Breaking News
Home / Alimentos / Abobrinha

Abobrinha

PUBLICIDADE

 

A abobrinha, ou courgette (Cucurbita pepo L.) é um fruto colhido ainda verde, pertencente à família cucurbitáceas, assim como a melancia, o melão, o pepino e a moranga.

Quando deixado na planta, o fruto se desenvolve até formar a abóbora madura.

ORIGEM

Originária da América do Norte e América do Sul.

Propriedades Nutricionais

Alimento rico em betacaroteno (provitamina A), a abobrinha é uma boa fonte de vitamina C e dos minerais cálcio, fósforo e ferro. Sua casca é rica em fibras e, por isso, não deve ser descascada para o consumo e nem cozida por mais de 10 minutos, pois perde seu valor nutritivo.

Valor Calórico

100 gramas de abobrinha cozida fornecem 28 calorias.

Propriedades Medicinais

Por ser rica em fibras, assegura ao intestino um bom funcionamento, evitando a prisão de ventre e diminuindo o risco de alguns tipos de câncer. Além disso, a presença de betacaroteno (provitamina A) oferece proteção antioxidante, ou seja, protege as células de ataques de radicais livres e da oxidação, prevenindo diversas doenças.

A abobrinha também deve ser usada nas papinhas do bebê, pois sua consistência facilita a digestão.

Polpa– regula o intestino e é vermífuga.

São recomendadas contra enjoo e contra vômitos no período de gravidez.

Abobrinha
Abobrinha

Abobrinha italiana cozida

TACO – Tabela Brasileira de Composição de Alimentos

Porção de 100 gramas

% VD*
Valor energético 15.0kcal = 63kj 1%
Carboidratos 3,0g 1%
Proteínas 1,1g 1%
Gorduras saturadas 0,1g 0%
Gorduras poliinsaturadas 0,1g
Fibra alimentar 1,6g 6%
Fibras solúveis 0,1g
Cálcio 16,7mg 2%
Vitamina C 2,1mg 5%
Piridoxina B6 0,1mg 8%
Fósforo 22,5mg 3%
Manganês 0,1mg 4%
Magnésio 16,9mg 7%
Lipídios 0,2g
Ferro 0,2mg 1%
Potássio 125,9mg
Cobre 0,0ug 0%
Zinco 0,3mg 4%
Tiamina B1 0,1mg 7%
Sódio 0,8mg 0%

* % Valores diários com base em uma dieta de 2.000 Kcal ou 8.400kj. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades.

O Cultivo da Abobrinha

ESCOLHA DA VARIEDADE

Recomenda-se as variedades Clarita, Clarinda AG-135, Caserta SH-202, Caserta CAC, Caserta BR e Cocozelle, que são, ao mesmo tempo, as mais conhecidas e de comprovada aceitação comercial. As plantas dessas variedades apresentam folhas mosqueadas e vigoroso crescimento vegetativo em moitas.

ESCOLHA DO LOCAL

Escolher solos férteis, ricos em matéria orgânica, bem drenados e com baixa acidez.

Abóboras não suportam excesso de água, que causam apodrecimento de frutos e de raízes e morte das plantas.

ÉPOCA DE PLANTIO

A abobrinha não se desenvolve bem em temperaturas baixas. O plantio vai de agosto a março, podendo ser realizado o ano todo em regiões de clima quente.

PREPARO E CONSERVAÇÃO DO SOLO

Apenas uma aração bem feita é suficiente, não necessitando de gradagem.

Em terrenos com inclinação superior a 5 por cento, há necessidade de se adotarem práticas de conservação do solo. Procure um técnico para maiores esclarecimentos.

CORREÇÃO DA ACIDEZ

Remeter amostra do solo ao laboratório, para saber a quantidade de calcário a ser aplicada. Seguir a instrução da EMATER-MG sobre “Amostras de solo para análise”. Usar calcário dolomítico finamente moído, pois as abóboras são muito exigentes em cálcio e magnésio. Não produzem bem em terrenos ácidos, com pH abaixo de 5,5.

COVEAMENTO

Abrir covas com 30 centímetros de boca e 30 centímetros de profundidade, no espaçamento de 1 metro por 1 metro.

ADUBAÇÃO

Recomenda-se fazer adubação de acordo com os resultados da análise do solo.

Abobrinha
Abobrinha

Na ausência destes resultados e tratando-se de terreno pouco adubado, fazer as seguintes adubações:

a) ADUBAÇÃO DE PLANTIO
Aplicar 3 litros de esterco de gado curtido por cova. O esterco de gado pode ser substituído por 1 litro de esterco de galinha ou por 100 gramas de torta de mamona. Junto do esterco, aplicar ainda 100 gramas do adubo químico, fórmula 4-14-8 ou 4-16-8, por cova.

Incorporar bem os fertilizantes ao solo , deixando para semear no mínimo 5 dias após adubação e, se possível, molhando as covas antes.

b) ADUBAÇÃO DE COBERTURA
Deverá ser feita após o aparecimento das primeiras frutinhas, aplicando-se 30 gramas por cova do adubo, fórmula 12-6-12 ou 10-5-10. Dependendo da necessidade, esta adubação poderá ser repetida após 20 dias.

PLANTIO

É feito por semeio direto no campo, semeando-se em média 3 a 4 sementes por cova, a uma profundidade de 5 cm.

Recomenda-se fazer o semeio em linhas alternadas. Após 15 a 20 dias, volta-se a semear as linhas intermediárias. Como as abóboras soltam primeiro a flor masculina, a diferença de semeio entre uma fileira e outra permite melhor cruzamento e, conseqüentemente, maior produção.

TRATOS CULTURAIS

a) DESBASTE: Eliminar o excesso de plantas por cova, deixando somente 1 a 2 plantas.
b) CAPINAS: Manter sempre a planta no limpo.
c) IRRIGAÇÕES: Na ausência de chuvas, irrigar com freqüência, de modo a manter o nível ideal de água no solo e assegurar melhor produtividade.
d) COMBATE A PRAGAS E DOENÇAS: Para o controle ou prevenção de doenças e pragas, usar somente produtos registrados para a cultura, obedecendo-se ao período de carência, às dosagens e aos cuidados nas aplicações. Procure um técnico para maiores informações.

COLHEITA

Inicia-se 50 dias depois do semeio, quando o fruto atinge 20 centímetros de comprimento e 4 centímetros de diâmetro.

EMBALAGEM E CLASSIFICAÇÃO

A embalagem deve ser feita em caixas de madeira tipo K, que pesam aproximadamente 22 quilos depois de cheias. A arrumação das abobrinhas dentro da caixa deve ser feita de modo que todos os espaços sejam preenchidos. A camada que forma a boca da caixa deve ser arrumada, no sentido transversal ao comprimento da caixa.

A abobrinha é classificada quanto ao tamanho e qualidade em :

Extra – quando a boca da caixa contém mais de 10 frutos.
Especial – quando a boca da caixa contém 8 a 10 frutos.
Primeira – quando a boca da caixa contém menos de 8 frutos.

José Flávio Lopes

Abobrinha
Abobrinha

Este legume, originário das regiões mais quentes da África, é uma variedade da abóbora. É um dos legumes mais utilizados na culinária, em sopas, suflês, refogados, saladas e gratinados. Tanto o miolo quanto a casca são comestíveis.

Apesar de algumas abobrinhas alcançarem até 2 kg, as mais consumidas são as pequenas, com peso que varia de 80 a 150 g.

Como comprar

Dê preferência às abobrinhas de casca brilhante e que estejam bem firmes.
Evite as rachadas ou furadas por bichos.
Não compre abobrinhas com manchas escuras ou partes moles: isso indica que elas ficaram expostas ao sol durante muito tempo.
As abobrinhas pequenas são mais tenras e mais saborosas que as maiores.

Os três primeiros e os três últimos meses do ano são os períodos de safra da abobrinha: por isso, durante esses meses, você pagará mais barato por ela, além de ter um produto de melhor qualidade. Por ser um legume que se estraga rapidamente, evite comprar em grande quantidade.

Como guardar

Lave a abobrinha inteira sob água corrente, tirando toda a sujeira da casca. Enxugue bem e guarde-a na gaveta da geladeira. Crua, ela dura em média 3 dias. Depois de cozida, ela se mantém em boas condições na geladeira durante 5 dias. Para conservar por mais tempo, é preciso congelar.

Dicas

Quando fizer abobrinha recheada, aproveite o miolo juntando-o aos outros ingredientes, como carne moída, miolo de pão temperado etc.
A abobrinha cozida é um ótimo complemento para a papinha das crianças.
Quando cozinhar abobrinhas, acrescente um pouco de manteiga.
Com o calor, o legume libera água e absorve a manteiga, ficando mais saboroso.

Tipos

De modo geral, a abobrinha tem formato alongado e sua casca lisa e brilhante pode ser verde, amarela, mesclada ou listrada de branco, dependendo da espécie.

As de cor mais clara pertencem à variedade chamada abobrinha-brasileira, com formato irregular, mais “gorda” numa das pontas. Outra variedade, com formato mais regular e coloração mais escura, é conhecida por abobrinha-italiana.

Valor nutritivo

Por ser de fácil digestão, a abobrinha é recomendada para pessoas que têm aparelho digestivo delicado. Ela é rica em vitamina A, que auxilia o crescimento, conserva a saúde da pele e da vista. Contém também sais minerais importantes, como o cálcio, o ferro e o fósforo.

A abobrinha tem ainda uma boa quantidade de celulose, elemento que ajuda no bom funcionamento do intestino.

Abobrinha
Abobrinha

Ambas têm origem americana, mas a abóbora é da região central e a abobrinha, da América do Norte.

A abóbora é campeã em vitamina A, a abobrinha é rica em magnésio.

1 – Pesos e Medidas

A abóbora, grandalhona, pode chegar aos 30 quilos e ultrapassar 1 metro de comprimento.

Já a pequena abobrinha tem, em média, 15 centímetros e levíssimos 300 gramas.

2 – Ainda Verde

A delicada abobrinha é colhida antes do amadurecimento completo. Por isso deve ser consumida logo após as compra. Já a abóbora só é retirada do solo quando está bem madura e, graças à casca grossa pode ser guardada, desde que fechada, por semanas a fio.

3 – Qual engorda mais?

Além de somar mais calorias, a abóbora costuma ser ingrediente de doces e outros pratos que podem ser ameaçadores para quem está fora do peso. Lotada de água, a abobrinha não é nem um pouco engordativa.

Abóbora 33 calorias
Abobrinha 20 calorias

4 – Boa dose de vitamina A

A cor da abóbora denuncia a enorme quantidade de betacaroteno – uma substancia que se transforma em vitamina A no organismo. O nutriente é famoso pela ação antioxidante e por prevenir a cegueira noturna.

Abóbora 2156 microgramas
Abobrinha 8,7 microgramas

5 – Mais magnésio

O mineral, que afasta a fadiga e participa da absorção de proteínas e carboidratos, aparece mais na abobrinha.

Abóbora 24,4 miligramas
Abobrinha 22,7 miligramas

6 – Força ao intestino

A abóbora fornece mais fibras do que a abobrinha. Por isso é a melhor escolha para quem está com constipação.

Abóbora 2,2 gramas
Abobrinha 1,8 grama

7 – Ácido Fólico

O nutriente, muito badalado por abaixar os níveis de homocisteína – uma substância associada a problemas cardiovasculares – aparece mais na abobrinha.

Abóbora 20 microgramas
Abobrinha 13 microgramas

Fonte: www.geocities.com/www.unitins.br/www.oton.com.br/www.abhorticultura.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Glúten

Glúten

PUBLICIDADE Definição Glúten é o nome dado às proteínas encontradas em certos grãos de cereais: principalmente …

Painço

Painço

PUBLICIDADE Nos últimos anos, houve uma revolução alimentar saudável. Especialmente, com o aumento da consciência de …

Carotenoides

PUBLICIDADE Definição Distinguidos por seus pigmentos laranja, amarelo e vermelho, os carotenoides são encontrados em muitas …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.