Breaking News
301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.

Home / Alimentos / Manjericão

Manjericão

PUBLICIDADE

Nome científico: Ocimum basilicum

Apresentação

Folhas frescas (em maços ou em bandejas) ou secas, mas recomenda-se usar suas folhas enquanto novas, pois estas perdem o seu aroma depois de secas.

Usos

Planta extremamente aromática, cujo sabor por vezes pode substituir o sal. Combina muito bem com tomate, berinjela, abobrinha, frango e vitela.

Manjericão é o tempero ideal para os tomates.

Também vai bem em saladas, massas, sopas e refogados de carne. Não combina com vinagre e sim com azeite.

Combina com muitos alimentos, como por exemplo legumes, berinjela e abobrinha, mas em especial com queijo e tomate. Um dos principais ingredientes do molho pesto genovês.

Propriedades

O manjericão é fonte de cálcio, vitamina A e C, potássio e manganês.

Propriedades Nutricionais

Os componentes ativos até agora conhecidos são os óleos e tanino.

Propriedades Medicinais

Entre outras propriedades, o chá de manjerona alivia as cólicas menstruais e acalma os nervos, favorecendo o sono. Já como tempero, estimula o aparelho digestivo e combate gases, cólicas e gastrites.

Recomendação

O cálcio é importante para a manutenção de dentes e ossos, coagulação e pressão sanguínea.

A Vitamina C é um antioxidante que combate o envelhecimento precoce e ajuda a prevenir doenças.

Manjericão
Manjericão

Uso do manjericão

O uso do manjericão é geralmente associado ao estômago e órgãos relacionados. Ele pode ser usado no caso de cólicas, vômitos, constipação, problemas gástricos, depressão e menopausa.

Como um anti-espasmódico, ele vem sendo usado para acabar com a tosse. O manjericão também é recomendado para tratar a dor de cabeça. Ele aumenta o apetite, tende à aumentar o leite nas mães, melhora a circulação sanguínea, ajuda na digestão, elimina dores causadas por gases e auxilia na indigestão. O manjericão também trata a febre, resfriados, gripes e a sinusite.

As folhas do manjericão são ótimas quando esfregadas sobre picadas de insetos.

O manjericão é uma erva muito conhecida que deve ser colhida antes de dar flores e é usada desde a antiguidade. No Egito antigo, o manjericão era utilizado como antídoto para picadas de cobras, escorpião e problemas com os olhos. O suco fresco da planta era usado externamente no tratamento de infecções da pele causadas por fingos. As folhas amassadas eram aplicadas em locais doloridos em casos de reumatismo.

A infusão de manjericão era recomendado no tratamento dos nervos, dores de cabeça e desmaios. Os gregos usavam o manjericão tanto para preparar banhos aromáticos para fortalecer os nervos, quanto para adicionar um sabor especial aos vinhos e licores.

O manjericão repele insetos e se colocado dentro dos armários, acaba com os insetos indesejados.

Beba uma xícara (chá) de infusão ao dia como prevenção, e adoce com mel no caso de tratamento da tosse.

Lembre-se que o óleo essencial de manjericão não deve ser utilizado durante a gravidez.

O manjericão também é muito utilizado na cozinha, sendo um ótimo companheiro dos tomates e ingrediente fundamental para se fazer o famoso pesto genovese, típico da Itália.

Armazenamento

O manjericão estraga com facilidade. Para preservá-lo lave e seque bem as folhas e acondicione em embalagem plástica limpa e seca. Ou então, pique as folhas e coloque-as num vidro com azeite. Acrescente o manjericão ao alimento somente na hora de servir.

Curiosidades

Como o calor diminui seu aroma, fica melhor se adicionado no final da receita. Devido à forma de suas folhas, semelhante a um coração, era considerado símbolo do amor, na Itália, e do luto, na Grécia. Nos florais, é indicado para pessoas desorganizadas e indisciplinadas.

Manjericão
Folhas de Manjericão

O manjericão é uma planta herbácea perene, da família das labiadas, de crescimento ereto que atinge cerca de 60 cm a 1,0m de altura, com folhas pilosas que só do gênero Ocimum tem cerca de 60 espécies diferentes.

No geral, é um arbusto pequeno, muito ramificado e perfumado.

Tem folhas verdes e pequenas e flores que vão do branco ao púrpura. O fruto é do tipo aquênio, com sementes pequenas, pretas e oblongas.

Manjericão
Manjericão

Na sua família existem muitos tipos, A diferença está no sabor mais ou menos ativo:

Manjericão de folha miúda ou de santa cruz: o. minimum
Manjericão de folha crespa: o. crispum
Manjericão de folha roxa: o. purpureum
Alfavacão : o. graissimun.

A que apresenta a melhor qualidade em óleo essencial e aroma é o Ocimum basilicum L., do tipo europeu.

Aroma e Sabor

Planta extremamente aromática, cujo sabor suave e levemente picante, por vezes. pode substituir o sal. É o complemento ideal para tudo que leva cebolas, orégano, alho ou azeite de oliva. Nada, por outro lado, combina melhor com tomates que o manjericão, sua “alma gêmea” culinária. Não é à toa que o manjericão impera incólume por séculos nos melhores pratos das cozinhas Italiana e Francesa. Do pesto ao molho de spaghetti, da pizza às mais variadas sobremesas, passando por carnes, ovos e sanduíches.

Utilização

Uso caseiro

Afasta mosquitos e embaixo do travesseiro faz ter uma boa noite de sono

Uso culinário

Usado na preparação de pizzas, omeletes, saladas,massas, assados, molhos,sopas, queijos, carnes. No tempero de berinjela, pimentão sopa de tomate, recheio para frango, peru, vitela e vinagrete. Pode ainda servir de tempero a frutos do mar ensopados.Deve ser acrescentado quando o prato estiver bem no fim, pois perde o sabor com o calor. Mistura-se muito bem com outras ervas. É componente do Licor “Chartreuse” e confere sabor especial ao creme de abacate com açúcar.

Como o aroma do manjericão é destruído pelo cozimento, as folhas picadas são espalhadas sobre pratos quentes ou frios antes de servir. Por isso, procure acrescentar ao prato cozido no último instante.

Uso mágico

Simboliza a prosperidade e acredita-se que só cresce viçoso o pé de manjericão quando é semeado sob ofensas. Poção afrodisíaca tem como um dos ingredientes o manjericão.

Manjericão
Manjericão

Forma de venda

Pode ser encontrado fresco ou seco, mas recomenda-se usar suas folhas enquanto novas, pois estas perdem muito do seu aroma depois de secas.

Como escolher e onde encontrar:

Fresco: Maços e vasinhos do manjericão fresco são encontrados em feiras, mercados e supermercados. Escolha os ramos com as folhas mais viçosas e que não estejam manchadas nem murchas.
Seco:
Encontrado em supermercados e empórios. Prefira o que estiver em embalagem escura, protegidas da luz. Isto evita a perda de aroma. Verifique o prazo de validade.

Como Conservar

Fresco

1- o manjericão se estraga rapidamente, mas pode ser acondicionado em embalagem plástica limpa e seca, por até três dias no máximo.
2-
pique as folhas e coloque-as num vidro fechado, com azeite.

Seco: Em recipiente fechado protegido da luminosidade e umidade.

Como secar

Compre dois maços grandes de manjericão, lave bem e espalhe-os sobre um pano limpo até secar. Depois, destaque as folhinhas e, numa tigela de vidro, faça camadas de folhas, alternando com camadas finas de sal grosso. Cubra a tigela de vidro com filme vidro e deixe em temperatura ambiente. Mexa uma vez ao dia, nos primeiros três dias. Ele pode ser utilizado durante dois meses. As folhas vão ficando secas e o sal adquire o aroma do manjericão. Você pode usar só as folhas ou também o sal grosso.

Dicas Culinárias

No preparo do molho pesto, prefira o manjericão com as folhas maiores, conhecido como manjericão italiano. O molho ficará mais saboroso e com uma coloração mais atraente.

Para aromatizar o azeite e o vinagre com a erva, lave bem o manjericão e coloque-o, junto com um dente de alho, num vidro esterilizado. Acrescente vinagre de vinho tinto ou branco ou azeite, tampe e deixe por pelo menos duas semanas em um lugar fresco. Sacuda de vez em quando, com cuidado para não derramar.

Use para temperar saladas e carnes em geral.

Esmague folhas de manjericão, manteiga, pimenta-do-reino e casca de limão ralada e use a mistura para acompanhar carnes.

Faça um aperitivo misturando ricota passada na peneira com um pouco de manteiga. Forme bolinhas com essa mistura e depois vá rolando as bolinhas de ricota em cima de um prato com folhas picadas de manjericão, até a bolinha ficar coberta com os pedacinhos da folha.

Efeitos medicinais

As folhas do manjericão são ricas em vitamina A e C, além de ter vitaminas B (1,2 e 3) e são uma fonte de minerais (cálcio, fósforo e ferro). O seu consumo é excelente para os que têm digestão difícil, gazes, azia e dores de cabeça em conseqüência de alimentação pesada ou inadequada. Facilita o funcionamento dos intestinos; tem ação sudorífera e diurética, sendo indicado para os casos de cistite (ardor ao urinar). Afasta a fadiga e faz bem para a pele. Auxilia na boa circulação e no combate às dores reumáticas. É bom para tosses, resfriados, vômitos, aftas, mau hálito e para compressas nos bicos doloridos das lactantes.

Ajuda, junto com a malva e a sálvia, nas infecções de boca. pele. Dá excelente pomada anti-bacteriana.

Manjericão
Manjericão

Para Insônia: 1 colher de chá de folha em 1/4 de litro de água fervente, faça um infuso por 5 minutos. Coe e beba à noite antes de deitar.

Para dor no mamilo de lactantes: Infuso de 2 xícaras de água fervente com 2 colheres de sopa de folhas por 10 minutos. Coe e aplique compressas.

Para os convalescentes: Suco de manjericão – bata o manjericão no liquidificador com pouca água, coe o suco em coador fino e sirva com mel.

Efeitos colaterais

Contra indicado para mulheres grávidas.

“A energia do Manjericão”

O manjericão age como pacificador e integrador na família. Ele transmuta a nossa energia agressiva, transformando-a em vontade e força para brigar por coisas mais importantes como metas e ideais. Ajuda a brigar pela vida e pelas coisas que nós queremos. É ótimo para os desorganizados e indisciplinados. Ajuda-nos a ver o brilho e o perfume da vida.

O escalda pés de Manjericão é ótimo para quem está agressivo, com raiva e pronto para explodir. Tira a raiva na hora.

O chá de manjericão ajuda pessoas muito contidas a liberarem o amor.

Pode também ser colocado em vasos para evitar a entrada de energias negativas.

História

Devido à forma de suas folhas, (coração), era considerado símbolo do amor, na Itália, e do luto, na Grécia.
Há 4 mil anos, os hindus, percussores na cultura do manjericão, a exportaram para o Egito.
No século passado, o manjericão era usado pelos sapateiros para atenuar o cheiro do couro.

Para Plantar

Pode atingir de 40 a 60 cm. de altura, por isso deve ser plantado em um vasinho de uns 20 cm de diâmetro. Necessita de bastante sol e, se começar a crescer muito, você deve podar alguns ramos para ativar novas brotações e obter uma plantinha mais cheia. Faça novas mudas por estacas de galhos, mas se preferir sementeiras, aproveite as resultantes da floração, que ocorre na primavera e no verão.

Nome científico: Ocimum basilicum

Família: Lamiáceas (sinonímia: Labiadas)

Nome comum: Manjericão, manjericão-de-folha-larga, manjericão-de-flor-branca, manjericão-de-molho, manjericão-doce, alfavaca, alfavaca-cheirosa, basilicão

Origem: Ásia tropical

Descrição e característica da planta

Ao lidar com plantas denominadas manjericão, devem ser tomados alguns cuidados, pois existem relatos da ocorrência de mais de 60 espécies e formas dessa planta. Os vários tipos de manjericão apresentam diferentes composições químicas.

O manjericão é um subarbusto, aromático, anual ou perene, ereto, muito ramificado e a sua altura não ultrapassa os 50 centímetros. As folhas são simples, pequenas, ovais, margens lisas e onduladas, cor verde-clara, nervura saliente, 4 a 7 centímetros de comprimento e delicadas. As flores brancas são emitidas na região axilar de folhas com os ramos. A planta se desenvolve bem em pleno sol, à temperatura amena, em solos não sujeitos à inundação, férteis, ricos em matéria orgânica e boa disponibilidade de água durante o ano todo. A propagação é feita através de sementes e por enraizamento de estacas.

Produção e produtividade

A época do corte das plantas varia, mas é feito em torno de 50 a 60 dias após a semeadura no verão e 90 dias no inverno. Quando se usam estacas para obtenção de mudas, esse tempo até a colheita é bastante reduzido. A melhor idade da planta para se colher as folhas, flores ou o corte das plantas é antes da abertura das flores, porque depois perderá muito o seu aroma. Não foram encontradas informações sobre a produção e a produtividade dessa planta.

Utilidade

O manjericão tem várias utilidades, tais como: na culinária e como planta ornamental, medicinal e aromática. Como aromática, o óleo essencial é muito valorizado no mercado internacional pelo teor de linalol. Existe grande variação no teor de óleo e de linalol nas muitas espécies e variedades de manjericão plantadas.

Na culinária, o manjericão é usado no tempero de omeletes, ensopados de carnes, peixes, frangos e saladas, bem como em doces e licores. Como tempero, recomenda-se não secar as folhas, porque perde o aroma. Uma das formas para armazenar, é picar as folhar e deixar no óleo. Outra recomendação, adicionar aos alimentos no fim do seu preparo, pois o sabor se perde com o calor.

Na medicina popular, as folhas e flores são usadas no preparo de chás por suas propriedades digestivas, tônicas, para problemas respiratórios, reumáticos, nos casos de cansaço, resfriado e problemas gastro-intestinais.

USO MEDICINAL

O manjericão é um arbusto pequeno, muito ramificado e perfumado.

Na sua família existem muitos tipos: o alfavacão, o manjericão de folha larga, o de folha miúda, também chamado de basilicão e o de folhas roxas. Todos eles têm os mesmos princípios ativos .A diferença está no sabor mais ou menos ativo.

O Manjericão favorece aos que têm digestão difícil, gazes, asia, dores de cabeça em conseqüência de alimentação pesada ou inadequada. Facilita o funcionamento dos intestinos, é diurético. Ë bom para tosses, vômitos, mau hálito. Ajuda, junto com a Malva e a sálvia nas infecções de boca.

Também é ótimo para cistite.

O manjericão age como pacificador e integrador na família..

Ele transmuta a nossa energia agressiva, transformando-a em vontade e força para brigar por coisas mais importantes como metas e ideais. Ajuda a brigar pela vida e pelas coisas que nós queremos.

É ótima para os desorganizados e indisciplinados.

Ajuda-nos a ver o brilho e o perfume da vida.

USO CULINÁRIO

O manjericão, por ser um poderoso energizante, deve entrar em toda a alimentação de uma casa. Experimente trocar o alho, que deflagra agressividade, pelo manjericão que traz suavidade.

Tempura de Manjericão

Escolha galhinhos tenros de manjericão, com flores. Lave-os e seque-os delicadamente.
Faça uma massa de crepe com 2 ovos, 1 xícara de farinha, 1 xícara de leite e 1 pitada de sal, todos esses ingredientes batidos no liquidificador.
Molhe delicadamente os galhinhos de manjericão nessa massa, e frite em óleo bem quente.
Sirva na hora.

Quem não conhece o macarrão ao Pesto?

Aí vai a receita:

Limpe 100 g de alho e frite-o cortado em fatias finas com azeite. Deixe esfriar.
Acrescente duas xícaras de manjericão limpo e bem picadinho, nozes picadas e sal à gosto.
Coloque mais azeite se gostar e ponha sobre o macarrão. Sirva com bastante queijo ralado.
O manjericão tem alto valor energético: contém cálcio, vitamina A e B2. Podemos abusar do manjericão como os italianos, usando-o em pizzas, pães, saladas e molhos.
Para os convalescentes, um suco de manjericão é o máximo: bata o manjericão no liqüidificador com pouca água, coe o suco em coador fino e sirva com mel.
Por ser muito delicado ele deve ser usado na cozinha com muito carinho. Coloque-o sempre por último nos alimentos cozidos para que ele não perca os princípios ativos.

OUTROS USOS

O escalda pés de Manjericão é ótimo para quem está agressivo, com raiva e pronto para explodir. Tira a raiva na hora.
O chá de manjericão ajuda pessoas muito contidas a liberarem o amor.
Pode também ser colocado em vasos para evitar a entrada de energias negativas.
As compressas de manjericão ( uma pasta pilada com as folhas ) ajuda as mães que ficam com os seios doloridas ou com rachaduras depois da amamentação.
Os gargarejos com são ótimos para dor de garganta, aftas ou mau hálito.

Alfavaca – manjericão

Manjericão ou Alfavaca são os nomes populares encontrados na bibliografia. Nomes científicos iguais inicialmente e da mesma família.

Manjericão ou Alfavaca ambos estão acessíveis no menu principal. Só falta você verificar quais espécies você possui em sua casa.

A foto ao lado eu possuo uma muda em um vaso em casa; que pode ser plantada apenas colocando-se um ramo em terra húmida.

Indicações

Dores de estômago, má digestão, gases, espasmos gástricos, cólicas intestinais, na falta de leite materno na fase de amamentação, e enxaquecas. No combate à falta de apetite, em casos de estafa mental, intelectual e nervosa e para acalmar dores de ouvido.

Insônias e asma

Apenas ingerir a planta.

Para as afecções respiratórias, amigdalites, faringites, laringites e aftas fazer gargarejos feitos com a infusão da folhas – coloque as folhas em um copo, derrame água quente sobre e deixe tapado, por 10 ou 15 minutos; tomar morno e melhor se for antes de deitar, pois é durante o sono que o corpo se restabelece e ocorrem as melhores curas.

Ação

Estimulante, diurética, tônica estomacal, antiespasmódica, emenagoga e galactógena.

Contra-indicações

Não recomendado durante a gestação.

Observação

A alfavaca não deve ser fervida, e de preferência usar a planta fresca pois a fervura eleva a perda das propriedades da erva cita a bibliografia. (comentário: o manjericão é usado em cozimentos junto com alimentos como tempero, isso fica meio contraditório já que não se pode ferver, mas em todo caso então você coloca a planta em um copo, macera com um pilão, coloca água fria ou quente e toma quando for usar o manjericão como medicinal – estou falando da espécie mostrada na fotografia acima, sobre as outras espécies não está descrito nada sobre não ferver a erva).

Atroverã (Ocimum SP)

Nomes: Atroverã, manjericão, alfavaca, remédio de vaqueiro, erva real, manjericão dos cozinheiros, manjericão de molho.

Família: Labiatae.

Indicação

As folhas são sudoríferas, antieméticas, tônicas, anti-sépticas, diuréticas e são utilizadas para problemas renais, má digestão, febres, tosses, debilidade dos nervos na forma de chá.

Na forma de cataplasma para curar feridas, e o xarope feito de suas raízes é utilizado para curar tuberculose.

Outros nomes: Manjericão de folha larga, remédio de vaqueiro, alfavaca da américa. Planta muito cheirosa.

Indicações

Calmante, diurética e sudorífera. Ótima para fazer banhos ou bafos para o tratamento de tosses, gripes e resfriados. Usa-se também nos casos de febres, ardor no ato de urinar, combate aftas, hematomas, reumatismos, regula o sono e é antiinflamatório.

Uso

As folhas amassadas também ajudam a cicatrizar e curar feridas. Colher e secar na sombra as folhas e as sementes. Após oito dias fazer o chá e tomar dois copos por dia, em goles. Descansar cinco dias e repetir a dose.

Família: Labiadas

Outros nomes: Basilico grande, alfavaca, basilicão, manjericão da folha garnde.

Da família da labiadas; a mesma do alecrim, mentas, oréganos, etc. O gênero Ocimun possui várias espécies, que no Brasil são conhecidas pelos nomes de alfavaca e manjericão, o que muitas vezes causa confusão na classificação botânica. Originária da Ásia Central e Índia, onde existem numerosas variedades.

A planta não tolera temperaturas baixas, prefere climas amenos ou quentes. É planta companheira do tomate e das pimentas.

Outros nomes: Manjericão de folha larga, remédio de vaqueiro, alfavaca da américa. Planta muito cheirosa.

Indicações

Calmante, diurética e sudorífera. Ótima para fazer banhos ou bafos para o tratamento de tosses, gripes e resfriados. Usa-se também nos casos de febres, ardor no ato de urinar, combate aftas, hematomas, reumatismos, regula o sono e é antiinflamatório.

Uso

As folhas amassadas também ajudam a cicatrizar e curar feridas. Colher e secar na sombra as folhas e as sementes. Após oito dias fazer o chá e tomar dois copos por dia, em goles. Descansar cinco dias e repetir a dose.

Família: labiadas

Outros nomes: Basilico grande, alfavaca, basilicão, manjericão da folha garnde.

Da família da labiadas; a mesma do alecrim, mentas, oréganos, etc. O gênero Ocimun possui várias espécies, que no Brasil são conhecidas pelos nomes de alfavaca e manjericão, o que muitas vezes causa confusão na classificação botânica. Originária da Ásia Central e Índia, onde existem numerosas variedades.

A planta não tolera temperaturas baixas, prefere climas amenos ou quentes. É planta companheira do tomate e das pimentas.

Indicações

Anti-espasmódico, sedativo, estomáquico, peitoral e galactogogo. Vermífugo e estimulante do estômago. O sumo é usado para aliviar dor de ouvido. Dor de estômago; em forma de chá. Fazer compressas no caso de lactentes que têm rachaduras no bico dos seios. Gargarejos e bochechos de chá morno ajudam a aliviar problema de aftas na boca. Má digestão, espasmos gástricos, cólicas intestinais, enxaquecas. Combate a falta de apetite. Estafa mental, intelectual e nervosa.

Atonia gástrica, depressão, digestão difícil, dismenorréia, estafa, fadiga mental.

Recomendado o uso nos casos de vômitos e dores de estômago. É um sedativo suave e o chá pode ser usado para dor de cabeça, enxaqueca e gastrites. Ajuda no combate aos gases intestinais e contrações musculares bruscas do estômago.

Nos casos de febres, tosses, ardor na urinação; no combate a aftas, inchaços, hematomas e reumatismos; também regula o sono.

Uso

Banhos nos casos de inflamações nos testículos, inchaços e hematomas. As folhas amassadas podem ajudar a curar feridas. O chá das folhas ou das sementes maceradas, são feitas compressas para as mães lactentes porem nos bicos dos seios afetados. Contra a asma e insônia deve ser ingerida. Para afecções das vias respiratórias, amigdalites, faringites, laringites e aftas, através de gargarejos feitos com a infusão das folhas. Apesar de não ser recomendado para gestantes, a alfavaca pode ser muito útil a mulheres em fase de amamentação e que possuem pouco leite, uma vez que tem a propriedade de estimular a secreção láctea e normalizar a produção de leite.

O óleo tem mostrado atividades anti-bacterianas no laboratório contra Bacilus Subtilis, Escherichea colli, Estaphilococos aureus, pseudomona auriginosa, além da atividade fungicida contra Cândida albicans e outros fungos.

OBS: o sumo do manjericão pode ser narcótico suave. Dois produtos, safrol e estragol, encontrados no óleo, são considerados cancerígenos e indicam cuidados no uso do óleo essencial purificado. A alfavaca não deve ser fervida e, de preferência, deve ser usada a planta fresca, já que ela perde muitos de seus princípios ativos quando fervida e seca.

Efeitos colaterais

Não encontrados na literatura pesquisada.

Contra indicação

Bradicardia (diminuição do ritmo cardíaco). Não é recomendada durante a gestação.

Também conhecido como alfavaca cheirosa, por ser cultivado em todo o Brasil. Apresenta flores pequenas e brancas de sabor aromático.

Indicações

O chá das folhas do manjericão facilitam a digestão, combate o espasmo, é diurético, sudorífero, anti-reumático e é usado também para combater o diabete.

Uso

Colher as folhas e as sementes logo após o sol esquentar. Secar na sombra e com pequenas partes fazer o chá tomando um copo por dia durante cinco dias.

Deixar o tratamento 6 a 8 dias e repetir a dose outras vezes.

Fonte: gourmet.ig.com.br/correiogourmand.com.br/globoruraltv.globo.com/ www.aleph.com.br/www.todafruta.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Antocianinas

PUBLICIDADE Definição As antocianinas são fitoquímicos solúveis em água com uma cor vermelha a azul …

Glúten

Glúten

PUBLICIDADE Definição Glúten é o nome dado às proteínas encontradas em certos grãos de cereais: principalmente …

Painço

Painço

PUBLICIDADE Nos últimos anos, houve uma revolução alimentar saudável. Especialmente, com o aumento da consciência de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

301 Moved Permanently

Moved Permanently

The document has moved here.