Breaking News

Rins

Rins – O que são

Os rins são órgãos e são existentes duas unidades por indivíduo. São de forma estranha parecendo feijões e se localizam próximos à cintura e ao lado da coluna vertebral.

Os rins possuem várias funções de extrema importância no nosso organismo.

A principal função dos rins é filtrar as toxinas que são produzidas pela alimentação. Essas toxinas devem ser eliminadas diariamente.

Quando os rins não trabalham corretamente, irá ocorrer o acúmulo dessas substancias tóxicas como a creatinina, ácido úrico, ureia, entre outros.

Os rins produzem hormônios, são órgãos endócrinos. Os hormônios chamados  eritropoietina estimulam a medula óssea para a produção de glóbulos vermelhos.

Os rins produzem enzimas, como a renina que controla a pressão arterial do corpo. Também produzem a vitamina D ativa, regula o metabolismo ósseo.

Os rins são dois órgãos em forma de feijão, cada um com o tamanho aproximado de um punho. Eles estão localizados logo abaixo da caixa torácica, um de cada lado da coluna.

Rins saudáveis filtram cerca de meia xícara de sangue a cada minuto, removendo resíduos e água extra para fazer a urina. A urina flui dos rins para a bexiga através de dois tubos finos de músculos chamados ureteres, um de cada lado da bexiga. Sua bexiga armazena urina. Seus rins, ureteres e bexiga fazem parte do trato urinário.

Como são

Cada rim tem aproximadamente o tamanho de um punho (10cm), e é formado por três camadas:

Cápsula fibrosa: É a membrana que envolve o rim.
Camada cortical: 
É a camada granulosa onde a urina é produzida.
Camada medular: 
É a camada interna, formada por três tubos finos, sinuosos, ramificados e de diâmetros diferentes.

São denominados tubos uriníferos e se dispõem em formações chamadas pirâmides de Malpighi em numero que varia entre dez e quinze.

Os rins possuem duas faces, ou seja, os vemos de duas formas:

Convexa face interna
Côncava face externa

As funções dos rins:

Pois é, os rins são pequenos, mas, exercem funções difíceis complicadas e muito importantes para nós.

Pois eles tratam de filtrar nosso sangue e excretar (por para fora) os resíduos, o que não prestam suas duplas funções são:

FUNÇÃO DEPURADORA

Quando o sangue passa pelos rins, ou seja: ou atravessa, ele se torna puro livre dos resíduos, das substâncias que dão prejuízo e que não servem.

FUNÇÃO REGULADORA

É a função em que o rim regula a taxa de cloreto de sódio (sal), pois o mesmo não é o que não presta o rim só trata de fazer a excreção do excesso que foi ingerido (em demasia, em grande quantidade) pelo indivíduo.

O plasma necessita de 06 por 1.000 de NaCi para assegurar a vida normal dos glóbulos vermelhos. Essa função é basicamente regular, a concentração (quantidade existente) de NaCi ? cloreto de sódio.

Em conclusão as funções são:

É um órgão depurador, eliminando para o exterior (para fora) o lixo.
É um órgão regulador, mantendo o equilíbrio e a segurança no interior.

PUBLICIDADE

 

Rins
Rins

Os rins são dois órgãos existentes na parte de trás do abdômen que limpam o sangue das impurezas do corpo, funcionando como filtros.

Onde estão os rins e como eles funcionam?

Existem dois rins, cada um do tamanho de um punho, localizados em cada lado da coluna, no nível mais baixo da caixa torácica. Cada rim contém até um milhão de unidades funcionais chamadas néfrons.

Um néfron consiste em uma unidade de filtragem de minúsculos vasos sangüíneos, chamados de glomérulos, presos a um túbulo. Quando o sangue entra no glomérulo, ele é filtrado e o fluido restante passa ao longo do túbulo. No túbulo, produtos químicos e água são adicionados ou removidos desse fluido filtrado de acordo com as necessidades do corpo, sendo o produto final a urina que excretamos.

Os rins realizam sua função vital de filtrar e retornar à corrente sanguínea cerca de 200 litros de fluido a cada 24 horas. Cerca de dois quartos são removidos do corpo na forma de urina e cerca de 198 litros são recuperados. A urina que excretamos fica armazenada na bexiga por um período de 1 a 8 horas.

Por que os rins são tão importantes?

A maioria das pessoas sabe que uma das principais funções dos rins é remover os resíduos e o excesso de líquido do corpo. Esses produtos residuais e o excesso de fluido são removidos pela urina.

A produção de urina envolve etapas altamente complexas de excreção e reabsorção. Este processo é necessário para manter um equilíbrio estável dos produtos químicos do corpo.

A regulação crítica do teor de sal, potássio e ácido do corpo é realizada pelos rins. Os rins também produzem hormônios que afetam a função de outros órgãos. Por exemplo, um hormônio produzido pelos rins estimula a produção de glóbulos vermelhos. Outros hormônios produzidos pelos rins ajudam a regular a pressão arterial e controlar o metabolismo do cálcio.

Os rins são fábricas químicas poderosas que realizam as seguintes funções:

Remover produtos residuais do corpo
Remover drogas do corpo
Equilibrar os fluidos do corpo
Liberam hormônios que regulam a pressão arterial
Produzem uma forma ativa de vitamina D que promove ossos fortes e saudáveis
Controlar a produção de glóbulos vermelhos

Para que servem os rins

Os rins realizam diversas funções importantes no nosso organismo.

Os rins removem resíduos e fluido extra de seu corpo. Os rins também removem o ácido produzido pelas células do corpo e mantêm um equilíbrio saudável de água, sais e minerais – como sódio, cálcio, fósforo e potássio – no sangue.

Entre elas, podemos citar:

Eliminação de resíduos tóxicos produzidos pelo organismo, como a uréia e o ácido úrico. Damos o nome a esta função de filtração
Controle do excesso de líquidos em nosso organismo, o qual é eliminado através da urina
Equilíbrio entre os sais minerais de nosso corpo, eliminando os excessos e suprindo as carências
Influencia na pressão arterial e venosa de nosso corpo, através do controle dos líquidos e sais minerais
Produz e secreta hormônios: a eritropoetina (a qual interfere na produção de glóbulos vermelhos e sua deficiência pode levar a uma anemia de difícil controle), a vitamina D (ou calciferol, a qual ajuda na absorção de cálcio) e a renina (que ajuda a controlar o volume de líquidos e a pressão arterial de nosso corpo).

Superfície anterior do rim direito

Rins
1.
Extremidade superior
2. Cápsula renal ou de Gerotta
3. Margem mediana
4. Margem lateral
5. Hilo renal
6. Artéria renal
7. Veia renal
8. Pélve renal
9. Margem mediana
10. Ureter
11. Veias
12. Extremidade inferior

Rim direito secionado em vários planos (expondo parênquima e seio renal)

Rins
1.
Córtex
2. Cápsula fibrosa
3. Cálices secundários
4. Vasos sanguíneos
5. Medula (pirâmide)
6. Papila da pirâmide
7. Seio renal
8. Cálices principais
9. Coluna renal ou de Bertin
10. Pélvis Renal
11. Gordura no seio renal
12. Raios medulares
13. Cálices secundários
14. Ureter

Quais são algumas das causas da doença renal crônica?

doença renal crônica é definida como a presença de algum tipo de anormalidade renal, ou “marcador”, como proteína na urina e diminuição da função renal por três meses ou mais.

Existem muitas causas para a doença renal crônica. Os rins podem ser afetados por doenças como diabetes e hipertensão. Algumas doenças renais são hereditárias (ocorrem em famílias).

Outros são congênitos; ou seja, os indivíduos podem nascer com uma anomalia que pode afetar os rins. A seguir estão alguns dos tipos e causas mais comuns de danos aos rins.

A diabetes é uma doença em que o seu corpo não produz insulina suficiente ou não consegue usar quantidades normais de insulina de forma adequada. Isso resulta em um nível alto de açúcar no sangue, o que pode causar problemas em muitas partes do corpo. O diabetes é a principal causa de doença renal.

A pressão alta (também conhecida como hipertensão) é outra causa comum de doença renal e outras complicações, como ataques cardíacos e derrames.

A hipertensão ocorre quando a força do sangue contra as paredes das artérias aumenta. Quando a pressão alta é controlada, o risco de complicações, como doença renal crônica, diminui.

A glomerulonefrite é uma doença que causa inflamação das minúsculas unidades de filtragem dos rins, chamadas de glomérulos. A glomerulonefrite pode acontecer repentinamente, por exemplo, após uma infecção na garganta, e o indivíduo pode ficar bom novamente. No entanto, a doença pode se desenvolver lentamente ao longo de vários anos e pode causar perda progressiva da função renal.

A doença renal policística é a doença renal hereditária mais comum. É caracterizada pela formação de cistos renais que aumentam com o tempo e podem causar sérios danos aos rins e até mesmo insuficiência renal.

Outras doenças hereditárias que afetam os rins incluem a síndrome de Alport, hiperoxalúria primária e cistinúria.

As pedras nos rins são muito comuns e, quando passam, podem causar fortes dores nas costas e nas laterais do corpo. Existem muitas causas possíveis para pedras nos rins, incluindo um distúrbio hereditário que faz com que o cálcio em excesso seja absorvido pelos alimentos e infecções ou obstruções do trato urinário. Às vezes, medicamentos e dieta podem ajudar a prevenir a formação recorrente de cálculos. Nos casos em que as pedras são muito grandes para passar, podem ser feitos tratamentos para removê-las ou quebrá-las em pequenos pedaços que podem sair do corpo.

As infecções do trato urinário ocorrem quando os germes entram no trato urinário e causam sintomas como dor e/ou queimação ao urinar e necessidade mais frequente de urinar.

Essas infecções afetam com mais frequência a bexiga, mas às vezes se espalham para os rins e podem causar febre e dor nas costas.

As doenças congênitas também podem afetar os rins. Isso geralmente envolve algum problema que ocorre no trato urinário quando um bebê está se desenvolvendo no útero da mãe.

Um dos mais comuns ocorre quando um mecanismo semelhante a uma válvula entre a bexiga e o ureter (tubo de urina) não funciona corretamente e permite que a urina retorne (refluxo) para os rins, causando infecções e possível dano renal.

Drogas e toxinas também podem causar problemas renais. Usar um grande número de analgésicos de venda livre por um longo período pode ser prejudicial aos rins. Certos outros medicamentos, toxinas, pesticidas e drogas de “rua”, como heroína e crack, também podem causar danos renais

Rins – Resumo

A principal função dos rins é remover os resíduos do sangue e devolver o sangue limpo de volta ao corpo.

A cada minuto, cerca de um litro de sangue – um quinto de todo o sangue bombeado pelo coração – entra nos rins pelas artérias renais. Depois que o sangue é limpo, ele retorna ao corpo através das veias renais.

Cada rim contém cerca de um milhão de unidades minúsculas chamadas néfrons. Cada néfron é composto de um filtro muito pequeno, chamado glomérulo, que está preso a um túbulo.

Conforme o sangue passa pelo néfron, os fluidos e os resíduos são filtrados. Muito do fluido é então devolvido ao sangue, enquanto os produtos residuais são concentrados em qualquer fluido extra como urina (urina).

A urina flui através de um tubo chamado ureter para a bexiga. A urina sai da bexiga e sai do corpo por meio de um tubo chamado uretra. O rim geralmente produz de um a dois litros de urina todos os dias, dependendo do seu corpo, da quantidade que você bebe, da temperatura e da quantidade de exercícios que faz.

Um rim saudável pode aumentar muito sua capacidade de trabalho. Com dois rins saudáveis, cada rim executa 50 por cento da função renal normal. Se um rim é perdido, o outro rim pode aumentar e fornecer até 75 por cento da função renal normal (o trabalho de um rim e meio em funcionamento normal).

Fonte: www.kidney.org/www.amora.cap.ufrgs.br/www.betterhealth.vic.gov.au/www.doevida.org.br/www.uro.com.br/www.niddk.nih.gov

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Córtex auditivo

PUBLICIDADE Córtex auditivo – Definição O córtex auditivo executa uma variedade de funções que nos permitem segregar …

Hipotálamo

PUBLICIDADE O que é o hipotálamo? O hipotálamo é a pequena estrutura em forma de cone dentro …

Sistema Nervoso Simpático

PUBLICIDADE Sistema Nervoso Simpático – Definição O sistema autônomo é composto de duas divisões, os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.