Breaking News
Home / Bem-Estar / Botox

Botox

PUBLICIDADE

O seu nome banalizou-se de tal maneira que as pessoas designam por “pôr botox” tudo o que lhes cheire vagamente a cirurgia plástica ou dermatologia estética: desde o preenchimento de lábios aos liftings. No entanto, esta substância, derivada de uma toxina com efeitos paralisantes a nível muscular, tem uma ação muito específica. Quando injetadas, o botox paralisa localmente o músculo que está por debaixo das rugas (cuja contração repetida é justamente a causa dessas rugas) e relaxa-o dessa forma distendendo a pele e anulando a aparência das rugas.

Pode ser uma boa solução para si se tem sulcos muito vincados na testa e entre as sobrancelhas, que lhe dão um ar permanentemente zangado e preocupado.

Tem riscos: a injecção pode afetar outros músculos vizinhos e paralisar uma pálpebra, por exemplo, mas como o efeito da injecção é temporário, algo que corra mal também o será.

As injecções são geralmente feitas sem anestesia e só fica a norta-se eventualmente o local da picada. Os efeitos sobre as rugas não são logo visíveis, surgindo apenas ao fim de uma ou duas semanas, mas podem durar até um ano (depende dos casos).

A toxina botulínica tipo A, conhecida em nosso meio pelos nomes comerciais Botox® Dysport® é um produto de origem biológica.

Para sua obtenção são envolvidos processos tecnológicos altamente sofisticados. O uso terapêutico da toxina botulínica do tipo A começou nos anos 70, não com finalidade estética, mas numa tentativa de tratar o estrabismo de forma não cirúrgica.

A toxina botulínica atua inibindo a contração do músculo por meio do bloqueio da enzima responsável por essa contração, sem, entretanto, afetar sua produção.

Atualmente, a toxina botulínica é empregada na terapia de muitas doenças por neurologistas e oftalmologistas, e, mais recentemente, pela ausência de complicações e simplicidade do uso passou a ser um recurso estético, produzindo um relaxamento na musculatura facial, melhorando as rugas de expressão (rugas dinâmicas).

As rugas dinâmicas, ou rugas de expressão, são aquelas provocadas pela contração muscular da mímica facial, que leva, ao longo do tempo, à formação de vincos na pele.

Tornou-se, portanto uma excelente opção para o tratamento das rugas faciais, principalmente da testa e das laterais dos olhos (pés-de-galinha). Recentemente é utilizado também para pequeno grau de flacidez cervical e para hiperidrose excesso de sudorese) na região palmar e axilar.

O efeito da toxina botulínica pode ser observado já nas primeiras 48 horas, aumentando gradativamente durante os sete a dez dias subsequentes à aplicação.

Ocorre então uma estabilização do efeito, que se mantém, em média, por um período de quatro meses.

Com o passar dos anos, a pele diminui a produção do colágeno (substância que forma as fibras do tecido) e a elasticidade e vitalidade vão desaparecendo.

As áreas que ficam entre o nariz e os lábios, a região da testa e ao redor dos olhos costumam ser as mais atingidas por este processo de envelhecimento, muitas vezes precoce, em virtude da exposição solar inadequada e sem proteção eficaz.

Para as pessoas que não querem ser submetidas a procedimentos cirúrgicos, as que ainda não precisam, ou mesmo para manter o resultado da cirurgia plástica, a toxina botulínica pode retardar, manter ou até mesmo reverter os sinais de envelhecimento com eficácia.

A toxina botulínica, sem dúvida, é um dos mais importantes métodos de rejuvenescimento facial nos últimos anos. Sua eficácia e segurança para o uso estético já foram comprovadas por diversos trabalhos científicos, inclusive com aprovação pelo FDA.

Contra-indicações

Pacientes hipersensíveis aos componentes da fórmula
Pacientes intolerantes a agulhas
Mulheres grávidas ou que estejam amamentando
Infecção ou reação inflamatória na região a ser tratada
Não usar quantidade excessiva (mais de 100UI) em um mês, para que não haja a formação de anticorpos.
Doenças auto-imunes (Lúpus Eritematoso Sistêmico) ou neuromusculares (Miastenia Gravis),
Pacientes em uso de aminoglicosídeos (antibiótico) devido à interação medicamentosa e anticoagulantes ou aspirina devido ao risco de sangramento aumentado (neste caso, suspender a medicação por 4 dias antes da aplicação).

O que é

Botox é um tratamento de beleza que rejuvenesce as pessoas, certo? Não exatamente.

Botox é uma marca americana da toxina botulínica. Foi a primeira à conseguir liberação para uso estético – principalmente rugas e marcas de expressão – por isso ficou famosa. Mas não é a única, existem a sueca Dysport e a israelita Prosigne.

Como fazer botox? Onde aplicar? Para que serve e em que o botox ajuda / resolve / corrige?

toxina botulínicaBotox, causa o botulismo – doença que paralisa musculatura do corpo. Quando usada em pequenas doses, não chega à causar a doença, mas corrige deformações musculares como rugas ou marcas de expressão. O Botox é aplicado com agulhas finas direto no músculo à ser corrigido. As áreas mais comuns de aplicação são em volta dos olhos, correção de pés de galinha e rugas entre sobrancelhas.

Em geral são feitas 3 aplicações entre as sobrancelhas, e 3 na área externa dos olhos (para tirar pé de galinha, como é conhecido).

botox também pode ser usado para levantar a ponta do nariz, reduzir as rugas do pescoço, levantar seios flácidos e inibir a transpiração – principalmente nas palmas das mãos, plantas dos pés e axilas.

Riscos do Botox, resultado da aplicação excessiva

Como mencionado acima, o Botox é uma toxina. Ainda que ofereça pouco risco, o uso excessivo pode sim prejudicar a saúde, resultando em hematomas, a perda da expressão facial, problemas nas pálpebras e enfraquecimento muscular. Dermatologistas recomentam a reaplicação à cada 6 meses no máximo.

Preço do botox: quanto custa tirar rugas e marcas de expressão

A beleza, é claro, tem custo. Além da dor em muitos tratamentos, tem o preço propriamente dito. Os valores variam de acordo com a cidade e nome de quem for aplicar.

Botox® e Dysport®

Botox® e o Dysport® são marcas comerciais da toxina botulínica tipo A, aprovadas pela ANVISA e utilizadas para uso estético, por isso, são os nomes mais conhecidos. Existe também no Brasil o Prosigne® (China).

A principal aplicação da toxina botulínica tipo A é para a correção das rugas dinâmicas de expressão, sem a necessidade de um tratamento invasivo – como a cirurgia plástica, que são principalmente:

(a) As rugas da testa

(b) O sulco entre as sobrancelhas e

(c) Os famosos “pés-de-galinha”

Botox
(a) Rugas da testa muito pronunciadas

Botox
(b) Sulco entre as sobrancelhas

Botox
(c) “Pés-de galinhas”

Por ser a primeira aprovada, Botox® tornou-se muito conhecido e, por isso, sinônimo do procedimento de correção de rugas.

Também é usada em indicações terapêuticas para o tratamento hiperidrose axilar e palmar, além de estrabismo, blefaroespasmo, espasmo hemifacial, distonias e espasticidade.

A técnica é simples, rápida e consiste em injetar por meio de finíssimas agulhas a substância nos músculos responsáveis pelo aparecimento das rugas. Assim, se obtém uma paralisia temporária de músculos desnecessários com o desaparecimento das rugas mais leves e atenuação das mais profundas.

A toxina botulínica atua impedindo a contração dos músculos faciais que dão origem às rugas. Com a interrupção da contração, ocorre o relaxamento muscular e as rugas se atenuam.

É importante salientar que não há uma mudança radical da aparência.

O objetivo é amenizar as linhas de expressão na região onde foi aplicado.

Procura-se um resultado natural e não aquela aparência exagerada e plastificada.

O grande segredo é a individualização do tratamento, com diferenças nas doses aplicadas e a criteriosa seleção dos pontos de aplicação em função das rugas a serem melhoradas.

Perguntas e Respostas sobre o procedimento

1- O que é o Botox®?

É o nome comercial da Toxina Botulínica tipo A fabricado pelo laboratório Allergan (USA), que é um complexo protéico purificado, de origem biológica, obtido a partir da bactéria Clostridium Botulinum, que sob certas condições adequadas de laboratório, produz sorotipos diferentes de toxina, no qual o sorotipo A é liberado em pequenas doses para fiz estéticos.

Temos também a marca comercial Dysport fabricado pelo laboratório Ipsen (Inglaterra e França)

2- Como atua o “Botox”?

Quando aplicado em pequenas doses no músculo selecionado, o medicamento inibe a liberação de acetilcolina dos neurônios. A acetilcolina é um neurotransmissor responsável por levar os impulsos nervosos do cérebro aos músculos. Consequentemente, o músculo não recebe a mensagem para contrair.

O medicamento bloqueia temporariamente o funcionamento do músculo em que foi injetado. O músculo relaxa e não contrai mais por algum tempo. Os músculos injetados não têm função para o corpo e são os que provocam as rugas. Com o relaxamento destes músculos se obtém o desaparecimento temporário das rugas.

3- Que profissional pode aplicar o Botox® / Dysport ®?

Somente os médicos especialistas experientes, os quais devem ter recebido orientação e treinamento na técnica de aplicação do medicamento são quem podem realizar esse procedimento, pois possuem conhecimento detalhado da anatomia dos músculos da face e experiência na aplicação.

Novos pontos de aplicação e técnicas são descritos a cada dia, por isso, além do saber aplicar, o médico deve manter-se constantemente atualizado cientificamente.

4- Quanto tempo começo a ver os resultados?

O resultado da paralisia muscular com o “Botox” acontece de 3 a 5 dias, sendo um possível complemento a partir de 14 dias, caso exista alguma assimetria, o que é raro.

5- Por quanto tempo duram os resultados do tratamento?

O tempo de duração do tratamento depende de paciente para paciente, isto é, da reação individual ao medicamento, da dose aplicada, do produto aplicado e do planejamento do médico.

Em média os efeitos duram de 4 a 6 meses.

Após este período, pode ser aplicada novamente para se manter o efeito, mas em longo prazo existe um efeito residual por diminuição da atividade do músculo e controle do hábito de contrair, mas depende de pessoa para pessoa.

6- O tratamento é caro?

É uma despesa que num primeiro momento parece não ser barata se o paciente considerar o custo de uma aplicação, pois a mesma é paga cumulativamente por um tratamento que dura de 4 a 6 meses, em vez de ser paga semanalmente, como é o caso dos gastos em salão de beleza com a pintura de unhas, depilação e com os cortes, tratamentos e pinturas de cabelo.

Se fizermos a soma anual dos custos poderemos nos surpreender, que o tratamento é equivalente ao que se gasta com salão de beleza.

O tratamento não tem exclusivamente o objetivo de corrigir temporariamente as rugas e sim, com o decorrer das aplicações, descondicionar o paciente a realizar movimentos faciais desnecessários. Portanto, após algumas sessões os resultados obtidos poderiam manter-se por um período mais longo, sem cirurgias, internações, cicatrizes ou perda de tempo.

7- Pode ser aplicado frequentemente?

Não.

Os efeitos duram em média de 4 a 6 meses.

O paciente só pode receber nova aplicação após esse período, para evitar criar resistência à toxina.

O BOTOX ® não deve ser reaplicado imediatamente quando os movimentos começam a voltar, mas um pouco depois, quando as rugas começam a reaparecer que é o intervalo acima mencionado.

8- O procedimento de aplicação do Botox® / Dysport® é demorado?

Não é simples e rápido.

Após a consulta médica que avalia a necessidade do tratamento, dos esclarecimentos de dúvidas e da anamnese, em aproximadamente 30 minutos o procedimento é realizado no consultório através da aplicação de microinjeções nos locais das rugas.

9- A aplicação doi?

Durante a aplicação pode acontecer para alguns pacientes uma leve sensação de desconforto com a introdução da microagulha, porém, isto está diretamente ligado a sensibilidade de cada paciente.

A maioria dos pacientes não relata dor.

10- A região em que foi aplicado o medicamento fica anestesiada?

Não. Não há nenhuma alteração de sensibilidade.

O que muda é só a capacidade de movimento de alguns músculos que são os formadores das rugas e sulcos de expressão.

11- A utilização de BOTOX ® é perigosa?

Não.

O medicamento é liberado pelo FDA (órgão americano controle de medicamentos, que é um dos mais rigorosos do mundo) e no Brasil pela ANVISA.

12- Quais são os efeitos colaterais e reações adversas?

Os efeitos colaterais são raros, mas pode ocorrer dor de cabeça leve e transitória logo após a aplicação, e também a formação de pequena equimose (“mancha roxa”) no local de uma ou outra picada da agulha.

Possibilidade de acentuação de bolsas palpebrais em pacientes que já as possui, caso o medicamento seja aplicado na região pré-orbital.

Reações adversas, como a ptose palpebral (abaixamento da pálpebra superior) pode ocorrer em raros dos casos, sendo reversível em cerca de 2 semanas. Para evitar riscos de ptose palpebral, quem se submete à técnica não deve se deitar ou manipular os locais da aplicação durante 4 horas após o procedimento.

O efeito colateral tem o mesmo tempo de duração do “Botox”.

Não é nada definitivo.

13- Quais são as contra-indicações?

Presença de infecção nos locais de aplicação, indivíduos com hipersensibilidade a quaisquer dos componentes da formulação.

Gravidez e durante a amamentação;

14- O Botox causa dependência física ou psíquica?

Não. O medicamento é aplicado diretamente no músculo, não causando nenhuma dependência ou vício. Porém ser for reaplicado antes do intervalo recomendado pode criar resistência ao medicamento, necessitando de maiores doses no futuro.

15- O Botox® deixa a expressão facial artificial com aspecto “plastificada”?

Atualmente, com novas técnicas de aplicação podemos tornar a fisionomia a mais natural possível.

16- Quais são as orientações que devem ser seguidas após a aplicação?

Com o objetivo de evitar que a toxina se desloque para outros músculos próximos aos pontos de aplicação:

Não mexer com os músculos da face durante um período de 6 horas.

Não abaixe a cabeça e não deite durante um período de 6 horas.

Não realizar exercícios bruscos durante um período de 24 horas.

Não ficar tocando a face durante um período de 6 horas.

Evitar exposição ao sol recomenda-se o uso de filtro solar porque o objetivo é o rejuvenescimento facial.

No caso de pequeno inchaço e/ou hematoma, faça compressa gelada no local.

Fonte: www.clinicapersonalitte.com.br/bompravc.com.br/www.taniaconde.com.br

Veja também

triptofano

Triptofano

PUBLICIDADE O triptofano é um aminoácido, uma proteína sem a qual os seres humanos não …

melatonina

Melatonina

PUBLICIDADE A melatonina é um hormônio produzido pelo nosso cérebro, e esse hormônio interfere em …

Kefir

Kefir

PUBLICIDADE Alimentos probióticos são microrganismos vivos que ajudam a equilibrar a flora intestinal. A flora …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.