Bandeira da Coreia do Sul

PUBLICIDADE

Bandeira da Coreia do Sul – História

Em 1800, a bandeira adotada foi o estandarte pessoal da dinastia Joseon, que governou o Reino de Joseon durante cinco séculos.

A bandeira tem um campo vermelho com borda pêssego com triângulos pretos.

Dentro está o bagua, coleção de oito símbolos taoístas chamados trigramas, e um símbolo taegeuk circular.

A bandeira do Império Coreano foi adotada em 1882 e apresentava um campo branco com quatro trigramas não especificados e um símbolo taegeuk azul e vermelho no centro.

Em 1910 o Japão assumiu o controle da Coreia e foi adotada uma bandeira com campo branco com sol vermelho. Depois da segunda guerra mundial os coreanos assumiram o controle novamente e no sul houve um governo interino chamado Exército dos Estados Unidos Governo Militar da Coreia. A Bandeira do Império Coreano foi readotada.

A bandeira dos Estados Unidos da América também foi hasteada nessa época. Em 1948 os trigramas da bandeira foram escrito na constituição. Do canto superior direito para o canto inferior esquerdo são água, céu, terra e fogo. Em 1997 o as cores do símbolo taegeuk foram especificadas.

Bandeira da Coreia do Sul – Descrição

Bandeira da Coreia do SulBandeira da Coréia do Sul

A bandeira da Coréia do Sul, tem três partes: um fundo branco; um vermelho e azul Taegeuk (também conhecido como Taiji e Yinyang ), no centro, e preto de quatro trigramas, um em cada canto a bandeira.

Estes trigramas são transportados a partir dos oito trigramas (Ba Gua), que são de origem Daoist.

O fundo branco simboliza “a limpeza das pessoas”.

O Taegeuk representa a origem de todas as coisas do universo, segurando os dois princípios do yin e yang em equilíbrio perfeito, sendo o primeiro o aspecto negativo prestados em azul, e o segundo como o aspecto positivo prestado em vermelho.

Juntos, eles representam um movimento contínuo dentro de infinito, a fusão dois como um só.

Bandeira da Coréia do Sul apresenta no seu centro um círculo dividido em vermelho vivo (em cima) e azul (em baixo) num campo em branco.

Tanto o círculo como os quatro desenhos em preto nos cantos são ricos em simbolismo. Representado na bandeira vê-se um círculo dividido em partes iguais e delineado em perfeito equilíbrio, representando o Absoluto, ou a unidade essencial de todo um ser.

As divisões representam na parte superior (vermelho) o “Yang” e a inferior (azul) o “Ying” antigo símbolo do universo originário da China.

Esses dois opostos expressam o dualismo do cosmo, a eterna dualidade: fogo e água; dia e noite; escuridão e luz; construção e destruição; macho e fêmea; ativo e passivo; calor e frio; mais e menos; o ser e o não-ser; a vida e a morte; etc.

A presença da dualidade dentro do Absoluto indica o paradoxo da vida e a impossibilidade de aprendê-la integralmente.

As combinações de barras representam os quatro pontos cardeais e os quatro mares que limitam o globo.

As três barras em cada canto dão a ideia de posição e equilíbrio.

As três linhas inteiras representam o céu

As três linhas quebradas do lado oposto representam a terra

Na extremidade inferior esquerda da bandeira, há duas linhas inteiras com uma partida no meio. Isso simboliza o fogo

Do lado contrário o símbolo da água

O fato de as barras serem apenas de dois tipos (curtas e longas) e ainda assim poderem ser dispostas de muitas maneiras – das quais os conjuntos de barras da bandeira constituem apenas exemplos – indica a diversidade que pode surgir da simplicidade essencial.

Emblema Nacional da República da Coreia

Bandeira da Coreia do SulEmblema Nacional da República da Coreia

O Emblema da Coreia do Sul foi adotado em 1963. Apresenta o taegeuk símbolo no centro representando a paz rodeado pela rosa da Sharon.

Abaixo está um banner dizendo: “A REPÚBLICA DA COREIA”.

emblema nacional da República da Coreia consiste no taeguk presente símbolo na bandeira nacional do país cercado por cinco pétalas estilizadas e uma fita com a inscrição ” A República da Coréia “(Daehan Minguk), o nome oficial do país, em Hangul caracteres.

O Taegeuk representa a paz e a harmonia.

As cinco pétalas todos têm significado e estão relacionados com a flor nacional da Coreia do (a Hibiscus syriacus, ou Rosa de Sharon ).

Foi adotado em 1963.

Fonte: www.portalsaofrancisco.com.br/flagmakers.co.uk

Veja também

Pontos Turísticos da Jordânia

PUBLICIDADE Viajar a Jordânia é remontar-se no tempo, e gozar a possibilidade de viver uma aventura numa …

Pontos Turísticos de Israel

PUBLICIDADE Pontos Turísticos de Israel – Atrações Sua lista de desejos de Israel deve incluir todas as …

Pontos Turísticos do Iraque

PUBLICIDADE Recentemente Iraque tem vivido uma história, que conseguiu impactar o mundo, e que tem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.