Breaking News
Home / Bem-Estar / Albumina

Albumina

PUBLICIDADE

O que é

As albuminas são uma família de proteínas globular, o mais comum dos quais é a albumina sérica.

A família de albumina consiste de todas as proteínas que são água- solúvel, são moderadamente solúveis em soluções salinas concentradas, e calor experiência de desnaturação.

As albuminas são comumente encontrados em plasma de sangue, e são diferentes de outras proteínas do sangue, em que eles não são glicosiladas. Substâncias que contêm albuminas, como a clara de ovo, são chamados albuminóides.

Albumina é uma proteína produzida pelo fígado. Um teste de albumina de soro mede a quantidade de proteína presente na porção de líquido limpo do sangue.

Albumina também ajuda a transportar alguns medicamentos e outras substâncias através do sangue e é importante para o crescimento de tecidos e cicatrização.

A albumina é a proteína mais comum encontrada no sangue. Ela fornece ao organismo a proteína necessária para manter tanto crescimento ea reparação de tecidos.

Função

A importância da função das albuminas fez com que, durante a segunda guerra mundial, se realizassem experiências para tratar os estados de choque com soroalbumina bovina. As reações adversas impediram a continuação dos testes, mas abriram amplo campo de investigação sobre as proteínas.

A albumina é a proteína principal do plasma humano.

Liga-se água, tal como catiões (Ca 2 + , Na + e K + ), ácidos gordos, hormonas, bilirrubina, tiroxina (T4) e farmacêuticos (incluindo barbitúricos) – a sua principal função é regular a coloidal pressão osmótica do sangue. alfa-fetoproteína (alfa-fetoglobulin) é uma proteína de plasma fetal que liga vários catiões, ácidos gordos e de bilirrubina. proteína de ligação da vitamina D liga-se a vitamina D e seus metabolitos, bem quanto a ácidos graxos.

As albuminas formam um grupo de proteínas de propriedades semelhantes e composição química quase análoga, que se acham contidas na maioria dos tecidos animais e em boa parte dos vegetais. Formam-se nos organismos vivos a partir de aminoácidos, que, interligados à maneira de elos, compõem cadeias de natureza protéica. Embora a disposição dos aminoácidos dentro da cadeia varie nas diferentes albuminas, as porcentagens e as dimensões moleculares de cada um deles são similares em todo o grupo.

Essas proteínas, solúveis em água destilada ou em soluções salinas, quando dissolvidas são coaguláveis pela ação do calor. Essa coagulação é conseqüência de uma alteração da estrutura molecular e se observa, por exemplo, na clara do ovo, que muda de cor ao ser cozida ou fritada.

Tipos e funções

As principais albuminas são a lactoalbumina, contida no leite; a ovoalbumina, que se encontra na clara do ovo; a soroalbumina do sangue; e as albuminas vegetais.

Dentro desse último grupo cabe mencionar, entre outras, a leucosina do trigo e a legumina da ervilha.

A ovoalbumina é utilizada como material alimentício pelos embriões das aves durante seu desenvolvimento. A soroalbumina, também denominada serina, representa cinqüenta por cento das proteínas sangüíneas; sua principal função é a de regular o intercâmbio de água entre os tecidos e o sangue por meio de mecanismos osmóticos, isto é, relacionados com a difusão dos líquidos através de membranas. A uma quantidade maior de soroalbumina corresponde uma percentagem superior na retenção de água; ao contrário, uma diminuição de apreciável magnitude nos níveis de albumina provoca a passagem de água aos tecidos, o que origina o edema ou inflamação. Outra função da soroalbumina é o transporte de certas substâncias através da corrente sangüínea. As albuminas vegetais, por sua vez, constituem uma notável fonte dos aminoácidos de que necessitam os animais e que, por conseguinte, devem constar de sua dieta.

Albumina Sérica

A albumina do soro é o mais abundante no plasma sanguíneo e da proteína é produzida no fígado e forma uma grande proporção de todas as proteínas do plasma. A versão humana é albumina do soro humano , e que normalmente constitui cerca de 50% de humano da proteína do plasma.

Albuminas séricas são importantes na regulação do volume de sangue, mantendo a pressão oncótica (também conhecida como pressão osmótica coloidal ) do compartimento do sangue. Também servem como transportadores para moléculas de baixa solubilidade em água desta forma isolando a sua natureza hidrófoba, incluindo lipossolúvel hormônios, bile sais, bilirrubina não conjugada , livre de ácidos graxos ( apoproteína ), cálcio , íons ( transferrina ), e algumas drogas como varfarina, phenobutazone, clofibrato e fenitoína. Por esta razão, é por vezes referido como um “táxi” molecular. Competição entre a droga para os locais de ligação de albumina pode provocar interações medicamentosas, aumentando a fração livre de um dos fármacos, o que afeta a potência.

Os tipos específicos incluem:

Albumina do soro humano

Albumina de soro bovino (albumina de soro de bovino) ou de BSA, muitas vezes utilizados em laboratórios médicos e de biologia molecular. Baixa albumina ( hipoalbuminemia ) pode ser causada por doença hepática , síndrome nefrótica , queimaduras, enteropatia perdedora de proteína , má absorção , desnutrição , gravidez tardia, artefato, variações genéticas e malignidade.

Alta albumina ( hiperalbuminemia ) é quase sempre causada pela desidratação. Em alguns casos de retinol ( vitamina A deficiência) o nível de albumina pode ser elevada para os valores normais de alta (por exemplo, 4,9 g / dL). Isto porque o retinol faz células inchar com água (este é também o motivo muito vitamina A é tóxica).

Em experiências de laboratório foi mostrado que o ácido retinóico all-trans baixo regula a produção de albumina humana A gama normal de albumina do soro humano em adultos (> 3 anos) é de 3,5 a 5 g / dL. Para crianças com menos de três anos de idade, o intervalo normal é mais amplo, 2,9-5,5 g / dl. A albumina liga-se ao receptor de superfície da célula Albondin .

Outros tipos

Outros tipos incluem a proteína de armazenamento de ovalbumina em clara de ovo, e de diferentes albuminas de armazenamento nas sementes de algumas plantas.

Substância

Albumina é uma substância muito consumida entre os atletas de alta performance, em especial entre os praticantes de musculação e halterofilismo, na forma de suplementos alimentares, a albumina trata-se de uma proteína, encontrada abundantemente nos ovos, e conta com alto valor biológico, o que supre a necessidade de reposição de nutrientes desses atletas, que realizam um grande esforço muscular.

Por isso é que até o surgimento dessa proteína na forma de suplemento, os atletas costumavam ingerir clara de ovo crua, que é a principal fonte dessa proteína antes dos treinos, de forma a ajudar a obter maior massa muscular.

Muitos atletas ainda consomem a clara de ovo “in natura”, o problema é lidar com o cheiro do alimento, que costuma ser muito forte e não agrada a todos. Dessa forma, para obter os benefícios da albumina, sem ter que encarar o cheiro de clara de ovo, a melhor alternativa são os suplementos alimentares que contém a proteína na composição.

A albumina dos suplementos alimentares é obtida por meio do processo de desidratação da clara de ovo, sendo dessa forma um produto natural, e que auxilia tanto na formação de massa muscular como na perda de peso para os praticantes de exercícios. Recomenda-se consumir 30g de albumina ao acordar ou antes de dormir, para que a proteína seja metabolizada pelo organismo.

Fonte: medlineplus.gov/en.wikipedia.org/www.webmd.com

Veja também

triptofano

Triptofano

PUBLICIDADE O triptofano é um aminoácido, uma proteína sem a qual os seres humanos não …

melatonina

Melatonina

PUBLICIDADE A melatonina é um hormônio produzido pelo nosso cérebro, e esse hormônio interfere em …

Kefir

Kefir

PUBLICIDADE Alimentos probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal. A flora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.