Breaking News
Home / Geografia / Terceira Revolução Industrial

Terceira Revolução Industrial

PUBLICIDADE

III Revolução Industrial ou Revolução Técnico-Científica-Informacional

Diversas revoluções aconteceram ao longo da história da humanidade, muitas delas foram responsáveis pelo rompimento de uma estrutura que era predominante na sociedade, seja no âmbito da política, da economia, da ciência ou da luta pelos direitos ambientais. Elas, no entanto, não acontecem do dia para noite, sendo necessário muito tempo para que haja a emancipação e a espacialização dessas novas ideias e atos, ou seja, quando se fala de revolução, seja ela qual for, precisa-se ter a noção que se trata de um processo histórico e social, que pode ser demorado ou rápido, dependendo das forças que podem ser contrárias ou apoiadoras desses desenvolvimentos. É o que aconteceu, por exemplo, com a Revolução Agrícola na antiguidade, com a Revolução Russa da história moderna e as Revoluções Industriais.

Neste processo histórico, tem-se a III Revolução Industrial, ou que também pode ser chamada de Revolução Técnico-Científica-Informacional, que se inicia em meados do século XX, e muitos especialistas indicam que está acontecendo até os dias atuais.

Este fato é marcado, principalmente, pelo desenvolvimento de novas tecnologias informacionais e das técnicas e o avanço constante da ciência moderna e contemporânea, como por exemplo, os famosos celulares inteligentes (smart-phones) e os computadores, vinculado a robótica, o desenvolvimento sistêmico da genética, da biotecnologia e das geotecnologias. Que cada vez mais ganham espaços e pessoas em todo o mundo. Onde é possível, mesmo que através de robôs, pisar em outros planetas do sistema solar, a exemplo das sondas em Marte.

Esta revolução é responsável por alargar e modificar as formas de consumo, destruindo as barreiras geográficas do tempo e do espaço, construir dinâmicas sociais complexas e possibilitar que o sistema capitalista ganhe cada vez mais proporções, ao aumentar o processo de globalização, destruindo as fronteiras econômica, financeira, cultural e social, modificando então toda a estrutura produtiva.

Terceira Revolução Industrial

Para elucidar a questão descrita acima, imagine que a distância entre São Paulo (BR) e Nova Iorque (EUA) é de aproximadamente 7.694 km e que um avião a faz em menos de 10 horas. O que em um passado histórico levaria meses, hoje leva menos de um dia. Estes mesmos fatos acontecem – até mais rapidamente – em termos de mercadorias. O que é lançado na China em um dia, no mesmo dia já está chegando ao Brasil. O mesmo se dá a avanço da ciência, onde as pessoas podem viver mais, para consumir mais.

No entanto, esta III Revolução Industrial nem sempre é benéfica a sociedade, sobretudo, os que ficam à mercê destas expansões, uma vez que ela prioriza e está centralizada nas mãos de grandes empresas do capitalismo financeiro, que são detentoras de empresas multinacionais, que buscam em seu sistema produtivo, cada vez mais flexibilizar as formas de trabalho e adquirirem com isso os seus expressos lucros e até mesmo da exploração da mais-valia.

O que em geral se discute entre os estudiosos é, como o capitalismo e essa revolução técnico-científico-informacional podem se tornar tão selvagens a ponto de modificarem em escala global todo o espaço geográfico e as relações humanas de produção, cultura e consumo. Eles teriam um fim já que tiveram um início? Cabe boas reflexões!

Gean Alef Cardoso

Veja também

Planejamento Urbano

PUBLICIDADE Planejamento Urbano é o estudo ou profissão que lida com o crescimento e funcionamento …

Aborígenes Australianos

Aborígenes Australianos

PUBLICIDADE Definição Aborígenes é considerada uma pessoa, animal ou planta que tenha estado em um país …

Gêiser

Gêiser

PUBLICIDADE Definição Gêiser uma fonte termal em que a água ferve intermitentemente, enviando uma alta coluna …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.