Breaking News
Home / Bem-Estar / Sardas

Sardas

PUBLICIDADE

O que são

Sardas são apenas as células da pele que contêm um pigmento (cor) chamada “melanina”.

Melanina é uma substância química produzida por células da pele chamadas “melanócitos”.

Melanina ajuda a proteger a pele dos raios ultravioleta do Sol, refletindo ou absorvendos.

As Sardas são naturais e não prejudiciais. Mesmo que algumas pessoas com sardas não gostem delas e querem se livrar delas, elas certamente não são um sinal de qualquer problema de saúde.

As Sardas são desencadeadas pela exposição à luz solar. A radiação ultravioleta do Sol faz com que os melanócitos produzam mais melanina, o que pode causar sardas e torná-las mais escura.

Qualquer um pode ter sardas, elas são genéticas. Portanto, se seus pais têm sardas, há uma boa chance que você também ter. Pessoas com pele clara (pele e olhos que são de cor clara) tendem a ter mais sardas do que pessoas com pele mais escura.

Algumas pessoas têm sardas que desaparecem no inverno e voltar a cada verão. Outras pessoas têm sardas durante todo o ano.

As Sardas tendem a desaparecer quando as pessoas envelhecem.

As Sardas ou efélides possuem cor ruiva. São pequenas manchas de cor marrom-ocre que aumentam quando há exposição aos raios ultravioletas.

É muito comum as pessoas se confundirem na hora de identificar uma sarda, pinta ou mancha na pele. As manchas podem ser sinais de nascença ou adquiridas, e neste caso, devem ser acompanhadas pelo resto da vida. Qualquer mudança na cor, tamanho e textura requer análise de um dermatologista para diagnosticar um possível problema.

As Sardas

Sardas
Sardas

As Sardas são pequenas manchas marrons na pele que são causadas pelo sol.

Nós todos temos células produtoras de pigmento na pele chamadas melanócitos. Esses melanócitos produzem o pigmento melanina e alimenta os queratinócitos, as células normais da pele que formam a barreira exterior dos nossos pele.

Trata-se de uma barreira que nos protege dos insultos da natureza, e mais importante, do sol.

Este pigmento nos impede de danos devidos aos poderosos raios do sol. Quando nossos melanócitos ficam danificados pelo sol, nosso corpo produzi sardas, que são simplesmente uma coleção anormais de pigmentos de melanina na pele.

O sol é o maior vilão para provocar reações na pele, pois ele é capaz de disparar o mecanismo natural da melanina que produz sinais indesejados na pele. Por isso, no final do verão é comum aparecer manchas que não existiam antes da temporada de calor.

Definição

As Sardas chamadas de efélides, são manchas castanho-claras ou escuras, que surgem na infância ou adolescência após a exposição ao sol e principalmente se houver queimadura na pele. No inverno, quando a exposição solar diminui, elas clareiam naturalmente, mas também podem ser tratadas com clareadores tópicos ou luz intensa pulsada e peelings químicos.

Pele

Sardas
Sardas

Sardas são manchas bronzeada lisas e circulares que normalmente são do tamanho da cabeça de um prego comum.

As manchas são múltiplas e pode desenvolver-se na pele após exposta ao sol.

As Sardas são particularmente comum em pessoas de pele clara em áreas da pele da parte superior do corpo, como as bochechas, nariz, braços e ombros superiores. Elas podem aparecer em pessoas jovens como 1 ou 2 anos de idade.

A maioria das sardas na pele de uma pessoa são geralmente de cor uniforme.

Em pessoas diferentes, sardas podem variar um pouco de cor — eles podem ser avermelhada, amarelo, assim, castanho claro, marrom, ou preto — mas eles são basicamente um pouco mais escura que a pele circundante.

As Sardas são inofensivas. Elas podem, por vezes, ser confundida com problemas mais graves de pele.

As Sardas são devidas a um aumento da quantidade de pigmento escuro chamado melanina e não devido a um aumento no número total de células produtoras de pigmento chamadas melanócitos.

Manchas

Sardas
Sardas

As sardas ou efélides surgem em pessoas de pele clara, sendo que têm maior incidência em ruivos e de olhos claros. A pele clara tem tendência a apresentar manchas solares e até câncer de pele com o passar da idade e com a exposição solar cumulativa durante os anos.

Elas surgem, principalmente, na face, mas podem aparecer nos braços e nas costas. As sardas costumam aparecer na infância por volta dos cinco anos de idade, como manchas acastanhadas na pele exposta à luz.

A tendência é que as sardas aumentem em número, tamanho e profundidade de pigmentação na estação mais quente do ano.

Se a exposição ao sol for controlada, as sardas tendem a clarear gradualmente. Tratamentos de clareamento podem acelerar esse processo.

Sarda ou mancha

Ambas são manchas escuras, porém as sardas serão sempre manchas de tom castanho-claro. Já as manchas senis são aquelas marcas escuras que costumam aparecer em decorrência da exposição solar ao longo da vida.

Algumas podem apresentar variações entre o marrom e o preto, e em diferentes formas: redonda, pequena, grande, planas ou sobrelevadas.

Os dois tipos de sardas mais comuns são as pequenas manchas amarronzadas que aparecem nas zonas da pele mais expostas ao sol, e as manchas marrom claro que podem aparecer em qualquer parte da pele e que afetam a maioria das pessoas com o avanço da idade.

Sardas podem se transformar em câncer de pele?

Quem possui tendência a sardas, consequentemente, pode desenvolver o câncer de pele com mais facilidade.

Geralmente as sardas são lesões benignas e não oferecem risco de virar câncer de pele. Mas, para evitar a doença, é preciso estar atento ao sinal de alerta que a pele emite em relação à exposição excessiva do sol, que pode desencadear o câncer de pele.

Fonte: wonderopolis.org/www.medicinenet.com/www.freckles.org

Veja também

triptofano

Triptofano

PUBLICIDADE O triptofano é um aminoácido, uma proteína sem a qual os seres humanos não …

melatonina

Melatonina

PUBLICIDADE A melatonina é um hormônio produzido pelo nosso cérebro, e esse hormônio interfere em …

Kefir

Kefir

PUBLICIDADE Alimentos probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal. A flora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.