Breaking News
Home / Corpo Humano / Sistema Locomotor

Sistema Locomotor

PUBLICIDADE

Sistema Humano – Definição

O sistema de locomoção do homem compreende os ossos e os músculos, que se articulam de tal maneira que permitem todos os movimentos do corpo.

Além da locomoção os ossos e os músculos dão suporte e sustentação ao nosso corpo.

sistema locomotor também é conhecido como sistema músculo-esquelético. É constituído pelo esqueleto, músculos esqueléticos, tendões, ligamentos, articulações, cartilagem e outro tecido conjuntivo.

Essas partes trabalham juntas para permitir o movimento.

Sistema Humano – O que é

O sistema locomotor pode ser dividido em três componentes principais: estrutura do corpo, que é constituído pelos ossos, tecidos conectivos e ligamentos e articulações que fazem movimento possível e músculos que os executam.

A circulação do sangue e do sistema nervoso também são geralmente considerados como parte do sistema locomotor.

sistema esquelético inclui os ossos do esqueleto e as cartilagens, ligamentos e outros tecidos conectivos que estabilizam ou conectam os ossos. Além de suportar o peso do corpo, os ossos trabalham em conjunto com os músculos para manter a posição do corpo e para produzir movimentos precisos, controlados.

esqueleto e os músculos esqueléticos trabalham juntos para permitir o movimento.

As articulações

São os pontos de contato entre os ossos que formam o esqueleto. Na maioria das vezes permitem o deslizamento de uma superfície óssea sobre a outra possibilitando os movimentos corporais.

Muitos delas possuem ainda ligamentos, cordões fibrosos que prendem um osso a outro.

Articulações – Classificação

Móveis: Também podem ser chamadas diartroses. Permitem movimentos que podem ser bastante amplos (como a articulação do ombro com o braço) ou apenas para frente e para trás (como a articulação do joelho). São as articulações mais complexas do corpo, uma vez que possuem cartilagens revestindo os ossos para absorver impactos e diminuir os atritos; a própria articulação é revestida por uma cápsula fibrosa (membrana sinovial) repleta de um liquido gelatinoso chamado Sinóvia. A articulação móvel, também chamada de ligação sinovial, pode ser reforçada por ligamentos.
Semimóveis: 
Também podem ser chamados de anfiartroses, promovem movimentos discretos ás vezes imperceptíveis. As articulações entre as vértebras da coluna são exemplos.
Imóveis: 
Não proporcionam nenhum movimento. Não possuem cápsulas nos ligamentos articulares, as superfícies ósseas se tocam diretamente sendo por isso chamados de suturas. As linhas denteadas entre os ossos do crânio são exemplos.

O Esqueleto Humano

Sistema Locomotor

esqueleto consiste em ossos e cartilagens. Um osso é composto de vários tecidos, predominantemente um tecido conjuntivo especializado que é, ele mesmo, denominado “osso”.

Os ossos fornecem uma estrutura de alavancas, eles protegem órgãos como o cérebro e o coração, sua medula forma certas células sanguíneas e eles armazenam e trocam íons de cálcio e fosfato.

O termo osteologia, que significa o estudo dos ossos, é derivado da palavra grega osteon, que significa “osso”. O termo latino os é usado em nomes de ossos específicos, por exemplo, os coxae ou osso do quadril; o adjetivo é ósseo.

A cartilagem é um tecido conjuntivo resistente e resiliente composto de células e fibras incorporadas em uma matriz intercelular firme e semelhante a um gel.

A cartilagem é parte integrante de muitos ossos e alguns elementos do esqueleto são inteiramente cartilaginosos.

esqueleto é o conjunto de ossos e cartilagens que se interligam para dar conformação ao corpo.

Divisão do esqueleto:

Axial: cabeça, pescoço e tórax.
Apendicular: membros inferiores e superiores.
Estrutura: epífise- medula óssea vermelha
Diafise: medula óssea amarela

Ossos

São órgãos rígidos com função de sustentação do organismo (postura); proporciona os movimentos; protege os órgãos vitais (caixa torácica, crânio e coluna vertebral); serve como ponto de inserção dos músculos esqueléticos.

Ossos – Composição

Os ossos são formados pelo tecido ósseo, este tem como principal célula os osteócitos e como substância intercelular a matriz óssea (formada por sais de cálcio, fósforo e pela proteína colágena).

Associada ao tecido ósseo encontra-se o tecido cartilaginoso (revestindo as epífises ósseas) tecido conjuntivo formando o periósteo e tecido ematopoético (representado pelas medulas vermelha e amarela).

Tipos de ossos

Longos: comprimento maior que a largura e a espessura. ex.: fíbula, Úmero, fêmur, tíbiafalanges (dedos)
Curtos
: As três dimensões se eqüivalem. ex. : ossos do carpo e ossos do tarso.
Chatos ou planos: 
Comprimentos e largura maiores que a espessura. ex.: ossos do crâniocostelas, escápula (ossos das costas)
Irregulares: 
Possuem formatos irregulares, que não se enquadram nas outras. Ex.: Vértebras.

Estrutura dos ossos longos

Epífise: São as extremidades dos ossos formados por osso esponjoso recoberto por osso compacto. São recobertos por cartilagens que diminuem o atrito durante os movimentos.
Diáfise: 
Porção do osso localizado entre as epífises, recoberta pelo periósteo e com o canal central preenchido pela medula óssea.
Canal ósseo: 
Canal no centro da diáfise preenchido pela medula óssea.

Os ossos mais importantes são:

Cabeça: frontal, parietal, temporal, occipital, zigomático, orbital, nasal, maxilar superior e maxilar inferior(mandíbula),único osso móvel.
Coluna vertebral
: possui 33 vértebras
Região cervical:
 7 vértebras
Região torácica: 12 vértebras
Região lombar: 5 vértebras
Região sacra:– 5 vértebras
Região cocligia: 4 vértebras
Costelas: 12 pares
Costelas verdadeiras (7pares): 
se ligam diretamente ao osso esterno.
Costelas falsas (3pares): Se ligam ao 7 par de costelas verdadeiras que através de cartilagens se ligam ao osso esterno.
Costelas flutuante ou voadoras: (2pares) não estam ligadas ao osso esterno.
Ombro: clavícula e escápula ou omoplatas
Membros: superiores: braço- úmero
Antebraço: rádio e ulna
Pulso: carpo
Palma da mão: metacarpo
Dedos: falanges
Bacia: ilíaco
Inferiores: coxa e fêmur
Perna: tíbia e fibula
Joelho: rótula ou patela
Pés: tarso, metatarso e falanges, calcâneo.

Músculos: Função: movimentos internos ou externos

Tipos de músculos:

Músculos lisos: Contração lenta e involuntária
Localização: 
Esôfago, estômago, intestino

Músculos estriados esqueléticos:

Contração rápida e voluntária
Localização: 
Aderidos ao esqueleto

Músculos estriados cardíacos

Contração rápida e involuntária
Localização: 
Coração

Antagonismo muscular:

Ex. Bíceps e tríceps

Quando um músculo está retraído o outro está relaxado.

Músculos que proporcionam a mímica:

1)riso- Risório de santorini, grande e pequeno zigomático.
2)assobio – orbicular dos lábios
3)trincar os dentes masséter
4) careta, franzindo o nariz elevador do lábio superior e da asa do nariz
5)piscar o olho orbicular das pálpebras
6)franzir a testa– frontoccipital e piramidal do nariz
7)abaixamento do lábio inferior mostrando os dentes– depressor do lábio inferior
8)enrugamento do queixo– mentonionos.

Existem mais de 500 músculos esqueléticos em nosso corpo.

Obs.: Em trabalhos intenso, o músculos tem dificuldades de eliminar resíduos como gás carbônico e ácidos láticos., nessas condições sentimos dores como caibras, fadiga etc.

Estrutura dos músculos esquelético

Sistema Locomotor

Os músculos esqueléticos são formados pelo agrupamento de inúmeras fibras musculares. Estas são longas e finas, polinucleadas de contração rápida e voluntária.

As fibras musculares se agrupam em feixes e o agrupamento destes formam o músculo. A unidade funcional do músculo esquelético é o sarcômero, formado pela organização das proteínas contrateis, actina e miosina (miofibrilas). A contração dos sarcômeros promove a contração do músculo como um todo.

Os músculos do corpo

É importante o estudo da função e localização de alguns músculos.

Nos membros superiores temos: Bíceps braquial (localiza-se na parte anterior do braço e promove a flexão do anti-braço sobre o braço) e Tríceps braquial (localiza-se na parte posterior do braço e promove a extensão do anti-braço).

No tronco temos: Músculos da face (promovem as expressões faciais e a mastigação); Trapézio (promove o levantamento dos ombros); Deltóide (promove a abdução do braço); Peitoral maior (promove a flexão do braço).

Nos membros inferiores temos: Quadríceps femoral (localiza-se na parte anterior da coxa e promove a extensão da perna); Sartório ou Costureiro (promove a flexão da coxa sobre o quadril); Gastrocnêmio (é a batata da perna e promove a flexão plantar). No Sistema Muscular observa-se que os músculos distribuem-se aos pares, em outras palavras, se um músculo faz determinada ação (por exemplo, o Bíceps braquial que faz a extensão do anti-braço) existe um outro que faz a ação contrária (por exemplo, o Tríceps braquial que faz a extensão do anti-braço). Estes músculos são ditos agonista (que faz a ação) e antagonista (que faz a ação contrária). Para que um movimento ocorra é necessária a contração do agonista e o relaxamento do antagonista para o movimento de alavanca sobre a articulação.

Função – Esqueleto

A função mais importante do esqueleto é sustentar, na totalidade, o corpo dando-lhe forma, tornando possível a locomoção ao fornecer ao organismo material duro e consistente capaz de sustentar os tecidos moles contra a força da gravidade.

A união de dois esqueletos, o esqueleto ósseo e o esqueleto muscular, permite ao corpo humano erguer-se do chão e mover-se sobre diferentes superfícies através de um conjunto de movimentos executados por ossos e músculos.

esqueleto ósseo possui funções de proteção, sustentação e locomoção apresentando entre seus órgãos as vértebras que formam, em seu conjunto, a coluna vertebral, atribuindo proteção a importante segmento do sistema nervoso central.

As três principais funções do esqueleto são:

Suporte – o corpo é suportado e moldada pelo esqueleto; por exemplo, a postura ereta seria impossível sem uma espinha.
Proteção
 – nossos órgãos internos são protegidos pelo nosso esqueleto, tais como o cérebro no interior do crânio, o coração e os pulmões dentro da caixa torácica.
Movimento
 – a maioria dos músculos esqueléticos estão ligados aos ossos em grupos de trabalho opostas, como os músculos bíceps e tríceps do braço.

Fonte: www.geocities.com/www.betterhealth.vic.gov.au/www.ciencias7.kit.net/www.colegiobetel.com.br/www.dartmouth.edu

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Córtex auditivo

PUBLICIDADE Córtex auditivo – Definição O córtex auditivo executa uma variedade de funções que nos permitem segregar …

Hipotálamo

PUBLICIDADE O que é o hipotálamo? O hipotálamo é a pequena estrutura em forma de cone dentro …

Sistema Nervoso Simpático

PUBLICIDADE Sistema Nervoso Simpático – Definição O sistema autônomo é composto de duas divisões, os …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.