Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Alimentos / Biribá

Biribá

PUBLICIDADE

Nome popular: ata; verdadeira condessa; araticum patiá

Nome científico: Rollinia mucosa (Jacq.) Baill.

Família botânica: Annonaceae

Origem: Antilhas e México.

Biribá
Biribá

Características da planta

Árvore pequena com até 8 m de altura, ramos pilosos quando jovens.

Biribazeiro é uma planta frutífera da família Annonaceae, nativa da Amazônica e que se desenvolve bem em diferentes habitats. É uma planta que pode atingir altura média de 8 m

Folhas até 15 cm de comprimento.

Flores verdes externamente e róseas internamente.

Fruto

Globoso, composto por diversas partes hexagonais, muito unidas dando um aspecto característico. Polpa mole, branca, mucilaginosa que envolve as sementes de coloração castanho escura. Frutifica de fevereiro a junho.

Cultivo

Propaga-se por sementes e prefere regiões de clima quente e úmido.

O biribá é mais um importante representante da família das Anonáceas.

Assim como a ata, pinha ou fruta-do-conde, como o araticum-do-cerrado ou marolo, como a graviola e como a pindaíba, o biribá é conhecido Brasil afora por vários nomes diferentes. Dependendo da região em que ocorre, pode ser ata, condessa-verdadeira, fruta-da-condessa, etc.

Existem biribás de tipos variáveis, em relação ao peso, à quantidade de polpa, à forma do fruto, tornando-se, também neste caso, difícil estabelecer a identidade precisa de cada um.

Trata-se, genericamente, de um fruto que nasce em árvores de tamanho pequeno a médio, que alcançam no máximo 8 metros de altura, e que tem a casca amarela ponteada por numerosas saliências, sendo uma para cada segmento interno do fruto.

De polpa suculenta e pouco fibrosa, de cor branca a crome, de sabor agradável e doce, o biribá é quase sempre consumido in natura, sendo uma das frutas mais populares e apreciadas de toda a região amazônica.

A importância do biribá no norte do Brasil é, seguramente, comparável à importância que alcança a comercialização e o consumo da graviola no nordeste: na época da frutificação o biribá pode ser encontrado por toda parte, em todas as feiras.

Com seu bonito amarelo, surge enfeitando as esquinas _ das grandes cidades, os pequenos mercados de beira-rio, as feiras de frutas do Mercado Ver Peso em Belém e do Mercado Municipal de Manaus.

Apesar de ser pouco cultivado comercialmente, o biribazeiro pode ser encontrado na maioria dos pomares domésticos das cidades da região e em praticamente todos os pomares do interior, sendo, seu fruto, vendido tanto nas bancas dos mercados como por ambulantes nas ruas.

O biribá é, segundo Paulo Cavalcante, originário da região fronteiriça entre o Brasil e o Peru.

Por muito tempo supôs-se que o biribá tivesse se originado nas Antilhas, de onde teria sido trazido para a Amazônia. No entanto, uma vez que várias espécies silvestres similares ocorrem num e noutro lugar, é difícil a determinação precisa de sua origem.

O fato é que, atualmente, o biribá encontra-se em grande dispersão desde o Caribe até o extremo sul da Amazônia.

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Biribá

Nome científico: Rollinia mucosa (sinonímia: Annona mucosa, Rollinia biflora, Rollinia deliciosa, Annona reticulata var. mucosa).

Família: Anonáceas

Nome comum: biribá, araticum, fruta-do-conde.

Origem: Brasil

O que é

O Biribá é uma fruta típica da amazônia de até 1,600 Kg de ótimo sabor.

Adapta-se a várias condições climáticas e altitudes de 0 a 1.200 metros acima do nível do mar.

Descrição e característica da planta

A planta é perene e atinge 8 a 18 metros de altura.

Ela é nativa na Mata Atlântica que vai dos estados do Rio de Janeiro ao Pernambuco e na Floresta Amazônica.

As folhas são inteiras, de tamanho médio, de 10 a 25 centímetros de comprimento, margens lisas e brilhantes.

As flores são emitidas ao longo dos ramos mais finos, em agrupamentos de dois a três.

A polpa dos frutos é branca, suculenta, doce e envolve muitas sementes.

A planta se desenvolve e frutifica bem em condições de temperatura amena para quente e solos profundos, bem drenados, férteis, ricos em matéria orgânica e boa disponibilidade de água durante o ano.

A propagação é feita por sementes e principalmente por enxertia.

As variedades cultivadas e mais conhecidas são: biribá “Liso” e biribá ”Prolific”.

Produção e produtividade

As plantas produzem grande quantidade de frutos de novembro a maio.

Utilidade

A polpa é consumida ao natural e muito apreciada nas regiões Nordeste e Amazônica do Brasil.

Biribá
Biribá

Fonte: globoruraltv.globo.com

Biribá

Biribá
Biribá

O que é

É uma árvore de até 20 m, nativa do Brasil, mais especifificamente dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso e São Paulo. Possui tronco branco, folhas lanceoladas, oblongas, e frutos de 6 a 9 cm, saborosos, com carpelos salientes, avermelhados, cultivada pelos frutos, pela madeira e para reflorestamento.

Possui ainda os seguintes nomes: aberêmoa, ameiju, ameju, cortiça, corticeira, embeu, meiju, perovana, pindabuna, pindaíba, pindaíba-branca, pindaíba-de-folha-grande, pindaibuna, pindaíva, pindaubuna, pindaúva, pindauvuna, pindavuna e pinhão.

Fruto é globoso, composto por diversas partes hexagonais, muito unidas dando um aspecto característico.

Polpa mole, branca, mucilaginosa que envolve as sementes de coloração castanho escura. Frutifica de fevereiro a junho.

Propaga-se por sementes e prefere regiões de clima quente e úmido.

O biribá é mais um importante representante da família das Anonáceas.

Assim como a ata, pinha ou fruta-do-conde, como o araticum-do-cerrado ou marolo, como a graviola e como a pindaíba, o biribá é conhecido Brasil afora por vários nomes diferentes. Dependendo da região em que ocorre, pode ser ata, condessa-verdadeira, fruta-da-condessa, etc.

Fonte: www.floresecesta.com.br

Biribá

Biribá
Biribá

Também conhecida como ata, o biribá provém de uma árvore de pequeno porte, com até 8 metros de altura.

O clima ideal para seu cultivo deve ser quente e úmido.

A fruta apresenta uma casca amarelada. Nela há inúmeros hexágonos semelhantes aos encontrados na pinha e na fruta do conde.

Por serem da mesma família, o sabor também é parecido. A polpa do biribá é branca e suculenta, mole e adocicada.

Fonte: www.brasilsabor.com.br

Biribá

Apresenta polpa mole, branca e mucilaginosa que envolve as sementes de coloraçã castanho-escura.

Trata-se, genericamente, de um fruto que nasce em árvores de tamanho pequeno a médio, que alcançam no máximo 8 metros de altura e germinam com grande facilidade, frutificando em cerca de 4 anos, de janeiro a maio.

De polpa suculenta e pouco fibrosa, cor branca a creme, de sabor agradável e doce, o biribá é quase sempre consumido in natura, mas também apreciado na forma de sucos e sorvetes.

É uma das frutas mais populares e apreciadas de toda a região amazônica e também do Nordeste brasileiro.

Biribá
Biribá

Biribá
Biribá

Biribá
Biribá

Características Gerais

São apresentados dados sobre fenologia, ecologia e produtividade do Biribá.

A floração e início de frutificação ocorrem na época de menor precipitação.

Foram encontradas quatro espécies de besouros das famílias Chysomelidas e Nitidulidae visitando as flores.

A produção de frutos foi equivalente, em média, a aproximadamente 32% da produção de flores, apresentando correlações significativas entre o número de flores e os outros parâmetros de produção.

Fonte: bvsms.saude.gov.br/www.todafruta.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Painço

PUBLICIDADE Nos últimos anos, houve uma revolução alimentar saudável. Especialmente, com o aumento da consciência de …

Carotenoides

Carotenoides

PUBLICIDADE Definição Distinguidos por seus pigmentos laranja, amarelo e vermelho, os carotenoides são encontrados em muitas …

Tiramina

PUBLICIDADE Definição A tiramina, um aminoácido encontrado no corpo e nos alimentos que contêm proteínas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+