.hpg.ig.com.br/www.movimentoes.com

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal