Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Turismo / A Reforma de Ezequias e a Invasão de Senaquerib

A Reforma de Ezequias e a Invasão de Senaquerib

PUBLICIDADE

Em Judá, a dinastia davídica durou até o fim do reino. Não houve tantas lutas e golpes de Estado, como no norte. Um ou outro assassinato, coisas normais nas cortes.

De Roboão a Joatão (de 931 a 734 a.C.) temos pouco a assinalar. Resumidamente:

o ataque e a destruição de boa parte do país promovida pelo faraó Sheshonq (Shishaq) em 929 a.C., no tempo de Roboão

os conflitos constantes com o norte nos primeiros 50 anos de separação

a tensão sempre presente entre a aristocracia de Jerusalém e a massa da população rural. Também a tensão entre o javismo e os cultos e costumes estrangeiros, especialmente o culto a Baal

a derrota de Amasias por Joás, de Israel, e o saque de Jerusalém pouco depois de 796 a.C. pelas tropas do norte.

Devemos retomar a história de Judá com Acaz (734/3-716 a.C.).

A ameaça conjunta das forças israelitas do norte e sírias em 734 a.C. levou o desprotegido Judá a invocar o auxílio da Assíria. Deu resultado, mas para ter esta proteção Judá perdera toda a sua independência.

Acaz acabou vassalo da Assíria, pagando-lhe tributo e rendendo homenagem aos deuses assírios. Como, aliás, dissera o profeta Isaías. No célebre oráculo de 7,1-17 Isaías aconselhou o rei a não temer os invasores e a manter-se firme na fé em Iahweh. Como Acaz se recusa, treme de medo e pede o auxílio da Assíria, o profeta fala de um sinal, um menino que está para nascer – provavelmente Ezequias – e que será a esperança de Judá.

A situação econômica estava péssima. Judá perdera províncias que lhe pagavam impostos. E como era de se esperar, o tributo assírio não foi suave, penalizando a população.

Is 7,1-17 e a Guerra Siro-Efraimita

Is 7,1-9 relata o encontro de Isaías com Acaz, às vésperas da guerra siro-efraimita, em 734 ou 733 a.C. Os reis de Damasco e de Samaria planejam invadir Judá para depor Acaz e no seu lugar colocar um rei não-davídico – o filho de Tabeel – que envolveria o país na coalizão anti-assíria.
Isaías vai ao encontro de Acaz acompanhado por seu filho Sear-Iasub (Um-resto-voltará), indicação ou sinal de esperança frente à crítica situação que se desenha. Acaz está cuidando das defesas de Jerusalém.

Segundo Isaías, a dinastia davídica está ameaçada por dois fatores: os planos inimigos e o medo do rei. Os planos inimigos fracassarão, o temor e as alianças políticas farão o rei de Judá fracassar. O que dá estabilidade é a fé a confiança em Iahweh. O que Isaías diz a Acaz, segundo os vv. 4-9 do capítulo 7, é o seguinte:

“Toma as tuas precauções, mas conserva a calma e não tenhas medo nem vacile o teu coração diante dessas duas achas de lenha fumegantes, isto é, por causa da cólera de Rason, de Aram, e do filho de Romelias, pois que Aram, Efraim e o filho de Romelias tramaram o mal contra ti, dizendo: ‘Subamos contra Judá e provoquemos a cisão e a divisão em seu seio em nosso benefício e estabeleçamos como rei sobre ele o filho de Tabeel’.

Assim diz o Senhor Iahweh:

“Tal não se realizará, tal não há de suceder,

porque a cabeça de Aram é Damasco, e a cabeça de Damasco é Rason; (…)

A cabeça de Efraim é Samaria e a cabeça de Samaria é o filho de Romelias.

Se não o crerdes, não vos mantereis firmes”.

Parece faltar alguma coisa ao texto. Há várias propostas:

“e a cabeça de Jerusalém é Iahweh”

ou

“e a cabeça de Jerusalém é a casa de Davi”

ou

“mas a capital de Judá é Jerusalém

e a cabeça de Jerusalém é o filho de Davi”.

Is 7,10-17 relata novo encontro de Isaías com Acaz, desta vez, talvez, no palácio, no qual o profeta oferece ao rei um sinal de que tudo se arranjará diante da ameaça siro-efraimita.

Com a recusa do rei em pedir um sinal a Iahweh, Isaías muda de tom e relata a Acaz que Iahweh, por própria iniciativa, dar-lhe-á um sinal.

Que consiste no seguinte: a jovem mulher (‘almâh) dará à luz um filho, seu nome será Emanuel (Deus-conosco) e ele comerá coalhada e mel até que chegue ao uso da razão. Até lá Samaria e Damasco serão destruídas.

“Pois sabei que o Senhor mesmo vos dará um sinal (‘ôth):

Eis que a jovem está grávida (hinnêh hâ’almâh hârâh)

e dará à luz um filho

e por-lhe-á o nome de Emanuel (‘immânû ‘êl).

Ele se alimentará de coalhada e de mel

até que saiba rejeitar o mal e escolher o bem.

Com efeito, antes que o menino saiba rejeitar o mal e escolher o bem,

a terra, por cujos dois reis tu te apavoras, ficará reduzida a um ermo” (Is 7,14-16).

Os LXX, na sua versão grega da Bíblia, traduziram ‘almâh por parthénos (= virgem). Mt usou a versão dos LXX (cf. Mt 1,23): “Idoù he parténos (= a virgem) en gastrì hécsei (= conceberá) kai técsetai hyón…”. Entretanto, a palavra hebraica para designar virgem é bethûlâh. A palavra ‘almâh significa uma jovem mulher, virgem ou não. Em muitos casos designa uma mulher jovem já casada. Além do que esta jovem é uma pessoa concreta, conhecida e, provavelmente, presente na ocasião, porque o texto diz: “Eis aqui (hinnêh) a jovem…”.

Do que é razoável concluir que a mulher aqui chamada de ‘almâh é muito provavelmente a jovem rainha, talvez designada assim antes do nascimento do primeiro filho.

É bem provável que o menino seja Ezequias, filho de Acaz. Isaías falou a Acaz nos primeiros meses de 733 a.C., e Ezequias teria nascido no inverno de 733-32 a.C.

O nascimento do menino garante, desta maneira, a continuidade da dinastia davídica, atualizando a promessa e resumindo a aliança de Iahweh com o povo através de seu nome, Emanuel (‘immânû ‘el), que evoca fórmula freqüente no AT, especialmente no deuteronomista:

Dt 20,4: “Porque Iahweh vosso Deus marcha convosco”

Js 1,9: “Porque Iahweh teu Deus está contigo”

Jz 6,13: “Se Iahweh está conosco (weyêsh Yhwh ‘immânû)”

1Sm 20,13: “E que Iahweh esteja contigo”

2 Sm 5,10: “Davi ia crescendo, e Iahweh, Deus dos Exércitos, estava com ele”.

Por outro lado, o sinal não seria, segundo alguns, de salvação, mas de castigo. Acaz é rejeitado porque não confia em Iahweh. O alimento do menino, do mesmo modo, supõe um período de devastação e miséria em Judá, como conseqüência da política filo-assíria de Acaz. É mais provável, entretanto, que seja um alimento de tempos de abundância, como sugerem as passagens de Ex 3,8.17 e 2Sm 17,29.

Assim, a esperança reapareceu com o filho de Acaz, Ezequias. Associado ao trono desde criança, em 728/7 a.C., Ezequias, ao ser coroado em 716/15 a.C. começou uma reforma no país para tentar debelar a crise.

Esta reforma implicava aspectos religiosos e sociais, profundamente interligados no javismo. Entre outras coisas, Ezequias retirou do Templo de Jerusalém símbolos idolátricos, como a serpente de bronze dos cultos cananeus, construiu novo bairro em Jerusalém para abrigar os refugiados do norte, regulamentou a coleta de impostos, defendeu os artesãos contra seus exploradores, criando associações profissionais etc.

A reforma de Ezequias só foi possível porque, após a conquista de Samaria, Sargão II esteve ocupado com uma violenta revolta na Babilônia e com várias rebeliões na Ásia Menor. E, por isso, não pôde intervir na Palestina.

Por outro lado, Ezequias se recusou a aderir às tramas da política egípcia que insuflava revoltas anti-assírias permanentes na Palestina.

Se a reforma não foi maior é porque isto implicava em rebelião declarada contra a Assíria. O que de fato acabou acontecendo, por ocasião da morte de Sargão II. Rebelião desastrosa para a reforma de Ezequias.

Fonte: www.airtonjo.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Locais Turísticos de Burkina Faso

UAGADUGU (OUAGADOUGOU), A CAPITAL PUBLICIDADE É a capital de Burkina Faso e foi fundada há mais de …

Hino Nacional de Burkina Faso

Une Nuit Seule PUBLICIDADE Une Nuit Seule (também conhecido como L’Hymne de la Victoire ou Ditanyè) …

Bandeira de Burkina Faso

PUBLICIDADE A Bandeira de Burkina Faso é formada por duas listras horizontais, de igual largura, sendo a …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+