Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Turismo / Odissi

Odissi

PUBLICIDADE

O Odissi é uma dança clássica indiana do estado oriental de Odissa.

Ela tem uma longa tradição. Embora a dança de Odissa possa ser rastreada até mais de 2000 anos atrás, foi levado à extinção durante o período colonial.

História

Como outras formas de dança clássica indiana, o estilo Odissi tem suas origens na Antiguidade. Dançarinos são encontrados retratado em baixo-relevo nas colinas de Udaygiri (perto Bhubaneshwar) que remonta ao século 1 aC. O Natya Shastra fala da dança a partir desta região e se refere a ele como Odra-Magadhi.

Ao longo dos séculos três escolas de dança Odissi foi desenvolvido: Mahari, Nartaki, e Gotipua.

A tradição é Mahari devadasi, este é o uso de mulheres que estão ligados a divindades no templo. A tradição Nartaki é a escola de dança Odissi que se desenvolveu nas cortes reais. Gotipua é um estilo caracterizadas pelo uso de meninos vestidos com roupas femininas para desempenhar papéis femininos.

A dança Odissi foi tido em alta estima antes do século 17.

Nobreza eram conhecidos por seu patrocínio das artes, e não era inédito para a realeza de ambos os sexos para ser bailarinos talentosos. No entanto, a partir do século 17, a posição social de dançarinos começou a declinar. Meninas de dança foram considerados pouco mais do que prostitutas, e o movimento “Anti-Nautch” dos britânicos levou a dança Odissi à extinção.

Antes da independência, a posição da dança Orissi era muito ruim. A tradição de dançarinas no templo de Puri foi abolido. O patrocínio real de nartaki tinham sido severamente corroída pela absorção da Índia sob a coroa.

A única tradição viável de Odissi foi o Gotipua. Este tinha resistido ao movimento Anti-Nautch britânico simplesmente porque era dançado por homens. No entanto, mesmo a tradição Gotipua estava em um estado muito ruim.

Odissi
Odissi Dança

A Independência trouxe uma grande mudança nas atitudes oficiais para com dança indiana. Como as outras artes clássicas, a dança era vista como uma maneira de definir a identidade nacional da Índia.

Os poucos dançarinos restantes de Odissi foram dadas emprego, e uma enorme tarefa de reconstruir a dança Odissi começou. Esta reconstrução envolveu vasculhar textos antigos, e mais importante, o exame minucioso de posses de dança representada em baixo-relevo em vários templos.

Havia um número de pessoas que foram responsáveis para a reconstrução e popularização da dança Odissi.

Os mais notáveis são: Guru Prasad Deba Das, Guru Mayadhar Raut, Guru Pankaj Charan Das, Guru Rout Mahadev, Guru Raghu Dutta, e Guru kelu Charan Mahapatra.

Hoje a dança Odissi é mais uma vez considerado uma dança viável e “clássica”.

Estilo

Há uma série de características da dança Odissi. O estilo pode ser visto como um conglomerado de detalhes estéticos e técnicos.

Um dos aspectos mais característicos da dança Odissi é o Tribhangi. O conceito de Tribhang divide o corpo em três partes, de cabeça, busto e tronco. Qualquer postura que lida com estes três elementos é chamado tribhangi. Este conceito criou a característica muito poses que são mais contorcido que a encontrada em outros clássicos danças indígenas.

As mudras também são importantes. O mudra termo significa “selo” e é uma posição de mão que significa coisas. O uso de mudras ajudar a contar uma história de uma forma semelhante à de hula de Havaí.

Temas

Os temas de Odissi são quase exclusivamente de natureza religiosa. Eles mais comumente giram em torno de Krishna. Embora o culto de Krishna é encontrado em toda a Índia, há temas locais, que são enfatizadas. O de Ashtapadi de Jayadev são um tema muito comum.

Música

O acompanhamento musical de dança Odissi é essencialmente o mesmo que a música de Odissa si. Há vários pontos de vista sobre como a música do Odissi relaciona com a música de maior norte da Índia. É geralmente considerado apenas o sabor de outra Hindustani sangeet , no entanto, existem alguns que acham que Odissi deve ser considerado um sistema separado clássico.

Há uma série de instrumentos musicais usados para acompanhar a dança Odissi. Um dos mais importantes é o pakhawaj , também conhecido como o madal.

Este é o mesmo pakhawaj que é usado em outras partes do norte, exceto para algumas pequenas mudanças. Uma diferença é que a cabeça direita é um pouco menor do que o de costume do norte da Índia pakhawaj . Isto exige uma técnica que em muitos aspectos é mais parecido com o da tabla , ou mridangam .

Outros instrumentos que são comumente usados são o bansuri (flauta de bambu), a manjira (címbalos de metal), a cítara ea tanpura .

Houve um movimento para classificar Odissi como um sistema separado clássico. Este movimento é geralmente considerada como tendo falhado por uma série de razões. A opinião geral é que os cantores tradicionais Orissi e músicos têm sido tão influenciado por Hindustani conceitos que eles são incapazes de apresentar a música na sua forma “original”.

Há uma ironia peculiar a este movimento. Se tivessem conseguido ter Odissi música declarado ser um sistema separado, então seria difícil de justificar chamá-la clássico. Ele não seria suficiente para alcançar qualquer nível, de transcendência étnica e deveriam ser essencialmente reduzido para o nível de uma forma de arte “tradicional”.

Fonte: chandrakantha.com

Odissi

Uma Arte Milenar

O Odissi é um estilo de dança re-descoberto no séc. XX, que como algumas outras danças clássicas da Índia, moveu-se dos templos para os palcos artísticos.

O fato desta dança ter sobrevivido tantos séculos e ter vitalidade nos dias de hoje, nos mostra como a natureza humana prossegue presente nos valores universais através das artes. A dança Odissi não é uma arte somente para os conhecedores, mas destinada à todas as pessoas que apreciam, acolhem e partilham tal riqueza.

Origem

Orissa está localizada ao longo da costa leste da Índia, é o estado dos templos do País. Com mais de 7000 templos, essa região presenciou o surgimento e a propagação de inúmeras crenças religiosas e filosóficas como: Jainismo, Budismo, Hinduísmo, Tantrismo, Shaktismo, Shaivismo e Vaishnavismo.

Os templos de Orissa, locais de adoração e desenvolvimento artístico presenciaram o florescimento de muitas artes, entre elas a da dança Odissi.

Evidências arqueológicas dessa forma de dança, datando do século II a.C., foram encontradas nas cavernas de Udaiyagiri e Khandagiri, próximo a Bhubaneswar, atual capital de Orissa.

Odissi
Caverna de Udaiyagiri Bhubaneswar, (Séc.II a.C.)

O templo do sol em Konarak é considerado o maior monumento de Orissa e o mais glorioso arquivo da humanidade como um todo.

O templo com seu santuário, “Deula”, e o espaço para a dança, “Jagamohana”, foi construído como uma majestosa carruagem do deus sol, Surya, com 24 magníficas rodas, puxada por 7 cavalos.

Odissi
Konarak, o templo do deus sol, Surya.
Bhubaneswar (Séc. XII)

Odissi
Paredes de pedra do templo de Konarak

Em frente à carruagem está o espaço destinado à dança Odissi, o Natamandira. Em suas paredes de pedra, figuras esculpidas, formam um verdadeiro dicionário de movimentos dessa elaborada forma de dança.

Em Puri, está um dos mais venerados templos de toda a Índia, o templo de Jagannath, que significa “O senhor do Universo”. O culto a Jagannath, ajudou a formar a arte e a cultura de Orissa, e a sua imagem inspiradora está associada à dança Odissi.

Odissi
Kelucharam Mohapatra em reverência a Jagannath

A dança ritual, era realizada exclusivamente pelas Maharis , as dançarinas dos templos. Simbolicamente casadas com Lord Jagannath, as Maharis viviam e dedicavam-se ao serviço interno dos templos. Foram por muitos séculos, repositório da arte Odissi, e uma das mais importantes influências para a evolução da dança contemporânea.

Por volta do século XVI, devido a várias invasões estrangeiras no estado de Orissa, e temendo a segurança das Maharis, o serviço interno dos templos foi interrompido. Nesta época surge uma casta de meninos que ofereciam-se a Lord Jagannath, como atendentes femininos.

Essa classe de jovens dançarinos que vestiam-se como meninas, tornou-se conhecida como Gotipuas. Gotipua quer dizer “menino”.

Odissi
Haripriya – a última mahari do templo de Jagannath, acompanhada pelo guru Kelucharam Mohapatra no Pakhawaj

Pela primeira vez a dança Odissi veio para fora dos templos e passou a ser apresentada em praças públicas e nas cortes reais.

Odissi
Meninos Gotipuas (Delhi 2001)

A tradição Gotipua é a grande responsável por manter viva essa forma de dança até os dias de hoje. Ainda é possível encontrar dançarinos Gotipuas em remotas vilas no interior Orissa. Muitos dos atuais gurus do estilo Odissi, foram em sua juventude, dançarinos Gotipuas.

Odissi
Geeta Govinda em folha de palmeira, descreve Krishna no centro com duas Gopis em cada lado

Antigos textos escritos em folhas de palmeira, descrevem o grande hino que influenciou a dança e música odissi. Escrito no século XII, pelo gênio criativo Jayadeva, o Geeta Govinda são poemas de amor, dedicado a Lord Krishna. A relação entre krishna e Radha, sua companheira, é interpretada como uma alegoria da aspiração da alma humana por deus. A intensa paixão, é o exemplo que Jayadeva utiliza para expressar a complexidade do amor divino e humano.

Numa linguagem apaixonada e sutil, o Geeta Govinda, tornou-se a base poética para as composições contemporâneas da dança.

O Odissi consolidou-se na forma como o conhecemos hoje, após a independência da Índia em 1947. Muitos dos atuais gurus do Odissi, não mediram esforços para recuperar essa forma de dança, para tanto, foram amalgamados elementos da tradição Mahari e Gotipua, bem como informações provenientes das esculturas templárias, manuscritos em folhas de palmeira e textos ancestrais.

Odissi
Kelucharam Mohapatra – arquiteto do repertório
contemporâneo da Dança Odissi, foi dançarino Gotipua quando criança

Técnica

O Odissi é uma das mais antigas e estilizadas forma de dança da Índia. Extremamente escultural, caracteriza-se pela harmonia, sutileza e fluidez de movimentos.

Compreende basicamente dois aspectos: NRITTA a dança pura, abstrata, desprovida de conteúdo literário, enquanto o segundo – NRITYA, revela-se como dança expressiva, na qual os gestos das mãos (hastas), somados ao extenso repertório de expressões faciais e movimentos dos olhos, fundem-se para comunicar uma vasta gama de temas míticos e de emoções e estados de alma (bhava) por eles despertados.

Os fundamentos da técnica odissi são explorados através das duas posições básicas, CHOWKA e TRIBHANGA, símbolo das energias masculina e feminina cujo entrelaçamento dá origem a todas as coreografias.

Odissi

O aprendizado do odissi inicia com a prática dos passos básicos estruturados a partir das duas posições fundamentais, chowka e tribhanga. Nessa prática o estudante aprende a utilizar os hastas, os movimentos do torso (bhangi), braços, olhos, cabeça, pescoço, posições dos pés, bem como o trabalho rítmico deles (tala).

Esses são importantes elementos da técnica que compõe a dança abstrata (nrtta) e que darão estrutura necessária para o estudante ingressar no aprendizado das coreografias clássicas do repertório odissi.

O Abhinaya (dança expressiva), é considerada a “doutrina da sugestão”. A dramaticidade do corpo, os hastas e um extenso repertório de expressões faciais, são utilizados para narrar visualmente um tema mítico.

Esta etapa encerra o estudo avançado, mais importante e significativo do odissi, onde o dançarino-ator é convidado a transcender a mera forma e a permitir entrar em contato com a percepção mais profunda de si mesmo.

Fonte: www.culturabrasil.pro.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Locais Turísticos de Burkina Faso

UAGADUGU (OUAGADOUGOU), A CAPITAL PUBLICIDADE É a capital de Burkina Faso e foi fundada há mais de …

Hino Nacional de Burkina Faso

Une Nuit Seule PUBLICIDADE Une Nuit Seule (também conhecido como L’Hymne de la Victoire ou Ditanyè) …

Bandeira de Burkina Faso

PUBLICIDADE A Bandeira de Burkina Faso é formada por duas listras horizontais, de igual largura, sendo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+