Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Alimentos / Araçá

Araçá

PUBLICIDADE

 

Fruto do araçazeiro, o araçá tem o seu sabor lembrando um pouco o da goiaba, embora seja um pouco mais ácido e de perfume mais acentuado.

Araçá
Araçá

É uma fruta pequena, arredondada, com sementes, cuja polpa varia de cor segundo a espécie, predominando o alaranjado e o amarelo-claro.

É usado no preparo de sorvetes e refrescos e também de um doce muito parecido com a goiabada.

Existem vários tipos de araçá, sendo os mais comuns o araçá-vermelho, o araçá-de-cora, o araçá-de-praia, o araçá-do-campo, o araçá-do-mato, o araçá-pêra, o araçá-rosa e o araçá-piranga.

Origem

Veio da África, mais especificamente de Angola, esse arbusto que chega a cinco metros de altura e que se adaptou muito bem à região Sudeste do país. As flores brancas e pequenas, de cinco pétalas, e os frutos amarelos e redondos formam um belo contraste com o verde das folhas. A polpa, ácida, tem sais minerais e vitamina C.

Parte utilizada

Fruta

Ajuda a tratar de:

Escorbuto
Excesso de ácido úrico
Inflamações
Retenção de líquidos
Poros muito abertos

Fonte: www.geocities.com

Araçá

Nome popular: Araçá; araçazeiro; araçá-verdadeiro

Nome científico: Psidium araçá Raddi

Família botânica: Myrtaceae

Origem: Brasil (Amazônia), Guianas até São Paulo

Características da planta

Árvores que podem variar de 70 cm a 10 m de altura, de casca lisa escamosa e copa esparsa. Folhas geralmente avermelhadas quando jovens. Flores são branca-esverdeadas.

Fruto

Arredondado, de coloração verde, amarela ou vermelha de acordo com a espécie. Polpa branca-amarelada ou avermelhadas, mucilaginosa, aromática, contendo muitas sementes.

Tipos

Há muitos tipos de araçá, mas os mais comuns são: araçá-vermelho, araçá-de-cora, araçá-da-praia, araçá-do-campo, araçá-do-mato, araçá-pêra, araçá-rosa e araçá-piranga.

Seu sabor lembra um pouco o da goiaba, embora seja um pouco mais ácido e de perfume mais acentuado. É uma fruta pequena, arredondada, com sementes, cuja polpa varia de cor segundo a espécie, predominando o alaranjado e o amarelo-claro.

O araçá é usado no preparo de sorvetes e refrescos. Com ele também se faz um doce muito parecido com a goiabada.

Cultivo

Encontrado no Brasil em estado silvestre. Prefere solos secos e não é exigente quanto ao clima, resistindo a geadas.

Frutifica de janeiro a maio.

“Os araçazeiros são outras árvores que pela maior parte se dão em terra fraca na vizinhança do mar. A flor é branca e cheira muito bem. Aos frutos chamam araçazes, que são da feição de nêsperas, mas alguns muito maiores. A fruta se come inteira, e tem a ponta de azedo mui saboroso, da qual se faz marmelada, que é muito boa e melhor para os doentes de cãibras.”   NOTÍCIA DO BRASIL, Gabriel Soares de Sousa (1587)

Falava o viajante sobre qual deles, entre os muitos araçás do Brasil?

Estava ele, propriamente, fazendo referência a algum araçá ou a alguma goiaba? Ou não seria um araçá-goiaba, como é até hoje conhecida a goiaba em algumas regiões da Bahia? Difícil saber! O fato é que araçás e goiabas, em estado silvestre, são bastante semelhantes e pertencem à mesma família das Mirtáceas.

O araçá é, em geral, fruta mais ácida do que a goiaba; tem, também como a goiaba, a polpa macia e cheia de sementes sendo, porem, a maioria de suas variedades comuns menos carnuda e menos valiosa economicamente.

Além disso, existem araçás de quase tantos tipos quantas são as praias do Brasil: araçá-branco, araçá-cinzento, araçá-rosa, araçá-vermelho, aragá-verde, araçá-amarelo; araçá-do-mato, araçá-da-praia, araçá-do-campo, araçá-de-festa; araçá-de-minas, araçá-de-pernambuco, araçá-do-pará; araçá-de-coroa, araçá-boi, araçá-pêra, araçámanteiga; araçá-de-folha-grande, araçá-de-flor-grande, araçá-miúdo, araçá-mirim; araçá-guaçu, araçá-peba, araçá-piranga, araçás araçanduba; araçá comum, araçá-verdadeiro ou, simplesmente, araçá.

Esses muitos araçás encontram-se espalhados por todo o Brasil, dos campos sulinos até a floresta amazônica, de preferência onde haja umidade e calor.

Paulo Cavalcante afirma que o araçazeiro, planta de muitas variedades, vive disperso pelo país, podendo ser encontrado “tanto cultivado como silvestre, em áreas campestres ou de vegetação rala e baixa, variando extremamente no porte, desde um arbustinho de 70 em até uma pequena árvore de quatro a seis metros de altura”.

Algumas espécies de araçazeiros dão frutas muito saborosas e apreciadas para se comer no “pé” e no tempo, quando amadurecem. Outros, de frutosadstringentes ou ácidos demais, apenas se prestam ao fabrico de doces que, justamente por concentrarem um sabor azedinho ou agridoce especial, são ótimos ao paladar. Destacam-se como especialidades produzidas com a fruta os doces de pasta e de corte-este último também chamado de marmelada de araçá – que, como não poderia deixar de ser, são de sabor semelhante aos doces de goiaba e às goiabadas.

Como praticamente todas as frutas, árvores e plantas, os araçás e suas folhas são também bastante aproveitados pela medicina popular brasileira.

Entre os araçás uma das espécies que mais que se destaca é o araçá-boi (Eugenia stipitata). Apesar de ser fruta típica da Amazônia peruana, onde é muito conhecida e utilizada pela população regional, sua distribuição alcança, também, o Estado do Acre, no Brasil.

O araçá-boi ocorre em árvores pequenas, quase arbustivas, que atingem no máximo 3 metros de altura. Seus frutos, de cor amarelo-canário, podem ter dimensões variáveis, mas são sempre grandes, maiores do que as maiores goiabas cultivadas, chegando a pesar até 400 gramas de pura massa. Daí seu nome popular!

A polpa é suculenta e saborosa, apesar de bastante ácida. Por esse motivo, presta-se bem mais ao consumo na forma de sorvetes, doces ou bebidas do que in natura.

Araçá
Araçá

Araçá
Araçá

Araçá
Araçá

Fonte: www.bibvirt.futuro.usp.br

Araçá

Araçá
Araçá

O araçá é uma fruta nativa e bem conhecida no Brasil.

Existem diversas variedades de araçás:

Rasteiros
Arbustivos
Arbóreos
Trepadores

Os sabores são bastante variados, tendo frutos com sabor de abacaxi, morango, pêra, maracujá e até maçã.

A planta está presente nos mais variados ecossistemas brasileiros: no Cerrado, nos Pampas Gaúchos, na Mata Atlântica, no Pantanal e na Amazônia.

Descrição da Planta

De um modo geral, as espécies mais comuns apresentam porte arbóreo de 3 a 6 metros, com copa rala e irregular. O tronco é liso e descamante. As folhas são coriaceas, glabras, de 5 a 10 cm de comprimento por 3 a 6 cm de largura. As flores são axililares, sobre pedúnculos unifloros de 5 a 10mm.

Os frutos são bagas globosas, variando muito de tamanho, contendo polpa branca, amarela, esverdeada e avermelhada, sendo mucilaginatinosa, suculenta, aromática e adocicada. Contem muitas sementes riniformes ( semelhante a rins ).

Propriedades Químicas em 100g de polpa comestível:

Energia – 62 kcal
Proteína – 1,50g
Lipídios – 0,60 g
Carboidratos – 14,30 g
Fibra – 5,20 g
Cálcio – 48,00 mg
Fósforo – 33,00 mg
Ferro – 6,30 mg
Retinol – 48,00 mcg
Vitamina B1 – 0,06 mg
Vitamina B2 – 0,04 mg
Niacina – 1,30 mg
Vitamina C – 326,00 mg.

Propriedades Medicinais

As folhas os brotos e os frutos do araçá do campo são adstringentes; suas raízes e cascas são empregadas em decocções para derreia. As cascas do araçá de coroa são usadas para estancar hemorragias em geral.

As folhas do araçá de flor grande são utilizadas em banhos para aliviar as dores provocadas pela artrite e pelo reumatismo.

As hemoptises e demais hemorragias, bem como as diarréias, podem ser tratadas com as folhas e cascas de araçá pêra e o araçá miúdo.

Fonte: heltonsaputa.vilabol.uol.com.br

Araçá

Origem: Ásia

É da mesma família de outras frutas como, por exemplo, jaca, figo, fruta-pão. Por ser muito versátil e perfeitamente adaptável a vários tipos de solo e de clima, com especial preferência pelos húmidos, e já foram encontradas nos Estados Unidos da América, no Ártico, e em muitas ilhas oceânicas.

No Brasil, principalmente a negra, floresce em vários Estados: Santa Catarina, São Paulo, Minas Gerais, Paraná e, principalmente, no pioneiro, Rio Grande do Sul.

Araçá
Araçá-vermelho

Araçá
Araçá-Amarelo

Tipos

Araçá

Há três espécies: vermelha (Morus rubra), branca (Morus alba) e preta (Morus nigra); a branca é usada para criação do bicho-da-seda, que se alimenta das folhas da amoreira, enquanto a preta é comestível e muito apreciada, não só pelo seu sabor especial, como pelo seu tamanho maior, além de ser muito usada em ornamentação.

Características

Tem sabor levemente ácido e adstringente.

Araçá – Psidium grandifolium

Fruto do araçazeiro, o araçá tem o seu sabor lembrando um pouco o da goiaba, embora seja um pouco mais ácido e de perfume mais acentuado. É uma fruta pequena, arredondada, com sementes, cuja polpa varia de cor segundo a espécie, predominando o alaranjado e o amarelo-claro. É usado no preparo de sorvetes e refrescos e também de um doce muito parecido com a goiabada.

Existem vários tipos de araçá, sendo os mais comuns o araçá-vermelho, o araçá-de-cora, o araçá-de-praia, o araçá-do-campo, o araçá-do-mato, o araçá-pêra, o araçá-rosa e o araçá-piranga.

Dicas para comprar

O comércio regular, ao natural, é quase inexistente, mas ainda podem ser encontradas, esporadicamente, em algumas feiras livres.

Caso encontre, observe alguns cuidados: – é uma fruta muito frágil e que rapidamente fica perecível, sinal de que se deve consumi-la de imediato, tão logo seja colhida ou comprada.

Dicas para consumo

Tire o pequeno cabo que ela apresenta, descarte as que estiverem muito moles, lave bastante em água corrente, escorrendo em seguida.

É comum encontrar produtos feitos com amora, tais como: geléias, compotas, doces diversos.

Composição

Muito rica em Vitaminas (A, B, C); tem ácido cítrico na sua composição, bastante água (cerca de 90%), carboidratos, sais minerais (fósforo, ferro, sódio, cálcio, potássio, estes últimos, em concentração generosa), fibras e ácido fólico.

O araçá pode ser consumido “in natura” e ou em forma de doces, compotas, sucos, polpas congeladas e geléias. A raiz e as folhas podem possuir atividade diurética e antidiarréica.

Valor calórico

100 gramas fornecem, em média, 37 calorias.

Tabela Nutricional do Araçá

Quantidade 100 gramas
Água  84%
Calorias  247Kcal
Proteína 20g
Fibra 15g
Cálcio 85mg
Fósforo 69mg
Ferro 98mg
Potássio 196mg
Vitamina A 21mg

 Indicações Terapêuticas

É uma fruta com as seguintes propriedades:

Antissética
Depurativa
Digestiva
Refrescante
Antihemorrágica
Controladora da pressão arterial
Sedativa
Antioxidante
Vermífuga
Diurética
Anti-herpética (tanto para o herpes labial quanto para o genital, segundo estudos de uma Universidade de Taiwan); – anticancerígena.

É eficaz nos seguintes casos:

Afta: Bochechar com suco de amora-preta, quente, adoçado com mel.
Amigdalite:
Suco de amora – preta, quente, adoçado com mel; tomar aos goles. Pode-se também preparar um xarope deste suco, bastando cozê-lo até engrossar um pouco. Fazer gargarejos com o xarope, ou tomá -lo às colheradas, deixando descer suavemente pela garganta.
Bronquite:
Infuso da casca da raiz, morno, para combater a tosse. Tomar morno, às colheradas. Em excesso é purgativo. Para preparar um infuso, deitar água fervente sobre as cascas das raízes bem picadas, tapar o recipiente, e deixar esfriar.
Queda de Cabelo:
Massagear o couro cabeludo com o infuso das folhas da amoreira.
Secreções catarrais:
Para as secreções catarrais das vias respiratórias altas recomenda – se o gargarejo com o chá morno das folhas da amoreira.
Doenças das Cordas Vocais:
Suco de amora preta, quente, adoçado com mel.Tomar vagarosamente.
Diarréia:
Usar xarope de amora, conforme explicado em amigdalite. Tomar não mais de 2 colheres de sopa por vez, com intervalos mínimos de 2 horas.

Observação

Pessoas com intolerância a salicilatos (aspirina), devem ingerir a fruta com muita moderação.

Fonte: www.paty.posto7.com.br

Araçá

Araçá-Vermelho

Nome científico: Psidium cattleyanum Sabine

Família: Myrtaceae

Utilização: Madeira para construção civil, cabo para ferramentas, lenha e carvão. Seus frutos são comestíveis e atrativos para fauna.

Época de coleta de sementes: Outubro a março.

Coleta de sementes: Diretamente do chão, após a queda do fruto maduro.

Fruto: Vermelho carnoso.

Flor: Branca.

Crescimento da muda: Médio.

Germinação: Normal.

Plantio: Mata ciliar, área aberta, solo degradado.

Ocorrência

Bahia até o Rio Grande doSul, na mata pluvial atlântica e na mata de altitude, ocorre principalmente nas restingas litorâneas situadas em terrenos úmidos e nas capoeiras de várzeas úmidas. Não ocorre no interior de floresta primária sombria. Ocorre também, porém de maneira mais esparsa, nos campos sujos e capoeiras úmidas de região de altitude.

Fruto

A maioria das pessoas considera o fator estético como principal no plantio de uma árvore, mas as árvores, além de proporcionarem o embelezamento da propriedade, trazem conforto ambiental, com a diminuição da incidência de luz e calor no verão, protegem as nascentes e rios, abrigam e alimentam a fauna.

Espécies como o Araçá vermelho (Psidium cattleyanum Sabine), apresentam ainda, grande potencial para exploração econômica, por conta das características dos seus frutos. Os frutos são bem aceitos para consumo “in natura” ou então, industrializados, na forma de doces em pasta, cristalizados ou geléias. Tudo isso pelo teor de vitamina C, proporcionalmente quatro vezes maior que os frutos cítricos. Outra forma de aproveitamento desses frutos é a elaboração de sucos.

Apesar de terem todo esse potencial como fonte nutricional e matéria-prima para a agroindústria de alimentos, poucos são os dados sobre o seu cultivo, produção e utilização.

O araçazeiro é uma Myrtaceae encontrada em estado silvestre no Brasil, da Bahia até o Rio Grande do Sul. O seu nome vem do tupi guarani e significa “fruto que tem olhos” em alusão as sépalas que dão a aparência de olho no fruto.

O óleo extraído de suas folhas é utilizado na medicina tradicional como antidiarreico e muitas vezes é também utilizado como antibiótico, por apresentar forte atividade contra bactérias. Relatos da comunidade falam também de propriedades anti-hemorrágicas.

O araçá tem baixa susceptibilidade a doenças e pragas, com exceção à mosca da fruta. É um componente indispensável em sistemas agroflorestais, sejam eles destinados à recomposição de áreas degradadas ou para fins econômicos.

Na recomposição de áreas de preservação permanente ele tem uma função especial, pelo fato de ter crescimento rápido e de atrair a fauna.

Araçá-vermelho: o fruto que tem olhos

Araçá
Araçá-vermelho

Araçá
Araçá-amarelo

Araçá
Sementes de araçá-vermelho

Araçá
Mudinhas recém repicadas de araçá

Araçá
Mudas prontas para plantio

Tatiana Arruda Correia

Miriam Prochnow

Fontes Consultadas

NACHTIGAL, J.C. Propagação de araçazeiro (Psidium cattleyanum Sabine) através de estacas semilenhosas. Pelotas: UFPEL, 1994, 66p. Dissertação (Mestrado em Fruticultura de Clima Temperado).
PROCHNOW, M., SCHAFFER, W.B (org). A Mata Atlântica e Você: como preservar, recuperar e se beneficiar da mais ameaçada floresta brasileira. Brasília: APREMAVI, 2002. 156p.d
LORENZI, H. Árvores brasileiras: um manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil, vol. 1, 3 ed. Nova Odessa, SP: Instituto Plantarum, 2000.
GUERRERO JR, P.G. Composição Química e Atividades Antiparasitárias do Óleo Essencial de Psidium cattleyanum (Mirtaceae) . Sociedade Brasileira de Química ( SBQ). Disponível em: https://sec.sbq.org.br/cdrom/30ra/resumos/T1345-2.pdf. Data de acesso: 30 jan 2009.

Fonte: www.apremavi.org.br

Araçá

Araçazeiro

Araçá
Araçazeiro

Planta arbustiva que atinge de 2,50 m a 5,00 m de altura.

O tronco tortuoso é revestido por uma casca fina castanho-escura, lisa e sem brilho, que descasca em placas deixando à mostra a casca nova, verde-amarelada.

Tem copa arredondada e folhas resistentes e bastante brilhantes. Os frutos (araçás) são globos achatados, com coroas, de casca amarela levemente áspera.

O interior do fruto varia do amarelo ao branco ou, então, do vermelho ao amarelado, sempre clareando em direção ao centro.

O araçazeiro (Psidium cattleyanum) frutifica de fevereiro a março. Os araçás dão ótimos doces em pasta, geléias e compotas.

Comum em todo o Brasil, cresce e produz melhor em solos úmidos e compactos. Ocorre com freqüência em várzeas e banhados, capoeirões e matas semidevastadas. É raro nos campos.

Fonte: www.agrov.com

Araçá

Araçá
Araçá

Fruto da mesma família que a jabuticaba, a sabará, a pitanga, a uvaia, a cabeludinha e a guabiroba, o araçá é igualmente comestível, mas dificilmente encontrado à venda nos grandes centros urbanos.

Araçá é o fruto do araçazeiro, nome comum a dezenas de espécies da família das mirtáceas, a maior parte delas do gênero Psidium, a que também pertence a goiaba.

A espécie mais cultivada é a P. littorale, ou P. cattleyanum, conhecida popularmente como araçá-de-coroa, araçá-da-praia, araçá-de-comer, araçá-do-mato, araçá-pêra, araçá-rosa e araçá-vermelho. É um arbusto de caule tortuoso, de até cinco metros de altura, cujo fruto, ovóide ou achatado, tem polpa branca ou vermelha, de sabor ácido.

O araçazeiro fornece madeira branco-avermelhada com veios escuros. Por ser compacta, elástica e resistente, é muito empregada em esteios e para cabo de ferramentas. Às folhas do araçazeiro é atribuída a propriedade de combater a diarréia.

Fonte: www.emdiv.com.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Tiramina

PUBLICIDADE Definição A tiramina, um aminoácido encontrado no corpo e nos alimentos que contêm proteínas, …

Superalimentos

Superalimentos

PUBLICIDADE Definição Os superalimentos aumentam a energia e a vitalidade, regulam o colesterol e a …

Quincã

Quincã

PUBLICIDADE Descrição: A fruta quincã (Citrus japonica) pertence à família do citrinos e é originário …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+