Facebook do Portal São Francisco
Google+
+ circle
Home  Sauna  Voltar

Sauna

A Sauna, uma paixão nacional

A palavra sauna é a palavra originária da língua finlandesa mais conhecida no mundo. Com toda a razão: na cultura finlandesa a sauna detém uma posição incontestada na vida do dia-a-dia. Na cultura tradicional do campo a sauna era um lugar de multi-usos universal, para todo o tipo de actividades sociais e sanitárias. Para além da cozinha, era só na sauna que se encontrava água quente para banhos ou lavagem de roupa. A água quente também era (e continua a ser) uma componente essencial na hora do parto, um acto qu e era sempre conveniente fazer na sauna, um lugar bem protegido dos olhares dos outros elementos da família. Ainda hoje vivem um bom número de pessoas na Finlândia, que nasceram numa sauna de madeira no campo.

Sauna
Uma sauna de fumo de Alvar Aalto em Säynätsalo, Finlândia, desenhada pelo próprio.

Hoje em dia na sociedade moderna, a função sanitária da sauna perdeu parte da sua importância. Instalações públicas populares como piscinas e academias de ginástica mantêm as saunas mais para o relaxamento muscular. A opinião geral é de que a sauna é saudável e promove longevidade para os utilizadores habituais. Será especialmente saudável se for usada com moderação. Deverá ser aquecida até aos 85'); ?>C ou até mesmo acima dos 100'); ?>C. A sauna não se encontra completa sem o löyly, um choque de vapor obtido ao atirar água sobre as pedras aquecidas no forno. Após tomar o löyly, é conveniente haver uma piscina, um lago ou um monte de neve para o respectivo arrefecimento. Os adeptos da sauna preferem um lago congelado onde abrem um buraco no gelo para mergulhar. Grande parte dos finlandeses acredita que a sauna pode remediar as gripes, se o banho for tomado na hora certa. Um provérbio popular refere que: "Se a sauna tomada juntamente com aguardente não remediar o problema, a doença é fatal."

A função social é sem dúvida a mais importante. A sauna privativa é sempre um óptimo lugar para se conversar e travar amizades. Um bom anfitrião não pode negar ao seu hóspede finlandês o prazer de um banho na sua sauna antes de se sentarem para jantar. Se à priori, não forem muito amigos, serão com certeza à posteriori, porque a sauna é a melhor forma de “descongelar” qualquer frieza humana. Pela mesma razão, a sauna é o melhor local para se realizarem negócios. Na sauna não é preciso recear que alguém tome notas ou grave conversas. Portanto todas as empresas finlandesas possuem uma sauna de representação. O Ministério dos Negócios Estrangeiros tem duas em Helsínquia e pelo menos uma em cada Embaixada em todo o mundo.

Sauna

Contrariamente aos preconceitos de alguns, a sauna não tem qualquer função erótica. Nos países nórdicos em geral, a nudez não é automaticamente associada ao erotismo. Amigos ou membros da família estão habituados a aparecerem nus entre si, em algumas situações, e a sauna é uma das mais importantes. Ocorrências de sexo numa sauna devem existir, tanto como existem em elevadores, cozinhas, casas de banho e outros espaços menos associados com actividades eróticas.

Sauna
Sauna de fumo em Rutakoski, Kangasniemi.

Não é qualquer sala aquecida do tipo turco ou sueco que é considerada uma sauna pelos finlandeses. Uma sauna genuína tem uma bancada elevada, sempre de madeira apache, para os utilizadores se sentarem num plano superior, ou seja, nas zonas mais quentes da sala. O forno, que pode ser aquecido a lenha ou através de electricidade, tem que ficar dentro da sala e tem que ser coberto por pedras. A sauna genuína não é muito vaporizada antes de se entrar, mas sim na hora do banho, quando está feito o löyly. Um finlandês acha que nem vale a pena entrar numa sauna que não esteja aquecida, pelo menos a 70ºC.

Na Finlândia existem saunas um pouco por toda a parte. Num apartamento de um só quarto pode muito bem caber uma pequena sauna. Todas as casas têm saunas mas, nas cidades prevalecem as eléctricas. Porém, a mais típica continua a ser a sauna do campo ao lado de um lago ou de uma ilhota no Mar Báltico. Quase todas as famílias têm acesso a uma ou outra casa de campo, sempre equipadas com uma sauna. A noite luminosa do Verão boreal é o melhor pretexto do mundo para um churrasco com amigos, após um banho de sauna, é claro.

Fonte: www.finlandia.org.br

Sauna

Acredita-se que o surgimento da sauna deu-se há aproximadamente 9 mil anos atrás, criada por povos nômades que ocuparam a Finlândia na pré-história. A sauna surgiu por volta do século III antes de Cristo. Nas montanhas da região da Finlândia, um grupo de lenhadores procurava abrigo para o frio. Observando a lava que era expelida pelos vulcões, eles construíram uma cabana de pedra fechada em forma de forno. Atiçaram fogo à lenha, e após um período de 8 horas, eles deixaram a fumaça escapar e entraram na cabana.

Nas montanhas da região da Finlândia, OS lenhadores procuravam abrigo para as baixas temperaturas. Observando a lava que era expelida pelos vulcões, eles construíam uma cabana de pedra fechada em forma de forno. Atiçaram fogo à lenha, e após um período de algumas horas, eles deixavam a fumaça escapar e entrar na cabana, proporcionando uma sauna.

Na época, para os finlandeses, a sauna era considerada como um lugar sagrado, pois acreditava-se que o corpo e o espírito se purificavam. A curiosidade é que nas saunas ocorriam rituais de curanderia, cerimonial religioso e regras rígidas como: proibido fazer barulho, fofocar ou falar mal de alguém. A invenção finlandesa deu origem ao tipo que hoje conhecemos como sauna seca. O banho de vapor ou sauna úmida surgiu bem depois, na Grécia antiga.

Benefícios da Sauna

É recomendado como antidepressivo;

Tira o stress;- Relaxa a tensão nervosa e muscular;

Melhora a circulação sanguínea;

Tira as toxinas que estão em seu organismo;

Limpa as vias respiratórias;

Excelente para limpeza de pele.

Artrose, particularmente os obesos

Contraturas musculares

Contra Indicações da Sauna

Enfisema;

Trombose coronária;

Carcinoma;

Período de menstruação e gravidez

Cálculos renais

Qual a vantagem de ter uma sauna em casa ?

Além dos benefícios citados acima , você usufruirá:

Conforto do seu lar

Mais um espaço para receber amigos

Relaxante, anti stress após um dia de trabalho.

Sauna a qualquer momento

Lazer e saúde para todas as estações do ano

Higienização do local acompanhada

Valorização do imóvel

Se possível , colocar uma janela com vidro termo acústico , para que dentro da sauna você possa apreciar a paisagem externa , o jardim , a piscina , etc.

Custo de aquisição Baixo

Quem passa a ter o hábito de um banho de sauna vira sauneiro !

Como devo proceder na construção da sauna?

Os fabricantes de saunas orientam desde o levantamento do ambiente , tanto para a sauna seca ou sauna á vapor até a instalação do equipamento , constanto no manual tudo o que você precisa para o perfeito uso de nossos produtos.

Quanto tenho que ter de espaço em casa para ter uma sauna?

Para se ter uma sauna confortável recomenda-se um espaço de no mínimo 2 metros quadrados

Qualquer um pode fazer sauna?

Sim qualquer um pode fazer uma sauna, desde que tenha passado por check up para verificar se não há problemas coronário e de pressão arterial, mesmo assim vale observar junto ao seu médico se não há nenhum impecílio.

Qual a temperatura máxima de uma sauna?

A temperatura máxima de uma sauna é de 75o C

A sauna é um banho comum?

Muitos se enganam quando pensam que a sauna é uma banho comum. Trata-se de um banho de elevada temperatura.

Quanto tempo após uma refeição, uma pessoa, pode se utilizar de uma sauna?

Recomenda-se o uso da sauna, após a refeição, 3(três) horas.

Vale observar que um jejum prolongado, seguido de sauna, pode provocar hipoglicemia.

Em dias de calor intenso posso tomar sauna?

Pode, porém em alguns casos pode ocorrer náuseas decorrente da perda de sal do organismo, nesse caso ingerir um pouco de água salgado ou tomar uma bebida esportiva, para repor o cloreto de sódio.

Fonte: www.sauna-saunas.com.br

Sauna

História

Sauna Finlandesa
Sauna Finlandesa também chamada Sauna Seca

Nascida na Finlândia há centenas de anos, os finlandeses tinham muitas doenças pulmonares e de pele provocado pelo excesso de roupas usadas, pois a temperatura do local era muito baixa.

Não se sabe ao certo, mas, alguém teve uma grande idéia fazendo um ambiente "CASA" de toras de madeira rústico e utilizando pedras vulcânicas (fácil acesso nesta região) para fazer uma espécie de forno onde mantinham uma chama incandescente aquecendo agradavelmente o ambiente, jogava-se água na parte superior deste forno, criando uma névoa de vapor.

Quando se tornava muito quente o ambiente os finlandeses saíram da casa e jogavam-se diretamente nas águas geladas próximas levando então um choque térmico, que lhes causavam um grande bem estar, daí tudo começou.

Sauna

Desde aquela época as pessoas puderam perceber que essa terapia resolvia inúmeros problemas de saúde. O homem sofreu uma mudança brusca nos últimos anos, em um curto espaço de tempo. Passando a ter uma vida sedentária que foi proporcionada pelo conforto. Hoje subimos escadas rolantes, elevadores, locomoção automotiva, avião, etc...

E com isso ganhamos mais tempo, mais agilidade, acarretando mais atividades, vinda então o stress, depressão, afetando diretamente na sua qualidade de vida. Com o passar dos tempos a sauna foi evoluindo e ganhando adeptos em todo o mundo.

Sauna

A sauna é um hábito milenar, tornando-se um instrumento de benefícios incalculáveis para os nossos dias, sendo motivo de estudos nas instituições nacionais e internacionais de saúde que acompanham seus efeitos, e já é comprovado que traz diversos benefícios a saúde.

É recomendado como antidepressivo

Tira o stress

Relaxa a tensão nervosa e muscular

Melhora a circulação sanguínea

Tira as toxinas que estão em seu organismo

Limpa as vias respiratórias

Excelente para limpeza de pele

Precauções:

Não jogar essência direta nas resistências

Temperatura recomendada

50°C a 60°C (sauna úmida)
60°C a 70°C (sauna semi-úmida)
70°C a 80°C (sauna seca ou finlandesa)

Mulheres gestantes e pessoas com problemas cardíacos devem consultar orientação médica.


Não ingerir bebidas alcoólica, nem alimentação pesada antes do banho de sauna, podendo ocorrer uma indigestão.

Não tocar, nem retirar o equipamento do local estando ligado.


Após o banho de sauna recomenda-se ingerir bastante líquido como: água e sucos.

Fonte: www.impercap.com.br

Sauna

Sauna a Vapor

Sauna

O uso da sauna é um hábito prazeroso e relaxante. Durante a sessão, há intensa sudorese provocada pelo aumento da pressão arterial e vazodilatação fazendo com que as impurezas acumuladas nos poros da pele sejam expelidas resultando em uma profunda limpeza da pele. Para que isso ocorra, é preciso que a pessoa tome um banho frio logo após o banho de sauna. Esse banho pode ser de ducha ou piscina, de acordo com sua preferência.

Além disso, com o relaxamento dos músculos, o corpo e a mente descasados no ambiente tranquilo, a sauna combate a insônia e o stress.

A sauna oferece benefícios não somente para a saúde mas também é uma ótima opção de lazer pois cria a oportunidade de reunir os amigos e a família além de valorizar a área de lazer e a residência.

O calor alivia dores reumáticas, artrite e dores musculares e o vapor gerado pela sauna facilita a eliminação de secreções do nariz e dos brônquios, aliviando problemas respiratórios como asma, bronquite e resfriados

O Gerador de vapor foi desenvolvido para propiciar conforto e sofisticação no banho de sauna. Com uma linha completa de acessórios da mais alta tecnologia, nossos equipamentos estão prontos para servir todos aqueles que são adeptos a saúde, beleza e bem estar. São modelos de Gerador de vapor Compact Line, Compact Line Inox, Steam Box (para banheiro), Econogás.

Exemplificaremos um ambiente simples para sauna a vapor, com suas normas e acessórios indispensáveis para que haja conforto, segurança e o funcionamento ideal do aparelho.

Ambiente

Deve ter um é pé direito de no máximo 2,20 m, teto declive, em Cerâmica, Azulejo ou Epoxi.

Isolamento

Após as paredes do ambiente rebocadas, é necessário a aplicação de Vermiculita que é um isolante térmico. Deve ser preparada uma massa utilizando-se 5 partes de vermiculita por cada parte de cimento, seu rendimento é de 4 kg / m² de parede (1 saco com 13 Kg para cada 4 m²). Após a secagem é aplicado o revestimento pelo sistema tradicional Ciment cola.

Manutenção

Limpeza, períodica.

Sauna à Seca

Sauna à Seca

O uso da sauna é um hábito prazeroso e relaxante. Durante a sessão, há intensa sudorese provocada pelo aumento da pressão arterial e vazodilatação fazendo com que as impurezas acumuladas nos poros da pele sejam expelidas resultando em uma profunda limpeza da pele. Para que isso ocorra, é preciso que a pessoa tome um banho frio logo após o banho de sauna. Esse banho pode ser de ducha ou piscina, de acordo com sua preferência.

Além disso, com o relaxamento dos músculos, o corpo e a mente descasados no ambiente tranquilo, a sauna combate a insônia e o stress.

A sauna oferece benefícios não somente para a saúde mas também é uma ótima opção de lazer pois cria a oportunidade de reunir os amigos e a família além de valorizar a área de lazer e a residência.

A Sauna Seca foi desenvolvida para propiciar conforto e sofisticação no banho de sauna. Com uma linha completa de acessórios da mais alta tecnologia, nossos equipamentos estão prontos para servir todos aqueles que são adeptos a saúde, beleza e bem estar.

Exemplificaremos um ambiente simples para sauna seca, com suas normas e acessórios indispensáveis para que haja conforto, segurança e o funcionamento ideal do aparelho.

Ambiente

Deve ser revestido em lambris de madeira seca, (mogno ou cedro) e com suas dimensões em de acordo com a potência do forno, estabelecida em tabela.

Isolamento

O ambiente deve ser isolado termicamente com lã de vidro ou isopor entre a madeira e a parede.

Grade de proteção

Contruída também em madeira e também posicionada ao redor do forno, tem por função proteger e garantir a segurança dos usuários.

Bulbo sensor

Deve ser posiciomado dentro do ambiente da sauna e de forma corrreta, para que haja uma captação precisa da temperatura.

Entrada de ar

Deverá ser de no mínimo 15 cm², para facilitar a dissipação do ar quente, posicionando-o de preferência atrás do forno e a 15 cm do chão.

Respiro

Para recirculação do ar no ambiente . Deve ser instalado na parede oposta do forno à 15 cm abaixo da tubulação. Sua medida é de 10 cm².

Fonte: www.sodramar.com.br

Sauna

História

A palavra sauna tem sua origem na língua finlandesa (sua pronúncia nesta língua é "souna"), porém foram os egípcios a deixar os primeiros registros históricos da sauna por volta de 4.000 aC.

A sauna é uma técnica terapêutica tão antiga quanto os gregos, romanos e egípcios. Assim como eles, os fenícios, os chineses e os árabes também já conheciam a técnica do banho de vapor. Era um sistema sem a mesma sofisticação e compreensão médica de hoje, porém baseado nos mesmos princípios, unindo tratamento de saúde, lazer e relaxamento.

Por tratar-se de um meio saudável e prazeroso para prevenir, aliviar e mesmo curar determinados sofrimentos comuns às pessoas, muitos médicos recomendam os banhos de sauna em seus programas terapêuticos. Os resultados vão desde curar a ressaca, reduzir a insônia e o estresse, combater a artrite e o reumatismo e aliviar a sinusite, até renovar o aspecto da pele, eliminando cravos e espinhas e evitando a flacidez e o envelhecimento precoce.

Benefícios

Os benefícios físicos do banho de sauna têm sido objeto de muitos estudos médicos, segundo os quais o intenso calor provoca uma "febre artificial", importante no processo de reabilitação em casos de atrofias musculares, desbacterização e assepsia. A aceleração do pulso produz um fluxo sangüíneo desde os órgãos internos até a pele, exercitando e fortalecendo as glândulas, os vasos capilares e os nervos.

Após o banho de vapor, a súbita imersão em água fria e a rápida alternância entre o frio e o calor reverte a corrente sangüínea para o interior do organismo, condicionando e fortalecendo o sistema regulador cardiovascular simpático e parassimpático. Isso faz esse sistema trabalhar com a máxima eficiência por vários dias, resultado que eventualmente não se obtém com exercícios corporais prolongados (extraído de tese sobre sauna do Dr. Claude Cappadoro, França).

Se você pensa seriamente a respeito de relaxamento, então considere os muitos benefícios e vantagens de um banho de sauna. Basta abastecer o gerador de vapor com água e algumas gotas da sua essência favorita, conectá-lo a uma tomada elétrica comum e em 2 ou 3 minutos você terá abundância de vapor aromático. Relaxamento e rejuvenescimento podem ser obtidos com rápidas e frequentes sessões de sauna de 15 minutos. À medida em que os seus poros se abrem e o suor flui livremente, diminuem a tensão e o estresse acumulados ao longo do dia. Não existe sensação exatamente igual à proporcionada pela sauna. O ácido lático se dissipa com o calor e os músculos ficam descansados e em estado de repouso.

A sauna desintoxica o organismo, livrando o sangue, a pele e o cérebro dos sais minerais, gorduras e toxinas indesejadas. Essas toxinas são eliminadas através das fezes, da urina e do suor, cuja produção é estimulada pelo banho de sauna. Também ajuda a descarregar a eletricidade do corpo e relaxa os músculos e o sistema nervoso, reduzindo dores musculares e calorias em excesso com um mínimo de esforço físico. No ambiente de sauna a temperatura corporal irá aumentar, a pulsação cardíaca será acelerada até alcançar aprox. 90 batimentos por minuto e teremos uma supercirculação nos vasos sanguíneos do cérebro, do coração e da pele, promovendo a transpiração e estimulando as glândulas endócrinas do corpo, como a tireóide, o pâncreas, as supra-renais, as glândulas sexuais e o fígado.

O banho de sauna pode ser considerado uma das razões da longevidade dos europeus, que o praticam rotineiramente e com disciplina. É uma decisão de bom senso que traz mais saúde e jovialidade. Não há limite de idade para o banho de sauna; crianças, adultos e mesmo pessoas idosas podem desfrutar dessa hidroterapia. Recomenda-se apenas que pessoas com problemas cardíacos ou de pressão arterial consultem antes o seu médico para verificar a existência de eventuais restrições pessoais.

Recomenda-se, também, tomar uma boa ducha fria após o banho de sauna. Desde que se esteja com a saúde perfeita, ela não causa problema algum e, muito pelo contrário, é extremamente benéfica. Após o banho de sauna o nosso organismo fica preparado para resistir a temperaturas bem abaixo de 0°C. A duração da ducha fria deverá ser de aprox. 20 segundos, tempo suficiente para que a circulação sanguínea seja ativada com o resfriamento apenas superficial da pele e sem resfriar o interior do corpo, o que poderia torná-lo vulnerável a resfriados, gripes, etc..

A sauna, mais do que um simples banho, é também um hábito de higiene profunda que promove um melhor equilíbrio entre o corpo e a mente. Quem toma uma sauna quer refrescar o corpo e também o espírito através do relaxamento, obtendo assim uma profunda limpeza tanto corporal quanto espiritual.

Quem pratica a sauna regularmente sabe de que forma ela atua em nossas emoções, aliviando a ansiedade e a angústia. Quando cuidamos de nós a nossa auto-estima aumenta, o que colabora com a eliminação desses estados de ânimo tão prejudiciais à nossa saúde integral!

Veja alguns dos benefícios que o saudável hábito do banho de sauna poderá proporcionar a você:

Fortalece a circulação sanguínea
Alivia dores reumáticas e de coluna
Combate o estresse e a hipertensão
Hidrata a pele e desobstrui os poros
Relaxa a musculatura e facilita o sono
Ajuda a prevenir a celulite e a flacidez
Limpa e desobstrui as vias respiratórias
Proporciona agradável sensação de bem-estar
Desintoxica e expulsa as impurezas do organismo
Combate doenças do sistema respiratório (bronquite,gripe, resfriado, sinusite, etc.)

O banho de sauna pode ser considerado um tratamento natural e completo de saúde e beleza!

Muitas pessoas que não tem o hábito da sauna desconhecem alguns pequenos segredos do banho de vapor, como os seguintes:

Barbear-se

Com uma lâmina de barbear comum após ter transpirado bastante e estando coberto por suor proporciona um barbear incrivelmente suave e uma pele macia mesmo sem o uso de gel ou espuma de barbear. Esse resultado também é válido para outras partes do corpo (pernas, por exemplo), além do rosto.

Alívio de resfriados

Alívio temporário de nariz entupido ou peito congestionado pode ser obtido com o banho de vapor. Simplesmente adicione algumas gotas de óleo de eucalipto (uma substância natural) na água a ser vaporizada. O vapor aromatizado dessa forma ajudará a descongestionar as vias respiratórias, que responderão favoravelmente com uma respiração livre e desimpedida.

Socializar-se

Compartilhar uma sessão de sauna com um(a) amigo(a) ou uma pessoa querida pode ser uma boa maneira de se gastar uma meia hora em uma agradável e relaxada conversa.

Limpeza profunda da pele

Devido ao ciclo de abertura e fechamento dos poros durante as fases de transpiração e banho de água fria, a sauna auxilia a limpá-los profunda e meticulosamente.

Melhores resultados com cremes cosméticos

Como após a sessão de sauna os poros estão bem abertos e a pele hidratada, a aplicação de cremes cosméticos ou rejuvenescedores tem maiores chances de apresentar resultados melhores e mais rápidos. A absorção de cremes capilares também é facilitada com o calor e o vapor.

Durante o inverno

A sauna pode proporcionar um alívio nos dias mais frios, aquecendo o corpo e preparando-o para uma cama acolhedora e um sono repousante.

Tire uma soneca

A sauna é um ótimo lugar para se tirar uma rápida soneca, especialmente quando se ajusta a temperatura em um nível relativamente baixo, entre 40° e 45°C.

Não conseguiu dormir

um pouquinho durante a sessão de sauna? Então aproveite o efeito relaxante que a sauna proporciona para ir deitar-se e dormir logo após o banho de vapor. A sauna o levará a um estado de paz e relaxamento, o que provavelmente o fará adormecer mais fácil e profundamente.

Aromaterapia

O emprego de ervas aromáticas na sauna a vapor é um recurso terapêutico largamente utilizado para ampliar os efeitos do calor. Folhas de eucalipto, hortelã, erva-cidreira e outras ervas fitoterápicas aromáticas podem ser colocadas, em ramos, na saída do vapor (ou usadas em infusões). O eucalipto, por exemplo, proporciona uma ação balsâmica no sistema respiratório. A hortelã e outras mentas têm efeito refrescante e a erva-cidreira produz efeito calmante.

Sauna a Vapor

O ambiente de uma sauna a vapor normalmente é dimensionado de acordo com o mais provável número máximo de usuários simultâneos. Para proporcionar mais conforto aos usuários, recomenda-se reservar uma área de piso com pelo menos 0,7m² por pessoa e evitar ultrapassar a altura de 2,2m (como a tendência do vapor quente é subir, tetos muito altos farão com que o vapor fique afastado dos usuários e aumentarão o consumo de energia).

A potência (em kW) do gerador de vapor dependerá do volume (em m³) do ambiente de banho, sendo recomendado reservar 1kW para cada m³ (clique aqui para calcular o volume da sua sauna).

Para o dimensionamento do ambiente de sauna a vapor pode-se utilizar a seguinte tabela prática:

Sauna a Vapor

DICAS PARA A CONSTRUÇÃO DO AMBIENTE DE SAUNA A VAPOR

Sauna a Vapor

1. Revestimento

Idealmente, as paredes, o teto e o piso de um ambiente de sauna úmida deverão receber uma camada de isolamento térmico antes da aplicação do material de acabamento final, que poderá ser pintura epóxi ou acrílica, azulejos, cerâmica, pedras, aço inox ou outro material impermeável.

A camada isolante poderá ser feita revestindo-se as paredes com uma camada de argamassa preparada com vermiculita, que nada mais é do que um mineral mau condutor de calor (semelhante a uma areia grossa). Prepare a argamassa isolante fazendo uma mistura constituída de 4 partes (em volume) de vermiculita, 1 parte (em volume) de cimento e água necessária à formação de um reboco. Antes de aplicar a camada isolante, chapiscar com cimento e areia todas as superfícies a serem isoladas. Use uma desempenadeira para aplicar a camada de argamassa isolante com uma espessura aproximada de 3cm (em duas etapas de 1,5cm cada) sobre as paredes já chapiscadas (no teto e no piso também) e então, sobre essa camada isolante, aplique o acabamento final (azulejos, cerâmica, etc.).

A ausência dessa camada isolante preparada com vermiculita não impedirá o funcionamento da sauna, porém isso provavelmente irá significar mais trabalho para o gerador de vapor e um maior consumo de energia (clique aqui para calcular a quantidade de vermiculita).

2. Teto

Idealmente, o teto do ambiente de sauna a vapor deverá ter uma leve inclinação (±10%) na direção oposta aos bancos, de modo a permitir o escoamento das gotas de vapor condensado e evitar o gotejamento de água fria sobre os usuários. Para que as gotas escoem facilmente, o teto deverá receber um acabamento liso (uma pintura com ±4 demãos cruzadas de tinta acrílica ou epóxi por exemplo — evite azulejar o teto, pois os rejuntes poderão ser pontos de gotejamento).

3. Piso

Idealmente, deverá receber uma cobertura de material antiderrapante, elaborada com placas de borracha, pedras (mineira, miracema...), cerâmica texturizada, etc.. Outro detalhe que colabora com a prevenção de acidentes é a instalação de alças de apoio (pequenos corrimãos) em pontos críticos do ambiente (nas proximidades dos bancos, por exemplo), de tal modo que as pessoas possam se apoiar e se locomover com mais segurança.

4. Ralo + Torneira

Prever a instalação de um ralo para escoar a água de drenagem do gerador de vapor (no caso de aparelhos instalados dentro da sauna) e de uma torneira (tipo jardim) para facilitar a limpeza/lavagem do ambiente.

5. Bancos

Podem ser de alvenaria (50x40cm) e com o mesmo revestimento aplicado sobre as paredes (bancos com arestas arredondadas proporcionam um conforto maior). Uma boa alternativa é a utilização de bancos, poltronas e/ou espreguiçadeiras em plástico, semelhantes aos móveis utilizados em jardins.

6. Iluminação

Utilize uma luminária blindada e à prova d'); ?>água e instale-a na parede (nunca instale no teto para evitar gotejamento).

Iluminação

7. Interruptores e quaisquer comandos elétricos

Caso não sejam blindados e à prova de vapor, sempre deverão permanecer do lado de fora do ambiente de vapor.

8. Gerador de vapor

Caso o equipamento utilizado para a produção do vapor exija a instalação do lado de fora do ambiente de banho, será necessário conduzir o vapor para o interior do ambiente através de uma tubulação metálica (de ferro galvanizado ou cobre) embutida na parede (tubos plásticos devem ser evitados para essa finalidade pois, mesmo os indicados para conduzir água quente, normalmente não suportam a temperatura de saída do vapor, que é de 100°C ao nível do mar). A instalação elétrica deverá ser dimensionada para suportar a potência do equipamento, empregando-se fios e disjuntores com capacidade adequada.

9. Alimentação de água

Geradores de vapor dotados de dreno automático não aceitam o abastecimento manual de água, de modo que é necessário dispor de um ponto de água para alimentar o aparelho (que poderá ter um diâmetro de apenas ½", pois a vazão é bastante baixa).

10. Controle automático da temperatura

Geradores de vapor dotados de um termostato permitem o ajuste e o controle automático da temperatura, de modo que as resistências de aquecimento serão ligadas e desligadas automaticamente conforme as variações de temperatura no interior da sauna (devido à abertura da porta, por exemplo).

11. Tubulação de vapor

Caso o gerador de vapor seja instalado do lado de fora da sauna, a entrada de vapor (saída da tubulação metálica embutida na parede e que conduz o vapor a partir do gerador até o interior do ambiente de banho) deverá estar localizada próxima do piso (5 a 10cm) e posicionada de modo a não dirigir o vapor diretamente sobre as pernas dos usuários. Para reduzir as perdas térmicas e evitar a condensação do vapor no interior dessa tubulação, ela deverá, idealmente, ser envolvida por uma camada de isolante térmico, que poderá ser, por exemplo, argamassa preparada com vermiculita e cimento na proporção 8:1. Caso existam curvas nessa tubulação, elas sempre deverão ser voltadas/viradas para baixo, evitando o efeito sifão e permitindo o livre escoamento da água que eventualmente se condense em seu interior.

12. Respiro superior/inferior

Consiste em um orifício com diâmetro de 5cm a 10cm localizado na parede oposta à entrada de vapor e a uma distância de ±15cm do teto, permitindo a ventilação/oxigenação da sauna e facilitando a circulação do vapor. Para melhorar ainda mais a salubridade no interior do ambiente, pode-se acrescentar um outro respiro semelhante, instalado próximo do piso e na parede oposta ao respiro superior. Instale uma grelha giratória nesses orifícios para melhorar o acabamento e permitir o controle de vazão (os respiros são mais importantes em saunas comerciais e/ou com grande fluxo de usuários).

13. Porta

As portas para sauna a vapor são comumente fabricadas em aço inox, poliestireno ou alumínio e normalmente têm batentes vedantes, visor, isolamento térmico, puxador e fecho de pressão (ou uma mola). Por razões de segurança, essa porta não deverá ter qualquer tipo de fechadura e sempre deverá abrir para fora. Caso algum usuário sofra um mal-estar no interior da sauna, basta ele se encostar na porta para que ela se abra facilmente.

14. Ducha

Uma ducha fria é um ótimo complemento para a sauna e, dependendo do espaço disponível, poderá até mesmo ser instalada dentro do próprio ambiente de vapor.

15. Termômetro

Dispor de um termômetro no interior da sauna é uma boa idéia para se acompanhar a temperatura do ambiente (que normalmente está entre 40° e 55°C na sauna úmida) e avaliar o desempenho do gerador de vapor. Para facilitar a leitura, instale-o sobre a parede na altura dos olhos de um adulto.

Geradores de Vapor

Os modelos de gerador de vapor para sauna aqui apresentados representam a solução ideal para vaporizar ambientes de sauna úmida a partir de 2m³, oferecendo um desenho moderno e elegante que combina com os mais variados ambientes de banho. Ocupam pouco espaço, são fáceis de instalar e têm grande rendimento, produzindo vapor puro e saudável em aproximadamente 5 minutos.

A. Geradores de vapor elétricos

São equipamentos leves e compactos, sendo construídos com materiais resistentes à oxidação (plásticos, alumínio e aço inox) e cujas partes externas não conduzem energia elétrica, proporcionando total segurança ao usuário. O seu funcionamento pode ser baseado em resistências elétricas de fio (blindado em tubo de aço inox) ou em resistências eletrolíticas (conjunto de placas paralelas de aço inoxidável). O abastecimento de água pode ser manual ou contínuo e automático, sendo controlado por bóia de nível que impede o funcionamento do aparelho na ausência de água.

Podem ser instalados dentro ou fora da sauna (instalação sobre a parede ou piso interno ou externo) e são indicados para uso doméstico (para quem prefere investir um pouco mais em sua sauna residencial) e também indicados para uso em clubes, escolas, academias, hotéis, motéis, condomínios e em outros locais onde se deseja praticidade, durabilidade e economia. Estão disponíveis em diversas potências e podem ser instalados de maneira combinada para atender à demanda de grandes ambientes de banho (clique aqui para conferir o consumo de energia elétrica conforme a potência do aparelho).

Alguns modelos vêm equipados com termostato, que liga e desliga automaticamente as resistências de aquecimento e reduz o consumo de energia. Além disso, ele permite um fácil ajuste e o controle automático da temperatura no interior da sauna úmida, que normalmente está entre 40° e 55°C.

Características principais:

Potências disponíveis: 4kW, 6kW, 9kW, 12kW, 18kW e 24kW

Conexão em rede elétrica mono, bi ou trifásica de 110V, 220V ou 380V

Painel de comando opcional separado do corpo do aparelho

Resistências elétricas blindadas ou eletrolíticas

Gabinete em polietileno rotomoldado à prova de oxidação

Instalação interna ou externa sobre a parede ou sobre o piso

Funcionamento automático com a passagem da água (liga e desliga com o cionamento de um registro d'); ?>água, de modo semelhante a um chuveiro elétrico)

Incluso: detalhado manual com instruções de uso e instalação

Garantia: 1 ano contra defeitos de fabricação

Acessórios opcionais: termostato para ajuste e controle automático da temperatura, dreno automático e kit de tubulação de vapor em cobre

B. Geradores de vapor a gás

São equipamentos compactos e construídos em chapa de aço carbono com 2,5mm de espessura pintada na cor cinza-prata (também podem ser construídos em chapa de aço inoxidável AISI#304 com 2mm de espessura, incluindo o reservatório de água, o queimador de gás e a tubulação de saída do vapor). Alguns modelos vêm equipados com termostato, permitindo um fácil ajuste e controle automático da temperatura. O abastecimento de água pode ser manual ou contínuo e automático, sendo controlado por bóia de nível que impede o funcionamento do aparelho na ausência de água.

Devem ser instalados do lado de fora do ambiente de sauna (instalação externa sobre o piso ou parede), de modo que o vapor deverá ser conduzido até o interior da sauna por meio de uma tubulação metálica embutida na parede. Estão disponíveis em diversas capacidades e são equipados com acendimento elétrico, proporcionando conforto e segurança. Também podem ser instalados de maneira combinada para atender à demanda de grandes ambientes de banho.

Características principais

Capacidades disponíveis: 10, 15, 18, 20, 30, 40, 50 e 70m³

Consumo de gás entre 300g/h e 2,6kg/h

Painel de comando opcional separado do corpo do aparelho

Acendimento elétrico (basta pressionar um botão)

Incluso: detalhado manual com instruções de uso e instalação

Garantia contra defeitos de fabricação: 2 anos na linha em aço carbono e 3 anos na linha em aço inox

Acessórios opcionais: termostato para ajuste e controle automático da temperatura, chaminé em aço/alumínio e kit de tubulação de vapor em cobre

Sauna Portátil

Sauna Portátil

O kit portátil de sauna residencial, disponível nos tamanhos individual e duplo e também na versão ayurvédica, é composto por:

1 cabine em borracha sintética translúcida (PVC/vinil 18µ) dotada de fechamento com zíper reversível

Dimensões da cabine: 70x68x175cm (kit de sauna individual) e 70x100x175cm (kit de sauna dupla)

O fechamento com zíper proporciona um fácil acesso ao interior da cabine

A cabine é totalmente fechada (exceto na parte inferior) e atua como uma barreira física (impedindo que o vapor aromático se espalhe) e também como um isolante térmico, mantendo a temperatura elevada em seu interior

O kit de sauna dupla, cuja cabine apresenta uma largura 32cm maior do que a cabine do kit individual, é o mais adequado para duas pessoas tomarem o banho de vapor ao mesmo tempo

1 estrutura (70x68cm ou 70x100cm) em tubos rosqueáveis de alumínio anodizado (Ø13mm)

1 gerador de vapor bivolt em termoplástico de engenharia

2 suportes de fixação (com parafusos, buchas de nylon e pinos-trava)

1 banqueta dobrável (2 unidades na sauna dupla)

1 frasco de óleo de eucalipto (15ml)

1 manual de montagem e instalação

1 certificado de garantia de 3 anos

Fonte: www.saunakit.com.br

Sauna

Como surgiu a sauna?

Ela apareceu há cerca de 9 mil anos, criada por povos nômades que ocuparam a Finlândia na pré-história. "A sauna é um símbolo de nosso país e até hoje é o primeiro cômodo que um finlandês ergue quando vai fazer uma casa. Atualmente existem 2,2 milhões de saunas para 5,2 milhões de habitantes", afirma o antropólogo Juha Pentikäinen, da Universidade de Helsinque, na Finlândia. O tipo mais tradicional, a chamada savu sauna ("sauna de fumaça"), era uma construção escavada no pé de um morro, formando uma espécie de caverna subterrânea. Para os pioneiros finlandeses, a sauna era considerada um lugar sagrado, onde se purificavam o corpo e o espírito. Lá ocorriam rituais de curanderia, partos e até casamentos! Como em um cerimonial religioso, também havia regras rígidas: era proibido fazer barulho, fofocar ou falar mal de alguém. A invenção finlandesa deu origem ao tipo que hoje conhecemos como sauna seca. O banho de vapor ou sauna úmida surgiu bem depois, na Grécia antiga.

Mas foram os turcos que mais avançaram nessa técnica, aquecendo caldeirões de bronze cheios de água em grandes salões de mármore com teto côncavo, desenvolvendo o chamado banho turco. Entre todos esses povos, a sauna era muito popular por seu suposto poder curativo. Ainda no século 4 a.C., o grego Hipócrates, considerado o pai da medicina, afirmava que a temperatura alta podia tratar qualquer doença. "É um grande exagero, mas de fato a sauna úmida funciona como uma inalação, facilitando a secreção dos pulmões e a limpeza do nariz", diz o otorrinolaringologista João Ferreira de Mello Jr., do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Mas quem tem problemas cardíacos ou alguém na família que sofra dessas complicações deve evitar o hobby. "A desidratação provocada pelo calor da sauna concentra o sangue e aumenta a probabilidade de entupimento das artérias", afirma o hematologista Cyrillo Cavalheiro Filho, do Hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Suadouro indígena

No sweat lodge, os nativos americanos libertavam a alma do mal

Tribos sioux que ocupavam os Estados Unidos antes da chegada dos colonizadores europeus também tinham uma espécie de sauna rudimentar, o chamado sweat lodge ("tenda de suar"). Uma fogueira cercada de pedras era acessa. Depois essas rochas quentes eram levadas para dentro de uma tenda fechada, considerada um templo de orações onde acontecia um importante ritual de purificação, o inipi. Mitos sagrados dos siouxs que possuíam rica simbologia só podiam ser recitados pelos sacerdotes da tribo nesses locais. A sauna representava o útero da mãe Terra, enquanto a escuridão da tenda era a ignorância humana. As pedras equivaliam ao despertar da vida e o vapor ativava as forças criativas do universo. Em outras ocasiões, a sauna também precedia cerimônias com o peiote, um alucinógeno retirado de certo tipo de cacto. Segundo a crença indígena, o suor da sauna limpava o corpo e o peiote libertava a alma do mal.
Tradição finlandesa

Primeiras construções ficavam encravadas em montanhas

CHOQUE TÉRMICO

Alternar o calor da sauna com um banho em algum lago gelado que houvesse por perto era obrigatório. Outra opção era rolar na neve. Os adeptos da tradição acreditam que o contraste de temperatura ajudava a prevenir doenças e beneficiava o sistema circulatório

SAÍDA ESTRATÉGICA

Antes de começar a sauna, era preciso deixar a fumaça formada pela fogueira sair. Esse problema só foi eliminado no século 18, quando apareceram as primeiras saunas com chaminés

CASA AQUECIDA

A sauna tradicional era uma construção de dois andares, feita de madeira e escavada no pé de um morro. Na parte inferior ficava o forno quente e, no andar de cima, as pessoas. No início da ocupação da Escandinávia, o lugar também servia como casa e o cubículo podia abrigar uma família inteira durante o inverno

FORNO DE PEDRAS

Considerado o coração da sauna, o forno de pedras acumulava grande quantidade de calor que depois era liberado aos poucos. A tarefa de fazer uma boa fogueira para aquecer as rochas ficava a cargo das pessoas mais experientes da comunidade e podia demorar um dia inteiro. Durante o banho de calor, ervas colocadas sobre as pedras conferiam um aroma agradável ao ambiente

O ESPÍRITO DA COISA

Para os pioneiros finlandeses, a sauna era um lugar sagrado, onde se purificava o corpo e a alma. Ao jogar água sobre o forno de pedras eles aumentavam a umidade do ar e criavam vapor, que era chamado de löyly, algo como "espírito da sauna"

COMO ADÃO E EVA

O costume era que homens e mulheres freqüentassem o ambiente sem roupa, mas em horários diferentes. Como parte do ritual, os banhistas batiam com galhos e folhas na pele para ativar a circulação sanguínea

Fonte: www.mundoestranho.abril.com.br

Sauna

Origem da Sauna

A sauna é uma técnica tão antiga quanto os egípcios. Tanto eles, como os fenícios, os chineses e os árabes já conheciam a técnica do banho a vapor. Um sistema sem a mesma sofisticação e compreensão médica de hoje, mas baseado nos mesmos princípios, unindo tratamento de saúde e relaxamento.

Na realidade banhos a vapor sempre existiram, portanto vamos enumerar algumas teorias a respeito de suas origens:

Os grandes mercadores da Turquia tinham que percorrer grandes distâncias atravessando terras áridas ou desertos. Os médicos da época encontraram então, um modo para curar os males resultantes dessas intensas viagens, um modo para desobstruir os poros, os pulmões, as vias respiratórias e, ao mesmo tempo, hidratar todo o corpo. Desta forma surgiram os primeiros balneários ou termas. Eles eram totalmente construídos em mármore, tinham tetos côncavos e abrigavam enormes caldeirões de bronze cheios de água, que produziam grande quantidade de vapor quando aquecidos pelo fogo. Com o passar dos anos, massagistas foram admitidos para auxiliarem no relaxamento muscular. O banho turco evoluiu e hoje consta inclusive em receituários médicos.

Conforme teoria, a verdadeira sauna originou-se na Finlândia, quando um grupo de lenhadores buscava encontrar uma forma de transpirar. Devido às baixas temperaturas daquele país gelado, a transpiração torna-se muito difícil, mesmo durante a execução de trabalhos braçais, foi então que tiveram a idéia. Eles notaram que após a erupção de algum vulcão, a lava proveniente de seu interior (até resfriar-se por completo e transformar-se em rocha vulcânica) mantinha um agradável calor durante todo o processo de solidificação. Com base nesta propriedade especial, eles juntaram algumas dessas rochas formando uma espécie de forno, no qual adicionaram lenha e atearam fogo. Ao redor do forno construíram uma pequena cabana de madeira totalmente lacrada. Imaginem o que aconteceu: as rochas vulcânicas novamente incandesceram-se. Após o fogo extinguir-se, eles fizeram uma abertura na cabana para que toda a fumaça e o excesso de calor saíssem, e então, entraram no recinto e sentaram-se ao redor do forno que ainda mantinha uma temperatura elevada, porém muito agradável. Quando a intensidade do calor tornava-se demasiadamente intensa, incomodando-os, eles deixavam a cabana e mergulhavam nas águas frias dos lagos e rios a fim de refrescarem-se. Já no inverno eles deitavam-se na neve ou abriam um buraco na superfície congelada dos lagos e ali submergiam, como o fazem até os dias de hoje. O choque térmico provocado, proporcionavam-lhes uma agradável sensação de bem-estar físico e mental.

Colonizadores finlandeses nos USA seguiram uma interessante fórmula, quando eles chegaram ao seu novo lar. Primeiro eles limparam a terra, depois com as toras eles construíram uma sauna. Eles viviam dentro da sauna até a futura morada ficar pronta nas proximidades. Mais tarde eles passaram a ter as crianças neste local, pois o vapor tinha a propriedade de relaxar a mãe durante o trabalho de parto. Alguns colonizadores não finlandeses, acreditavam que as construções pertenciam ao demônio, “mesmo uma família finlandesa possui sua própria casa de bruxas”, escreveu um colonizador de Minnessota, acrescentando que ele tinha visto “a família inteira envolta em um largo lençol branco indo para sua casinha rezar para alguma divindade”. Hoje as saunas continuam enormemente populares na Finlândia, onde elas se equiparam com o número de automóveis por habitante, ou seja, existe uma sauna para cada 3 ou 4 finlandeses.

Outra teoria afirma que o banho a vapor é originário dos japoneses, que aqueciam panelas com água em locais fechados, para se beneficiarem do vapor produzido.

Apesar de todas essas teorias, o certo é que o hábito da sauna acompanha o homem desde a antigüidade. Atualmente, nos países mais desenvolvidos, ela é praticada regularmente. O avanço da medicina contribuiu decisivamente para essa mudança de mentalidade, pois estudos científicos de órgãos de saúde internacionais, que avaliam os efeitos da sauna, comprovam que ela é uma terapia natural para a cura de diversos males.

Benefícios & Medicina

A sauna ajudando o coração

INDICANDO SAUNA NO TRATAMENTO DE CARDIOPATIAS

Alivia dores musculares

O calor do vapor fornece a distensão dos músculos, descarrega a eletricidade do corpo e proporciona o relaxamento muscular que é contraído por tensão nervosa ou frio. Elimina também as dores ocasionadas pelo acúmulo do ácido láctico e da irritação dos tendões, bem como das articulações.

Atua como hidratande natural

Mantém a composição do manto hidrolipídico, a camada de proteção natural da pele. O banho de vapor é uma possibilidade de colocar o corpo inteiro em contato com micro-partículas de água associada ao calor, o que ocasiona uma umidificação da pele e a dilatação dos poros. O corpo para manter o equilíbrio térmico elimina água (suor). O vapor por ser água destilada (pura) hidrata profundamente os tecidos, possibilitando a dilatação e desobstrução dos poros, o que facilita sua absorção pelo corpo. Com um maior bombeamento do sangue, a pele recebe mais nutrientes, melhorando a função celular e de respiração da pele.

Benefícios às vias respiratórias

A sauna úmida possui uma característica muito especial, é excelente no tratamento de problemas respiratórios. O vapor limpa e hidrata as vias respiratórias, facilitando a eliminação das impurezas, oriundas da poluição. É coadjuvante no tratamento da renite, sinusite, bronquite e asma. É indicado por pneumologistas a crianças, adultos e pessoas com dispnéia (dificuldade para respirar, acompanhada por uma sensação de opressão no peito). O contraste quente/frio que se consegue tomando uma ducha fria, aumenta a resistência física evitando doenças como gripes e resfriados.

Coadjuvante no combate a obesidade

Estudos feitos na França indicam que, se feita freqüentemente, a sauna pode ajudar a emagrecer. A explicação é que com o aumento da circulação, há mais oxigênio, ajudando a consumir o excesso de gordura. É bom não confundir, no entanto, com a redução de peso que se nota ao sair da sauna - é resultado da perda de líquido. Ao beber água, irá recuperar o que se perdeu transpirando. Contudo, o combate ao estresse, a fadiga e as toxinas resultam positivamente para o emagrecimento, causas muito prejudiciais a programas de perda de peso.

Combate a flacidez

Depois da sauna, a pele fica mais firme e bem nutrida. Com os vasos sangüíneos dilatados pelo calor, mais nutrientes e vitaminas chegam às células da pele. Depois, a água fria fecha os poros, melhorando seu aspecto geral. O banho de contraste melhora a tonicidade muscular e dos tecidos. O vapor possibilita a distensão e o banho frio, a contração, ocorrendo a eliminação ou prevenção à flacidez. Potencializa também a ação de cremes que não devem ser usados durante a sauna.

Dexintoxicante

A sauna úmida ajuda a fluidificar e a eliminar as secreções impregnadas de partículas de pó e outros poluentes que retemos nos pulmões, aumentando a oxigenação dos mesmos. Recomendada também para os fumantes, pois o cigarro promove ressecamento e secreção pulmonar que não é expelida pelos cílios da traquéia e dos brônquios (pigarro), local de atuação do banho de vapor que facilita a movimentação destes cílios, permitindo assim a limpeza do aparelho respiratório.

Elinina toxinas do organismo

Os alimentos produzem toxinas e resíduos que se deslocam pela corrente sangüínea e causam obstrução (entupimento de qualquer natureza) dos capilares, veias e artérias. As pessoas com um alto conteúdo delas no sangue, têm propensão a depressão e ansiedade. A sauna atua dilatando os poros da pele e facilitando a saída dessas toxinas, desta forma se limpam os capilares. A transpiração, ao eliminá-las, reduz também a carga de trabalho que os rins e o fígado teriam para filtrá-las.

Limpa a pele e previne o envelhecimento precoce

O vapor, ao fazer o corpo suar, limpa profundamente a pele, eliminando as células mortas. O vapor também “esteriliza” a pele, eliminando os microorganismos que são adquiridos no dia-a-dia. Reduz os odores que provocam a transpiração e também elimina cravos e espinhas, potencializando a ação dos cremes rejuvenescedores. Ao eliminar a água do corpo carregada de toxinas, recomenda-se ingerir água pura que corresponde a um bom tratamento dermatológico. Com o aumento da circulação e conseqüente oxigenação dos tecidos, previne contra a formação de radicais livres – principais agentes do envelhecimento da pele.

Melhora a circulação sanguinia

A sauna exerce sua ação mais importante sobre o coração e a circulação. Em descanso absoluto a temperatura corporal subirá, a pulsação será acelerada e teremos uma super circulação em todos os vasos do cérebro, nas artérias do coração, nas coronárias e na pele, promovendo uma transpiração de dentro para fora e estimulando as glândulas endócrinas do corpo, tireóides, pâncreas, supra-renais, glândulas sexuais e o fígado. Assim, obtém-se algo como uma quelação fisiológica, ou seja, uma recompensação circulatória que traz a regressão da hipertensão arterial, eliminando progressivamente o colesterol sangüíneo, desobstruindo por pressão os vasos parcialmente fechados, levando a uma vida melhor, sem estresse ou ansiedade. A dilatação e a contração dos vasos, provocadas pelo choque térmico, faz uma “ginástica” vascular que fortalece as paredes das veias, ajudando a evitar varizes.

No combate a celulite

Ao suar, é eliminada a água que está represada nas células de gordura. E com a hidratação da pele, as células readquirem a elasticidade, havendo uma maior irrigação sangüínea, o que possibilita o recebimento de mais nutrientes. Ao suar, também eliminamos as reservas de gordura existentes em nosso corpo, num processo em que se queima energia. Nesta sinergia (ação simultânea), a celulite será eliminada.

No combate ao estresse

Com a eliminação das toxinas, melhora a circulação sangüínea e o relaxamento, são excelentes anti-estresse. Na Confraria utilizamos ervas medicinais, como capim cidreira, alecrim, majericão, arruda, anis estrelados, cristais de menta.

Nutre e revigora os cabelos

É uma ação própria da sauna úmida. Com o vapor, as escamas dos fios se abrem e os cremes de tratamento para cabelos penetram melhor.

Prevenção de estrias

A estria é uma desorganização

Fonte: www.saunaconfraria.com.br

Sauna

Tenho uma sauna em casa mas não sei como utilizá-la. A Sauna faz bem à saúde? Traz algum tipo de malefício?

A Sauna é uma tradição cultural e social dos países de clima frio, mais especificamente dos países europeus, em especial da Finlândia.

As Saunas têm um papel importante na saúde geral da nossa pele pois o calor faz com que os nossos poros eliminem toxinas e fiquem desosbstruidos, além de permitir uma melhor transpiração e limpeza da pele.

Os cuidados que se deve ter para se fazer uma boa sauna são em geral:

Consultar um médico antes de frequentá-las

A temperatura deve respeitar os limites de cada pessoa

O tempo para se fazer sauna deve ser seguido rigorasamente

Pessoas com problemas de hipertensão devem ter acompanhamento médico

Para usar a sauna sem problemas, a higiene também é um fator importante para não se contrair doenças de pele e dermatites de contato.

O repouso é o ponto alto das saunas pois quase todas têm um massagista de plantão, além do médico.

Existem 2 tipos básicos de se tomar uma sauna: as de vapor seco e de vapor úmido. Todas elas devem ter afixados relógios com controle de tempo bem visível a todos, termômetro a vista onde a temperatura deve oscilar entre 50 e 70C e podem ter aromatizantes que atuam no relaxamento através do nosso olfato, é o princípio da aromaterapia onde aromas ajudam nos processos de relaxamento.

Fonte: www.saudenainternet.com.br

Sauna

Sauna

A sauna, também conhecida como banho finlandês, é uma sala com o ambiente bastante aquecido, podendo ter dois tipos de sauna, a sauna seca, que gera um calor mais seco, é o tipo de sauna recomendada para o inverno onde as temperaturas são mais baixas, e a sauna a vapor, mais recomendada para o verão, pois possui propriedades hidratantes.

A temperatura da sauna seca pode passar dos 80° C, temperatura que o corpo humana tolera facil por curtos períodos, enquanto a sauna a vapor dificilmente passa dos 60° C.

As saunas são aquecidas a lenha ou a eletricidade, e o seu interior é revestido de madeira, e é quase obrigatória a nudez na sauna. O alívio de dores de coluna, a hidratação da pele, a desobstrução dos poros, o aumento da circulação sanguínea são alguns dos benefícios trazidos com a sauna. Além disso a sauna ajuda a combater o strees e a hipertensão.

Fonte: www.spbalada.com.br

Sauna

A sauna a vapor está entre os benefícios recomendados à saúde.

O banho de sauna quando habitual proporciona vários benefícios, entre eles estão:

Alivio de dores reumáticas e de coluna

Fortalecimento da circulação sanguínea;

Combate a hipertensão e alivia o estresse

Hidrata a pele e desobstrui os poros

Combate doenças do sistema respiratório

Desintoxica o organismo e eliminando impurezas

Previne a celulite e a flacidez

Relaxa a musculatura

Proporciona sensação de bem estar

Facilita o sono

Após o banho de vapor, a súbita imersão em água fria e a rápida alternância entre o frio e o calor reverte a corrente sangüínea para o interior do organismo, condicionando e fortalecendo o sistema regulador cardiovascular simpático e parassimpático. Isso faz esse sistema trabalhar com a máxima eficiência por vários dias, resultado que eventualmente não se obtém com exercícios corporais prolongados (extraído de tese sobre sauna do Dr. Claude Cappadoro, França).

Os benefícios físicos do banho de sauna têm sido objeto de muitos estudos médicos, segundo os quais o intenso calor provoca uma "febre artificial", importante no processo de reabilitação em casos de atrofias musculares, desbacterização e assepsia. A aceleração do pulso produz um fluxo sangüíneo desde os órgãos internos até a pele, exercitando e fortalecendo as glândulas, os vasos capilares e os nervos.

Se você pensa seriamente a respeito de relaxamento, então considere os muitos benefícios e vantagens de um banho de sauna. Relaxamento e rejuvenescimento podem ser obtidos com rápidas e frequentes sessões de sauna de 15 minutos. À medida em que os seus poros se abrem e o suor flui livremente, diminuem a tensão e o estresse acumulados ao longo do dia. Não existe sensação exatamente igual à proporcionada pela sauna. O ácido lático se dissipa com o calor e os músculos ficam descansados e em estado de repouso.

A sauna desintoxica o organismo, livrando o sangue, a pele e o cérebro dos sais minerais, gorduras e toxinas indesejadas. Essas toxinas são eliminadas através das fezes, da urina e do suor, cuja produção é estimulada pelo banho de sauna. Também ajuda a descarregar a eletricidade do corpo e relaxa os músculos e o sistema nervoso, reduzindo dores musculares e calorias em excesso com um mínimo de esforço físico. No ambiente de sauna a temperatura corporal irá aumentar, a pulsação cardíaca será acelerada até alcançar aprox. 90 batimentos por minuto e teremos uma super circulação nos vasos sanguíneos do cérebro, do coração e da pele, promovendo a transpiração e estimulando as glândulas endócrinas do corpo, como a tireóide, o pâncreas, as supra-renais, as glândulas sexuais e o fígado.

O banho de sauna pode ser considerado uma das razões da longevidade dos europeus, que o praticam rotineiramente e com disciplina. É uma decisão de bom senso que traz mais saúde e jovialidade. Não há limite de idade para o banho de sauna; crianças, adultos e mesmo pessoas idosas podem desfrutar dessa terapia. Recomenda-se apenas que pessoas com problemas cardíacos ou de pressão arterial consultem antes o seu médico para verificarem a existência de eventuais restrições.

Recomenda-se, também, tomar-se uma boa ducha fria após o banho de sauna. Desde que se esteja com a saúde perfeita, ela não causa problema algum e, muito pelo contrário, é extremamente benéfica. Após o banho de sauna o nosso organismo fica preparado para resistir a temperaturas bem abaixo de 0°C. A duração da ducha fria deverá ser de aprox. 30 segundos, tempo suficiente para ativar a circulação sanguínea resfriando apenas a superfície da pele sem resfriar o interior do corpo, o que poderia torná-lo vulnerável a resfriados, gripes, etc..

A sauna, mais do que um simples banho, é também um hábito de higiene profunda que promove um melhor equilíbrio entre o corpo e a mente. Quem toma uma sauna quer refrescar o corpo e também o espírito através do relaxamento, obtendo assim uma profunda limpeza tanto corporal quanto espiritual.

Sauna Filandesa

Tendo sua origem na Finlândia, a sauna seca é um hábito rotineiro em paises da Escandinávia, dizem até que o fator de longevidade desses povos está diretamente ligado a essa prática. Naquela região a temperatura no interior da sauna pode chegar a 100ºC, a nudez dos freqüentadores é natural e em muitos lugares quase obrigatória.Tipicamente o interior da sauna seca é revestido de madeira e é aquecida a lenha, hoje as saunas mais modernas são aquecidas por meio da eletricidade.

Os benefícios para quem pratica sauna são muitos, entre eles o aumento da circulação sanguínea, o alívio de dores musculares e da coluna, a hidratação da pele e a desobstrução dos poros e das vias respiratórias, desintoxicação do organismo, além de combater o estresse e a hipertensão. Assim como na sauna a vapor também na sauna seca recomenda-se que após a permanência, se siga de um banho ou chuveiro de água fria de no máximo 30 segundos. Isso facilita a liberação de toxinas expelidas com o suor.

Fonte: www.saunafloresta.com

Sauna

Sauna a Vapor

1) O teto da sauna a vapor deve ter uma inclinação igual a 10% do prolongamento.

Exemplo

Prolongamento de 2.00m, inclinação igual a 20cm.

Essa inclinação é fundamental, pois quando o vapor condensar surgirão gotículas d’água no teto. Com a inclinação essas gotículas vão escorrer para a extremidade mais baixa do teto e não sobre a cabeça das pessoas, ou seja, acima dos bancos só haverá vapor.

2) Na sauna a vapor é importante que se faça um isolamento térmico com vermiculita. Esse material é um mineral com propriedades térmicas acústicas. Após a colocação da laja, reboque todas as paredes e teto com uma massa do cimento e vermiculita na seguinte proporção: 5 latas de vermiculita para cada lata de cimento. Adicione água até dar liga, faça um reboco com 2,5cm a 3.00cm de espessura, deixe secar por completo (2 a 3 dias), e só depois dê o acabamento escolhido.

3) As paredes da sauna a vapor podem ser revestidas com epoxi, azulejos, mármore ou até mesmo tinta látex, porém, o teto deve ser sempre liso, sem rejuntes de azulejos, para que não ocorra a presença de indesejáveis gotículas d’água. Já para o piso utilize materiais anti-derrapantes: borracha, ardósia, pedra mineira, cerâmica texturizada, etc...

4) Não esqueça de prever um ralo no interior do ambiente e outro próximo ao aparelho, caso este esteja instalado fora do recinto. É importante deixar dois pontos de água; um para alimentar o equipamento e um outro livre dentro do recinto. Só assim você poderá, sem sair para fora da sauna, encher um balde com água e derramar sobre sua cabeça.

5) A entrada de vapor da sauna deve ser um canto neutro, próxima à parede frontal aos bancos e num altura que pode variar entre 20cm e 30cm.

Para obter a movimentação do vapor, faça um orifício de ¾” (para saunas residenciais), próximo ao teto, na parede que estiver atrás dos bancos ou na lateral próxima. O orifício deve ser feito em sentido diagonal em relação à entrada de vapor para que este movimente-se uniformemente ao longo da bancada.

6) Para a iluminação do recinto utilize luminárias blindadas e instale o interruptor fora o ambiente.

7) A porta deve ser impermeável, térmica, possuir visor transparente, e deve-se sempre abrir para fora do Ambiente.

Sauna Seca

1) Após rebocar paredes e tetos com reboco comum, fixe sarrafos de 3x5cm na horizontal equidistante a cada 35cm no máximo. Use parafuso e bucha para fixação, depois preencha os vãos com lã de vidro com espessura de 2,5cm. Se o teto estiver alto, faça um forro rebaixado e isole-o também.

2) Faça o revestimento com madeira seca, podendo ser lambris de no mínimo 10mm de espessura. Dê preferência para o pinho finlandês (só importado), porém, você também pode utilizar o pinho chileno, cedro mogno ou cedrinho de boa qualidade.

O importante é usar madeiras relativamente macias, de fácil respiração, e que possuam veios claros de largura não muito diferente dos veios escuros. Fixe os lambris com pregos não oxidantes e sem cabeça. O ponto ideal para bater os pregos é o macho do lambris, de fora para dentro, em diagonal e rebatido levemente para que penetre um pouco mais na madeira, assim, quando encaixar a fêmea do lambris, o prego ficará escondido e dará um acabamento perfeito.

3) Crie um rodapé em todo o recinto com 10cm de altura por 5cm de largura. Isso evitará que a madeira toque o chão, e você poderá lavar o piso sem molhá-la. Na sauna seca, o piso pode ser um simples cimento ou cerâmica, mas se preferir pode cobri-lo com um estrado de madeira, tomando sempre o cuidado de bater os pregos por baixo da estrutura para que esses não apareçam.

4) É importante não deixar quinas vivas nos bancos e fazer um acabamento nos cantos da sauna com cantoneira de madeira ou com corda. Toda a madeira utilizada na construção deve ser muito bem lixada para que todas as farpas sejam eliminadas. Jamais envernize ou aplique qualquer produto para a proteção da madeira. Basta ter capricho.

5) Faça uma cerca de proteção ao redor do forno. Para fornos elétricos ou a gás use cerco de madeira sempre a uma distância mínima de 10 a 20cm do forno. Para fornos à lenha/gás use tijolos refratários vazados de 5 a 10cm de distância do forno.

6) Na sauna seca é fundamental a construção de respiros para ventilar o forno, oxigenar o ambiente e distribuir o calor nos lugares certos. Faça uma abertura de 6cm x 14cm na parede onde ficará o forno, esta abertura deve ficar aproximadamente entre 10cm a 15cm do piso. O acabamento exterior desta abertura poderá ser feito com tela, gradil ou treliça de madeira. Na parede oposta onde normalmente ficam os bancos, faça em sentido diagonal à abertura inferior, uma outra abertura de mesmo tamanho distante 30cm o teto. Esta abertura superior deverá possuir em sua face interna uma portinhola de correr (pode ser de madeira), para que você controle todo o fluxo de ar do ambiente, já a sua face externa deverá receber o mesmo acabamento da abertura inferior.

7) No local destinado para o forno não deve haver madeira, isso pode causar um incêndio. Use placas refratárias nas paredes em volta do forno e no piso sob o mesmo. Se o aparelho possuir chaminé, o refratário das paredes deve acompanhar toda sua extensão. A chaminé deve sair de preferência pela parede, formando um ângulo de 45º.

8) A iluminação do ambiente deve ser sempre indireta e com lâmpadas de até 40 watts no máximo. Utilize luminária blindada e instale o interruptor fora do ambiente.

9) A porta de madeira com isolamento térmico deverá abrir sempre para fora do recinto e possuir visor transparente.

Por que tipo de sauna você deve optar?

A sauna seca gera um calor seco e é mais recomendada para o inverno.

A sauna a vapor possui propriedades hidratantes, e por isso, é recomendada para o verão.

Experimente as duas antes de construir a sua. Faça a opção que melhor lhe convier ou fique com ambas.

A sauna deve ter que tamanho?

Lenha, Gás ou Elétrica?

Para sítios, chácaras, fazendas e para casas em geral, ou mesmo para aqueles que gostam de originalidade, uma sauna à lenha é uma ótima pedida, mas o gás também não é um mau negócio.

Para saunas profissionais que requerem economia, ou mesmo para aqueles que moram em apartamentos, o gás é o ideal.

Para hotéis ou motéis onde as saunas são individuais, em apartamentos onde o uso doméstico é de duas vezes por semana em média, ou para locais onde não haja espaço disponível para equipamentos maiores, recomenda-se saunas elétricas.

Dimensões

Para saunas residenciais pode-se optar por medidas convencionais, tais como:

1.50m x 2.00m (4 pessoas)
2.00m x 2.00m (6 pessoas)
2.00m x 3.00m (9 pessoas)

Já para saunas públicas podemos começar por:

3.00m x 3.00m (12 pessoas),
3.00m x 4.00m (15 pessoas),
4.00m x 4.00m (18 pessoas), ou até medidas maiores.

Se você tem algum espaço disponível em sua residência, por exemplo, um banheiro, uma despensa ou algum quarto que não esteja sendo utilizado, pode aproveitá-lo e fazer ai a sua sauna.

Basta contratar um bom profissional (pedreiro ou marceneiro), e seguir as orientações do seu fabricante.

Sauna em madeira

Quais produtos são indicados para revestimento em Saunas de alvenaria?

A sauna é um ambiente com umidade elevada e os produtos submetidos a esta condição devem ter baixo índice de expansão por umidade e, se forem esmaltados, devem possuir resistência ao gretamento.

Para ambientes de paredes a Eliane dispõe das linhas de Piscina e Fachadas que atendem com total segurança os ambientes com umidade constante, como as piscinas, ou expostos às condições do tempo, como as fachadas.

Ainda podemos recomendar o uso de Porcellanato que, por apresentar absorção de água praticamente nula, não possui expansão por umidade sendo também um produto ideal para este tipo de ambiente.

Nos pavimentos, ou seja, pisos destinados à sauna, recomenda-se o uso de produtos com coeficiente de atrito classe II (maior de 0,40), pois estas características vão permitir uma melhor resistência ao escorregamento e maior segurança ao caminhar.

Quais produtos são indicados para revestimento em Saunas de alvenaria?

Sauna

A sauna é um ambiente com umidade elevada e os produtos submetidos a esta condição devem ter baixo índice de expansão por umidade e, se forem esmaltados, devem possuir resistência ao gretamento.

Para ambientes de paredes a Eliane dispõe das linhas de Piscina e Fachadas que atendem com total segurança os ambientes com umidade constante, como as piscinas, ou expostos às condições do tempo, como as fachadas.

Ainda podemos recomendar o uso de Porcellanato que, por apresentar absorção de água praticamente nula, não possui expansão por umidade sendo também um produto ideal para este tipo de ambiente.

Nos pavimentos, ou seja, pisos destinados à sauna, recomenda-se o uso de produtos com coeficiente de atrito classe II (maior de 0,40), pois estas características vão permitir uma melhor resistência ao escorregamento e maior segurança ao caminhar.

Fonte: www.fazfacil.com.br

Sauna

Sauna
Sauna letã em Cinevilla, Letônia

A sauna, chamada ainda de banho finlandês, consiste em uma sala ou casa com um ambiente muito aquecido, a fim de propiciar relaxamento e promover o convívio social entre os frequentadores do recinto. Há basicamente dois tipo de saunas: a "sauna a vapor" (sauna úmida ou banho turco) e a "sauna seca", que utiliza pedras ou outro material que é aquecido, sem libertar vapor. É frequente que à permanência na sauna se siga um banho ou chuveiro de água fria, para libertação de toxinas expelidas com o suor, ainda que essa prática seja contra-indicada por alguns médicos.

A sauna úmida raramente ultrapassa os 60°C enquanto na sauna seca o corpo humano tolera facilmente temperaturas superiores a 80°C durante curtos períodos de tempo.

A sauna seca é de origem finlandesa (2 milhões de saunas para 5,2 milhões de habitantes) e a prática de saunas é habitual na Escandinávia, onde a temperatura no interior pode chegar a 100 °C e a nudez é natural e quase obrigatória.

O interior das saunas secas é revestido de madeira e as cabinas de sauna são aquecidas a lenha ou a electricidade.

Alegadamente, entre os benefícios da sauna estão o alívio de dores de coluna, o aumento da circulação sanguínea, a hidratação da pele e desobstrução dos poros, o combate ao stress e à hipertensão. Além disso, relaxa a musculatura, limpa e desobstrui as vias respiratórias, desintoxica e expulsa as impurezas do organismo e combate doenças do sistema respiratório. No entanto, a frequência habitual ou prolongada de saunas deve ser autorizada por um médico, pois certas patologias respiratórias e circulatórias não beneficiam com a permanência no ambiente quente das saunas, com uma frequência superior a uma vez por semana.

Em Portugal

Os banhos de vapor eram usados pelos povos castrejos da península Ibérica. Estrabão comenta que os Lusitanos costumavam tomar banhos de vapor seguidos de água fria. Pedra Formosa é o nome dado à peça principal do balneário pré-romano de banhos (vapor e água).

O Sudatorium usado nas Termas Romanas é um outro tipo de sauna usado pelos Romanos.

Fonte: pt.wikipedia.org

Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal