Breaking News
Home / Turismo / As ilhas de Andaman y Nicobar

As ilhas de Andaman y Nicobar

PUBLICIDADE

Nesta zona habitam tribos de raça pretoíde como os Onge dedicados à agricultura e ogado. Os aborígenes de micobar não aceitam o trato com estranhos.

A capital das ilhas é Port Blair com a antiga Cárcel atual sede de um museu, o Zoo com crocodilos de água salgada, o Museu Antropológico no que pode-se ver maquetes das aldeias aborígenes, o Jardim Botânico, os Centros de Exploração Florestal Winberlygunj em plena selva e o Templo Birmão da Baia de Phoenix são seus máximos atrativos.

É muito agradável passear pelas lojas de especeariasa de Ghol Gar e o Cottage Industries Emporium e, já de barco, percorrer o Mercado de Aberdeen, a Ilha Vyper e Chattam Saw Mill. Para tomar banho são ideais praias como Cala Corbyn e as de Wandoor.

Sikkim

Reinado independente até 1975, Sikkim é um dos menores estados da Índia e também, um dos situados a maior altura. Para entrar neste estado é necessário permissão especial que é preciso solicitar com oito semanas de antecipação e a parte que conduz o Tibete está fechada para os turistas.

Gangtok

Gangtok, capital de Sikkim, tem como máximos atrativos Tsuk-La-Khang, a capela real na que celebram-se as cerimônias e festivais, está situada do lado do Palácio dos Chogyal que permanece fechado ao público exceto uma vez ao ano, com motivo do festival de Pong Labsal onde os lamas bailam uma peculiar dança cobertos com máscaras, o Instituto Nambyalk de Tibeteología onde o diretor do Instituto costuma mostrar as instalações e explicar as atividades que ali realizam-se, o Viveiro de Orquídeas no que pode-se contemplar 454 espécies, o Parque do Cervo e o Mosteiro de Enchey com 200 anos de antigüidade.

Arredores de Gangtok

Nos arredores de Gangtok destacam o Mosteiro de Rumtek pertencente à seita budista dos Bonés Amarelos, o Mosteiro Ningma dos Bonés Vermelhos e o de Tashiding.

Assam

Assam é o maior dos estados situados no nordeste e é um dos principais produtores de chá e petróleo da Índia.

Guwahati

Guwahati, capital do estado, conta com numerosos templos hindus antigos como o de Umananda, situado no meio do rio, o de Ravagrah, dos Nove Planetas e o mais famoso, o de Kamakshya onde rende-se culto à Shakti, a energia.

Também são interessantes a Residência do Governador e o Museu do Estado. Porém, Guwahati adquire especial relevância ao ser o lugar desde onde parte-se para visitar as reservas naturais da zona.

Parque Nacional de Kaziranga

O Parque Nacional de Kaziranga é famoso por ser o refúgio mais importante do rinoceronte de um só chifre da Índia. Atualmente vivem nesta reserva 1.200 exemplares que supõe as três quartas partes da povoação mundial. Também habitam aqui tigres, elefantes, búfalos, gaurs, sambars, cervos dos pântanos, muntjacs, golfinhos do Ganges e milhares de aves.

Reserva de Animais Selvagens Manas

A Reserva de Animais Selvagens Manas conta com 55 espécies de mamíferos entre elas as 21 mais amenazadas do país como o tigre, o búfalo, o rinoceronte de um só chifre, a pantera, a lebre híspida e a queixada anã, 350 espécies de aves, 36 de répteis e três de anfíbios.

OUTROS ESTADOS DO NORDESTE DA ÍNDIA

MEGHALAYA

Meghalaya foi fundado em 1971. Este estado está povoado por três tribos diferentes os khasia, os jantia e os garo. Sua capital, Shillong, é uma estação de montanha muito agradável que conta com o bairro chinês, o bazar Bara, onde pode-se adquirir jóias de diferentes tribos, casas de campo de estilo colonial, a residência de verão do governador de Assam, o Lago Ward e o Jardim Botânico como máximos atrativos.

Cherrapunji está considerado como o lugar mais úmido do mundo com 1.150 mm. de precipitações por ano.

Mawphluang é conhecida por seus monolitos.

ARUNACHAL PRADESH

Arunachal Pradesh é um estado muito montanhoso no que predominam as tribos mongólicas e Tibete-birmanias. Destacam Tawang, o maior mosteiro budista da Índia e o Lago Brahmakund.

NAGALAND

Nagaland é um remoto estado onde as tribos falam 20 dialetos diferentes. Até aqui chegaram as tropas japonesas, durante a Segunda Guerra Mundial cujas vítimas foram enterradas no cemitério de Kohima.

MANIPUR

Manipur, também habitada por diferentes tribos, é famoso sobretudo pelas danças dos manipuris e os excelentes tecidos. Sua capital, Imphal, conta com o Templo de Shri Govindaji, dourado, dos cemitérios militares, um Museu de artesanato, um mercado que dirige exclusivamente mulheres, o palácio do rajá e o Bazar Kwairamb como máximos atrativos.

MIZORAM

Mizoram está encerrado entre Birmânia e Bangladesh. Habitam-o principalmente os Mizo, montanheses de culto cristão.

TRIPURA

Tripura é um estado boscoso com belas paisagens. Em Agartala, a capital, levanta-se o Palácio Nirmahal rodeado de jardins e sede do Edificio da Assembléia do Estado.

ORISSA

Orissa é um estado muito espiritual. Tanto a cultura como a religião tem uma grande importância.

Bhubaneshwar

Bhubaneshwar, capital do estado, é conhecida como a Cidade dos Templos. Na antigüidade estes edifícios chegaram a ser mais de 7.000 para ficar em uns 500 na atualidade. O mais importante é o Lingaraja, proibido o acesso aos não hindus, com um perímetro de 150 m. quadrados e uma torre, de 40 m. de altura, adornada com relevos e esculturas.

Siddharanaya conhecido como o Bosquecillo dos Seres Perfeitos está composto por um grupo de uns 20 templos menores entre os que destaca o Mukteswar que conta com excelentes talhas.

Raj Rani é um dos templos mais novos da cidade com excelentes esculturas e aberto a todo mundo. O Templo de Brahmeswar também tem excelentes esculturas, algumas com um grande senso do humor.

Vaital resulta curioso por seu teto de vagão. Além dos templos destacam três museos, o Museu do Estado de Orissa, com esculturas budistas e jainistas, o Museu dos Artesanatos de arte popular e o de Investigações Tribais.

Arredores de Bhubaneshwar

Nos arredores de Bhubaneshwar destacam as grutas onde habitavam os ascetas jainas situadas nas Colinas Udayagiri e Khandagiri, a Pagoda da Paz, situada na Colina de Dhauligiri, construida pelos budistas japoneses; Pipli famosa por suas bordados; Puri onde encontra-se o Templo de Jagannatha, um dos lugares sagrados mais venerados do país, rodeado por edifícios onde habitam mais de 5.000 sacerdotes que alcança seu máximo esplendor durante a celebração da Rath Yatra, procissão com imágens dos deuses transportadas em carroças de 13 m. de altura até Gundicha Mandir, a Casa de Verão; e Konarak, centro de culto solar, onde levanta-se o Templo do Sol conhecido como a Pagoda preta.

Este templo comemora a cura da lepra do filho de Krishna pelo sol e representa um carro solar com 24 rodas esculpidas na rocha e seis cavalos de pedra na base. Tem 30 m. de altura e no seu interior pode-se contemplar formosas esculturas, adornos e mithunas, objetos com poderes mágicos.

São também interessantes o Lago Chilka, na realidade, um mar interior no que descansam as aves migratórias que alimentam-se dos abundantes peixes que ali moram, Gopalpur-on-Sea a melhor praia da costa leste, o Parque de Nandanakanam que conta com quatro tigres brancos, rinocerontes de um só chifre, gibóias da fronte branca e 22 leões africanos; Chuttack com as ruinas de uma fortaleza e o Kadam Rasal com três funerárias, os templos de Paradeep e Basalore e Chandipur-on-sea, balneário com uma pequena praia.

Fonte: www.rumbo.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Locais Turísticos de Burkina Faso

UAGADUGU (OUAGADOUGOU), A CAPITAL PUBLICIDADE É a capital de Burkina Faso e foi fundada há mais de …

Hino Nacional de Burkina Faso

Une Nuit Seule PUBLICIDADE Une Nuit Seule (também conhecido como L’Hymne de la Victoire ou Ditanyè) …

Bandeira de Burkina Faso

PUBLICIDADE A Bandeira de Burkina Faso é formada por duas listras horizontais, de igual largura, sendo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.