Punjab e Haryana

PUBLICIDADE

Punjab e Haryana – História

Qual é a diferença entre Punjab e Haryana?

Punjab e Haryana são agora dois estados diferentes com Chandigarh como capital comum e território de união. Antes de 1966, havia apenas um estado de Punjab, que mais tarde se transformou em três estados, então Punjab se tornou um estado de maioria sikh, o que foi útil para Akali Dal governar o estado. Foi feito através do movimento punjabi suba. Agora chegando às diferenças.

A língua oficial do Punjab é o punjabi, 60% são sikhs e 40% são hindus.

Haryana é um estado de maioria hindu, com 80% das pessoas de fé hindu, principalmente jaats.

Punjab era mais desenvolvido do que Haryana do que na agricultura, com mais disponibilidade de água, mas devido ao compartilhamento de água com Haryana agora há desenvolvimento igual ou menor. Além disso, Gurgaon foi desenvolvida pelo governo como uma cidade industrial.

Como tal, devido ao estado fronteiriço, não existia tal cidade no Punjab.

Punjab agora é uma economia agrícola com a classe média e média alta indo para o exterior, os super-ricos governando com bastão e o apoio do governo central, os pobres estão morrendo com drogas e suicídio.

Restaram muito poucos nativos de Punjab.

Punjab e HaryanaPunjab e Haryana

Punjab

Punjab foi o estado que maior medida sofreu durante a época de divisão da Índia em 1966, passando à três estados, Punjab, Haryana e Himachal Pradesh.

Na atualidade é a zona mais rica da Índia e também uma das mais conflitivas, devido aos confrontos religiosos entre os sijs e os Hindus. Porém, esta região é muito formosa com paisagens diversas que na primavera espocam em milhares de cores.

Haryana

Haryana conta com excelentes instalações turísticas de todo tipo que permitem desfrutar das maravilhosas belezas naturais, que substituem sua escassez de monumentos históricos.

Seus máximos atrativos são Sultanpur reserva ornitológica, onde pode-se contemplar numerosas aves, o Lago Badkhal, com um formoso pavilhão, Shona, nascente de águas cálidas, Karnal, cenário da batalha narrada no Mahabharata, Kurukshetra, com seus templos e tanques nos que banham-se milhares de peregrinos, já que acredita-se que a água destes tanques procede de todos os tanques sagrados da Índia, pelo que seu poder purificador é maior e Sulaj Kund, templo hindu do século VIII.

Chandigarh

Punjab e Haryana partilham capital, Chandigarh, desenhada pelo francês Le Corbusier. Destacam o Lago Sukhna criado a partir da canalização de duas torrentes criando este lago artificial, onde pode-se contemplar numerosas aves migratórias procedentes da Ásia Central, os prédios do Secretariado, a Assambléia Legislativa e a Corte Legislativa, o Jardim Rochoso labirinto rochoso muito original, o Roseiral, onde pode-se contemplar mais de cem variedades de rosas e o Museu com uma mostra de restos arqueológicos e a Galeria de Arte.Nos arredores da capital pode-se visitar Pinjore, com formosos jardins mongóis que levantam os palácios Shish Mahal, Rang Mahal e Jal Mahal.

Amritsar

Punjab é o centro da vida dos sij. Este povo distingue-se facilmente, já que são altos e fortes e estão proibidos de cortar o cabelo. São sinceros e diretos e têm fama de serem muito espertos para a mecânica.

Os homems levam turbante e barba e as mulheres vestem amplas calças amarradas aos calcanhares e uma blusa que chega até os joelhos.

A cidade maior deste estado é Amritsar cujo máximo atrativo é o Templo Dourado, o santuário sagrado de maior importância dos sij, onde encontra-se a cópia original do Granth Sahib, a biblia desta confissão.

Pode-se visitar o interior levando a cabeça coberta e os pés descalços. No interior destacam o Akal Takht, no que pode-se ver armas e vestes dos gurús guerreiros e a torre Baba Atal de oito andares de altura.

Outros lugares de interesse dentro desta cidade são a cidade antiga em cujo interior fica o Templo de Durgiana, hindu, do século XVI, a Mesquita de Mohammed Jan, com três cúpulas brancas, o Jallianwala Bagh parque construido para comemorar a memória dos 2.000 indianos que foram assassinados ou feridos pelos britânicos durante o tiroteio indiscriminado de 1919 e o Ram Bagh, precioso jardim com um palácio convertido em museu que expõe armas do período mongol e retratos de diferentes dinastias.

Fonte: www.rumbo.com.br/www.quora.com

Veja também

Pontos Turísticos da Jordânia

PUBLICIDADE Viajar a Jordânia é remontar-se no tempo, e gozar a possibilidade de viver uma aventura numa …

Pontos Turísticos de Israel

PUBLICIDADE Pontos Turísticos de Israel – Atrações Sua lista de desejos de Israel deve incluir todas as …

Pontos Turísticos do Iraque

PUBLICIDADE Recentemente Iraque tem vivido uma história, que conseguiu impactar o mundo, e que tem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.