Facebook do Portal São Francisco Google+
+ circle
Home  Alecrim - Página 4  Voltar

Alecrim

Nome

Alecrim, alecrim de jardim.

Indicações

As flores do alecrim são utilizadas em chá contra a clorose (palidez na menstruação), histeria, inapetência, nervosismo, tosses, indigestão, bronquites e asma. Como banho, é bom para problemas de pele. O chá provoca um suadouro. Purifica o sangue, tônico do coração. Estimulante, antiespasmódico e ligeiramente diurético. Atua como colagogo (sobre a secreção biliar), para dor de cabeça, cansaço físico e mental. Equilibra a pressão arterial. Problemas renais. Problemas digestivos. Faça um chá (infusão - água quente sobre a planta, tapar, deixar de 10 a 15 minutos) com as folhas.

Indicado também contra a falta de apetite e problemas intestinais. Ajuda em casos de hepatite, amenorréia e dismenorréia. Para esgotamento cerebral e depressão leve.

Ação: diurético, estimulante geral do corpo e do couro cabeludo, anti-reumático, tônico da circulação e do sistema nervoso, redutor da formação de gases e antiinflamatório.

Alecrim

Externamente combate as dores articulares, contusões, entorses e dores reumáticas. O óleo do alecrim é bom para o cabelo; ou pode-se utilizar o chá da planta como banho capilar (não todos os dias - alterne com outros tipos de chás). Estimula a circulação do couro cabeludo e o crescimento de cabelos (mais detalhes), sendo usado contra caspa e para prevenir contra a queda excessiva dos fios. Fortifica o couro cabeludo

Cosmética: embeleza e rejuvenesce o cabelo e o corpo.

Usado também como tempero para carnes e molhos.

Partes utilizadas

Flores e folhas

Contra-indicação

O uso interno prolongado pode provocar gastro enterites e nefrites.

Rosmarinus officinalis L.

Alecrim

Pode ser usado o pé todo.

As folhas auxiliam no tratamento da clorose, palidez na menstruação, falta de apetite, medo, nervosismo, digestão difícil, tosse, bronquite e asma. Usa-se também fazer o banho para eliminar impurezas da pele e afecções diversas. O chá do alecrim limpa e afina o sangue, auxilia no tratamento do coração e elimina o reumatismo.

Uso: Colher, secar na sombra (o sol queima a planta) e tomar o chá por 7 dias. Descansar 3 dias e repetir outras vezes do mesmo modo. Tomar um copo por dia, em pequenos goles.

Fonte: www.plantaservas.hpg.ig.com.br

Alecrim

Alecrim

Nome científico

Rosmarinus officinalis

Características

Subarbusto. Folhas opostas cruzadas, sésseis, ensiformes, coriáceas, de bordas voltadas para baixo; verde-escuras, lustrosas na face superior; esbranquiçadas, empubescidas na face inferior. Pequenas flores labiadas em pequenos cachos axilares e terminais com as cores azul ou branca. Originário da região mediterrânea, cresce em estacas e viveiros, atingindo normalmente cerca de 50 cm de altura.

Uso caseiro

O sabor das folhas e das sumidades floridas é intensamente aromático, canforáceo e algo picante. . É usado em recheios de porcos, aves, carneiro e cabrito; sopas, ovos, carnes, frangos, peixes e molhos básicos. Usa-se ainda, fresco ou secos, para grelhados e assados de aves, cordeiro, porco e vitela, saladas, pudins e biscoitos. É utilizada em perfumaria e cosmética (sabonete, desodorante e tônico capilar). As sementes contém um óleo essencial cor âmbar utilizado na preparação de cosméticos, entre eles a "água de colônia".Desidratada e pulverizada, atua como incenso (odorizante e abascanto). É repelente de pragas caseiras, de moscas e borboletas. É melífera. O mel produzido a partir de sua flores é reputado como sendo da mais alta qualidade alimentar e medicinal.Também é utilizada como condimento de queijos.

Uso medicinal

Utiliza­do corno digestivo e para ajudar a descer a menstruação (ingerido como chá). Seu óleo é usado nas dores reumáticas e no banho, sendo também parasiticida. Uma infusão de três xícaras de folhas serve como estimulante. É empregado nos casos de má digestão, aerofagia e catarros gastrintestinais. Age sobre o sistema renal. É diurético, influenciando favoravelmente nos casos de debilidade circulatória, fortalecendo a circulação. Aumenta a expulsão do sangue durante a menstruação. Usa-se a infusão de alecrim nos casos de erupção cutânea persistente, inflamada e de difícil cura. Portanto regulas as funções hepáticas, tem propriedades anti-sépticas e estimulantes.

Fonte: web.matrix.com.br

Alecrim 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
Sobre o Portal | Política de Privacidade | Fale Conosco | Anuncie | Indique o Portal